sábado, 30 de março de 2013

Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas

Abigail Pereira Aranha

Gente, vocês já viram uma mulher com cara de lesbofeminista em uma entrevista de emprego? Já encontraram uma mulher feminista, um militante afro ou um militante LGBT no cafezinho do serviço? Já procuraram um negro no DCE (antes das cotas, de preferência)? Onde estão os esquerdistas quando não estão fazendo passeata travando a volta de quem trabalha pra casa ou escrevendo artigos que nem sempre vão ser lidos pelo público?

Por exemplo, vamos ver esses trechos sobre mulheres no mercado de trabalho:

Algumas características como a sensibilidade, afetividade, versatilidade, percepção aguçada, entre outras, que até pouco tempo eram consideradas fraquezas, hoje, passaram a somar e são consideradas essenciais no processo produtivo das organizações. Características que nós homens escondemos ou afogamos para não parecermos frágeis. Em contrapartida, as mulheres sempre cultivaram como um dom, buscando sempre desenvolvê-las e amadurecê-las em cada situação. (Roberto Shinyashiki, "Diferencial da mulher no mercado de trabalho", http://www2.uol.com.br/vyaestelar/mulher_no_mercado.htm)

As mulheres, em muitos aspectos, são mais disciplinadas e perfeccionistas do que os homens, o que acaba acarretando uma maior dedicação e objetividade no cumprimento de suas tarefas. Logo, a presença delas no âmbito das organizações só faz contribuir no sucesso organizacional como um todo. (Rosângela Malaquias D'Amorim, "Inserção da mulher no mercado de trabalho: impactos na qualidade de vida e na estrutura organizacional", pág. 126, http://www.uaa.edu.py/investigacion/download/irundu_ano4_num1/Jun.2008_pag.111_insercao.pdf)

As mulheres são mestras em criar empatia e é necessário que seja com todos, desde chefes, subordinados, clientes, colegas, funcionários, etc. E não só com a amiga que pensa da mesma forma. É sentir junto com o outro, mesmo que ele não sinta o mesmo que você. Criar relacionamentos bem sucedidos é a chave para trabalhos em equipe bem sucedidos. (Sílvia Rocha, "10 qualidades nas mulheres de sucesso!", http://silviarenatarocha.blogspot.com.br/2009/05/10-qualidades-nas-mulheres-de-sucesso.html)

Como dizia Gilbert Keith Chesterton, "o feminismo é uma mistura de idéias confusas onde as mulheres são livres quando servem a seus empregadores, mas escravas quando elas ajudam a seus maridos". Mulher afetuosa em casa com o marido que trabalha e sustenta a família é uma lerda submissa. Mulher afetuosa na rua é serva do machismo. Na empresa, é peça fundamental. Mulher disciplinada e perfeccionista em casa é uma dona-de-casa alienada que não sabe como está sendo explorada pelo marido. Na empresa, é alguém importante para o sucesso. A mulher mestra em criar empatia com todos na rua é uma paspalha servil ao machismo, isso se ela não estiver "fazendo sucesso" com os gatinhos. Na empresa, é uma mulher de sucesso. A mulher ser honesta e parecer que é na rua está sendo reprimida sexualmente pela sociedade. A mulher ter que fazer mais que o homem pra subir no trabalho, as feministas reclamam só da dificuldade da promoção. Com os negros e os homossexuais não é muito diferente.

Você já viu o perfil no Facebook de uma dessas mulheres que conseguiram espaço em um domínio masculino? São dois tipos. O tipo 1 é o da lésbica imbecil que odeia críticas e espontaneamente sem educação, talvez com alguma postagem contra o machismo, o racismo ou a homofobia de vez em quando. O tipo 2 é o da senhora profissional comportada, nunca fala do trabalho ou da área em que tem pós-graduação, quase sempre falando banalidades e frases evangélicas, fora isso compartilha poses ridículas em lugares maravilhosos onde esteve ou fins de semana com as amigas fúteis, fotos dela em um daqueles eventos que decidem o futuro do mundo mas ninguém sabe que estão acontecendo, fotos dos filhos e talvez algum daqueles textos cansativos.

Quais os alunos que têm coragem de desafiar a autoridade do professor que está errado? Quais os empregados que dizem ao chefe na cara dele que ele está errado? Em geral não são mulheres. Elas se preocupam mais em agradar os professores para manter o coeficiente de rendimento alto, e são as que mais tentam agradar os chefes. Em geral também não são negros. Com muita subversão, vão usar um penteado afro. Em geral também não são homossexuais. Esses estão de papo fútil com as vadias sempre que podem, não se importam com política e nem com o próprio trabalho e são nojentos em matéria de caráter. Sim, as pessoas mais subversivas e amantes da verdade e da justiça quase todas são homens brancos heterossexuais. Hoje em dia, diga-se de passagem, mulher autêntica é puritana estúpida e mulher subversiva é lésbica histérica.

Aliás, com tantas mulheres bem sucedidas com menos de 30 anos, com viagens para o exterior, com fluência em dois ou três idiomas estrangeiros, por que tivemos que ser justo a pobre aqui pra escrever textos como os meus contra a mediocridade reinante? A senhorita Abigail só tinha 15 anos quando começou, e até hoje as mulheres e os negros que não apareceram antes ainda vêm me chamar de racista, machista, misógina, homofóbica, preconceituosa contra as mulheres monogâmicas, etc.

Pra encerrar: você brasileiro se lembra do Amilton Santos?

Um baiano de 53 anos, pai de família, sem muita formação escolar, de conversa simples e afável nos tratos, enfrentou a ordem dos patrões, desafiou a decisão da justiça e seguiu aquilo que acreditava ser o mais importante entre os seres humanos - a solidariedade. Amilton Santos, no comando de um trator, foi contra tudo e todos e se tornou um herói e exemplo para os brasileiros.

Obrigado a demolir duas casas que abrigavam quinze pessoas no bairro da Palestina [Salvador], ele desceu do trator, chorou, foi ameaçado e pressionado a cumprir uma determinação judicial. Acuado, tentou mais uma vez, mas não conseguiu passar por cima da própria crença e dos seus sentimentos.

(...) No local, já se encontravam os dois oficiais de justiça designados pelo Fórum de Salvador para cumprir o mandado de demolição das casas de Telma Sueli dos Santos Sena e de Ana Célia Gomes Conceição e para garantir a reintegração de posse do terreno. Para garantir a tranquilidade da operação, seis viaturas da 31ª. Companhia da Polícia Militar e cerca de 20 soldados armados com revólveres, escopetas e fuzis, comandados pelo Major Castro, acompanhavam os trâmites para assegurar a execução da ordem emitida pelo juiz Cláudio Fernandes de Oliveira, na época titular da 12ª. Vara de Feitos Cíveis. ("Por onde anda? O herói tratorista que se recusou a demolir casas e emocionou o Brasil", iBahia, http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/por-onde-anda-o-heroi-tratorista-que-se-recusou-a-demolir-casas-e-emociou-o-brasil)

Se fosse pra ter uma mulher, ou um negro, ou um homossexual como o senhor Amilton em cada empresa do Brasil, ou em cada repartição pública do Brasil, seria uma revolução, né? A favor da maconha tem passeata na rua. A favor do aborto tem passeata na rua. A favor de mulher ser tosca e só foder com os piores homens tem protesto. Contra beleza feminina em propaganda tem invasão de loja de lingerie. Mas se fosse para os negros, as mulheres e os homossexuais fazerem revolução de verdade, "os poderosos" nem iriam deixar as políticas afirmativas virem, né?

Eso texto en español (sin fotos e peliculas de putaría, en lo Concrete Paradise): Nadie es más reaccionario que un beneficiado por las políticas de discriminación positiva, http://avezdoshomens2.blog.com/2013/03/31/nadie-es-mas-reaccionario-que-un-beneficiado-por-las-politicas-de-discriminacion-positiva
Eso texto en español (con fotos e peliculas de putaría, en lo Paraíso Tangible): Nadie es más reaccionario que un beneficiado por las políticas de discriminación positiva, http://avezdoshomens2.blogspot.com/2013/03/nadie-es-mas-reaccionario-que-un.html
This text in English (without sex pics and movies, at Concrete Paradise): Nobody is more reactionary than one benefited by affirmative policies, http://avezdoshomens2.blog.com/2013/03/31/nobody-is-more-reactionary-than-one-benefited-by-affirmative-policies
This text in English (with sex pics and movies, at Paraíso Tangible): Nobody is more reactionary than one benefited by affirmative policies, http://avezdoshomens2.blogspot.com/2013/03/nobody-is-more-reactionary-than-one.html
Texto original em português (sem fotos e vídeos de putaria, no A Vez das Mulheres de Verdade): Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas, no A Vez das Mulheres de Verdade em http://avezdasmulheres.blog.com/2013/03/30/ninguem-e-mais-reacionario-que-um-beneficiado-pelas-politicas-afirmativas e no Paraíso Concreto em http://paraisoconcreto.blogspot.com/2013/03/ninguem-e-mais-reacionario-que-um.html
Texto original em português (com fotos e vídeos de putaria: Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas, no A Vez dos Homens que Prestam em http://avezdoshomens.blogspot.com/2013/03/ninguem-e-mais-reacionario-que-um.html

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

Sex, lust, bitchness, naked woman, pornography seccion

Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

Outdoor gangbang with Simony Diamond

(Gangbang ao ar livre com Simony Diamond / Gangbang al aire libre con Simony Diamond)

A Lonely Stepmom Gets Her Needs Met

(Uma madrasta solitária tem suas necessidades satisfeitas / Una madrastra solitaria tiene sus necesidades satisfechas)

Família boa assim só em filme pornô, hehehehe.

Familia tan buena sólo en peliculas porno, jejejeje.

Such good family only in porn movies, hehehehe.

Violência contra o homem 17: comentário no “Violência contra o homem 16…”

Felipe Reis on 19 de março de 2013 às 17:59

É muito difícil, pra mim, ler esses comentários, pois já fui vítima de inúmeras agressões físicas e psicológicas de companheira.. Aguentei calado por mim, pra não agir de forma correta, q seria expulsar de casa a pontapés essa vagabunda, q, além de não trabalhar, ficava em casa conversando com outros homens por bate-papo, enquanto eu ali ralando de trabalhar, mesmo com sindrome de panico e depressão, ambos pós-trauma. Querem q nós homens sejamos fortes para suportar humilhações de todos os tipos, mas pra demonstrar nossas insatisfações, devemos sempre pensar 10x pra não cometer besteira. Até qdo??? Causa em mim indignação pessoas rirem dessa notícia ali em cima e se dizerem contra a violência! Interessante ressaltar q, qdo a violência é contra o homem, é chistosa; e qdo é contra a mulher, é hedionda, monstruosa. Imagina se mulheres tivessem pênis e além de serem estupradas, fossem castradas depois do ato… Seria engraçado??? Seria merecido??? Sou contra qualquer tipo de violência. E se a Lei Maria da Penha ampara às mulheres ‘vitimadas’ (já q a maioria delas sequer sabe usar corretamente essa ‘lei’), já está na hora de se pensar q o homem sofre 8x mais violência q a mulher (e simplesmente por ser homem, ou seja, por motivo torpe e por discriminação de gênero), pq sabem q o homem dificilmente vai demonstrar q sente medo, vergonha e constrangimento ao se identificar como VÍTIMA. Homem que bate em mulher é covarde??? Esse tipo de mulher que comete um crime desses, sem q a vítima tivesse chances de defesa é o que? Doente, como sempre, ou covarde, um monstro?? Parece q só eu percebi q ele já estava morto quando foi mutilado!!!

terça-feira, 26 de março de 2013

Mexeu com uma bandida, mexeu com todas as mulheres? Mais mulheres honradas vestem a carapuça no Pensão Alimentícia Um Roubo

Abigail Pereira Aranha

Dois flagrantes neste domingo, 24 de março de 2013, grupo Pensão Alimentícia Um Roubo.

Suelen Lopes

Deixa eu ver se entendi, aqui é todo mundo rico, td mundo foi vitima de uma interesseira? N li td ainda mas vi muitas sendo chamadas de vagabunda pra cima, eu namorei anos com o pai do meu filho, já se falava em casamento e engravidei, levei um pé na bunda que até agora n sei de onde veio haha... To aqui cuidando do meu filho sozinha e recebendo uma pensãozinha de 500 reais sabendo que agora no novo emprego ele deve ganhar pelo menos uns 4 mil, coisa que quando namorávamos n acontecia então vá a merda quem me chamar de interesseira... E a vagabunda sou eu? Ele nem ver o filho vem, Natal,aniversario,dia das crianças, dia dos pais... Eu sou mãe e pai e eu sou a vagabunda, é isso?

Sheyla Resende

entrei no grupo hoje.deicidi entrar por indicação de uma amiga e quero deixar aqui minha opiniao.nao tenho filho e por enquanto nen pretendo.li alguns posts e quero perguntar uma coisa..pq vcs reclamam tanto que sao vitimas de um golpe??nao dao carinho ao filho e ainda nao querem dar nen dinheiro??eu nao tive meu pai presente e nao sei pq minha mae nao o colocou na justiça afinal ela nao me fez sozinha.se eu pudesse arrancaria dele o que tem e o que nao tem mais felismente ele morreu e nao me fez falta.

Meus comentários:

Abigail Pereira Aranha

Gente, não é engraçado que toda mulher que aparece aqui e NÃO é vagabunda, NÃO é interesseira, NÃO é golpista e NÃO foi citada fica indignada quando falamos das que são? Indignada com a gente, não com as vagabundas.

As senhoritas mencionadas não eram membros do grupo até poucas horas antes, e parece que nenhum membro as conhecia antes. No entanto, elas protestam como se tivessem sido citadas.

É engraçado que os ativistas pelos direitos dos homens são racistas, misóginos, homofóbicos, pedófilos mas nunca entraram em um fórum feminista para defender o espancador ou o assassino de uma mulher.

Isso nos mostra o que é o Feminismo. É um movimento do mais podre do universo feminino defendendo o direito dessas mulheres à baixeza, à hipocrisia e sobretudo de não serem criticadas. Um feminista é alguém que acredita que uma mulher está acima da crítica apenas por ser mulher. Ou pior ainda: defende as mulheres do repúdio e do desprezo quanto mais elas merecem.

A maior misoginia é tratar a condenação de uma pessoa do sexo feminino que se mostrou condenável como insulto e ódio a TODAS as mulheres, misoginia é considerar o pior do ser humano como a característica de TODAS as mulheres.

Pelos gatinhos - do nosso grupo A Vez dos Homens que Prestam, 26/03/13

marombeira de calcinha

loura peituda de decote

morena com bundão

peitão calcinha cor-de-rosa

peitudinha com ilha ao fundo

mulher de biquíni deitada comendo pizza

nice big boobed blonde

pink bikini big boobs brunette

japonesa de topless

marombeira com roupa de academia

morena bunduda de maiô

Tudo isso é contribuições de amigos no nosso grupo A Vez dos Homens que Prestam no Facebook. Obrigada, amigos participantes. O grupo é secreto, mas você pode entrar no nosso grupo espelho A Vez dos Homens que Prestam 2. Homens que ainda não entraram, tem mais coisas nos dois grupos:

magrinha de óculos levando pau na escola

mosqueteira com espada na boca

cavalgada na cama

Beijos.

Abigail

sábado, 23 de março de 2013

Homossexualismo: 29% dos filhos de "pais" homossexuais são vítimas ...

Homossexualismo: 29% dos filhos de "pais" homossexuais são vítimas ...: Por Pedro Picoito A minha última crónica provocou reacções, nomeadamente de pessoas que me pediram para fundamentar cientificamente as dúvidas sobre a adopção por duplas homossexuais...

sábado, 16 de março de 2013

País de idiotas: as prioridades confirmam

#AcordaBrasil no Google Plus

O Brasil ganha de deficientes em 10 anos o que ganha de população e tudo que se fala é "acessibilidade"?

Abigail Pereira Aranha

No Censo 2000, o Brasil tinha 24,6 milhões de deficientes, para uma população total de 169,8 milhões ("Última etapa de divulgação do Censo 2000 traz os resultados definitivos, com informações sobre os 5.507 municípios brasileiros", http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/20122002censo.shtm#sub_populacao). No Censo 2010, eram 45,6 milhões de deficientes, para uma população total de 190,8 milhões ("Tabela 1.3.1 - População residente, por tipo de deficiência, segundo a situação do domicílio e os grupos de idade - Brasil - 2010", ftp://ftp.ibge.gov.br/Censos/Censo_Demografico_2010/Caracteristicas_Gerais_Religiao_Deficiencia/tab1_3.pdf). Olha que legal, a população aumentou em 21 milhões de habitantes e o número de deficientes também.

Se você percebeu mais deficientes físicos nas ruas e no seu dia-a-dia, está aí a explicação: eles dobraram! E por quê? Acidentes de trabalho? Acidentes de trânsito? Violência? Como é que o Brasil ganha uma Minas Gerais de gente deficiente e só se fala de rampinha, elevador de cadeira de rodas em ônibus, vaga de estacionamento para deficientes físicos, etc?

E a inclusão social dos deficientes é muita hipocrisia. Uma empresa de ônibus urbanos pode ser multada se não tiver tantos por cento de veículos adaptados para deficientes físico, ou se o ônibus tiver o elevador e ele não funcionar ou o trocador não souber mexer com ele. Mas vá viajar uma hora apertado em pé pagando mais de um dólar e meio e depois pedir mais ônibus na linha. Ou vá pedir pra usar o elevador para cadeirantes pra subir ou descer com bagagem.

A coisa é simples: criar um povo dependente do Estado, ou do Partido. E não só o público deficiente, mas se possível todos.

Entrevista na rádio Rio de Janeiro sobre esperanto

Mensagem do amigo Leandro Silvestre (o entrevistado):

Tigrona, se quiser escutar uma entrevista minha, entra nessa página e coloca nos 35 minutos. http://www.radioriodejaneiro.am.br/?p=88171

Luiz Carlos Prates, o valente, perdeu a noção defendendo o feminazismo e cobra explicações da Igreja Católica sobre "misoginia"


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=RHQbfJGauMU

(00:05) Por que mulheres não são ordenadas? Por que mulheres não podem administrar os sacramentos? Quem as proibiu?

Por que está na Bíblia. Ou o sr. quer conversar com o Papa pra discutir isso com Deus?

(0:25) [Então eu quero] a aceitação da liberdade sexual das pessoas, a homossexualidade.

(0:35) Eu quero ouvir do senhor Papa a explicação para textos como, por exemplo, Eclesiastes capítulo 7º, versículo 26.

(1:00 a 2:20) 25, 17, Eclesiastes: "a maldade feminina é malícia consumada". Eclesiastes 25: 26: "toda malícia é leve comparada com a malícia da mulher". Eclesiastes 25: 33: "foi pela mulher que começou o pecado, e é por causa dela que todos morremos". Eclesiastes 42: 13: "a malícia do homem vem da mulher". "Mulheres, sede submissas a vossos maridos", lê-se em Colossenses. Timóteo 2: 9: "quero que as mulheres usem trajes honestos, ataviando-se com modéstia e sobriedade, seus enfeites não consistam em primorosos penteados, ouro, pérolas, vestidos de luxo, e sim em boas obras, como convém a mulheres que professam a fé, a piedade". "A mulher ouça a instrução em silêncio, com espírito de submissão, não permito à mulher que ENSINE". Ser professora é pecado. "Nem se arrogue autoridade sobre o homem, mas permaneça em silêncio. Porque o primeiro a ser criado foi Adão, depois Eva. E não foi Adão que se deixou iludir, e sim a mulher que, enganada, se tornou culpada da trangressão."

(2:25 até o final) Eu quero que a Igreja revise esses conceitos misóginos e criminosos contra as mulheres. Pego o jornal hoje, e na catedral de Buenos Aires aqui estão três idosas, não as quero chamar de velhas, EM ÊXTASE, EM ÊXTASE. São as mulheres que viabilizam TODAS AS IGREJAS. São elas que limpam o pó do altar, estendem o tapete para o padre, cortam bandeirinhas para a festa da igreja, mas o pecado é a mulher. Francisco, revise tudo isso, Francisco, já, imediatamente, Francisco.

Sabe, o problema nem é o que ele diz em si. E criticar alguns conceitos e preceitos bíblicos é coisa que eu mesma já fiz na internet desde 2006. Mas, poxa, até texto bonito da Bíblia ele critica? O texto de 1 Timóteo 2: 9 - 10 é bacana. Tem o de 1 Pedro 3: 3 - 4 que é parecido:

O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos;

Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus.

Já até perguntaram pra mim várias vezes, fora centenas de vezes que falaram por trás, por que eu uso saia comprida e blusa fechada ou vestido comprido se todo mundo sabe que eu sou puta. Eu sempre condenei e continuo a condenar a castidade e o casamento convencional, mas nunca condenei o traje decente, nem a decência e o dar-se ao respeito que vem de dentro e se mostra fora. Eu que faço apologia à putaria me visto com a decência das mulheres de uns trinta anos atrás que hoje nem em igreja cristã tradicional se vê mais. E você, Luiz Carlos Prates, que já foi tão valente pro certo, vai entrar no coro das piranhas que não aceitam críticas por serem lésbicas vulgares?

E o pior de tudo isso, e o ponto que eu gostaria de destacar, é que o valentão Luiz Carlos Prates quer que a Igreja Católica revise conceitos bíblicos só pra satisfazer o lesbonazismo. Até a aceitação do homossexualismo pela Igreja Católica ele pede! Nós ateus podemos fazer uma seleção como esta para dizer que a Bíblia é machista. Aliás, dá um nó na cabeça quando sabemos que as mulheres fizeram a Igreja Católica ser a maior religião do mundo da Idade Média até poucas décadas, mas esse é outro assunto. Mas quando um ateu diz que a Bíblia é machista, racista, homofóbica, é pra mandar a religião pro Inferno. Mas ele está sendo a voz (não está sozinho) das lesbonazistas que querem levar a ditadura da mediocridade lésbica dentro da Igreja Católica. Aí, não sobra lugar nenhum livre.

Abigail Pereira Aranha

Texto original em português (sem fotos e vídeos de putaria, no A Vez das Mulheres de Verdade): Luiz Carlos Prates, o valente, perdeu a noção defendendo o feminazismo e cobra explicações da Igreja Católica sobre "misoginia", http://avezdasmulheres.blog.com/2013/03/16/luiz-carlos-prates-defendendo-o-feminazismo
Texto original em português (com fotos e vídeos de putaria: Luiz Carlos Prates, o valente, perdeu a noção defendendo o feminazismo e cobra explicações da Igreja Católica sobre "misoginia", no A Vez dos Homens que Prestam em http://avezdoshomens.blogspot.com/2013/03/luiz-carlos-prates-o-valente-perdeu.html

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

Sex, lust, bitchness, naked woman, pornography seccion

Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

My mother in law seduces me into sex

(Minha sogra me seduz para o sexo / Mi suegra me seduce a tener relaciones sexuales)

Viva a putaria, abaixo a prisão da monogamia. Família boa assim só em filme pornô, hehehehe.

Viva la perrez, abajo la prisión de la monogamia. Familia tan buena sólo en la pornografía, jejejeje.

Viva bitchiness, down to the prision of monogamy. Such good family only in porn, hehehehe.


My mother in law seduces me into sex brought to you by KeezMovies.com

"Eu só queria envenenar o Bolsonaro e o assistir morrer lentamente" e outras pérolas dos que dizem não à homofobia

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=521658004544009&set=a.328411547201990.75831.100000994429189&type=1&theater

COMENTÁRIO NO ORIGINAL:

CURIOSIDADE: Selecionamos algumas das milhares de ameaças que recebemos desde que começamos a defender posicionamentos diferentes sobre Direitos Humanos (contra kit-gay, cotas etc). Defendemos com idéias e posições, já os falsos defensores de direitos humanos, vejam como agem... (fonte: www.familiabolsonaro.blogspot.com.br)

NOSSOS COMENTÁRIOS:

Qual foi o HOMOSSEXUAL que chama Silas Malafaia ou Jair Bolsonaro de homofóbico que leu alguma coisa perto disso escrita por eles, ou sequer por algum admirador deles?

quarta-feira, 13 de março de 2013

Não se mate lutando pelo bem, lute pelos bons e deixe os pobres de espírito serem destruídos uns pelos outros

Abigail Pereira Aranha

Você que é uma pessoa boa, justa, inteligente, já chegou naqueles momentos em que você se viu quase se matando pra fazer um mundo melhor e o que você faz não adianta nada, às vezes até pessoa que você quis ajudar paga bondade com cafajestagem? E você já parou pra observar alguma coisa que você viu desde o começo que não ia prestar realmente acabando mal?

Pois é, eu pensei em falar disso quando vi um relato no Facebook de uma senhora que tinha um plano de saúde e foi muito mal atendida por um médico que atendia pelo plano de saúde, e para não acontecer isso ela quis escapar do nosso Sistema Único de Saúde. Vamos entrar um pouco na política brasileira só pros amigos entenderem melhor. Pra começar, o SUS é público, federal e administrado por um governo eleito pelo povo. O Executivo e o Legislativo podem até errar, mas deviam tomar um cartão amarelo. Mas aí, o eleitor com mais dinheiro vai para a saúde privada e se esquece desse problema. Mas o mesmo governo federal que administra o SUS administra as universidades, especialmente as públicas, e deixou a educação cair de qualidade só pros afrodescendentes e os alunos da rede pública estadual poderem entrar por cotas e sair dela formados. Aí, é mais agrado pros pobres e mais votos para o PT na próxima eleição. Então, a formação dos nossos médicos, muitos e geralmente medíocres, ficou ainda pior. E o que atrai a maioria dos jovens para a Medicina é poder "ganhar dinheiro", cobrando caro por uma consulta ou receitando um remédio ganhando comissão da farmácia ou da indústria farmacêutica. E uma empresa de plano de saúde é capitalista, vai tentar lucrar não cobrindo serviços que o usuário precisa (até cobertura de dias que o usuário passa internado eles limitam) e pagando pouco para os médicos. E tudo isso enquanto nós criticamos o PT e o sistema de cotas e somos chamados de racistas e direitistas; enquanto a macacada lésbico-esquerdista faz spam na internet dizendo que o PSDB não presta e nos 10 anos de PT o Brasil está só melhorando; enquanto tem gente dizendo que o SUS é tão bom que o Barack Obama quer copiar (e na verdade é a rede em si que não existe lá).

Essa história é só pra ilustrar uma tendência mais geral: os moralmente e mentalmente medíocres estão começando a pagar por serem. Eles ainda estão tentando combater a inteligência, o caráter, a beleza, mas já estão começando a pegar o pescoço uns dos outros. Já temos mulheres contra a pensão alimentícia porque elas em particular são casadas com homens que pagam para parasitas de mau caráter. Já temos começando uma guerra entre as próprias mulheres libertadas pelo feminismo, das mulheres bonitas contra as mulheres feias; as feias chamando as bonitas de vadias e de objeto dos homens, as bonitas chamando as feias de insuportáveis, invejosas e solteironas. Já temos uma disputa entre os cotistas para vagas nas universidades, um começo de animosidade dos brancos pobres alunos da rede privada de ensino contra os brancos pobres alunos da rede pública, e estes contra os negros pobres alunos da rede pública. E por aí vai. Uma coisa é passar necessidade e ser ajudado, isso não faz a pessoa pior, outra coisa é parasitar o trabalho alheio. E agora já temos gente que se beneficiava do trabalho dos outros sendo prejudicada por outros que também se beneficiavam do trabalho dos outros. E também pessoas que renunciaram o direito conquistado de ser calhorda e medíocre vendo como é penoso se dar ao respeito.

E nós que temos alguma grandeza não podemos nem devemos tentar salvar o mundo de ser vítima da própria estupidez. Podemos só deixar a vaca ir pro brejo pra comer "vaca atolada" (não sabemos se os amigos não-brasileiros conhecem, "vaca atolada" é um cozido de carne de boi com mandioca), desde que estejamos fora do brejo. Algumas ideias:

  1. Vamos alimentar o individualismo e a solidariedade entre nós. Individualismo não é egolatria, individualismo é a valorização do indivíduo. Então, você se valorizar como pessoa não exclui você ajudar os companheiros.
  2. Se você for um homem solteiro, não tenha um relacionamento estável nem filhos. Mesmo um homem com uma esposa amável e filhos tratáveis está em fragilidade. Um pai desempregado pode afundar a família. Aproveite que tanto se fala em superpopulação e que a humanidade está destruindo o planeta para não arriscar destruir a sua vida só para mostrar que é um "homem maduro".
  3. Nunca trate o medíocre como especial. O que também significa não enxergar na família uma virtude que ela não tem e não dar a ela uma dedicação que ela não merece.
  4. Saia de perto da sua família o mais rápido possível. Não é comum uma árvore de 200 filhos, genros, netos e bisnetos ter mais do que 10 pessoas acima da mediocridade reinante. Quem merecer amor e respeito, amemos e respeitemos. Mas homem casado e homem agarrado à família não costumam fazer mudanças, nem na sociedade nem na própria vida. Homens casados ou ligados à família até sendo bem sucedidos não fazem mais do que bancar o conforto dos outros.
  5. Vamos fazer ativismo político-social apenas para garantir a qualidade de vida das pessoas de caráter. Não vale a pena fazer corrente na internet ou protesto no mundo real pra enfrentar políticos que foram eleitos com milhões de votos.
  6. Não boicote o "sistema", use o que ele tem contra ele mesmo. Primeiro porque tudo que temos de tecnologia e conforto foi obra de pessoas que se importaram em contribuir. Segundo porque dá mais resultado usar o "sistema" contra ele mesmo.
  7. Não vamos confundir política com processo eleitoral, nem consciência política com voto nulo.
  8. Não seja escravo do seu patrimônio. O segredo da infelicidade ou da doença de muitas pessoas é ter um emprego que detestam para pagar as contas, ou ter uma empresa que lhes toma todo o tempo.
  9. Não se dedique à sua empresa se ela não ajuda você. Se você não é ouvido nem respeitado no seu trabalho, coloque-o em segundo lugar. Mas tenha uma possibilidade de renda, que pode ser um outro emprego ou uma atividade que você pode fazer por conta própria. Se você é pressionado a trabalhar cada vez mais ou melhor e mal vai receber um dinheiro a mais, saia de lá o quanto antes.
  10. Sempre que puder, use os defeitos dos inimigos pobres de espírito contra eles mesmos. Ou ajude o pobre de espírito a encontrar a intriga de outro.

Por fim, não deixe a exaltação da mediocridade vencer você. Diga as verdades inconvenientes e continue acreditando no bem porque isso vai ajudar você a encontrar outras pessoas como você. Apenas se preserve sem se corromper.

terça-feira, 12 de março de 2013

As citações feministas mais discriminatórias, odiosas e SUJAS da história

de Silvio Koerich

Nesse post eu quero que vejam algumas das citações odiosas ditas por feministas do mainstream. Pergunte-se você mulher se sente representada ou não sente o estômago embrulhar ao ver esses lixos ditos. Essa é a real face das feministas e seu academicismo bocó e raivoso. Não fosse eu e minha agilidade de macho tu não saberias essas porcarias ditas da boca suja das feminazis. Leia essa merda aí que eu traduzi:

__________

Estas são citações reais de uma variedade de feministas da corrente principal, dizendo suas opiniões e posições. O denominador comum é o óbvio e flagrante ódio aos homens. Nenhum ativista pelos direitos dos pais poderia sair ileso ao fazer estes tipos de declarações – qualquer homem que tivesse a audácia de dizer tais coisas sobre as mulheres automaticamente seria rotulado de “supremacista de gênero”.

Heterofobia, ódio aos homens, todo homem é estuprador, homens inferiores

―Quando uma mulher atinge orgasmo com um homem ela está apenas colaborando com o sistema patriarcal, erotizando sua própria opressão...‖ Sheila Jeffrys professora feminista lésbica e ativista política

―Todos os homens são estupradores e é tudo o que eles são. Eles nos estupram com seus olhos, suas leis e seus códigos.‖ Marilyn French (1929– ), novelista e feminista americana

―Sexo é a cruz em que as mulheres são crucificadas... sexo só pode ser adequadamente definido como estupro universal.‖ Hodee Edwards, "Estupro define Sexo"

―Numa sociedade patriarcal, toda relação sexual heterossexual é estupro porque as mulheres, como um grupo, não são fortes o suficiente para consentir. “Catherine MacKinnon in Professing Feminism: Cautionary Tales from the Strange World of Women's Studies, p. 129”

―Compare os relatos de vítimas de estupro com o de relatos de sexo das mulheres. Eles se parecem muito....A maior distinção entre coito (normal) e estupro (anormal) é que o normal acontece tão freqüentemente que alguém não pode fazer os outros enxergarem que há algo de errado nisso.‖ Catherine MacKinnon, citada no livro de Christina Hoff Sommers, "Hard-Line Feminists Guilty of Ms.-Representation," Wall Street Journal, November 7, 1991.

―Eu acredito que estupro exista a qualquer hora que intercurso sexual ocorra quando este não foi iniciado pela mulher, por sua própria e genuína afeição e desejo‖. De Robin Morgan, "Teoria e prática: Pornografia e Estupro" em "Indo muito longe" 1974.

―Coito heterosexual é a pura, formalizada expressão de desprezo pelo corpo das mulheres‖ Andrea Dworkin, feminista americana famosa por sua oposição a pornografia.

―O fato é que o processo de matar – ambos estupro e assalto doméstico são passos neste processo – é o ato sexual primário dos homens na realidade e/ou na imaginação.‖ Andrea Dworkin, Letters from a War Zone, p. 22.

―A descoberta dos homens que sua genitália poderia servir como arma pra gerar medo deve ser classificada como uma das descobertas mais importantes dos tempos pré-históricos, junto com o uso do fogo e o primeiro rudimentar maçado de pedra.‖ Susan Brownmiller, Against Our Will: Men, Women, and Rape, p. 5.

―Nossa cultura retrata sexo como estupro para que homens e mulheres se tornem mais interessados nisso‖. Naomi Wolf, The Beauty Myth, p. 138.

―Uma das razões que as mulheres são mantidas em um estado econômica de degradação – porque é assim que estão a maioria das mulheres – é porque isso é a melhor forma de manter as mulheres sexualmente disponíveis.‖ Andrea Dworkin, Letters from a War Zone, p. 145.

―Todos os homens se beneficiam do estupro, porque todos os homens beneficiam-se do fato que as mulheres não são livres na sociedade; que as mulheres se encolhem;que as mulheres estão com medo; que as mulheres não podem fazer valer os direitos que nós temos, limitados que são, por causa da presença ubíqua do estupro

―Homens que são acusados injustamente de estupro podem ás vezes ganhar com a experiência‖ Catherine Comins, Universidade Vassar assistente de reitor da Student Life in Time, Junho 3, 1991, p. 52.

―Heterossexualidade é um costume obstinado na qual as instituições supremacistas masculinas asseguram sua própria perpetuação e controle sobre nós. As mulheres são conservadas, mantidas e contidas através do terror, violência e o spray de sêmen... [lesbianismo é] um meio ideológico, político e filosófico de liberação de todas as mulheres da tirania heterossexual...‖ Cheryl Clarke, "Lesbianismo, um ato de resistência," in This Bridge Called My Back: Writing by Radical Women of Color, ed. Cherrie Moraga (Women of Color Press,1983), pp.128-137.

Homens são inferiores e não passam de lixo e devem ser varridos do mapa

―Quem se importa como um homem se sente ou com o que eles fazem ou se eles sofrem? Eles tiveram 2000 anos para dominar e fizeram uma completa confusão disso. Agora é nossa vez. Meu único comentário para os homens é, se você não gostou, má sorte – e se você se meter no nosso caminho eu vou te botar pra correr.‖Signed: Liberated Women, Boronia. (Herald-Sun, Melbourne, Australia - 9 Fevereiro 1996)

―Superioridade nós sempre tivemos; tudo o que pedimos é equidade.‖ Nancy Astor (1879–1964), política britânica se referindo as mulheres

―Uma mulher sem um homem é como um peixe sem uma bicicleta.‖ Gloria Steinem (1934– ), escritora e feminista americana

―Nós somos, como um sexo, infinitamente superior aos homens…‖ Elizabeth Stanton, Uma mulher, Um voto, Wheeler, p. 58

―A novas variações deste angustiante antigo tema central em hormônios e DNA: Homens são biologicamente agressivos; seus cérebros fetais foram inundados em andrógeno; seu DNA, de modo a se perpetuar, se atira em assassinato e estupro.‖ Andrea Dworkin, Letters from a War Zone, p. 114.

HOMEM: … uma forma obsoleta de vida... um criatura vulgar que precisa ser vigiada... um bebê-homem contraditório...‖ ―INTOXICAÇÃO POR TESTOSTERONA: ... ‗Até agora era pensado que o nível de testosterona em um homem é normal simplesmente porque eles a tem. Mas se você considerar como seu comportamento é anormal, então você é levado a hipótese que quase todos os homens estão sofrendo de ―intoxicação por testosterona.‖ Tirado de "Um Dicionário Feminista", ed. Kramarae and Treichler, Pandora Press, 1985

―As mulheres levam seu papel de cuidadoras muito a sério e quando elas ouvem que ágüem tirou vantagem de uma criança, elas reagem mais fortemente do que os homens.‖ Kathleen C. Faller, professoar de assistência social na Universidade de Michigan

―Eu acredito que as mulheres tem uma capacidade para entendimento e compaixão que um homem estruturalmente não tem, não tem porque ele não pode ter. Ele é simplesmente incapaz de ter‖. – Ex-deputada americana Barbara Jordan

―Deus irá mudar. Nós mulheres… iremos mudar tanto o mundo que ele não terá mais espaço Naomi Goldenberg, Mudança de deuses: Feminismo e o fim das religiões tradicionais (Citado no começo de From Father God to Mother Earth)

―Em tudo que o homem constrói, eles cavam um lugar central pra morte, deixam seu cheiro detestável contaminar cada dimensão do qualquer coisa que ainda viva. Homens especialmente amam assassinato. Na arte eles celebram isso, e na vida eles o cometem. Eles abraçam o assassinato como se a vida sem isso fosse vazia de paixão, sentido, e ação, como se assassinato fosse consolo[...] Andrea Dworkin, Letters from a War Zone, p. 214

―Alguém pode saber tudo e ainda sim ser incapaz de aceitar o fato que sexo e assassinato estão fundidos na consciência do homem, sendo que então um destes sem a iminente possibilidade do outro é impensável e impossível.‖ Andrea Dworkin, Letters from a War Zone, p. 21.

Quando perguntada: ―Você [Greer] foi citada por dizer que sua idéia de um homem ideal é uma mulher com um pau. Você ainda está inclinada deste jeito?

Resposta da Doutora Greer (negando que tenha dito): ―Eu tenho uma enorme dificuldade com a idéia de um homem ideal. Até onde eu sei, homens são produtos de um gene danificado. Eles fingem serem normais mas o que eles estão fazendo sentados lá com seus sorrisos benignos no rosto é que eles estão fabricando esperma. Eles fazem isso toda hora. Eles nunca param. Quero dizer, nós mulheres somos sensatas. Nós soltamos um folículo a cada 28 dias, ao passo que eles estão produzindo 400 milhões de espermas para cada ejaculação, na qual quase nenhum chega perto de um óvulo. Eu não sei se a ecoesfera pode tolerar isso.‖Germaine Greer, em almoço literário no Hilton Hotel, promovendo seu livro "The Change - Women, Aging and the Menopause". Tirado de uma notícia de jornal 14/11/91

―Conselheira da cidade de Melbourne Pat Poole anunciou sua oposição em renomear uma rua para Martin Luther King: ―Eu me pergunto se ele realmente realizou coisas, ou ele apenas agitou as pessoas e causou um monte de motins.‖

―Eu sinto que ‗ódio aos homens‘ é um honorável e viável ato político, que os oprimidos tem o direito ao ódio contra a classe que a está oprimindo.‖ Robin Morgan – ex-presidente da Organização Nacional das mulheres (NOW) e editora da MS magazine

―Eu acredito que (de uma forma ou outra) castração pode ser a solução. E a feminização da Europa e América branca já está bem avançada, vindo no acordar da guerra." Wyndham Lewis (1882–1957), novelista e pintora britânico The Art of Being Ruled.

Ódio a família tradicional, busca da destruição da família e sua unidade, ódio ao casamento, desprezo por crianças

―Nenhuma mulher deveria ser autorizada a ficar em casa e criar suas crianças… Mulheres não deveriam ter essa escolha, porque se houvesse tal escolha, mulheres demais iriam escolher aquela . Simone de Beauvoir, Saturday Review, June 14, 1975.

―Nós não podemos destruir as injustiças entre homens e mulheres até destruirmos o casamento‖ Robin Morgan, from Sisterhood Is Powerful (ed), 1970, p. 537

―Feministas há muito tempo criticaram casamento como um lugar de opressão, perigo e escravidão pras mulheres‖ Barbara Findlen, "É o casamento a resposta? Ms Magazine, Maio - Junho, 1995

O cuidado das crianças... é infinitamente melhor deixado aos melhores profissionais de ambos os sexos que escolheram isso como vocação... [Isto] iria enfraquecer a estrutura familiar enquanto contribuiria para a liberação das mulheres. “Kate Miller, Sexual Politics 178-179

―Casamento como uma instituição desenvolveu-se do estupro como uma prática. Estupro, originalmente definido como abdução, tornou-se casamento por captura. Casamento significava que a tomada seria extendida em tempo [...]. Apenas quando a masculinidade estiver morta – e ela perecerá quando a feminilidade devastada não mais a sustentar‖ Andrea Dworkin

―Como a unidade familiar será destruída?...A exigência por isso por si só irá jogar toda a ideologia da família em questão, de modo que as mulheres possam começar a estabelecer uma comunidade de trabalho uma com as outras e que possamos lugar coletivamente. As mulheres irá se sentir mais livres pra deixar seus maridos e se tornarão economicamente independentes, seja através de trabalho ou estado de bem estar-social‖ Roxanne Dunbar em Female Liberation

―A primeira condição para a liberação da esposa é trazer o sexo feminino inteiro de volta a indústria pública, e por sua vez isto exige a abolição da família monogâmica como a unidade econômica da sociedade‖ Frederick Engels, The Origins of the Family, Private Property and the State (1942) p.67

―Alison Jagger escreve que a família nuclear é ―o pilar da opressão das mulheres: ela aplica a dependência das mulheres pelos homens, heterossexualidade e impõe as estruturas masculinas e femininas de caráter na próxima geração.‖ Feminist Politics and Human Nature

―A família nuclear deve ser destruída, e as pessoas devem encontrar melhores maneiras de viverem juntas... qualquer que seja seu derradeiro significado, a dissolução das famílias agora é um processo objetivamente revolucionário.... Nenhuma mulher deveria negar-se qualquer oportunidade por causa de suas obrigações especiais com suas crianças... Famílias serão finalmente destruídas apenas quando uma organização social e econômica revolucionária permitir que as necessidades das pessoas por amor e segurança sejam supridas de modos que não imponham divisões de trabalho, ou papéis externos, de jeito nenhum.” Linda Gordon, "Funções da Família," Mulheres: Um Jornal de Liberação, inverno, 1969

―As instituições culturais que encarnam e aplicam aquelas aberrações interligadas – por exemplo, leis, arte, religião, estados-nação, a família, tribo, ou comunas baseada em direito do pai – essas instituições são reais e elas devem ser destruídas.‖ Andrea Dworkin

―Apenas com o crime ocasional que se torna célebre é que nos permitimos pensar o quase impensável: Que a família afinal pode não ser o arranjo ideal e perfeito afinal – Que Ela pode ser um ninho de patologia e um berço de violência macabra,... Mesmo na ostensiva ―funcional,‖ família não violenta, onde ninguém é morto ou mutilado, sentimentos são rotineiramente machucados e freqüentemente retorcidos. Há o tapa ou rebaixamento que viola o inseguro sentido de ser da criança, o olhar frio, distraído que leva uma esposa ás lagrimas, as ironiazinhas e rivalidades‖. Barbara Ehrenreich na revista Time

―A família nuclear é um viveiro de violência e depravação‖ Gordon Fitch

―Patriarcalismo requer violência ou a ameaça subliminar de violência de modo a se manter… A situação mais perigosa para uma mulher não é um homem desconhecido na rua ou mesmo o inimigo em tempos de Guerra, mas o marido ou amante no isolamento do seu lar.‖ Gloria Steinem em “Revolution from Within: A Book of Self-Esteem, pp. 259-61

―Sob o patriarcalismo, nenhuma mulher está segura para viver sua vida, ou para amar, ou para criar seus filhos. Sob o patriarcalismo, toda mulher é uma vítima, passado, presente, e futuro. Sob o patriarcalismo, toda filha de uma mulher é uma passado, presente, e futuro. Sob o patriarcalismo, todo filho de uma mulher é seu traidor em potencial e também um inevitável estuprador ou explorador de outra mulher, ―Andrea Dworkin, Liberty, p.58.

Outras Merdas

―As mulheres sempre foram as principais vítimas da guerra. As mulheres perdem seus maridos, seus pais, seus filhos em combate‖. Hillary Clinton em uma conferência de violência doméstica em São Salvador, El Salvador em 17 nov. 1998

―95% das experiências das mulheres são sobre serem vítimas. Ou sobre serem oprimidas ou terem que sobreviver… as mulheres não foram ao Vietnã e explodiram coisas. Elas não são Rambo.‖ Jodie Foster in The New York Times Magazine, January 6, 1991, p. 19.

____

Fontes: http://www.coeffic.demon.co.uk/things.htm http://deltabravo.net/custody/quotes.php

Comentário Silvescravizador: Eu sou um homem. Meu pau é um bastão opressor das mulheres. Meus pêlos minha vestimenta de botar medo e desgosto nas mulheres. Meu maxilar e cara horrenda são o modo d‘eu causar ferimentos nos olhos femininos.

Ah vai se foder eu não sei ser erudito e fazer poemas irônicos. Aqui está meu recado as cretinas feministas:

(http://silviokoerich.blogspot.com/2009/08/as-citacoes-feministas-mais.html, agosto de 2009)

Pesquisa: Mulher APROVA VIOLÊNCIA contra homem

de Silvio Koerich

Mais da metade das mulheres perguntadas na Universidade de Glasgow disseram que aprovavam esposas baterem em seus maridos. Das 200 mulheres desta universidade 60% disseram ser aceitável pra mulher bater nos maridos, enquanto 35% admitiram atacar o parceiro. Um total de 8% admitiram machucar o parceiro - o maior indice do estudo. As britânicas são as mais violentas com 41% delas admitindo socar e chutar os parceiros O estudo com 6,500 mulheres em 36 universidades perguntou sobre violência doméstica. Pelo Mundo, mais de 4,800 mulheres aprovam atacar seu parceiro e 2,000 admitiram empurrar, bater, estapear, jogar objetos e torcer os pelos dos braços do parceiro.

Fonte: http://news.bbc.co.uk/1/hi/scotland/glasgow_and_west/5092100.stm

Silvio: Pois é. Coitadas. Elas nunca fazem violência doméstica. Não agridem psicologicamente ou fisicamente seus parceiros. Sempre apanham do nada, nunca é um revide após uma primeira agressão ou de agressão verbal. São seres que são contra a violência ao contrário dos homens, estes sim violentos naturalmente desde o berço.

Deve-se acabar com o mito que homem não é agredido fisica-psicologicamente em relacionamentos. A lei Maria da Penha é uma vexame simplesmente por não incluir o homem nos seus textos numa clara discriminação e imbecilidade. Esta pesquisa é inglesa mas demonstra o estado das coisas pelo mundo também.

Ela lei discriminatória comemorada por aí como conquista deve incluir os homens também.

PS: Oh seus/suas BABACAS não estou nesse post dizendo que mulher não apanha nem não que existem idiotas que batem em namoradas/esposas. Estou mostrando o outro lado da moeda e destruindo mitos e farsas propagados por ae do eterno vitimismo feminino e as coisas como elas são.

(http://silviokoerich.blogspot.com/2007/11/peskisa-mulher-aprova-violencia-contra.html, 24/11/07)

sábado, 9 de março de 2013

Por que a esquerda não fala da lei Azeredo?

Abigail Pereira Aranha

Queridos, vocês se lembram do projeto de lei do senador Eduardo Azeredo de nos obrigar a fazerem um cadastro com documento de identidade para acessar a internet?

Regulamentação para Internet provoca resistência

O Senado vota nesta semana um polêmico projeto coibir a ação de criminosos virtuais: para interagir na rede, o usuário teria de se identificar previamente.

O controle de acesso à Internet seria feito ao iniciar qualquer operação que envolve interatividade, como troca de e-mails, salas de bate-papo, compartilhamento de arquivos, compras virtuais e acesso a serviços bancários.

O projeto que pode ser votado esta semana diz que todo aquele que acessar uma rede de computadores deverá identificar-se e cadastrar-se no provedor que torna disponível o acesso, sendo obrigatórios o endereço e o documento de identidade.

"Para quem quer apenas consultar a Internet, uma biblioteca, não muda nada, não precisa de identificação. O usuário correto da Internet não tem a nada a temer. Apenas aquele que se esconde atrás do anonimato, esse sim, pode ter o que temer", defende o senador Eduardo Azeredo (PSDb-MG).

A proposta foi defendida numa conferência internacional sobre crimes cibernéticos em Brasília. Os prejuízos com golpes na Internet chegam a mais de R$ 1 bilhão por ano, e e-mails falsos são armadilhas perigosas e comuns na rede. "Nós chamamos de pescaria de senhas, onde o estelionatário envia um e-mail falso, em que a pessoa instala automaticamente um programa pra roubar senhas de bancos", diz o especialista em segurança na Internet Denny Roger.

Paul Gillespie, policial canadense autor de um programa de rastreamento de exploração infantil, elogia o projeto. Ele diz que os usuários devem ser responsáveis por suas ações na Internet, e pergunta: que outra maneira de cobrar responsabilidade, a menos que você peça a identificação dos internautas?

Resistência

A obrigação de identificar todos os usuários da Internet pode ajudar no trabalho da polícia, mas é vista como um instrumento de censura por muitos especialistas. A Associação Brasileira de Provedores, o comitê gestor da Internet no Brasil e organizações não-governamentais criticaram o projeto.

A ONG Safernet diz que os criminosos vão burlar a lei com documentos falsos, enquanto a maioria dos usuários vai se sentir sob suspeita. "Esse projeto não surte efeitos práticos e ele acaba restringindo as liberdades civis, prejudicando o consumidor", acredita Thaigo Tavares, presidente da ONG.

A associação de provedores defende a criação de um conselho de auto-regulamentação da Internet, como já acontece com a publicidade. "É inadequado criar leis, porque elas jamais vão acompanhar a velocidade, nem da tecnologia, nem do desenvolvimento que é demandado pela mudança de comportamento", explica o presidente da Abranet, Antônio Tavares.

O ministro da Justiça disse que o governo não deve apoiar o projeto. "Eu tenho um conhecimento ligeiro do projeto e acredito que qualquer tentativa de coibir a liberdade de expressão, ainda mais nesses tempos tão tumultuados, deve ser afastada liminarmente", declarou o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos.

Jornal da Globo, 06/11/2006, http://g1.globo.com/jornaldaglobo/0,,MUL888632-16021,00-REGULAMENTACAO+PARA+INTERNET+PROVOCA+RESISTENCIA.html. Grifo nosso.

A proposta é velha, de 99, e a discussão já tem alguns anos (veja, por exemplo, "A lei Azeredo torna telecentro dedo-duro e retarda a inclusão digital", do Everton Rodrigues do Movimento Software Livre) mas quantas vezes você ouviu algum esquerdista falar desse projeto de lei do senador do PSDB (partido supostamente de direita)? Por que PT - PCdoB e seus cachorrinhos que tanto gostam de falar em liberdade e descer o pau na direita não comentam?

China aperta os parafusos nos usuários de Internet

O país agora vai exigir que todos os cidadãos usem seus nomes verdadeiros quando se inscreverem em uma conta de internet e forçará os provedores de internet a apagarem as mensagens consideradas "ilegais".

por Lance Whitney | 28 de dezembro de 2012 07:30 PST

O governo chinês está mais uma vez impondo novas restrições sobre o uso da internet.

Uma decisão aprovada hoje pelo Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo, institui uma "política de gerenciamento de identidade", segundo a agência oficial de notícias chinesa Xinhua. Tal política exige que os usuários da internet usem seus nomes reais ao se registrarem em um provedor ou operadora de celular.

Apesar de a maioria dos chineses usuários da internet já usarem seus nomes reais para se inscreverem em contas on-line, a nova política faz isso lei.

Li Fei, vice-diretor da Comissão de Assuntos Legislativos do Comitê Permanente, reconheceu que o público se preocupa com que a medida poderia "dificultar a exposição de casos de corrupção na internet, a crítica pública apresentada na internet, e o papel supervisor da Internet", disse Xinhua.

Vários casos de corrupção pública na China foram revelados na Internet. A nova política poderia tornar mais fácil rastrear os cidadãos que denunciam tais casos na rede.

Mas Li negou tais preocupações como "desnecessárias", alegando que "o trabalho de gerenciamento de identidade pode ser realizado nos bastidores, permitindo aos usuários utilizar nomes diferentes quando postarem material publicamente."

Além disso, os prestadores de serviços chineses agora terão de remover quaisquer páginas de internet ou de outras informações on-line considerado "ilegais", e depois levar essa informação às autoridades. As autoridades, então, têm o direito legal de interromper a publicação e punir aqueles que postaram a informação ilegal.

A decisão também pede ao público que denuncie quaisquer informações ilegais on-line para as autoridades.

A política não explica claramente que informação é considerada ilegal. Mas o governo chinês insiste que a lei funciona nos melhores interesses dos seus cidadãos, dizendo que a decisão irá "proteger as informações digitais que podem ser usadas para determinar a identidade de um usuário ou que diz respeito à privacidade do usuário", segundo a Xinhua.

Além disso, a decisão impede os prestadores de serviços e as agências governamentais de vazar a informação digital de usuários da internet, e de vender ou fornecer essas informações a outros, disse a Xinhua.

Mas Li também acrescentou um aviso na conferência de imprensa de hoje, segundo a Reuters.

"Quando as pessoas exercem os seus direitos, incluindo o direito de usar a internet, devem fazê-lo de acordo com a lei e a Constituição, e não prejudicar os direitos legais do Estado, da sociedade... ou outros cidadãos", disse Li.

CNet, http://news.cnet.com/8301-1009_3-57561110-83/china-tightens-the-screws-on-internet-users. Grifo nosso.

Entenderam? Ah, sim, o governo chinês também faz repressão à pornografia e já prendeu gente por causa de troca de casais, coisa que as lesbofeministas agradecem. Quando é contra a liberdade e o sexo, os governos populares socialistas e as democracias capitalistas se parecem.

Jornal dos Homens que Prestam: debate, informação e entretenimento para os homens inteligentes e de caráter

Amigos leitores, vou fazer uma mudança no blogue A Vez dos Homens que Prestam. Vamos falar de:

  • Política
  • Direito
  • Saúde
  • Bem-viver
  • E outros assuntos que aparecerem: mercado de trabalho, futebol, ecologia.

Tudo sem viadagem, sem pau-molice e sem discurso enlatado.

Tudo isso sem perder a linha tradicional de ateísmo, racismo, misoginia, homofobia e prostituição, hehehehe.

Mas tem mais. Se você não estiver no trabalho ou alguma mulher estiver por perto, pode ver o original no A Vez dos Homens que Prestam, o nosso blogue com putaria. Mas também temos uma versão "safe for work".

Beijos, e participem.

Abigail Pereira Aranha

sexta-feira, 8 de março de 2013

Pelos gatinhos: Feliz Dia Internacional da Mulher

Presentinho humilde / un pequeño regalo / a little gift.

Abigail Pereira Aranha

Euro Gangbang-w/Triple Penetration

(Euro Gangbang com / con tripla penetração / penetración)


Euro Gangbang-w/Triple Penetration brought to you by PornHub

Anal ambushed gangbang teen

(Emboscada anal gangbang teen)

Com quatro gatinhos (que aliás também foi o nosso recorde).

Con cuatro chicos lindos (lo que por cierto fue también nuestra mayor puntuación).

With four cute boys (what incidentally was also our higher score).


Anal ambushed gangbang teen brought to you by KeezMovies.com

Dp nearly huge schlong inside tight ass

(DP pau quase grande dentro de cu apertado / DP polla casi grande dentro de cullo apretado)

Com três rapazes, na mata na beira de um rio.

Con tres niños en el bosque a la orilla de un río.

With three boys in the woods at the edge of a river.

Sabe como o goleiro Bruno podia ter evitado a prisão?

Abigail Pereira Aranha

Na madrugada desta sexta-feira, Dia Internacional da Mulher, a juíza Marixa Rodrigues leu a sentença de condenação do goleiro Bruno Fernandes pela morte da ex-amante Eliza Samudio. ("Jurados condenam bruno por 4 a 3", Super Notícia, 08 de março de 2013)

Já escrevi sobre esse caso na época ("O caso Eliza Samudio / Fernanda Faria e as mulheres que tentam abafar o passado" e "O caso Eliza Samudio / Fernanda Faria, a lei Vadia da Penha e o nazismo lésbico") e estava pensando em escrever esse texto, saiu essa notícia hoje. Isso porque já tinha ouvido por aí que o Bruno podia não ter chegado a esta situação. E sabe que eles têm razão? Quais eram as opções?

  1. Dar o dinheiro que a vítima queria, pagando em dia.

    Seria mais um otário sustentando um filho segundo o que ele ganha, e não segundo o que a criança precisa. Mas a mãe estaria viva e ele solto. Solto se não faltasse com o pagamento, como aconteceu um ano depois com outro jogador de futebol, o Zé Elias.

  2. Pagar a pensão e depois pedir revisão do valor.

    Alguns juízes nem leem.

  3. Pagar a pensão, mas por qualquer motivo atrasar ou não fazer o pagamento e protestar contra a situação dos homens como ele.

    Uma boa ideia seria fazer como Thomas James Ball. Pôs fogo ao próprio corpo em frente à corte da cidade de Cheeshire, New Hampshire, porque além de ser proibido de ver a filha e expulso da própria casa, ia ser preso porque atrasou a pensão. Para termos uma ideia do resultado: primeiro você provavelmente só está sabendo disso agora, segundo a Wikipedia tirou o verbete sobre ele por achar o caso irrelevante.

  4. Ter usado camisinha.

    Ele usou, estourou.

  5. Dar um anticoncepcional ou um abortivo pra moça.

    Uns amigos dele tentaram dar, ela não quis.

  6. Não ter comido a piranha.

    Já chegamos no estado de exceção lésbico e esqueceram de oficializar?

Então, Abigail, sua misógina homofóbica desgraçada, o que você queria que ele fizesse? Matar a vadia chantagista e dar o corpo pros cachorros comerem?

Página no Facebook