sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Como o horror à verdade e à virtude leva à degeneração do raciocínio lógico, à desconexão de ideias e ao socialismo, tudo isso encoberto numa falsificação de sapiência, em três exemplos

Abigail Pereira Aranha

Boa noite, meus amigos e minh@s inimig@s. Neste mês, eu vi três exemplos que ilustram como a mentalidade esquerdista é uma degeneração mental e psiquiátrica, mas antes gostaria de fazer algumas considerações.

Como disse Winston Churchill, "o socialismo é a filosofia da falha, o credo da ignorância e o evangelho da inveja, sua virtude inerente é a divisão igualitária da miséria". Eu não sou tão esclarecida para saber por que Rússia, Cuba ou China chegaram à experiência socialista, mas no caso do Brasil com o governo do Partido dos Trabalhadores, isso deve explicar por que o socialismo deu certo pelo menos no Brasil. Aqui, a pobreza cultural é mais berrante pela nossa própria formação nacional. Na melhor parte, nós tivemos vigaristas com algum sucesso na vida e alguns nobres que perderam a pompa em Portugal. No resto, reis africanos vendidos como escravos por outros negros, solteironas portuguesas fracassadas, índios de tribos decadentes, mestiços não reconhecidos pelos pais brancos; no geral, uma multidão de gente sem brilho fazendo um país sem brilho. Era 1900, o Brasil já com 400 anos de descoberto ainda vivia de exportar café, depois de viver de exportar cana-de-açúcar, pau-brasil e ouro.

Aliás, em 1964 tivemos o começo de um governo militar. Que eu já li de esquerdistas, o "golpe militar" (foi o Congresso que depôs o presidente da época, João Goulart, e depois empossou o general Castello Branco) foi uma artimanha dos Estados Unidos para impedir o socialismo no Brasil, ou dos Estados Unidos para reverter uma situação de que eles tinham uma dívida externa conosco, ou da Igreja Católica para impedir a reforma agrária. E isso com o Brasil sendo a 45ª economia do mundo, imagine se fosse um país rico! Isso ilustra a relação da falta de brilho próprio com megalomania. Ainda volto a este ponto.

E no meio técnico e universitário brasileiro, a grande maioria dos especialistas e dos que vão a feiras e congressos não estão em um círculo que busca fatos e ciência sobre o mundo mortal, estão em um círculo que vigia para que eles não saiam de lá. Isso também vale, como regra, para jornalistas e colunistas de opinião em relação a notícias. Por isso, quando um destes é refutado ou questionado por um leigo, ele reage como o homem possessivo casado com uma bela mulher que surpreendeu o outro na cama com a esposa que ele maltrata. Por isso, estudantes universitários e profissionais formados conseguem ir ao Primeiro Mundo fazer um curso ou apresentar seus trabalhos que quase ninguém vai ler e voltar como se tivessem estado em uma cidade turística brasileira em uma temporada de férias, ou em um carnaval fora de época. Não costumamos ver nenhum destes dizer que sentiu vergonha de estar em uma universidade da Suiça, com cerca de 8 milhões de habitantes, e o país ter seis universidades à frente da USP, em uma São Paulo com 11 milhões e meio de habitantes; ou de estar na Holanda e ver ciclovias de verdade de uma cidade a outra, não as faixas vermelhas estreitas, horrendas e desconexas nas cidades brasileiras, que deixam ainda menos espaço para ônibus e automóveis para terem mais caçambas de entulho e carros estacionados que bicicletas. A única vez que eu vi, no Facebook, alguém dizer que voltou do Primeiro Mundo e não sabia mais como viver no Brasil (Júlia Dantas Maia, voltando da Austrália), houve quem mal conseguiu responder que ela devia voltar para lá.

E pela pobreza moral e mental do Brasil, temos professores universitários, especialistas e cada vez mais pessoas comuns tratando o senso comum, que é a percepção geral de fatos observáveis, como se fosse ele mesmo uma deficiência do pensamento. Porque do "desconstruir" fatos de conhecimento público dependem as reputações e os empregos de milhares de professores universitários, jornalistas, burocratas, mas, ultimamente, até profissionais de ciências mais exatas, como engenheiros de tráfego (pensei nisso um dia destes, quando estava de carro com uns amigos e passamos por uma rua onde transformaram duas faixas em três horrivelmente apertadas, e passou um carro grande do nosso lado). Ah, e como a ninfeta que levou uma ajudinha no estágio e na faculdade vai pagar de inteligente sem demonizar o senso comum? Ou a ogra intelectualmente medíocre, como vai pagar de inteligente sem demonizar o senso comum? E o que tem a ver pobreza de espírito com baixeza intelectual? É que quem tem falta de brilho próprio não pode se relacionar bem com o mundo real. Nem com as pessoas do mundo real. O leitor pode observar as pessoas frustradas de baixa escolaridade, pobres de espírito e, no caso das mulheres, sem atrativos físicos no seu próprio cotidiano. Elas respondem mal a pessoas gentis porque a agradabilidade lhes fere mostrando o que elas não têm. Essas pessoas também são difíceis para conversas corriqueiras em um nível de intelecto e de polidez aceitável, porque não podem suportar o melhor que elas próprias. Essas pessoas também não riem, a não ser de outras pessoas, porque tanto a alegria as incomoda como elas próprias são ridículas. Por isso, mulheres fisicamente repulsivas e desfemininizadas conseguem, quando muito, ser especialistas aceitáveis em engenharias ou razoáveis em Ciências Humanas. E a pobreza moral e de virtudes, volto àquela lembrança sobre o "golpe de 64", chama a própria produção cultural e científica para alimentar a egolatria, tanto no indivíduo quanto na nação; mas, por antipatizar com a busca da verdade em si, destrói o raciocínio lógico, a humildade, o equilíbrio psicológico, o pensamento científico e, o pior de tudo, a própria percepção dessas decadências.

Ah, e as pessoas pobres de espírito, inclusive esquerdistas, têm horror a mulheres liberais sexualmente satisfeitas e que não têm problemas com piadas de putaria. Não é que sejam apenas frustradas sexualmente, elas também se embebem da própria frustração e têm horror a quem tem mais esse bem-estar.

Nossa! Agora, sim. Dos três exemplos, dois estão nesta figura.

Olavo de Carvalho: "Os cientistas explicam satisfatoriamente todos os fenômenos que eles mesmos inventaram". Portugal Aila (https://www.facebook.com/nessapocoyo), como Isaac Newton: "Sim Olavo, antes d’eu inventar a gravidade, as pessoas viviam voando por aí". Diego Guimarães (https://www.facebook.com/diego.rafaelguimaraessantos/posts/1000332523317564): "Há quem considere este demente um grande filósofo hahahahahahaha". Figura original de Portugal Aila: (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=707362962678884&set=a.224520684296450.54867.100002155596411&type=1)

A frase que foi respondida na caricatura foi algo como "Os cientistas inventaram todos os fenômenos que eles explicam satisfatoriamente". Tenho até vergonha de explicar para os amigos o que vou explicar agora. Olavo fala de fenômenos que foram inventados por cientistas ("que eles mesmos inventaram" é o complemento que especifica os fenômenos). Portugal Aila fala de fenômenos que cientistas explicam satisfatoriamente ("que eles explicam satisfatoriamente" é o complemento que especifica os fenômenos). São duas classes diferentes. Olavo diz que os fenômenos que foram inventados por cientistas são bem explicados por eles porque eles mesmos inventaram. Portugal Aila diz que os fenômenos que cientistas explicam satisfatoriamente são inventados por eles mesmos porque eles explicam satisfatoriamente. Como afirmação categórica de forma típica, e agora eu passo para a Lógica, a frase do professor Olavo é algo como "todo fenômeno que os cientistas inventaram é um fenômeno que os cientistas explicam satisfatoriamente". Como condicional, é "se um fenômeno foi inventado pelos cientistas, então é um fenômeno que os cientistas explicam satisfatoriamente". O que vem entre o "se" e o "então" é o antecedente, o que vem depois do "então" é o consequente. A Portugal Aila (é mulher) cometeu aqui a Falácia de Afirmar o Antecedente. Quando temos "se p, então q", não podemos concluir que "se q, então p". Afirmar isso é a Falácia de Afirmar o Antecedente. Ela entendeu que foi afirmado que "se um fenômeno é explicado satisfatoriamente pelos cientistas, então é um fenômeno que os cientistas inventaram".

Aliás, que cientistas são estes e que fenômenos inventados são estes? Devem ser da área de Ciências Humanas. Não deu para descobrir muito pelo Facebook, mas com certeza a moça é universitária. E como ela tem cara de moça que acha que participar de farras universitárias é servir ao patriarcado, está garantindo a tese da pós-graduação para ser professora universitária mesmo. Ah, e perceberam que o retrato não tem identificação? O pessoal mais informado conhece os retratos de Isaac Newton, Nietzche, Pascal, Lutero. A menção à gravidade também é uma pista, mas só para quem sabe um bocado de Física. Conclusão: o que devia ser demonstração de cultura de uma pessoa graduada, ou da universidade brasileira em geral, é só uma lésbica cometendo um erro grosseiro de interpretação de texto e outro de Lógica tentando demonstrar cultura para responder o que não pode quando lê o que não quer.

E por que eu também copiei a postagem do Diego Guimarães se ele só compartilhou? Aí está o segundo exemplo: ele não compartilhou apenas, ele comentou também. Em primeiro lugar, quem é considerado um grande filósofo com postagens do tamanho de um tweet (esta tem 86 caracteres) e fragmentos de parágrafos e de vídeos "desconstruídos" por inimigos? Se eu tivesse feito uma sugestão irônica de que ele lesse um livro ou um artigo do filósofo, digo sem medo de errar, ele responderia que nunca leria (já fiz isso com dois, pelo que lembro). Aliás, vejamos a risada do Diego: não é a de quem acha graça em uma piada normal. Se o caso é de o cidadão (isso vale para este exemplo e o anterior) ter lido um simples artigo ou visto um simples vídeo de alguém que pensa diferente e, vendo o que não lhe agrada e não pode refutar, se agarrar aos fragmentos que pode para tentar desqualificar o autor, já é pelo menos uma inferioridade moral que leva à difamação de uma superioridade pelo menos de argumentos sobre um assunto específico. Mas se não é, o caso é pior ainda: sabendo mal que alguém com alguma popularidade tem uma fala discordante sobre certo assunto, e conhecendo vergonhosamente pouco do que ele diz e pensa, a pessoa se recusa até mesmo a conhecer mais, mas não a substituir o outro por um espantalho em que possa bater. Isso é uma patologia intelectual e psicológica em que a pessoa, tendo pelo menos inabilidade intelectual, se afunda em um mundo paralelo filosófico, se dissocia mentalmente do mundo real e nem mesmo acha preocupante se é notório para as pessoas do mundo real que ela bate no espantalho que inventou, e não em quem este espantalho substitui. Não faz muito tempo, isso era condenado dentro da própria militância esquerdista, o que significa que a mentalidade esquerdista destrói mentalmente inclusive a própria esquerda.

O terceiro exemplo é de uma certa Fátima Oliveira, uma velhota médica de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís, com uma coluna desinteressante e subintelectual no jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Até a cara dela é de dondoca de vida fácil (não parece que ela tenha feito um programa na vida, hehehehe). No dia 21, ela escreveu "À beira do Rubicão plantei lavandas para Dilma Rousseff". O título é um lixo, o texto é pior, segue no apêndice. Ela conta a história de um rio Rubicão, escreve sobre lavanda e mal consegue dizer algo sobre a campanha presidencial deste ano, supostamente seu assunto principal. Ela cita "meritocracia" como uma coisa demoníaca. Se a Maria de Fátima Oliveira listada como agente comunitária de saúde em Paço do Lumiar for ela, está explicado: funcionários públicos em geral têm pavor desta palavra. Ela ainda consegue citar as capitanias hereditárias como sistema meritocrático, e "hereditário" vem de herança. Ela também diz que o machismo é produto da misoginia. Explicação, muito boa, da militante lesbossocialista Lola Aronovich: "muita gente se confunde e não sabe ao certo o que é misoginia e o que é machismo. Vou tentar explicar, se é que eu sei. Acho que toda misoginia é machista, mas nem todo machismo é misógino. Por exemplo, querer que a mulher se case virgem é machismo. Dizer que lugar da mulher é na cozinha é machismo. Achar que mulher gosta de ouvir baixaria na rua é machismo. A misoginia vai além – é o ódio à mulher." ("Misoginia, machismo, e Rihanna espancada por Chris Brown", 12/02/2009, http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2009/02/misoginia-machismo-e-rihanna-espancada.html). E pode ser erro da autora ou gafe do revisor: a frase "É vero!" (é verdadeiro) está errada, a terceira pessoa do singular do verbo "essere" é "è", com acento grave (pelo pouco que eu sei de italiano).

Tanta cultura que ela mostra na coluna dela só mostra como o lésbico-socialismo (ela se diz no Twitter "médica, escritora e feminista") pode transformar cursos universitários e a cultura conseguida por livros e viagens pelo país e pelo mundo em imagens de confusão mental. Aliás, confusão mental associada com duplicidade moral. Ela diz algo sobre "um mundo no qual a violência de gênero não terá vez nem lugar", provavelmente porque viu Aécio Neves fazer Dilma Rousseff sair do debate com uma "queda de pressão", e não zombando de fazer o adversário chorar, como fez com Marina Silva. No texto dela publicado pelo Viomundo em 01/07, "Meu sonho era ver os Sarneys saindo pelo voto e não à francesa" (http://www.viomundo.com.br/politica/fatima-oliveira-16.html), ela não comenta que Roseana Sarney chegou ao governo do Maranhão em 2010 apoiada pelo PT, o que motivou uma greve de fome de um fundador do PT no estado. Ela diz que Roseana Sarney mentiu quando disse que sempre teve "uma forte atuação na luta das mulheres", mas não nega a declaração dela de que ela foi a primeira mulher governadora do país. Parece que se ela não falhasse com o Feminazismo, ela deixaria de ser a herdeira de José Sarney. A própria Fátima Oliveira pode dizer, como Talyta Carvalho ("Não devemos nada ao feminismo", Folha de São Paulo, 08/03/2012, http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/29978-nao-devemos-nada-ao-feminismo.shtml), que nunca precisou lutar contra seus colegas homens para ser ouvida. Com certeza, ela foi sustentada pelo pai quando estudou para ser médica, mas, pela doença moral e mental do feminismo, vê uma guerra civil de homens contra mulheres.

Ah, antes de concluir, o leitor percebeu que eu usei o termo "mentalidade esquerdista" no primeiro parágrafo? Os três exemplos que eu citei aqui não são, até onde vejo, de militantes esquerdistas formais. Mas estas pessoas têm uma estrutura de interpretação do mundo que é produzida pela militância e pelos pensadores esquerdistas, pelo menos em boa parte. E aí, essas pessoas dizerem que não são socialistas não significa, na prática, que eles são muito diferentes dos militantes e dos pensadores. E é até um pouco pior, porque se o socialismo é uma transformação da sociedade, os pensadores militantes e os ativistas formais são apenas as pessoas envolvidas diretamente com um plano para fazer isso ou aquilo, e não precisam ser muitos. Podem dizer que não seguem a ideologia socialista apenas os que conheceram e rejeitaram esta ideologia, e fazem algo que no mínimo escape dela. Mesmo assim, estes ainda podem colaborar com o socialismo por falta de esclarecimento ou de reflexão, mas vão parar de colaborar quanto mais se esclarecem e podem se isolar. Mas quem não é este não-socialista, não é militante e não é da nomenklatura, é apenas parte do povo socialista. E como o socialismo é uma ideologia para a sociedade como um todo, é estar dentro dela, estar saindo dela ou estar fora dela. O neutro é só um paspalho ou um mal informado, ambos do lado de dentro.

Não faz quatro anos que esquerdistas inventaram silviokoerich.com para "provar" que ser contra o Feminismo é ser defensor da agressão de mulheres, racista, pedófilo e até torturador de animais. Uma artimanha razoável que ganhou suporte de uma Polícia Federal sem a mínima curiosidade e da Presidência da República gestão Dilma Rousseff (quem anuncia um atentado contra um presidente da República apenas por brincadeirinha?) que até poderia convencer algum desinformado. Parece que hoje nem isso eles conseguem fazer, no máximo conseguem criar perfis falsos em redes sociais para vomitar a sua caricatura dos divergentes como se fosse o que estes pensam e serem apagados depois de pouquíssimas postagens. Lembrando outra citação de Winston Churchill, "quem aos 20 não foi socialista não tinha coração; e quem aos 40 não for conservador não possui cérebro". Humilhou o meu coração e o meu cérebro, mas tudo bem, hehehehe. Com a garotada contra o Socialismo e o Feminismo de hoje, talvez ele não diria isso. Hoje, se não sempre, ser socialista aos 20 ou aos 40 anos é falta de cérebro destruindo o coração e falta de coração destruindo o cérebro.

Ah, e pra fechar e brincar um pouco: de acordo com um estudo da Universidade de Nova Iorque, sexo casual pode aumentar a autoestima; de acordo com outros dois, sexo casual pode melhorar o cérebro. Portanto, descobrimos que feminismo é coisa de mulher subintelectual com falta de rola. Quiá, quiá, quiá, quiá, quiá!

Apêndice

À beira do Rubicão plantei lavandas para Dilma Rousseff

Para protegê-la da misoginia e do seu produto, o machismo

Fátima Oliveira

Médica

fatimaoliveira@ig.com.br

Após três debates eleitorais televisionados, a corrida à Presidência da República 2014 chegou à beira do rio Rubicão. Em 26 de outubro, as urnas dirão quem o atravessou e falará "anerrifthô kubos", que em latim popular é "alea jacta est" ("A sorte está lançada" ou "Os dados estão lançados").

Em disputa, o Brasil de amanhã. Diferentemente de Caio Júlio César (100 a. C. - 44 a. C.), autor da frase "Até tu, Brutus?", que decidiu sozinho atravessar o Rubicão, aqui, o povo dirá por meio do voto quem o atravessará.

Para quem não lembra, o lendário rio Rubicão é uma fronteira natural que separa a Gália Cisalpina e a Itália, e que o "Senado romano proibia todo general em armas de transpor essa fronteira sem expressa autorização. Ao transgredir a ordem, Júlio César violou a lei de Roma e declarou guerra ao Senado". Era 11 de janeiro de 49 a. C.

Aqui os lances da travessia do Rubicão esgarçaram limites civilizatórios. Caberá ao povo dizer o que deseja das duas propostas em debate: se uma pátria mátria, acolhedora e inclusiva, ou uma pátria meritocrática, à moda das capitanias hereditárias.

Apesar da transparência das propostas, escolher não será fácil, posto que a pátria meritocrática está envolta pelas neblinas de Siruiz, que é o discurso "o nosso povo merece mais", logo, "eu vou fazer mais e melhor", estribado na fé do Estado mínimo e cada vez menor!

É do DNA da democracia permitir espaços para propostas sinceras e outras nem tanto. Assim sendo, é pendurar a alma no varal até 26 de outubro, confiando que o povo na cabine eleitoral terá a sabedoria ao decidir seus destinos. Cá com meus botões, estou de consciência tranquila, porque, do pouco que posso fazer, fiz: contribuir para fomentar o debate. Agora é plantar lavanda, o que também já fiz.

Semeio e cultivo alguma planta em momentos que exigem muito de mim. Talvez seja uma forma de compartilhar com o cio da terra o que está no mais recôndito do meu ser. Um pouco do popular "cada doido com suas manias"... É vero! Nas eleições de 2014 para governador do Maranhão, plantei girassóis, que já estão florindo, para o governador eleito Flávio Dino. Agora, plantei lavandas (ou alfazema) para Dilma Rousseff aqui, no Paranã profundo, a minha janela para o mundo.

E por que lavanda para Dilma Rousseff? Além de ser uma planta inseticida, o nome deriva do latim "lavare" ("lavar"), e é usada em produtos de higiene pessoal e de limpeza, pois limpa, refresca, relaxa e perfuma. Não é à toa que a lavanda é um curinga na atual indústria de cosméticos. É também o perfume de Iemanjá, e há a crença de que seu uso na nuca protege contra ataques de obsessores...

Há lavandas nativas nas ilhas Canárias, norte e oeste da África, sul da Europa e no Mediterrâneo, Arábia e Índia. É em Provence (sudeste da França, da margem esquerda do Ródano à margem direita do rio Var) onde elas explodem em vigor e beleza única! Tanto assim que a lavanda sempre evoca as colinas e os vales de Provence, impregnados do cheiro inesquecível dos campos de lavanda, inspiradores da pintura de Van Gogh (pintor holandês, 1853-1890), Henri Matisse (pintor francês, 1869-1954), Paul Gauguin (pintor francês, 1848-1903) e Paul Cezanne (pintor francês, 1839-1906).

Plantei lavandas para Dilma Rousseff na beira do Rubicão para significar que protegê-la da misoginia e do seu produto mais naturalizado e banalizado, o machismo, é uma forma de dizer que todas as mulheres merecem viver num mundo no qual a violência de gênero não terá vez nem lugar.

(O Tempo, Belo Horizonte, 21 de outubro de 2014, pág. 22. Também em http://talubrinandoescritoschapadadoarapari.blogspot.com/2014/10/a-beira-do-rubicao-plantei-lavandas.html)

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Dos perfis dos amigos da Abigail 01

Meninas Pff... Demonstre quando estiverem afim de um CARA, temos duas BOLAS e nenhuma é de Cristal !!!!

(Thiago Da Real)

Geralmente as pessoas antes de me conhecer me acham chato, rabugento, metido e etc.. Não me preocupo com o que pensam sobre mim quando ainda não me conhecem. Eu deveria ficar preocupado se as pessoas depois de me conhecer continuassem pensando o mesmo que pensavam antes.

(Paulo Gunnar) Meu comentário: Ou se quem pensava bem passou a... me conhecer.

Nos filmes as pessoas conhecem as outras na rua, no parque, na fila de uma cafeteria. Na vida real ninguém quer contato com desconhecidos.

(Robson Ujoarah)

Dê um peixe a um homem e você o alimentará por um dia. Ensine-o a pescar e ele contará mentiras pelo resto da vida.

(Robson Ujoarah)

Se há luta de classes no país é entre a classe dos cidadãos que vivem do próprio trabalho e a dos cretinos que vivem do trabalho dos outros.

(Robson Ujoarah)

Sou do tempo que ARTISTA tinha uma OBRA, músicas, peças, livros, etc. Agora todo mundo é "artista".

(Robson Ujoarah)

Durante o debate de ontem [19/10], em vários momentos os candidatos apresentaram dados estatísticos bem diferentes, o que fez Aécio Neves tocar no caso da diretora do IBGE, Marcia Quintslr, que pediu demissão do cargo, em decorrência da insistência do governo petista em tentar manipular o órgão. Um conhecido meu, JORNALISTA, publicou em sua página do Facebook uma defesa ao discurso da candidata petista. Como comentário, deixei links para cinco reportagens de fontes diversas, todos abordando a manipulação que o PT exerce sobre os órgãos de pesquisa, sobretudo o próprio IBGE, o que gera "dados oficiais" completamente irreais. Ao que ele (o Jornalista) respondeu: "Tá bom! Você manda texto de Rodrigo Constantino" (???). Sem entender porque o autor do texto era mais importante do que o conteúdo, eu respondi: "Indiquei a leitura de cinco artigos, apenas um deles está hospedado no blog do autor que você não gosta. Assim, você ainda pode desconsiderar este texto em específico e ler os outros quatro. Esclareço ainda que, apesar do texto estar de fato hospedado no blog de Constantino, trata-se de uma reportagem publicada por O Globo, o economista apenas a reproduziu adicionando um curto comentário". Percebi agora que tal jornalista me excluiu do Facebook dele. Saudei a novidade com alegria. Tenho dificuldade de excluir petistas, pois tal atitude me faria sentir intolerante, incapaz de lidar com a divergência de pensamento, mas ao mesmo tempo estou completamente convencido de que a essa altura do campeonato, com tanta informação circulando, uma pessoa sadia, de plena posse de suas faculdades mentais, não possui mais nenhuma desculpa para se deixar enganar. Quando vejo gente usando o emblema de "Dilma muda mais" no avatar do Facebook, pergunto-me se se trata de um caso de gigantesco desvio moral ou mera burrice mesmo (a quase totalidade é ocorrência da primeira opção) e não há porque ter interesse em manter relação com quem quer que padeça de um desses dois males. Assim, como não me sinto confortável em exercer uma atitude que me parece totalitária (ao mesmo tempo que sou inteligente o suficiente para entender que não devemos ser tolerantes com quem prega abertamente a intolerância), comemoro cada vez que um petista me poupa de ser obrigado a vivenciar essa dicotomia.

O fato é que há um surto de SENSIBILIDADE HISTÉRICA no Brasil. Esta epidemia está corroendo o tecido social. Rezo para que, no próximo domingo, o povo brasileiro consiga se libertar dos agentes que, entre tantas outras desgraças, veem causando também esta.

(Pérsio Menezes)

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Do perfil da Abigail: Novembro Azul

TERRORISTA MASCULINISTA TROCA ILUMINAÇÃO DO OUTUBRO ROSA NO PALÁCIO DO PLANALTO PARA CHAMAR À ATENÇÃO A SAÚDE DOS HOMENS

Bom, pessoal, na verdade, o ataque terrorista foi só eu fazendo uma zoeira no GIMP para lembrar os senhores do Novembro Azul, de conscientização da prevenção do câncer de próstata. Eu não posso falar muito da parte do dedo na porta dos fundos de vocês porque eu tenho uma visão um pouco melhor sobre outra coisa mais grossa na minha, hehehehe. Mas quem tiver 40 anos ou mais precisa encarar, porque o câncer de próstata é uma das doenças que mais matam homens.

"Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer. Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar." ("Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata", Portal Brasil, 12/11/2012, http://www.brasil.gov.br/saude/2012/11/novembro-azul-conscientiza-homens-para-prevencao-do-cancer-de-prostata)

Foto original: capa de http://www.planalto.gov.br em 19/10/14.

É A Vez das Mulheres de Verdade entrarem da campanha que lembra A Vez dos Homens que Prestam de cuidar da saúde.

A Vez das Mulheres de Verdade: http://avezdasmulheres.blog.com

A Vez dos Homens que Prestam: http://avezdoshomens.blogspot.com

======

Página do Novembro Azul: https://www.facebook.com/NovembroAzulBrasil

Abigail Pereira Aranha

http://www.facebook.com/abigail.pereira.aranha.91

https://plus.google.com/102494518729286023431

http://www.stumbleupon.com/stumbler/AbigailPereira

http://pinterest.com/abigailpereira

Ser lulopetista é ser criminoso 2: e o mau caráter venceu, com a ajuda dos ignorantes (direitistas, se preparem para FUGIR das ruas)

Abigail Pereira Aranha

Bom dia, meus amigos e minh@s inimig@s. Para os meus amigos, não foi tão bom porque a Dilmaligna foi reeleita. Passando rapidamente pelo Facebook ontem, porque a conexão de internet estava horrível, já vi alguns amigos com bandeira de luto. Eu ainda vou manter a minha fotinha para tentar levantar o astral.

Um bom texto sobre isso foi o do Reinaldo Azevedo: "Campanha do ódio, da violência e da mentira obtém a maioria nas urnas: Dilma se reelege com quase 52% dos votos. À sua frente, uma economia estagnada e o fantasma do impeachment. Pode contar com a gente (re)governanta: para vigiá-la" (http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/campanha-do-odio-da-violencia-e-da-mentira-obtem-a-maioria-nas-urnas-dilma-se-reelege-com-quase-52-dos-votos-a-sua-frente-uma-economia-estagnada-e-o-fantasma-do-impeachment-pode-contar-com-a-gente-re). Mas tem umas coisas que nem o Tio Rei diria eu vou dizer aqui.

Sim, ganhou a campanha que, só este ano: usou o TSE para tirar da internet uma previsão de uma crise econômica para o ano que vem feita por um analista de investimentos como se fosse campanha eleitoral para o adversário; invadiu o Facebook do Olavo de Carvalho logo depois que ele foi mencionado no Congresso pelo deputado Marco Feliciano; fez o blogue do Júlio Severo ser apagado pelo Blogger; fez denunciação caluniosa contra a jornalista Rachel Sheherazade, atribuindo a ela até um linchamento em Guarulhos; usou um doutor do Ministério Público como jagunço para obrigar a mesma Rachel a se retratar das palavras que o mandante pôs na boca da mesma, dizendo que amarrar um pivete conhecido da polícia num poste até que um policial chegue para prendê-lo é violar a dignidade de um menor tão honesto quanto os meus sobrinhos; apagou a página Meu Professor de História Mentiu Pra Mim; uns poucos lulopetistas ameaçaram o adversário de morte na véspera da eleição e os outros fizeram deboche da nota publicada pela coligação. Dá pra puxar mais coisas só deste ano, mas não posso estender muito a lista. Como eu expus no texto anterior, quando Fernando Henrique Cardoso disse (no primeiro turno) que os eleitores do PT são menos informados, ele estava falando dos pouquíssimos da aristocracia moral do grupo. O eleitor típico do PT não é apenas imbecil, é egoísta, imoral e corrupto, e simplesmente não se importa em quebrar o país por uma cota racial na universidade para o filho subalfabetizado, ou uma sinecura no serviço público, ou até para comer mais carne (engraçado que um ministro da Dilma pode sugerir trocar carne por ovo, mas o PSDB é o partido que vai tirar a carne da nossa mesa).

Mas aqui eu vou pegar outros pontos. Primeiro, vou copiar os números daquela postagem. Total de eleitores: 142.821.348. Dilma Rousseff: 54.501.118 (38,16%). Aécio Neves: 51.041.155 (35,74%). Votos em branco: 1.921.819 (1,35%). Votos nulos: 5.219.787 (3,65%). Abstenções: 30.137.479 (21,10%).

Bom, a maioria dos votos para Aécio Neves eram na verdade contra Dilma, vindos de pessoas que nunca simpatizaram com ele pessoalmente e nem tinham muita fé de que ele chegasse ao segundo turno. Se ele tivesse ganhado, seria só o fim do começo de um trabalho dele e nosso para deixar este país menos pior, como eu mesma disse aqui. Em 2006 e 2010, o PT quase foi reeleito no primeiro turno, quando só na Globo já tinha passado o caso Mensalão. Por que o PT não teve esta chance de eleição no primeiro turno e só por pouco não perdeu? Porque o país está afundando economicamente. Mas mais do que isso, está afundando também estruturalmente. Você sofre um latrocínio, o assassino tem uma grande chance de ser julgado e não ser condenado; você sofre uma tentativa de assalto e dá uns cascudos no moleque de 17 anos e meio, quem vai preso é você. Você trabalha a semana inteira tocando uma microempresa com seis funcionários de 08:00 a 22:00, um presidente de uma ONG imprestável ou um funcionário público fantasma tem um carro melhor que o seu. E por aí vai. Não é que o PT é mais corrupto, é que o governo PT tem transformado a imoralidade em lei e a incompetência em mérito (o sistema de cotas é uma imagem disso). O governo de esquerda está tão ordinário que até ateus, incluindo uma ateia anarquista defensora e praticante da putaria, estão se unindo a direitistas cristãos conservadores contra ele. Por isso Aécio Neves pôde sonhar, como ele mesmo disse.

Mas já em 2010, quando eu chamei para o voto em José Serra também sem muita simpatia, eu percebo que os "inteligentes" votam nulo ou se abstém de votar. Isso aconteceu desta vez, e foi pior ainda. Primeiro, porque, podemos ver acima, só os votos nulos poderiam ter decidido a eleição para Aécio Neves. Segundo, e isso que é o pior, é o motivo para votar nulo ou se abster: os políticos "são tudo a mesma coisa". Isto foi um pensamento estúpido! Eu comentei ainda no fim de setembro em "Por que não chutar cavaletes de propaganda eleitoral: a esquerda militante e o seu povo revoltado": a esquerda conseguiu transformar a indignação contra eles mesmos em revolta contra os políticos, na prática contra a oposição. A maioria dos eleitores ou simpatiza com o governo petista ou é indignada com todos os políticos. Saíram os "esclarecidos" e aumentou o peso dos funcionários públicos acovardados e dos subalfabetizados com medo de perder o Bolsa Família. Se em vez de Aécio Neves fosse Marina Silva concorrendo com a Dilma, ainda seria aceitável o voto nulo ou a abstenção. Eu não votaria, o Reinaldo Azevedo disse que não votaria, porque seriam, como Lula disse uma vez indiretamente, duas petistas. O Kim Kataguiri gravou um vídeo p. da vida dizendo que a turma que votou nulo ou se absteve teve um "purismo ideológico". Antes fosse: dizer que "é tudo a mesma coisa" para igualar Aécio Neves a Dilma Rousseff, ou o PSDB ao PT, foi uma burrice escandalosa, foi a degeneração do senso de proporções como nunca se viu depois da volta das eleições diretas. Aécio falar firme contra a desinformação de Dilma em um debate não é igualável a petistas ameaçando Aécio de morte. O Mensalão petista não é igualável às picuinhas que os petistas fuçaram nas décadas de 90 e 2000 para tentar se projetar nos adversários. Se aconteceu censura na imprensa no governo Aécio Neves em Minas Gerais, nenhuma editora foi vandalizada como a editora Abril na antevéspera da eleição porque a Veja antecipou uma bomba sobre o Petrolão. Até para falar de corrupção termos de tomar cuidado para não sermos boçais: no PT, a corrupção e o duplo padrão são princípios morais.

Agora, o que faremos? Primeiro, vamos continuar os nossos trabalhos. Ao contrário dos MAV's, nós não ganhamos nem diretamente nem por emprego fantasma para ficar na blogosfera e nas redes sociais o dia todo. Cada um de nós, antiesquerdistas, tem um emprego que não tem relação com o que defendemos, e temos que defender o emprego e o trabalho na internet. Ah, e o único dos meus amigos blogueiros que mostrou o nome e a cara já teve de dar depoimento na polícia sobre postagens dele; um outro teve que encerrar o blogue e sair do Facebook para não perder uma oportunidade profissional.

Segundo, comprar menos e guardar dinheiro para a crise que vem aí. Pagar as prestações que faltam o mais rápido possível. Talvez, preparar a mudança nem que seja para o Paraguai (eles já rejeitaram os médicos cubanos e as urnas eletrônicas brasileiras, e ainda estão crescendo mais que a gente). Ah, e quem for homem solteiro, namoro ou casamento, nem a pau.

Terceiro, preparem-se para ver tudo que nós temos alertado nos últimos 10 anos ou mais sendo reconhecido pelo grande público paspalho. A possibilidade de fraude das urnas eletrônicas que tem sido denunciada há mais de dez anos já está sendo digna de ser ouvida até pelo TSE. Como eu já apontei, o PT parece que estava se preparando para perder e tirar esta da manga pelo menos para criar um tumulto. Talvez um grande veículo faça uma reportagem decente no ano que vem sobre masculinismo, cristofobia ou decadência das universidades brasileiras.

Ah, uma coisa que Brasil e Cuba têm em comum: eram a segunda economia da América antes do socialismo e depois de uma ditadura.

Quarto, e o mais "legal", se preparem para SUMIR das ruas se o bicho pegar. Podemos até ter falhado na nossa parte, mas fizemos alguma coisa, o leitor amigo pode ter sentido falta até de com quem ter uma conversa que preste. Podemos ter ainda no começo do segundo mandato da Dilma uma convulsão como a da Venezuela, com povo de verdade enfrentando a polícia, e não a macacada bancada pelo papai classe média fazendo bagunça na rua como foi no ano passado. A manifestação contra o governo deve ter até ex-puxa-saco do PT desempregado, parasita de pensão alimentícia, nordestinos, funcionários públicos desempregados. Quando a inflação voltar, o setor público tiver que cortar gente ou salário, o desemprego decolar, a censura ficar feia, quem caiu na propaganda do medo do PT e quem não votou neste segundo turno vai enfrentar polícia e militante de extrema-esquerda por qualquer coisa melhor do que o que estão passando.

Mas nós, nessa hora, devemos sumir. Vamos gravar nossos blogues e perfis de rede social. Vamos guardar livros impressos. Vamos escrever livros ou imprimir nossos blogues gravados em arquivo pdf. Vamos ter muito que republicar do que nós dizemos há cinco anos e outros há 10 ou 20. Mas não vamos ser oposição. Nós nunca soubemos lutar contra ditaduras, somos especialistas só em esclarecer outras pessoas para melhorar democracias usando blogues gratuitos e rede social em internet razoavelmente livre. Se entrarmos nessa encrenca, podemos ser arquivos queimados. Vamos deixar a oposição para as hienas que passavam intervalos de café falando de futebol, amenidades e vadias enfrentando a lambança que estava se formando enquanto evitavam conversas que prestam. Vamos deixar a oposição para os cotistas que não sabem pegar um dado de um gráfico para usar em outro protestando por emprego. Vamos deixar a oposição para quem excluiu a gente do Facebook porque ia fazer a porcaria e quer chamar a gente para a união para consertar. Vamos deixar a oposição para as vadias feministas que fizeram denúncia falsa contra um homem na Delegacia da Mulher, para elas se arriscarem a tomar um cascudo de um homem pela primeira vez na vida. Podemos ver até ex-MAV protestando contra o governo. É o preço que essas pessoas merecem pagar: um país que recompensa os medíocres e castiga os melhores pode ser um país de todos, mas não tem vida boa pra ninguém.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

O espantalho 2: todos contra o Homem do Saco

Pedofilia, a pop star medíocre do estado policial - parte 2: diga não ao Homem do Saco

Abigail Pereira Aranha

O título não foi colocado no campo certo para os nossos queridos leitores poderem escapar de filtros de administrador que tem inveja de pinto que sobe e encheção de saco de qualquer outra pessoa.

Veja também: Pedofilia, a pop star medíocre do estado policial - parte 1: por que um crime tão incomum virou preocupação nacional?

"Eu não conheço ninguém sério que queira legalizar a pedofilia, e vocês?" A frase, com a qual também concordo, é da Lola Aronovich (http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2010/09/familia-brasileira-corre-perigo-e-gente.html). Mas o pessoal com 30, 40 anos hoje já ouviu falar do "Homem do Saco", aquele que pegava crianças desobedientes, quando criança. E a pedofilia é o Homem do Saco da gente grande.

Aliás, pedofilia é atração sexual por crianças e não é crime. O que é crime é abuso sexual de vulneráveis. Por isso, vou colocar "pedofilia" entre aspas deste ponto em diante, a não ser que o termo esteja na definição original.

Como apontei na parte 1, há dois anos atrás, o leitor já achou uma estatística informativa sobre "pedofilia"? Se achou, depois de quantos números vagos? Por exemplo, já lemos que o Brasil "ocupa a terceira posição no ranking dos que mais consomem" material "pedófilo" na internet (citado por Higor Jorge, "Brasil ocupa terceiro lugar em casos de pedofilia", 05 de abril de 2011, http://www.higorjorge.com.br/383/brasil-ocupa-terceiro-lugar-em-casos-de-pedofilia-entrevistados-higor-jorge-jesse-coelho-e-rony-vainzof-correio-popular-de-campinas). O leitor já ouviu falar de um portal "pedófilo"? Ainda volto a este ponto.

O Mídia Sem Máscara e outras páginas de direita ainda insistem em ligar a esquerda à "pedofilia". Volto a eles em outro texto. Por enquanto, repito o que escrevi em 05 de agosto de 2014, em "O Puritano-Feminismo episódio 17: mulheres tradicionais contra mulheres feministas e todas contra as mulheres licenciosas (ou: Leis de De Morgan aplicadas ao "machismo" e Feminismo)":

Se lembram daquele caso da Rawan, a menina do Iêmen de 8 anos que foi casada com um homem de 40 e morreu na lua-de-mel? O caso foi condenado por católicos tradicionais (Perigo Islâmico) e por esquerdistas (Pragmatismo Político). O Liberdade Econômica fez uma postagem intitulada "Menina islâmica de 8 anos morre após lua de mel com marido de 40. Esquerdistas querem isso para o Brasil", mas o portal lésbico e africanista Geledés reproduz o Opera Mundi, também esquerdista, dizendo que uma lei que tentou colocar a idade mínima de 17 anos para o casamento "foi rejeitada por parlamentares conservadores". E por que eu estou falando disso? Porque o ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS (pedofilia é ATRAÇÃO), como vocês podem ver, pode ser usado por um lado para demonizar o outro. Faço minhas as palavras da lesbonazista Lola Aronovich: "Eu não conheço ninguém sério que queira legalizar a pedofilia, e vocês?". Mas enquanto ela acusa os antifeministas de promover a pedofilia, Camila Hochmüller Abadie, no Mídia Sem Máscara, acusa o governo do PT de usar a vacina contra o HPV como "preparação para a legalização da pedofilia (isso na melhor das hipóteses)". Quanto mais sujo um lado ficar, melhor pro outro. Aí, a gente não sabe se a mulher que só quer meter gostoso está colaborando para o aborto feminista ou o estupro machista, mas para a pedofilia com certeza. Ainda bem que eu não cuido mais de crianças, hehehehe.

Repito aquela pergunta: o leitor já ouviu falar de um portal "pedófilo"? O leitor já viu uma postagem de blogue defendendo a pedofilia? Muito pouco provável. Então, por que o combate à "pedofilia" aqui na internet? Para censurar a internet em nome de um espantalho. Porque o antiesquerdismo (que inclui a direita) se concentra aqui. Porque o antifeminismo (que inclui o masculinismo) começou aqui e se concentra aqui.

E em nome do combate à "pedofilia" também se faz combate à pornografia em outros países. No Brasil, o XVideos foi denunciado ao Ministério Público por "pedofilia" em 2012 (só um jumento que nem sabe o endereço do XVideos pensaria em levar esta denúncia a sério). Em 2008, publiquei sobre um caso de uma zinha que procurou encrenca com o grupo Gang Bang Brazil sob o pretexto de "defender os direitos de meus filhos que são menores e segundo o código civil brasileiro não devem e nem podem receber emails do tipo" (http://avezdasmulheres.blog.com/2008/12/15/nova-tentativa-de-golpe-contra-o-gang-bang-brazil).

Acusar uma pessoa de qualquer crime é algo que não se faz sem provas (ou a denúncia nem deve ser aceita). Dizer que uma pessoa cometeu um crime que não cometeu é calúnia, que é crime. Com "pedofilia", assédio sexual, estupro e agressão física contra mulher não devia ser diferente, mas é. Diga que um negro cometeu um roubo e, se o objeto roubado não estiver com ele, é você quem vai preso; diga, sem provar nada, que esse negro agrediu uma mulher ou acariciou uma criança e ele é condenado dentro e fora do sistema judiciário. O homem pode ser "pedófilo" por ser um antifeminista com argumentos que incluem "15 perguntas que as feministas não conseguirão te responder" (Silvio Koerich, que ganhou um clone para provar o "argumento" de que ser antifeminista é ser "pedófilo" e também racista); ou por ser um filósofo e jornalista que denuncia a decadência cultural e política do Brasil há 20 anos (Olavo de Carvalho, segundo Alexandre Melo); ou por ser ateu militante (Haroldo Galves).

E a confusão mental e conceitual é tamanha que é senso comum que quase todos os casos de abuso sexual de crianças e adolescentes são cometidos por adultos NÃO-pedófilos: é o caso de um homem não consegue "arrumar mulher" e abusa de uma criança geralmente da família. Também é de conhecimento geral que são pouquíssimos casos reais de abuso sexual de menores em que o abusador tem material erótico mostrando crianças. Também sabemos que os poucos abusadores de menores com vários casos são de homens ricos e influentes com adolescentes, e são vários casos exatamente porque eles estão protegidos por esquemas de corrupção. Nenhum Zé Carroceiro pega três pré-adolescentes por aí antes de ser linchado. Portanto, a campanha contra a "pedofilia" não passa de uma artimanha com fins espúrios usando como pretexto uma prática já condenada pela população em geral. Ah, já ia me esquecendo: um dos objetivos da campanha contra a "pedofilia" é associar a prostituição a um caso Rawan.

Não é por acaso que quase ninguém aterrorizado com a "pedofilia" sabe que, depois de 10 anos seguidos de crescimento no número e na taxa por 100.000 habitantes por ano, temos mais de 50.000 homicídios por ano: é confusão de palavras, é confusão de ideias, é confusão de proporções.

domingo, 26 de outubro de 2014

Ser lulopetista é ser criminoso: Aécio Neves é ameaçado de morte, Brasil 247 diz que ele "se diz" ameaçado e vários lulopetistas apoiam o crime (se FHC chamou o eleitor do PT de ignorante, falou dos poucos melhores)

Abigail Pereira Aranha

Aécio se diz vítima de ameaças de morte

Em nota à imprensa, PSDB afirma que, após confirmada a visita do senador Aécio Neves a São João del Rei, "pessoas do campo político contrário à sua candidatura presidencial passaram a divulgar ameaças de morte ao candidato e à sua família pelas redes sociais"; a PF, que já investiga o uso da Universidade Federal da cidade para divulgar material calunioso contra o candidato, também irá apurar a nova denúncia

26 de outubro de 2014 às 06:51

247 – O presidenciavel tucano Aécio Neves foi vitima de ameaças de morte nas redes sociais, segundo nota de sua campanha, após confirmação de visita a São João del Rei. Leia abaixo:

Nota à Imprensa

A Coligação Muda Brasil informa que, na tarde deste sábado (25/10), após confirmada a visita do senador Aécio Neves a São João del Rei, pessoas do campo político contrário à sua candidatura presidencial passaram a divulgar ameaças de morte ao candidato e à sua família pelas redes sociais.

É lamentável o clima de intolerância estimulado pela campanha adversária, baseada em mentiras e calúnias, que levou a essa situação de agressividade jamais vista na democracia brasileira.

A Polícia Federal, que já se encontrava na cidade para investigar o uso da estrutura física da Universidade Federal de São João Del Rei para divulgar material calunioso contra o senador Aécio Neves e a favor da campanha adversária, irá apurar também essas ameaças, a pedido da assessoria jurídica da coligação, que pleiteia a apuração da relação entre os autores das ameaças e os interesses políticos defendidos.

Em anexo, duas ameaças postadas em redes sociais e mensagem postada por professor da universidade após o início da investigação da Polícia Federal.

(Brasil 247, http://www.brasil247.com/pt/247/poder/158323)

Comentários de Jornal dos Homens que Prestam - parte 1

"Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do [Brasil] 247". Tá bom, eu já sabia que a podridão está nos dois lados.

Primeiro, o "se diz" é "se mostra". Vamos ver os print screens:

Coligação Muda Brasil divulga ameaça de morte a Aécio Neves

Coligação Muda Brasil divulga ameaça de morte a Aécio Neves

("Coligação Muda Brasil divulga ameaça de morte a Aécio Neves", Hoje em Dia, Belo Horizonte, 25/10/2014, http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/coligac-o-muda-brasil-divulga-ameaca-de-morte-a-aecio-neves-1.277864)

Mas o pior não é que o Brasil 247 tenha reproduzido a nota na íntegra com um parágrafo de introdução mais aquele título, até demonstrando uma certa indiferença. Ah, e a matéria do Brasil 247 mostra até um pedaço de um daqueles print screens. O pior é o que aparece nos comentários. Alguns exemplos:

jose justino de souza neto 26.10.2014 às 11:18

A declaração desse moleque suspeito de tráfico de drogas (fato comentado até em jornais estrangeiros) é a comprovação de seu comportamento criminoso e sujo. É uma mentira asquerosa de um mentecapto cínico. A leviandade e a molecagem estão no DNA desse desqualificado que pretende ser o presidente de todos os brasileiros. Esse vagabundo já está sendo motivo de chacota no exterior como se fosse uma piada pronta e, na presidência da República, levaria o país para o esgôto que todos sabemos é o habitat dos tucanos e de seus amestrados.

Fora a difamação de sempre, vejamos a "comprovação de seu comportamento criminoso e sujo": eu prego a morte da família do José Justino, o criminoso sujo é ele e a prova disso é o boletim de ocorrência que ele fez.

marilamar 26.10.2014 às 10:04 Dilma 13, 13, 13......vamos que vamos, divulgar e se unirmos neste momento civico, onde a nossa Pátria esta sendo ameaçada pelo GOLPE BRANCO do Podre Judiciario+Midia Corrupta+PSDB e coligaçoes+Imunda Direita???

Este comentário é grande, muita verborreia petista, mas tem umas pérolas. Vou pegar mais trechos. Mas olha só o surto psicótico. Falam em matar um candidato de direita (aliás, ele é social-democrata, que é esquerda moderada) e quem está ameaçada é a Pátria. No dia anterior à nota (que é de ontem à tarde), uma turma fez vandalismo na entrada da editora Abril por causa de uma reportagem da Veja sobre o depoimento do Alberto Youssef incriminando a Dilma e o Lula. Mas imunda é a direita.

E falando de "Podre Judiciário", a Veja que foi atacada fisicamente anteontem foi obrigada pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral, advogado da campanha de Dilma Rousseff em 2010, a publicar uma resposta com conversa fiada do PT ("O que esta em jogo hoje – o Brasil que pune quem publica a verdade e força, por decisão judicial, a publicação de uma mentira precisa acabar!", publicado pelo Reinaldo Azevedo 16 minutos antes desta postagem do Brasil 171).

é armaçao terrorista sim, este seria o momento de nos agigantar-mos e combinamos uma manifestaçao monstro em todo o Brasil, temos que fazer esta uniao e nós organizamos em cada Estado, e fazer uma comunicaçao nacional, temos que limpar o STF com IMPEACHMENT dos Bandidos de Togas que estao no PODRE JUDICIARIO BRASILEIRO???

Ela está falando de quem ameaça Aécio Neves de morte, ameaça Reinaldo Azevedo de morte, ameaça Rachel Sheherazade de estupro?

julgamento imediato dos processos que envolve os politicos do PSDB por uma CORTE DE JUSTIÇA INTERNACIONAL, e outras bandeiras.

Ela propôs na frase anterior "limpar o STF com IMPEACHMENT dos Bandidos de Togas" (maiúsculas dela mesma). Depois disso é que a oposição vai ser julgada fora do país? Vai faltar justiceiro do PT no Supremo Tribunal Federal mesmo tirando toda a oposição? Tinha que ser mulher, hehehehe.

Investigaçao profunda e internacional sobre as URNAS ELETRONICAS DE SP (...) A Dilma já ganhou a eleiçao PRESIDENCIAL em 2014, agora é só ficar de OLHO NAS URNAS ELETRONICAS, pois fraudaram elas em SP

É, parece que eu estava certa. Os esquerdopatas vão dizer e o TSE pode aceitar o que há mais de dez anos só era dito por meia dúzia de pessoas honestas minimamente conhecedoras de Computação (ou não tão minimamente, como o Amilcar Brunazo Filho), e ignorado como teoria da conspiração e choro de perdedor: as urnas eletrônicas brasileiras são as menos confiáveis do mundo. E por que investigar as urnas de São Paulo? Porque foi lá que o PT perdeu o governo do estado no primeiro turno nesta eleição e foram os paulistas que tiraram do PT a vitória no primeiro turno para a presidência em 2010 e 2006.

Fim da concessao da Rede Globo, band tv, tv cultura, sbt, redetv e tercerizadas, (...)

GRANDE MAL DO BRASIL......É O PODRE JUDICIARIO, REFORMA TOTAL DO PODER JUDICIARIO, JÁ, JÁ, JÁ.....ANTES, ATE DA REFORMA POLITICA E TRIBUTARIA......O QUE ATRASA A EVOLUÇAO DO BRASIL É O PODRE JUDICIARIO!!!!!! FORA PODRE JUDICIARIO!!! FORA PODRE JUDICIARIO!!! FORA BANDIDOS DE TOGA!!! TODOS A SERVIÇO DO PSDB, PPS, DEM e DA IMUNDA DIREITA!!! sao centenas de crimes cometidos por integrantes do PSDB, DEM, PPS e ninguem é punido, PORQUE SERRÁ????

Exemplo da podridão do PODER JUDICIARIO BRASILEIRO, que não condena o Serra com 18 processos de improbidade admistrativa na gaveta secreta do Gilmar Dantas, Marco Aurelio e etcs..., da HC para o ROGER, medico-estuprador do CRM ? , não vê crime do Aloysio 300mil do Paulo Preto? Nem do Rodrigo Garcia e Andrea Matarazzo denunciado pela CORTE DE JUSTIÇA D A SUIÇA no TRENSALAO TUCANO DE SP e DF? Não vê crime na LISTA DAS FURNAS ate agora escondida a 7 chaves, Não vê crime no roubo dos cofres públicos que o AECIO fez em MG e o ANASTAZIA continuou? Não vê crime nos desvios de dinheiro publico da SANTA CASA DE SÃO PAULO e outras, SABESP, BUTANTA, RODOVIAS MARGINAIS DE SP, RODOANEL, NA CPMI DO CACHOEIRA, e etcs e etcs.

Como dizia Millor Fernandes, democracia é quando eu mando em você. Como ele morreu já no governo Dilma, ele deve ter emendado que "democracia de esquerda é quando os partidos de esquerda mandam em você" mas a gente não ficou sabendo, hehehehe.

MINEIRIM 26.10.2014 às 09:44

VÁ PAGAR LOGO OS 450Kg DE COCAÍNA, OS CARAS NÃO PERDOA NÃO DIVIDA DE TRÁFICO HIHIHIHIHI

Já viu direitista fazer piada com injúria com caso de estupro em uma página feminista, ou de um negro morto pela polícia em uma página do Movimento Negro?

Comentários de Jornal dos Homens que Prestam - parte 2: Fernando Henrique Cardoso disse que os eleitores do PT "são menos informados", ele falou foi muito fino (no duplo sentido)

Falas de FHC segundo matéria do Brasil 171 ("FHC insulta eleitor e vê petista como ignorante"): "O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados". "Essa caminhada do PT dos centros urbanos para os grotões é um sinal preocupante do ponto de vista do PT porque é um sinal de perda de seiva ele estar apoiado em setores da sociedade que são, sobretudo, menos informados". "Geralmente é uma coincidência entre os mais pobres e os menos qualificados". Sabe o que eu acho? Eu acho é pouco. Os lulopetistas mais bem informados e mais bem formados (do tempo em que o aluno precisava ser bem alfabetizado para passar do primeiro grau) chamam mais a atenção mas são minoria (Lola Aronovich é mulher e nordestina, Leonardo Sakamoto é oriental, Jean Wyllys é gay,...). Mas a grande maioria é isso mesmo. Aliás, um comentário naquela postagem ilustra isso:

eder barbosa de sousa 26.10.2014 às 10:09

EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO, UM GOVERNO QUE TIROU 36 MILHÕES DE PESSOAS DA MISÉRIA, É FESTEJADO E MANTIDO NO PODER. NÃO PRECISA DE MAIS NADA! SÓ GENTE MEDÍOCRE, SEM NOÇÃO, SEM DE INTELIGÊNCIA, NÃO CONSEGUE SE CONVENCER QUE O MAIOR MAL DA HUMANIDADE É A FOME. JÁ FUI E JÁ VOTEI DILMA 13.

Meus amigos e minh@s inimig@s, quem defendeu o PT desde 2003 tem apresentado o que como argumento? Bolsa Família (do governo Fernando Henrique), controle da inflação (Plano Real, do antecessor FHC), Brasil como sétima economia do mundo (os militares transformaram o Brasil na oitava), pessoas saindo da pobreza (os limites da classe média e da classe alta é que foram rebaixados), cotas raciais para a universidade pública (como se negro não pudesse ganhar a vaga com a própria inteligência), aumento de vagas no serviço público (essa é verdade), políticas das mulheres contra os homens, e por aí vai. Eu vou copiar a postagem do Christoffer Rodrigues do Feminismo Diabólico, que até se indispôs comigo porque apoia a Dilma, depois deste texto, porque ilustra isto. E dos conhecidos de vocês que defendem a srta. Dilma, quantos não são nortistas, nordestinos, favelados, vadias, emasculados ou funcionários públicos?

Mas FHC falou fino (com muito refinamento e pouca masculinidade) quando disse que o eleitor petista é desinformado ou ignorante. Porque a ignorância pode ser superada quando é vista como um problema que não precisa existir. Conheço várias pessoas que não terminaram o Ensino Fundamental mas são bem esclarecidas e têm hábito de leitura, conversam bem, escrevem bem. O simpatizante do PT (não o opositor do PSDB) está abaixo da linha de pobreza sim, mas da linha de pobreza moral e mental. Uma pessoa com alguma grandeza de espírito que por acaso esteja na esquerda ou dê fé ao que os esquerdistas dizem cai fora assim que percebe alguma coisa errada. Foi assim com o Reinaldo Azevedo. Foi assim com o Olavo de Carvalho. Foi assim com Mikhail Bakunin.

Aliás, o pobre honrado do povo de verdade não luta contra os ricos, porque é ajudado por alguns. Assim como o gay honrado do povo de verdade não luta contra os héteros, porque tem amigos homens heterossexuais. Assim como a mulher honrada do povo de verdade não luta contra os homens, porque eles são gentis e prestativos para ela (aliás, eu sou uma mulher honrada que se dá para os amigos homens honrados, hehehehe). E do outro lado, o leitor já conheceu ou ouviu falar de um rico que prejudicou um pobre que fazia curso universitário só porque ele era pobre?

O próprio governo PT (Lula e Dilma) pode nos dar o exemplo de como o populismo pode acabar com o povo. Aliás, o populismo sempre acaba na prática alimentando o egoísmo (não o individualismo, que é a valorização do indivíduo) e a vigarice. É a indústria da pensão alimentícia que faz uma mulher pedir revisão da pensão que o marido paga para a ex-companheira porque a família vai passar dificuldade para sustentar uma vagabunda ou uma folgada que trabalha meio expediente. É a proteção ao adolescente bandido que ajudou a fazer o número de assassinatos aumentar a cada ano desde o Estatuto do Desarmamento, e trouxe crimes bárbaros até para cidades pequenas. É a aprovação automática que já está entrando nas universidades que faz empresas multinacionais no Brasil preferirem empregados estrangeiros. É a inflação de universidades públicas e privadas com deflação de qualidade que faz gente com graduação fazer concurso público para gari ou auxiliar administrativo. Mas o eleitor esquerdista, parece ironia, está menos preocupado com o seu país do que o crítico direitista-nazista-fundamentalista-gay-machista-homofóbico.

As cotas raciais, o PROUNI e o Bolsa Família são o Mensalão dos pobres. E a esquerda é o black bloc dos pobres beneficiários. Eles ainda querem cotas para o filho medíocre da escola pública entrar na universidade e rir da cara do burguês que tirou mais pontos no vestibular estudando de verdade, mas foi eliminado. Eles ainda querem fazer um empréstimo com desconto em folha para pagar com o dinheiro que não têm. Eles ainda querem um emprego para o filho ou o irmão conversando com um vereador corrupto. As eleitoras ainda querem poder denunciar qualquer homem sem provas em uma Delegacia da Mulher por um falso estupro de meses antes. E para isso, eles não se incomodam se a prefeitura vai ficar com déficit de dinheiro e de qualidade nos serviços, se o capital humano do país vai despencar, se o Brasil vai ficar no último lugar no PISA e sumir das 200 maiores universidades do mundo gastando 10% do PIB em Educação. Nem se vamos ter ódio de verdade do Brasil desenvolvido contra o subdesenvolvido, dos homens contra as mulheres ou dos brancos contra os negros.

Finalizo com a frase do amigo Robson Ujoarah: "Se há luta de classes no país é entre a classe dos cidadãos que vivem do próprio trabalho e a dos cretinos que vivem do trabalho dos outros."

Apêndice

Feminismo Diabólico. Por que nós devemos votar na Dilma e no PT no segundo turno?. Disponível em http://www.feminismodiabolico.org/2014/10/por-que-nos-devemos-votar-na-dilma-e-no.html. Acesso em 26/10/2014 cerca de 14:30.

Por que nós devemos votar na Dilma e no PT no segundo turno?

Vejam a noticia: http://noticias.r7.com/eleicoes-2014/minas-gerais/fernando-pimentel-e-eleito-no-primeiro-turno-em-minas-05102014

Quem conhece o Aécio Neves, não vota no Aécio Neves. Em Minas Gerais, Estado onde foi governador, o Aécio Neves perdeu para a Dilma. E mais: em Minas Gerais, o candidato do PT ao governo do Estado ganhou em PRIMEIRO TURNO. Pois é, agora, o novo governador de Minas Gerais é do PT: o Fernando Pimentel.

O povo brasileiro também já experimentou o jeito tucano de governar: com o FHC o desemprego subia todo mês e ele não fazia nada. O Lula e o PT foram os que resolveram o problema do desemprego. Se o PT sair do governo agora e o PSDB voltar, o desemprego vai aumentar de novo, as Universidades Federais irão fechar e serão privatizadas, assim como os IFETs. O Bolsa familia vai acabar, o salário minimo vai arrochar. É isso que você quer? Você quer perder o seu emprego? Vejam esta análise comparando os governos do PT com o do PSDB: http://desmascarandoglobofolha.com/2014/08/23/quem-viveu-no-governo-psdbfhc-nao-digita-45-nem-no-micro-ondas/

O que está em jogo nestas eleições é o nosso país, é o seu emprego. Se o PSDB ganhar, nós vamos ter que voltar a nos concentrar em questões de sobrevivência, porque o PSDB tira os empregos das pessoas. Nós só estamos conseguindo questionar os valores do feminismo e do gayzismo, porque a sociedade brasileira progrediu economicamente e essas questões morais agora podem ocupar o centro das atenções. Se o PSDB voltar ao poder, engana-se quem pensa que o feminismo retrocederá. Se o PSDB voltar ao poder, nós não poderemos mais nos ocupar de combater o feminismo, pois estaremos muito ocupados tentando ao menos sobreviver e garantir o nosso emprego. É por essa razão que no tempo do PSDB os médicos faziam fila para fazerem concurso publico para serem lixeiros e varredores de rua de prefeitura. Naquela época, a única preocupação era a SOBREVIVÊNCIA, porque o PSDB induz esses extremos. O fato da Dilma ser mulher e talvez até um pouco feminista não importa. O que importa é que a Dilma está garantindo a manutenção dos empregos, coisa que o PSDB não faz. É graças a isso que tanta gente hoje pode ficar falando de questões religiosas, morais, éticas e estéticas. A única forma de nós derrotarmos o feminismo é se a Dilma e o PT ganharem essas eleições. Porque se o PSDB voltar ao poder, o desemprego aumentará e ninguém dará ouvidos ao antifeminismo, pois todos estarão muito ocupados tentando ao menos sobreviver. Eu sei que isso parece ser contraditório e até irônico, porque o PT é a favor do gayzismo e do feminismo. Mas acreditem em mim, amigos, eu estou certo: a única forma de nós derrotarmos o feminismo é se a Dilma e o PT ganharem essa eleição. Se a Dilma ganhar essa eleição, o Antifeminismo conseguirá crescer e se difundir de uma forma avassaladora, porque existirão muitos milhões de pessoas com empregos garantidos e que poderão se ocupar com as questões morais e estéticas que discutimos aqui. É por essa razão que eu defendo a eleição da Dilma e do PT. Se o Aécio ganhar essa eleição, nós podemos abandonar a luta contra o feminismo, porque nós nunca mais conseguiremos vencê-las. Com o PSDB no poder, a única preocupação do povo será em sobreviver e garantir o próprio emprego e nunca nós conseguiremos ganhar a atenção da opinião publica. Além disso, a Direita que está brava com a Dilma e com o PT automaticamente apoia qualquer coisa que seja contrária ao PT. Portanto, se o PT é feminista, a Direita automaticamente terá que nos apoiar, porque nós somos antifeministas. Por isso, eu tenho certeza absoluta de que o antifeminismo terá um crescimento exponencial se a Dilma e o PT ganharem essa eleição. Mas, se o PSDB ganhar, acabou o jogo, nós teremos que voltar a tentar sermos vendedores de cachorro quente ou de espetinho de churrasco nas esquinas das cidades, porque nós nem sequer teremos tempo de pensar em questões como o combate contra o feminismo, pois estaremos muito ocupados tentando ao menos sobreviver e garantir o nosso emprego.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O que foi que eu disse sobre chutar cavaletes de propaganda eleitoral? "Revoltados" chutam propaganda de Aécio Neves, mas não mexem com a da Dilma Rousseff

Abigail Pereira Aranha

Boa noite, meus amigos e minh@s inimig@s. Eu estava passando pela avenida Afonso Pena, Belo Horizonte, perto do Parque Municipal, e vejo essas cenas: vários pares de cavaletes de propaganda eleitoral do Aécio e da Dilma um ao lado do outro, o da Dilmaligna intacto e o do Aécio derrubado.

De cavaletes da Dilma, só vi três derrubados. Só nestas fotos, foram quatro cavaletes do Aécio atacados, vi vários outros ainda na avenida Afonso Pena. No caminho para Belo Horizonte, perto do BH Shopping, vi alguns cartazes do Aécio, todos pichados.

Eu já tinha escrito há exatamente 40 dias ("Por que não chutar cavaletes de propaganda eleitoral: a esquerda militante e o seu povo revoltado"): a grosso modo, quem não se manifestava a favor do PT se manifestava contra a política. Explicando melhor: os indignados contra o governo do PT, como regra, não foram os honrosos antissocialistas esclarecidos, foram uma multidão de idiotas úteis fazendo uma oposição improdutiva, portanto, ajudando a sustentar o governo. Aí está a prova: a ação dos idiotas úteis (ou inúteis) mais a da militância petralha. E essas também são imagens do que nós queremos tirar do poder: a "revolta contra a política" que só ataca a oposição.

P. S. 1: Eu também vi, à tarde, uma propaganda da Dilma com o governador já eleito Fernando Pimentel, mas pensei em outra coisa. Fernando Pimentel tem 63 anos, Dilma vai fazer 67 em dezembro. Vamos ver a foto dos dois, parece que ela é filha dele. O que eu pensei foi o seguinte: homens ricos idosos não têm medo de aparentar a idade que tem, mulheres idosas têm que parecer mais novas.

P. S. 2: Não tem nada a ver com machismo ou ditadura da beleza. Afinal, estamos falando da guerrilheira castrista lesbonazista abortista Dilma Rousseff (tá bom, ela fez plástica para a campanha presidencial de 2010).

P. S. 3: Vim para Belo Horizonte para questão do trabalho (eu moro longe de Belo Horizonte). Estou com um colega do trabalho, fazendo esta postagem de uma lan house. Como o próximo ônibus é só amanhã, vamos pernoitar num motel. Estou contando só para descontrair.

sábado, 18 de outubro de 2014

O Narciso Brasileiro: feio, tosco e louco, mas apaixonado por si

Abigail Pereira Aranha

Amigos, se eu ainda não disse, digo agora: o nosso problema não é salvar o país, é nos salvarmos dele.

Talvez o leitor conheça a lenda de Narciso. Ele era um jovem muito bonito e um dia ele passou à beira de um lago, viu seu reflexo na água e se apaixonou por ele mesmo. O Brasil de hoje se parece com Narciso, só que o Brasil não é bonito: é feio, tosco, inculto, insensato e mentalmente doente.

Em 2013, o Brasil era a única das oito maiores economias do mundo a não ter uma universidade entre as 120 maiores. Até a Rússia que foi destruída cientificamente no caso Lysenko tem uma universidade, a Universidade Estatal Lomonosov de Moscou, que passa por pouco a nossa melhor, a USP (posição 120 com 63,9 pontos contra posição 127 com 63). Mas o "ensino superior" brasileiro está preocupado com falta de negros de escola pública (o Brasil está dando pouco diplomas para subalfabetizados), falta de mulheres na Ciência da Computação (mais exatamente, lésbicas que não conseguem escrever sobre nada maior que a viagem para o exterior sem asneiras ou contradições), questões sociais como a homofobia que mata 300 gays por ano em um país de mais de 200 milhões de habitantes. Ah, e alguns universitários participam de movimentos como Tarifa Zero jurando que o ônibus pode ser gratuito financiado pelo governo, mesmo que o guri esteja fazendo Pedagogia porque tem horror a fórmulas matemáticas.

Nossas mulheres são feias, de corpo esquisito e a maioria fala grosso. E também têm pavor de rola, principalmente de homens honestos amáveis pobres. Mas o narciso brasileiro acha que as nossas mulheres são as mais lindas e sensuais do mundo.

Ainda falando em mulher, a distinta é feia, gorda, corpo quadrado, ganha mal, mora mal, mas toda vez em que está no ônibus reclamando do trabalho com a amiga também conta como foi corajosa no subemprego ou no bairro horroroso onde mora.

E o Facebook também tem muitos brasileiros que não ligam para a opinião dos outros mas publicam fotos tiradas no espelho uma mais tosca que a outra (algumas só visíveis para amigos). Eles também são águias e "águias não caçam moscas", mas não saem do emprego horrível e mal pago nem do namoro decadente.

O caso do professor, filósofo e ensaísta Olavo de Carvalho é só um caso mais flagrante, até farsesco: os admiradores o conhecem pelo que ele diz ou escreve, sabem em que jornal ele tem ou já teve coluna, assistem os vídeos originais; os "desconstrutores", na falta de argumentos se sequer leram algo do autor, o conhecem por fofoca de machorra de favela, fragmentos sem fonte que eles repetem uns dos outros e a profissão que ele abandonou há décadas. Mas os que odeiam Olavo pelo que ele escreve podem dizer, por exemplo, que "ele assassinou a lógica e a razão em seus livros" depois de dizer "não gastarei 1 centavo pra ler algo do babaca do Olavo". Pode ser alguém que descobriu um texto do autor e resolveu nunca mais ler outro, pode ser alguém que sabe mal do que está falando e resolveu nunca saber bem. No primeiro caso, o narciso brasileiro faz voto de proteger o orgulho; no segundo, de proteger a idiotice.

Será que o Narciso original nunca encontrou uma mocinha bonita? Esse negócio de um rapaz se apaixonar por ele mesmo é meio gay, não acham? Hehehehe! Mas o Narciso brasileiro vai se apaixonando por si próprio.

Aqueles trechos antiolavistas foram de um babaquinha na página da Ana Caroline Campagnolo Bellei, justamente comentando uma foto dela com um livro O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota. Ele fala de um escritor sem ler o que ele escreveu, ruminando conversa fiada de vlogueiro fracassado (um vídeo ou uma postagem falando mal de Olavo de Carvalho é o único que tem um número de acessos razoável de vários canais do Youtube e vários blogues) e diz tudo isso para alguém que leu o que o escritor escreveu. Aliás, quando um graduando brasileiro medíocre diz uma bobagem na própria área e alguém lhe passa vergonha, ele diz que faz ou fez o curso tal, ou que aquilo foi dito por Fulano, que é isso e aquilo, faz e acontece.

Neste mês, nós temos eleições presidenciais em que a atual presidente é candidata à reeleição. O melhor do governo PT, dela e de Lula, foi aproveitar uma boa situação externa que já passou e continuar todo o trabalho bom do governo Fernando Henrique Cardoso. Mas a macacada lulopetista ainda diz que o Brasil é a sétima economia do mundo por causa do PT (foi o governo militar que entregou a oitava economia do mundo no colo de José Sarney), que o PT criou o Bolsa Família (Lula só juntou benefícios sociais criados no governo Fernando Henrique Cardoso) e por aí vai. Quando veio a recessão técnica (dois trimestres seguidos de crescimento negativo), a quantidade vergonhosa de criação de empregos, a "presidenta" trouxe a explicação: o mundo vai ainda pior. Os mais velhos podem confirmar: na última vez que se dizia que o mundo ia mal e o Brasil ia bem era na "ditadura" militar, né? Aqui vemos a única hora em que o Narciso Brasileiro olha fora do lago: quando vê um pouco de feiúra, ainda assim para achar ainda mais feiúra fora de si mesmo.

Ainda nas eleições, matéria do blogue Jornalismo Político: a Militância em Ambientes Virtuais (MAV) está usando perfis falsos se passando como racistas e eleitores de Aécio Neves. A ideia é associar quem é contra o PT ao racismo. Já circula o boato de que Aécio Neves agride mulheres. Então, ser contra a esquerda é agredir mulheres (agredir mulher é feio, de agressão de mulher contra homem a gente pode até rir). Mas quem acredita que ser contra o socialismo equivale a ser racista, misógino, homofóbico, antipobre? Os próprios esquerdistas, mais ninguém. Se eles não querem só repetir as próprias sandices uns para os outros e ouvi-las uns dos outros, eles perderam o contato com o mundo não-esquerdista e a noção de como conversar com gente razoavelmente inteligente. Em outros anos, o Centro de Mídia Independente publicou um texto racista que dizia ser de Olavo de Carvalho e um falso blogue do Silvio Koerich pregava o racismo, o estupro, a pedofilia e outros crimes. Associar o antiesquerdismo ao racismo ainda é "aceitável", mas dizer que quem é contra o Feminismo odeia nordestinos? É pueril!

Ah, achei por acaso: o Centro de Mídia Independente publicou um "Dossier - Processos - Olavo de Carvalho" no dia 02/08/2014, um destes processos foi o do Quartim de Moraes, que foi EXTINTO. Não faz muito tempo, nem a própria extrema-esquerda ligava o que alguém dizia ou escrevia a processos judiciais que não têm nada a ver com o assunto.

O narciso brasileiro, incapaz de conviver com a crítica e com a denúncia da sua miséria interior, difama e calunia a crítica e o crítico tentando tornar o crítico ainda mais feio e insano que ele mesmo. Quando estas caricaturas chegam a uma pessoa com alguma integridade mental, podem levar à curiosidade, da curiosidade à pesquisa, da pesquisa à desmistificação. E da desmistificação, pode levar pelo menos ao respeito. Quem não tem essa integridade mental também é um narciso brasileiro. Os leitores e amigos de mais tempo já viram que eu cito e compartilho muito da Real e de cristãos conservadores, além de ter a maioria dos amigos do Facebook de realistas e cristãos tradicionais direitistas. E eu sou ateia, anarquista, contra a família, contra o casamento tradicional e opositora à castidade. Mas eu descobri essa turma quando eu descobri as feministas e os antifeministas. Aí, eu descobri, entre outras coisas, que os "misóginos" conhecem mais mulheres decentes do que as lesbofeministas conhecem homens não-agressores; e que os rapazes másculos da Real curtem mais rola do que as feministas.

Ah, já ia me esquecendo: correm entre os perfis dos evangélicos em redes sociais frases como "antes de me julgar, percorra o caminho que eu passei". O povo evangélico já foi conhecido como gente honrada. Mas estas pessoas que dizem que não devemos julgar porque todo mundo erra perderam a capacidade moral e mental de imaginar alguém que não seja hipócrita e filho da puta. Além de serem as que julgam mais e pior.

E Narciso, depois de se ver refletido no lago e se apaixonar, cai no lago, morre afogado e se transforma em um narciso (a flor, Narcissus sp.). O Brasil está caminhando para isso: se destruir na paixão pela própria baixeza.

Apêndice

CAMPANHA SUJA: Perfis falsos atacam negros e pobres e fingem ser eleitores de Aécio

07/10/2014 - Política

Estratégia de campanha da presidente Dilma, nas redes sociais, é investir na batalha de pobres x ricos nesse segundo turno.

A eleição do primeiro turno nem tinha sido finalizada e a campanha suja pelo segundo turno já estava a todo vapor. Perfis racistas, usados no Facebook e no Twitter, atacavam negros e pobres e fingiam ser de tucanos para denigrir a imagem dos eleitores de Aécio Neves, candidato do PSDB que concorre ao segundo turno com a presidente Dilma Rousseff.

A petista foi majoritariamente votada entre eleitores pobres, beneficiários de programas sociais, moradores das regiões Norte, Nordeste ou dos cinturões pobres dos grandes colégios eleitorais. E umas das estratégias da campanha, já explicitada do marketing dilmistas nas redes sociais, é investir na batalha de pobres X ricos nesse segundo turno.

Um dos perfis, que já está sendo analisado pela equipe jurídica e de internet da campanha de Aécio Neves, é de Alexandra Santos. Num dos posts o perfil diz: “É isso aí, pobres e negros que votem no PT, agora com Marina fora do jogo não necessitamos de votos dos miseráveis, queremos votos de pessoas de qualidade. Negros e favelados que se…”. Estranhamente, há alguns meses, Alessandra era apoiadora ferrenha de Dilma Rousseff.

Perfis-falsos-MAV

(Jornalismo Político, 07/10/2014, http://jornalismopolitico.org/campanha-suja-perfis-falsos-atacam-negros-e-pobres-e-fingem-ser-eleitores-de-aecio)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook