quarta-feira, 25 de março de 2009

Alimentos para o bom humor

Especialista dá dicas de uma dieta alto astral e gostosa para o dia-a-dia

Especial para O Tempo

Você está se sentindo irritado, cansado, desvitalizado, estressado e com insônia? Hora de tomar consciência do seu ritmo de vida, de trabalho, rever suas opções, de parar de fazer coisas por obrigação e mudar o seu estilo de vida.

Saber se alimentar, ou melhor, tirar proveito dos alimentos pode ser uma ótima saída. Afinal, uma mudança em seus hábitos pode se traduzir em qualidade de vida e saúde.

É o que propõe Conceição Trucom, química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Segundo ela, nos alimentamos mal "porque a indústria alimentícia lava nossas mentes para viver de fast food, alimentos processados e industrializados". "O melhor seria dizer a indústria das doenças", afirma.

Para ela, "quem entra nessa propaganda troca o imediatismo do prazer subnutrido e iludido pelo desamparo da desvitalização e doenças. Deixamos de ser vítimas quando nos desvinculamos do alimento industrializado".

A cientista diz que é preciso ficar atento para introduzir na dieta alimentos que têm o poder de estimular o bom funcionamento do sistema nervoso, desintoxicar o fígado e intestinos, acabar com a irritação e espantar a tristeza. "Valorize e tenha uma boa cumplicidade com os alimentos que facilitam a limpeza das impurezas do organismo como o excesso de adrenalina que causa estresse e ansiedade, ou dos cortisóis que causam melancolia e depressão."

Os alimentos orgânicos devem ser sempre privilegiados, por motivos óbvios. "Eles apresentam ação alcalinizante dos líquidos corporais, gerando um metabolismo mais harmônico e sereno, estado importante para meditar e refletir. São bem indicados para relaxar, baixar a bola das expectativas, enxergar os aspectos positivos de cada desafio, criar soluções e alternativas", diz Trucom.

Alguns alimentos, ensina ela, conseguem prevenir as complicações da ansiedade acumulada porque batem de frente com sua química nociva. "Eles se opõem, por exemplo, aos radicais livres, que minam nossa energia e resistência sem dó."

Mas é importante a regularidade. Não basta comer esses alimentos de vez em quando. É preciso constância, de preferência todos os dias porque eles estimulam a ótica positiva da vida e apresentam uma composição alquímica que nutre também a alma e o espírito.

Além da introdução desses alimentos para lá de alto astral, a especialista recomenda a prática de exercícios ao ar livre, caminhadas, alongamentos, dançar, fazer ioga, meditar e respeito ao corpo.


Publicado em: 22/02/2009

O Tempo, http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=104059

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook