domingo, 7 de fevereiro de 2016

Nove mitos absolutamente falsos sobre pornografia - e um fato com que todos podemos concordar

Nove mitos absolutamente falsos sobre pornografia - e um fato com que todos podemos concordar

Opiniões sobre pornografia são como narizes, todo mundo tem uma. Mas diferentes opiniões são tão contraditórios, elas não podem estar todas certas.

Nós realmente sabemos muito sobre o uso e os efeitos da pornografia contemporânea, então vamos colocar alguns fatos cognoscíveis em cima da mesa.

* Mito: A pornografia é na maioria das vezes violenta e misógina.

* Fato: Na maioria das vezes, a pornografia mostra pessoas felizes, sorrindo fazendo coisas bastante comuns. Um monte de material pornô mostra pessoas felizes, sorrindo (e talvez suadas) fazendo coisas exóticas. E alguns materiais pornôs mostra adultos que fazem jogos de dominação e submissão. Fingindo? Sim. Os atores e atrizes estão atuando.

* Mito: Assistir pornografia causa problemas de ereção.

* Fato: (1) Não houve aumento documentado em problemas de ereção, então não há nenhuma "epidemia" para a pornografia causar. (2) É claro que a maioria dos homens jovens com problemas de ereção assistem pornô - porque a maioria dos homens jovens assistem pornô.

* Mito: A pornografia destrói boas relações íntimas.

* Fato: (1) Ninguém escolhe assistir pornografia em vez de estar em um relacionamento sexual vibrante. As pessoas realmente fogem da chance de um bom relacionamento sexual por muitas razões, tais como a raiva, culpa, medo da intimidade, depressão e ansiedade. O fato de que essas pessoas podem se envolver com a pornografia não é o problema.

(2) Relações sexualmente insatisfatórias são causadas por muitas coisas, como a má informação, efeitos colaterais de medicamentos, problemas hormonais, raiva, traumas de infância, medo de abandono; uma recusa a discutir a desconexão sexual é comum. Só porque um ou ambos os parceiros vêem pornografia não significa nem remotamente que a pornografia é o problema.

* Mito: A maioria dos homens escondem que estão assistindo pornografia de suas parceiras porque eles sabem que estão fazendo algo errado.

* Fato: A maioria dos homens escondem que estão assistindo pornografia por um ou vários motivos: (1) eles acreditam que suas parceiras se sentiriam desconfortáveis sobre isso e podem insistir que elas têm o direito de uma casa livre de pornografia; (2) como a maioria dos estadunidenses, eles são desconfortáveis em discutir a sexualidade em geral; (3) eles não querem enfrentar a realidade da insatisfação sexual da sua parceira ou a sua própria; (4) quando alguém diz a seu parceiro adulto "Eu proíbo você de ver isto em nossa casa", eles realmente estão instruindo "é melhor manter isso em segredo."

* Mito: Somente um homem gostaria de pornografia, as mulheres simplesmente não gostam dela.

* Fato: (1) Milhões de mulheres assistir pornografia na internet - algumas para elas mesmas, outras com seus parceiros. Algumas mulheres assistem pornografia feita especificamente para elas, enquanto outras assistem os mesmos vídeos que os homens. (2) Cinquenta Tons de Cinza é o livro mais vendido na história. É pornografia. Seus leitores são quase exclusivamente mulheres.

* Mito: Assistir pornografia adulta leva a assistir pornografia infantil.

* Fato: (1) A indústria da pornografia adulta não faz pornografia infantil, não promove a pornografia infantil, e não quer que seus clientes assistam pornografia infantil. (2) Você pode imaginar qualquer pornografia adulta que iria levar você a querer assistir vídeos sexuais de crianças? Pornografia infantil não é algo por que qualquer pessoa gradualmente desenvolve um gosto.

* Mito: A pornografia é toda sobre a sexualidade dos homens e o prazer dos homens.

* Fato: A maioria da pornografia inclui um foco no prazer das personagens retratadas por atrizes. Isto muitas vezes inclui cunilíngua, normalmente inclui um orgasmo feminino (não importa que este pode ser demonstrado irrealisticamente), frequentemente a mostra desfrutando a felação, e pode incluir dominação que ela acha agradável. Estas são características padrão de cuidado comum e sexo heterossexual consensual.

* Mito: Assistir pornografia incentiva a violência contra as mulheres.

* Fato: (1) Uma vez que a banda larga trouxe pornografia gratuita e de alta qualidade em quase todas as casas nos Estados Unidos, a taxa de estupros nos EUA caiu (de acordo com o FBI). Sim, o estupro é um crime sub-relatado - e isso era verdade antes da pornografia, assim como é agora. (2) Esta diminuição dos estupros após a difusão ou a legalização da pornografia tem sido documentada em dezenas de países, incluindo Dinamarca, Japão e Croácia.

* Mito: A Neurociência prova que assistir pornografia pode danificar seu cérebro e até mesmo causar o vício da pornografia.

* Fato: Não, não faz isso. (1) O cérebro acende-se durante todas as atividades agradáveis, incluindo assistir a um pôr do sol e brincar com seus netos. Claro que acende-se durante a excitação sexual.

(2) Enquanto há uma abundância de pessoas com hábitos de ver pornografia insalubres, ninguém tem realmente documentado "vício da pornografia." A menos que alguém tenha outros problemas mentais não-pornográficos (tais como transtorno bipolar ou transtorno obsessivo-compulsivo), quase todos podem modificar os seus hábitos de ver pornografia se eles quiserem - fazendo isso bem diferente de vício.

///

Aqui está um fato que todos nós devemos estar de acordo e agir a respeito: que as crianças precisam de um adulto inteligente e atencioso para falar com eles sobre a pornografia. As crianças precisam saber que:

~ A pornografia é um produto adulto, mostrando temas e comportamentos adultos que vão ser confusos para alguém sem experiência.

~ A pornografia não é um documentário, e não retrata o sexo como ele realmente é. É feito por atores e atrizes interpretando personagens que alguém inventou.

~ Os corpos mostrados na pornografia não são corpos adultos típicos. Assim como a NBA, NFL, e estúdios de cinema selecionam pessoas por suas características físicas incomuns, também os produtores de pornografia. Você não se parece com LeBron James, você não se parece com Tom Cruise, e você não se parece com Rocky Buttman também.

Acima de tudo, se seu filho tem dúvidas sobre pornografia ou sexo em geral, ele ou ela deve perguntar a você. E eles não serão punidos por sua pergunta. Você promete, certo?

//////////

Precisa de ajuda para discutir pornografia com seu filho? O meu novo vídeo "Ajudando jovens a desenvolver a literacia em pornô" tornará isso mais fácil. Ele está disponível como um DVD ou mp4 download aqui.

"Nine absolutely untrue myths about porn - and one fact we can all agree on", Sexual Intelligence (pelo dr. Marty Klein), 12 de julho de 2015, https://sexualintelligence.wordpress.com/2015/07/12/nine-absolutely-untrue-myths-about-porn-and-one-fact-we-can-all-agree-on

Comentários enviados para o autor

Sobre o 2º mito, "assistir pornô causa problemas de ereção": quando muito, algum adolescente pode ficar impressionado de ver um ator pornô "duro" por 30 minutos ou mais com duas mulheres, enquanto os homens saudáveis normais aguentam 15 ou 20 (minutos). Mas se ele fica envergonhado com isso, ele pode ficar envergonhado, também, quando ele ouve homens em sua vida cotidiana dizendo que ficaram com uma mulher uma noite inteira.

Sobre o 4º mito, "a maioria dos homens escondem que estão assistindo pornografia de suas parceiras porque eles sabem que estão fazendo algo errado": bem, ser um cristão foi punido com prisão em países socialistas, eles não gostariam se usarmos esse argumento aqui.

Sobre o 5º mito, "somente um homem gostaria de pornografia, as mulheres simplesmente não gostam dela", e o 7º, "a pornografia é toda sobre a sexualidade dos homens e o prazer dos homens": só clichês lesbofeministas, do mesmo grupo sexo-heterossexual-é-estupro, nada mais. Mas eu faço duas perguntas: 1) Por que 24% dos acessos ao Pornhub são por mulheres, mas a seção "Para Mulheres" é a 8ª mais vista por mulheres, sendo a 1ª "Lésbica" e a 2ª "Gay"? ("More of What Women Want", 25 de julho de 2015, http://www.pornhub.com/insights/women-gender-demographics-searches) 2) E a produtora de filmes pornôs feministas Erika Lust e seu baixo sucesso?

"Cinquenta Tons de Cinza" NÃO É PORNOGRAFIA. É o que alguns chamam de "pornografia emocional", fantasias das mulheres de um mulherengo ou um homem sem-vergonha ser domesticado por uma mulher. Você já viu o vídeo "5 Reasons Pornstars Hate 50 Shades of Grey" (5 razões por que pornstars odeiam 50 Tons de Cinza), com Nadia Styles, Mercedes Carrera e Nina Elle (https://www.youtube.com/watch?v=sPE3R8twHrw)?

Sobre o 8º mito, "assistir pornografia incentiva a violência contra as mulheres", especialmente "o estupro é um crime sub-relatado": mesmo que os verdadeiros casos de estupro sejam sub-relatados (20 por cento?), os falsos casos de estupro nas delegacias de polícia superam os casos verdadeiros não contabilizados. Assim, você está certo em dizer que os estupros diminuíram (ou aumentaram por causa dos mesmos motivos que os furtos, por exemplo), enquanto o acesso à pornografia tem crescido.

Sobre o 9º mito: viciado em pornografia é uma mulher que se sabe que ela viu pornô ou um homem que gosta de sexo mais do que a avó dele. Hua, hua, hua, hua, hua!

"Os corpos mostrados na pornografia não são corpos adultos típicos". Bem, por exemplo, talvez você vá encontrar uma mulher com silicone nos seios ou lipoaspirada nas nossas ruas brasileiras. Então, o que queremos dizer com "corpo típico de mulher"? Na indústria pornô, podemos encontrar mulheres siliconadas, realmente, mas podemos ver atrizes com bundas grandes naturais, como Brandi Love (http://www.xnxx.com/?k=Brandi+Love), ou com seios grandes naturais, como Mia Khalifa (http://www.xnxx.com/?k=Mia+Khalifa), ou até mesmo gordas, como Anastasia Vanderbust (http://www.xnxx.com/?k=Anastasia+Vanderbust). Como uma garota hétero, eu não vejo cuidadosamente as mulheres em filmes pornográficos, mas eu não encontro muito mais mulheres com seios grandes ou bundas grandes lá do que eu vejo nas nossas ruas. Se colocarmos, por exemplo, Dani Daniels (http://www.xnxx.com/?k=Dani+Daniels) ou Nina Hartley (http://www.xnxx.com/?k=Nina+Hartley) em um campus universitário ou um atendimento ao cliente em uma loja, elas não pareceriam "não típicas".

O título que você escolheu com a palavra "mito" é uma gentileza sua. Esses hoaxes aterrorizantes são produzidos por e circulam dentro de dois grupos: 1) aqueles que confundem falta de sexo e nunca ter visto um corpo em forma nu com maior moralidade; 2) aqueles que pregam que o sexo heterossexual é a degradação das mulheres. Nenhum deles parece que já viu um vídeo pornô demonstrativo de cinco ou seis minutos. Se você ler um mito sobre a manteiga e você consome manteiga, você tem alguma chance de comer apenas margarina daí em diante. Se você ler um mito sobre pornografia e você consome pornografia, você vai dizer "que porra de brincadeira é essa?". Em uma pesquisa desatualizada, 10% dos adolescentes nas igrejas nos Estados Unidos assistiram a um filme pornô nos seis meses anteriores. Então, os militantes antipornografia, feministas e conservadores cristãos, têm cada vez menos público para espalhar seus mitos fora de eles mesmos.

Você disse que "se seu filho tem dúvidas sobre pornografia ou sexo em geral, ele ou ela deve perguntar a você", isso me lembrou uma piada que ouvi: a mãe estava com sua filha de 8 anos de idade, "Filha, vamos falar sobre sexo", "está bom, mamãe, qual é a sua dúvida?". Uma Educação Sexual de má vontade não é um problema isolado na educação parental. Estes pais podem ser bons na atenção básica e no apoio financeiro, mas eles têm um código moral e intelectualmente caótico para ensinar a seus filhos. Nos tempos antigos, isso era claro: era correto respeitar outras pessoas ou não roubar, mas era correto, também, um pai matar sua própria filha porque ela teve relações sexuais antes do casamento. Confundir frigidez e gimnofobia com princípios morais é analfabetismo moral.

Obrigada pelo seu artigo. Beijos.

Abigail Pereira Aranha

Original text English at Sexual Intelligence: "Nine absolutely untrue myths about porn - and one fact we can all agree on", https://sexualintelligence.wordpress.com/2015/07/12/nine-absolutely-untrue-myths-about-porn-and-one-fact-we-can-all-agree-on.
Original text English reproduced at Men of Worth Newspaper and at Periódico de Los Hombres de Valía: "Nine absolutely untrue myths about porn - and one fact we can all agree on", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/02/nine-absolutely-untrue-myths.html and http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/02/nine-absolutely-untrue-myths-about-porn.html.
Questo testo in italiano in Men of Worth Newspaper e in Periódico de Los Hombres de Valía: "Nove miti assolutamente non veri su porno - e un fatto su che siamo tutti d'accordo", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/02/nove-miti-assolutamente-non-veri.html e http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/02/nove-miti-assolutamente-non-veri-su.html.
Ce texte en français au Men of Worth Newspaper et au Periódico de Los Hombres de Valía: "Neuf mythes absolument faux à propos de porno - et un fait sur que nous pouvons tous être d'accord", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/02/neuf-mythes-absolument-faux.html et http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/02/neuf-mythes-absolument-faux-propos-de.html.
Eso texto en español en Men of Worth Newspaper y en Periódico de Los Hombres de Valía: "Nueve mitos absolutamente falsos sobre la pornografía - y un hecho en que todos podemos estar de acuerdo", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/02/nueve-mitos-absolutamente-falsos.html y http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/02/nueve-mitos-absolutamente-falsos-sobre.html.
Este texto em português no A Vez das Mulheres de Verdade e no A Vez dos Homens que Prestam: "Nove mitos absolutamente falsos sobre pornografia - e um fato com que todos podemos concordar", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2016/02/nove-mitos-absolutamente-falsos.html e http://avezdoshomens.blogspot.com/2016/02/nove-mitos-absolutamente-falsos-sobre.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook