domingo, 3 de setembro de 2017

Ejaculação nas cabeças dos incautos

Abigail Pereira Aranha

Quatro casos neste mês de agosto mostraram como a comunicação humana é quase impraticável no Brasil. A linguagem humana foi feita para compartilhar ideias, passar instruções, etc. Para o receptor da mensagem entender o conteúdo como o emissor pretendeu transmiti-lo, em primeiro lugar, é preciso existir uma linguagem que os dois entendam; em segundo lugar, o emissor deve saber manejar essa linguagem para associar o conteúdo à expressão dele e o receptor deve saber manejar essa mesma linguagem no sentido contrário, saber o que significam os significantes da linguagem, como esses significantes estão organizados na mensagem, como essa ordem afeta o próprio conteúdo da mensagem. E se essa mensagem é uma descrição de um evento ou um objeto do mundo real, a linguagem humana precisa ter palavras, no caso da linguagem oral ou escrita, para descrever o objeto da descrição, e a associação do significante ao significado precisa ser conhecida pelo emissor e pelo receptor. Essa revisão que eu fiz parece boba, mas o ponto é que foi exatamente isso que se perdeu.

Já temos erros de grafia em textos de jornais e em trabalhos técnicos e acadêmicos que não seriam aceitos no Ensino Fundamental décadas atrás. Pessoas com graduação ou pós-graduação, que se supõe já terem defendido teses para conseguirem seus diplomas, bloqueiam nos seus perfis de redes sociais ou banem de grupos de discussão qualquer um que fez dois comentários discordantes. Mas mesmo em conversas comuns, um brasileiro pode ter de explicar ao outro não suas próprias ideias, mas o que esse outro disse, e esse outro pode se ofender com a própria ideia de que precisa entender o que está dizendo.

Quando uma comunidade faz parecer que a estupidez criou vida, é como se quase todos os seus membros criassem um universo paralelo, mas como quem cria o acampamento de um exército inimigo contra o mundo real. Visto que a integridade moral não é só adotar na prática o que está no discurso, é principalmente adotar uma filosofia de vida que faria a comunidade melhor se todos a adotassem, um sistema social que tolera a mediocridade sempre favorece a arbitrariedade contra os seus cidadãos mais exemplares e inteligentes, porque a integridade moral mostra aos néscios na prática o que a integridade mental mostra em teoria. A repressão sexual nessas sociedades junta a inveja do prazer alheio, a falta de argumentos para uma defesa racional da castidade e o ódio contra quem, em última análise, tem a inteligência de perceber que ninguém tem mais dignidade ou valor por falta de sexo.

Daqueles casos que eu disse no começo, o primeiro foi a rejeição do pedido de impeachment do Presidente da República Michel Temer pela Câmara de Deputados, no dia 2.[01] A peça chamada de prova, além de ser uma gravação cheia de falhas que não provava os crimes de que se acusava o presidente, foi ilícita. Uma peça que um juiz seria proibido por lei de aceitar na Justiça comum. Foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal para o impeachment do Presidente da República. Quando a Câmara de Deputados rejeitou isso, os corruptos foram os deputados.

O segundo caso, no dia 15, foi a confirmação da condenação do deputado Jair Bolsonaro por apologia ao estupro, porque ele disse a uma deputada que se fosse estuprador, como ela disse que ele é, ele não a estupraria porque ela não merece.[02] Como dizia uma piada sobre o caso, "eu disse que uma árvore não devia ser cortada e fui preso por crime ambiental". Em uma entrevista sobre o caso (não achei de novo, mas já tem um bom tempo) o repórter diz ao Jair Bolsonaro que a deputada Maria do Rosário disse que ela ia processá-lo e ele responde: "Me processar pra quê? Pra provar que merece?". Ele foi ótimo no raciocínio lógico. O problema é que a racionalidade nem era princípio dos seus inimigos e nem sempre do Judiciário.

O terceiro caso, no dia 28, foi o relato de Clarah Averbuck de um suposto estupro por um motorista do Uber. "Escritora que relatou estupro recusa BO por não crer no 'sistema'".[03] "Procurada por VEJA, a empresa afirmou que baniu o motorista. 'A Uber repudia qualquer tipo de violência contra mulheres. O motorista parceiro foi banido e estamos à disposição das autoridades competentes para colaborar com as investigações. Acreditamos na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência contra a mulher', afirmou a empresa em nota. A escritora escreveu em seu Twitter que a Uber já entrou em contato com ela." Mas a senhorita deixou uma pérola: "a violência sexual é o único crime que a vítima é que tem que provar". Depois, ela diz que nós é que devemos estudar as leis: o artigo 156 do Código de Processo Penal diz que "a prova da alegação incumbirá a quem a fizer". Nossa! Já ia me esquecendo! Existe um caso em que o Supremo Tribunal de Justiça disse que isso não é necessário: violência sexual contra mulher. E como comentou o Robson Otto Aguiar, "não vou denunciar um estupro que sofri... mas quero encorajar outras mulheres a denunciarem...".[04] A piada foi muito boa, mas tem uma coisa importante que o amigo perdeu de vista. Ainda volto a esse ponto.

O quarto caso foi o de um homem detido por ejacular em uma mulher em um ônibus e liberado "nesta quarta-feira, 30, um dia após ejacular na passageira. [O juiz José Eugênio do Amaral Souza] Neto afirmou na sentença que não viu possibilidade de enquadrá-lo por estupro por não ter havido 'constrangimento, tampouco violência ou grave ameaça' no caso."[05] E ele acertou! Depois disso, a Associação Paulista de Magistrados (APAMAGIS) teve que fazer nota de apoio ao juiz. "Não é possível assistir inerte o linchamento moral a que foi submetido o magistrado, por pessoas sem nenhum compromisso com a verdade dos fatos e que insuflaram parcela expressiva da população, agredindo injustamente um juiz que dignifica a toga". E nisso, a nota está certa. Mas o juiz foi atacado pela esquerda e pela direita. Gente dos dois lados disse que se a mulher fosse filha ou irmã do juiz, ele decidiria diferente.[06] Agora, um juiz saber o que é estupro é questão de ter uma filha ou irmã que não sabe.

Nos dois últimos casos, nós tivemos uma coisa que une o pior do Conservadorismo e o pior do esquerdismo: o sexo, ou a ojeriza a ele. Mas o movimento esquerdista está um pouco mais avançado no uso da linguagem e da comunicação de massa como meios de ação, em vez do uso humano da linguagem. Os conservadores se acham espertos quando acusam o movimento feminista de promover a liberdade sexual heterossexual feminina ou de promover a objetificação da mulher, mas são os feministas os verdadeiros espertos. Se as mulheres feministas falam que existe cultura do estupro, é porque ela não existe e elas sabem que ela não existe, e ela não existe porque a sociedade repudia o estupro de mulheres por homens; e quando elas disserem que a sociedade tolera ou encoraja o estupro, a sociedade vai provar o contrário na prática, e vai fazer alguma coisa que elas querem. O próprio movimento feminista existe porque ele é possível, não porque é necessário. Se o movimento feminista diz, na sua maior parte, que a prostituição e a pornografia são degradantes para a mulher, é porque os conservadores acreditam na mesma coisa. Quando as feministas radicais dizem que sexo hétero é desrespeito à mulher, alguma mulher conservadora pode citar essa ideia como um grande absurdo, mas ela não mostra como ela mesma discorda disso na prática, porque a filosofia de vida dela é quase isso. Quase sempre, nem a mulher feminista nem a mulher conservadora entendem como eu saí de uma "facial" de 4 homens (não foi só uma) sem perder nem a dignidade humana nem o sorriso no rosto. Eu sei como, eu posso dizer quando elas me perguntarem.

Ah, sim: o pior da loucura não são as atrocidades que a pessoa diz, são as coisas que a pessoa não diz, às vezes não diz para si mesma. Por que quem votou no PT para a presidência em 2006 e 2010, depois de descoberto o Mensalão, começou a amaldiçoar a corrupção na política depois de 2013? E por que já houve pesquisas de opinião dizendo que o governo de Michel Temer, que, na pior das hipóteses, começou a recuperar a economia, é pior que o de Dilma? Por que um país com número crescente de homicídios tem cada vez mais delegacias e leis específicas para violência contra mulheres e não-heterossexuais? Por que ainda é falado que precisamos investir mais dinheiro em educação se o que as nossas universidades mais produzem é semianalfabetos, ativismo de extrema-esquerda e literatura que mal é lida dentro delas mesmas?

A estupidez e a desordem aplicadas a política e ao funcionamento da sociedade como um todo são uma esperança para os insensatos e os medíocres, uma esperança de que a loucura vença a realidade e seja benéfica a eles. Se a esquerda é mesmo quem produziu essa confusão, o povo em geral não é vítima inocente de um jogo de manipulação e poder. Mas quem estuprou os conceitos, a inteligência, o senso de proporções e a moral nos cérebros dos cidadãos comuns terá vários orgasmos antes que eles percebam o que aconteceu.

NOTAS:

[01] "Câmara rejeita denúncia e livra Temer de responder a processo no Supremo", G1, 03 de agosto de 2017, http://g1.globo.com/politica/noticia/votacao-denuncia-temer-camara.ghtml.

[02] "STJ mantém condenação de Bolsonaro por ofensas a Maria do Rosário", G1, 15 de agosto de 2017, http://g1.globo.com/politica/noticia/stj-mantem-condenacao-de-bolsonaro-por-ofensas-a-maria-do-rosario.ghtml.

[03] "Escritora que relatou estupro recusa BO por não crer no 'sistema'", Veja, 29 de agosto de 2017, http://veja.abril.com.br/brasil/escritora-que-relatou-estupro-recusa-bo-por-nao-crer-no-sistema.

[04]

Robson Otto Aguiar retweetou Clara Averbuck

NAO VOU DENUNCIAR UM ESTUPRO QUE SOFRI...MAS QUERO ENCORAJAR OUTRAS MULHERES A DENUNCIAREM...

Clara Averbuck @claraaverbuck

Eis meu relato oficial, em minhas palavras http://claudia.abril.com.br/noticias/clara-averbuck-estupro-escreve-para-claudia/ via @claudiaonline

Robson Otto Aguiar, 30 de agosto de 2017, 21:32, https://twitter.com/ottoaguiar/status/903052865463341057.

[05] "Entidade vê 'ataque vil e covarde' a juiz responsável por soltar homem que ejaculou em passageira", O Estado de São Paulo, 01 de setembro de 2017, http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,entidade-ve-ataque-vil-e-covarde-a-juiz-responsavel-por-soltar-homem-que-ejaculou-em-passageira,70001961309.

[06]

DIREITA


Ana Paula Vôlei @AnaPaulaVolei 10 h [13:34 - 2 de set de 2017]

17 passagens pela polícia. 4 por estupro. Quem imaginaria que esse homem seria uma ameaça à uma mulher 3 dias após ser solto pela "justiça"?

"Entendo que não houve constrangimento tampouco violência ou grave ameaça, pois a vítima estava sentada em um banco de ônibus, quando foi surpreendida pela ejaculação do indiciado

"decisão do juiz do Tribunal de Justiça de São Paulo"

(https://twitter.com/AnaPaulaVolei/status/904019732231102466)

NorminhaMoro‏

@MaryNorminha

Pena que não eram a irmã ou a mãe dele que estavam sentadas no banco

14:52 - 2 de set de 2017

(https://twitter.com/MaryNorminha/status/904039274554773504)

ESQUERDA


Malu Vieira

@maluz_br

Ele tem mulher,mãe,irmã ou filha ?

Porque achar que um homem ejacular em uma mulher em um ônibus não é constrangimento , é não ter família.

(Ocupa MinC RJ, 1 de setembro de 2017 às 19:04, https://www.facebook.com/OcupaMincRJ/photos/a.574759779395970.1073741829.574736662731615/817143211824291).

Texto original em português sem fotos e vídeos de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Ejaculação nas cabeças dos incautos", http://avezdasmulheres.blogspot.com/2017/09/ejaculacao-nas-cabecas-dos-incautos.html.
Texto original em português com fotos e vídeos de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Ejaculação nas cabeças dos incautos", http://avezdoshomens.blogspot.com/2017/09/ejaculacao-nas-cabecas-dos-incautos.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

Public sex in the city bus

A girl and a guy are having sex in a bus in front of all the outraged shocked passengers

Sponsored Video From: PublicBanging.com

Sexo em público no ônibus urbano

Uma menina e um cara está tendo relações sexuais em um ônibus na frente de todos os passageiros chocados, indignados

Vídeo patrocinado de PublicBanging.com

Sexe en en public dans le bus urbain

Une fille et un gars ont des relations sexuelles dans un bus en face de tous les passagers choqués, indignés

Vidéo parrainé à partir de PublicBanging.com

Sexo en publico en el autobús urbano

Una chica y un chico están teniendo sexo en un autobús delante de todos los pasajeros conmocionados, indignados

Vídeo patrocinado por PublicBanging.com

Sesso in pubblico in autobus urbano

Una ragazza e un ragazzo fanno sesso in un autobus di fronte a tutti i passeggeri scioccati, indignati

Video sponsorizzato da PublicBanging.com

Public sex in the city bus from Angel2257 on TnaFlix.

Teen facial cumshot compilation (114 cumshots)
Compilação adolescente de ejaculação facial (114 ejaculações)
Compilation d'éjaculation faciale avec adolescentes (114 éjaculations)
Compilación de corrida facial con chicas adolescentes (114 corridas)
Compilazione di eiaculazione facciale con teenager (114 eiaculazioni)








Gangbang 7 - Jennifer White






Cum plaster this black motha v2
Cubra de porra esta coroa negra vol 2
Enduis avec sperme cette maman noire vol 2
Llena con esperma esta mamá negra vol 2
Impiastri con sperma questa mamma nera vol 2





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook