segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Metendo a Real: O feminismo depende muito mais dos homens do que das mulheres para se manter

CDC/FITZ

O feminismo depende muito mais dos homens do que das mulheres para se manter

Muitas mulheres veem o feminismo como um deus, uma salvação que as salvou do “machismo opressor cometido contra elas durante todos esses séculos”. Elas veem o feminismo como a arma usada para vencer o homem machista e sua opressão, trazendo independência feminina. Mas, o feminismo depende mais de quem? Dos homens ou das mulheres? Nesse texto vou mandar uma real que incomodará muitas feministas: O FEMINISMO DEPENDE MUITO MAIS DOS HOMENS DO QUE DAS MULHERES PARA SE MANTER. Analisemos alguns aspectos sobre feminismo e homens, vejam como o 1° depende do 2°:

1- O FEMINISMO DEPENDE DOS HOMENS CULTURALMENTE

Quando o feminismo bate de frente com o “homem machista”, ele perde, as feministas perceberam isso. Por isso, como driblar o “homem machista”? Transformando o homem machista, num homem frágil, sentimental, sem iniciativa, nada competitivo e que esteja disposto a tomar o discurso de igualdade de gênero praticado pelo feminismo. O feminismo faz isso através de reengenharia social, condenando o “homem machista” como agressor e estuprador e tentando fazer as pessoas acreditar quer o homem “bom e moderno” não é machista. Dessa maneira o feminismo consegue espaço, por que os homens se omitem. Por que o feminismo não avança em países árabes? Por que os homens muçulmanos não estão dispostos a ceder, não querem largar seus valores e tradicionalismo. Portanto, o feminismo depende que os homens tomem determinada postura, para que depois, ele consiga mudar a postura das mulheres.

2- O FEMINISMO DEPENDE DOS HOMENS FINANCEIRAMENTE

Quem sustenta as várias e imprestáveis ONG’s feministas que existem mundo afora? Esse dinheiro é dado pelo governo, mas o governo não é a fonte desse dinheiro. A fonte desse dinheiro é o homem que paga a grande maioria dos impostos. Os homens pagam mais impostos pois recebem, em média, mais e tem mais empresas do que as mulheres . A Suécia tem um imposto apenas para homens. O femen é mantido por empresários homens multimilionários. Ou seja, farra feminista mantida com o seu suado dinheiro.

3- O FEMINISMO DEPENDE DOS HOMENS POLITICAMENTE

Quem decide se esse dinheiro irá ou não para as ONG’s feministas? Políticos, em sua grande maioria homens. Quem cria secretarias de políticas para mulheres (que nada mais são do que um antro da ideologia feminista)? Políticos, políticos homens, em sua grande maioria. Muitas vezes, esses políticos “Homens” agem contra seu próprio sexo ao aprovarem leis de superproteção à mulher, como a lei Maria da Penha e a sua equivalente americana. Essas leis são usadas muito mais para punir homens do que para proteger mulheres. Sem a ajuda de políticos homens o feminismo não conseguiria nada.

4- O FEMINISMO DEPENDE DO HOMEM IDEOLOGICAMENTE

A base ideológica do movimento feminista foi criada por homens. Karl Marx escreveu sobre sua “luta de classes”, segundo ele o patrão era opressor do empregado. O feminismo adaptou isso à sua ideologia, mas agora a luta de classes ocorre por que o homem oprime a mulher. Sem isso, o feminismo não existiria. Mas, a base da ideologia é de quem? Um homem.

5-O FEMINISMO DEPENDE DOS HOMENS FISICAMENTE

Quem impede que as feministas não sejam espancadas ao ficarem com os peitos de fora, desrespeitando as pessoas na marcha das vadias? Policiais,que em sua grande maioria são homens. Mas as feministas têm outras fontes de proteção física, uma colega minha que estuda numa universidade federal, me disse algo interessante: Era organizado um grupo de “homens” feministas para proteger as feministas na marcha das vadias. Assim, elas tinham os seus guardas-costas feministas. Sem a ajuda desses homens, a marcha das vadias não aconteceria.

Portanto, sob todos os aspectos vistos até aqui, percebe-se que o feminismo depende muito mais dos homens do que das mulheres para se manter. Sem a ajuda dos homens, o feminismo não teria 5% da influência que tem hoje. Isso nos ensina uma lição: O FEMINISMO É A IDEOLOGIA MAIS HIPÓCRITA QUE EXISTE, ELE PREGA QUE AS MULHERES DEVEM SER INDEPENDENTES DO HOMEM, AO PASSO QUE ELE PRÓPRIO NÃO CONSEGUE SER INDEPENDENTE DOS HOMENS. O que é bom para as mulheres, deveria ser também bom para o feminismo. Por que o feminismo não rejeita toda essa ajuda e influência masculina? Ele sabe que se fizer isso, em 50 anos o feminismo acaba.

(Metendo a Real)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

PT que o pariu: Aécio Neves se anuncia como líder da oposição

Nos EUA, Aécio diz que é líder da oposição a Dilma (Folha de São Paulo, 09/10/2013)

09/10/2013 - 03h44

JOANA CUNHA

DE NOVA YORK

Distante do país desde o final de semana, quando Marina Silva anunciou aliança com o PSB, o senador e presidenciável tucano Aécio Neves palestrou para investidores ontem, em Nova York, se apresentando como "líder da oposição no Brasil".

Convidado pelo banco BTG Pactual, ele criticou o governo de Dilma Rousseff e disse que o Brasil precisa "resgatar credibilidade". Mais de 500 pessoas estavam presentes, segundo a instituição.

"O baixíssimo crescimento da nossa economia com inflação voltando a crescer impactou fortemente o otimismo nacional", disse ele, segundo transcrição do pronunciamento divulgada por sua assessoria de imprensa.

Investidores americanos ouvidos após o discurso de Aécio afirmaram na condição de anonimato que, em sua fala, o tucano se apresentou como um político "mais amigável ao ambiente de negócios" que Dilma.

Sobre a união de Marina com o governador Eduardo Campos (PSB-PE) disseram que a notícia foi recebida com otimismo, por fortalecer a oposição.

Aécio, entretanto, tem sido avaliado como o maior prejudicado após a aliança.

Thiago Bernardes/Frame/Divulgação
Entrevista do presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), em Nova York
Entrevista do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, antes de fazer uma palestra para investidores em Nova York

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/10/1353807-nos-eua-aecio-diz-que-e-lider-da-oposicao-a-dilma.shtml

Comentários de A Vez das Mulheres de Verdade / Jornal dos Homens que Prestam

Eu já devia ter escrito isso antes, mas foi até bom demorar um pouco porque surgiu mais material depois.

Primeira coisa: desde quando Aécio Neves é oposição? Não é se ele tem jeito de oposicionista (o que eu acho que não tem), mas desde quando ele fala ou age como oposicionista. Eu já ouvi um analista político dizendo na campanha eleitoral de 2010, num programa de rádio que eu não me lembro qual foi: Aécio nunca foi oposição. Ele também já foi criticado por não ter apoiado o José Serra no primeiro turno da eleição de 2010, porque ele queria ser o candidato, e o governo de Minas Gerais era o trampolim pra isso.

Temos uns casos feios que os esquerdistas compartilham dele. Na bebida, por exemplo, ele já deu mais vergonha que o Lula.

Ah, sim: eu já chamei o leitor do Contra os Reis e as Religiões para votar no José Serra em 2010. Eu poderia explicar, mas o Rodrigo Constantino e o Coturno Noturno explicaram o problema muito bem e eu só copiei as postagens deles. O que eu defendia era basicamente quebrar a continuidade do PT. E em 2014, eu chamaria o leitor para votar em Aécio Neves só para tirar o PT? Não, até porque eu sou de Minas Gerais e conheci o governo Aécio Neves. O José Serra na pior das hipóteses já foi governador de estado, já foi ministro e era preferível a DILMA ROUSSEFF, a burocrata reboque do Lula. No caso do Aécio Neves, temos lá nossas dúvidas. Até de proibir jornalista de falar mal do governo dele ele dava um jeito (veja a matéria publicada no Brasil de Fato em http://carlinpcdob.wordpress.com/2007/05/14/jornal-brasil-de-fato-a-farsa-do-governo-aecio-neves - nota: o jornal é "democrático").

Mas o pior não é o distinto se dizer o líder da oposição. O pior é que se isso não é verdade, parece. Opções: Eduardo Campos e Marina Silva.

A Marina Silva primeiro foi lançada nacionalmente no governo Lula, então é uma muda do petismo. Era ministra do Meio Ambiente, tomou uma rasteira no próprio governo, caiu fora. E há pouco tentou criar um partido novo, a REDE, e o TSE não aprovou o registro. E a grande opção ao PT, terceira colocada na eleição de 2010, é, como dizem alguns, uma melancia: verde por fora, vermelha por dentro.

Mas tem mais: fora o Aécio Neves, que já tem filme queimado desde o governo de Minas, a campanha nem começou e a oposição de direita já está ficando mal na foto:

  1. "Do total de 2002 eleitores consultados pela pesquisa, 40% dos que demonstraram intenção de votar em Campos não votariam 'de jeito nenhum' em Marina Silva. Dos que têm predileção pela ex-senadora, 27% rejeitam o nome do governador de Pernambuco". ("Transferência de voto de Marina não é automática e pode ser dividida", O Tempo, Belo Horizonte, 11/10/13 - http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/transfer%C3%AAncia-de-voto-de-marina-n%C3%A3o-%C3%A9-autom%C3%A1tica-e-pode-ser-dividida-1.726937)
  2. "Em nota, Kátia Abreu defende Caiado e ataca Marina" (O Tempo, Belo Horizonte, 09/10/13 - http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/em-nota-k%C3%A1tia-abreu-defende-caiado-e-ataca-marina-1.726113). O deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) foi prestar apoio à candidatura de Eduardo Campos e a Marina Silva disse que ele era "inimigo histórico dos trabalhadores rurais".
  3. "A 'nova política de Campos' - Governador inaugura escola que funciona há 7 meses no Recife. Ou: Nem para inglês ver..." (Reinaldo Azevedo, 16/10/13 - http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-nova-politica-de-campos-governador-inaugura-escola-que-funciona-ha-7-meses-no-recife-ou-nem-para-ingles-ver).
  4. "Contra Campos e Aécio, Dilma vence no primeiro turno" (O Tempo, Belo Horizonte, 12/10/13 - http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/contra-campos-e-a%C3%A9cio-dilma-vence-no-primeiro-turno-1.728166)

Como disse o Lobão, antes disso, no bate-papo com o Olavo de Carvalho, "Você vai votar em quem? Não dá vontade nem de sair de casa!"

Abigail Pereira Aranha

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

OAB cada vez mais esquerdista: agora ameaçam o pastor Lucinho por “incitação à violência”. Como sempre, é truque sujo. « Luciano Ayan

OAB cada vez mais esquerdista: agora ameaçam o pastor Lucinho por “incitação à violência”. Como sempre, é truque sujo. « Luciano Ayan

Homem que presta, o caráter do seu c* é rola?

Abigail Pereira Aranha

  1. Qualquer mulherzinha é o que é e não vai mudar, mas você deve mudar o que é ou faz para garantir a boa convivência.
  2. Você tem um trabalho desagradável para onde vai e volta de ônibus lotado para sustentar a sua família, mas se quiser receber um jantar pronto ou sexo da própria esposa, você é machista.
  3. Você conhece homens doentes por doenças profissionais ou soube de conhecidos mortos em acidente de trabalho, mas as esposas deles devem se aposentar mais cedo pela dupla jornada de trabalho.
  4. Você vê homens com residência fixa na região metropolitana dormindo na rua só para economizar o vale-transporte e ter mais dinheiro para sustentar a família, mas nunca ouviu falar de menina pular muro de escola para se encontrar com um rapaz que estuda e trabalha para perder a virgindade com ele aos 15 anos.
  5. Você não deve julgar ninguém, mas soube por terceiros um pouco do que a lagartixa de chapinha que nunca conversou com você 2 minutos disse a seu respeito.
  6. E por causa do que ela disse, você já levou sermão de chefe sem saber por quê.
  7. Você tenta tratar as mulheres com respeito, mas as mulheres com a mesma profissão que você mal lhe dão um bom dia, uma colega já te deu uma patada dizendo "meu namorado é ciumento" e esta semana sua vizinha pegou fila pra ser revistada sem roupa antes de fazer visita íntima pro namorado bandido na cadeia.
  8. Fale disso e uma delas vai lembrar que você ainda é virgem aos 25 anos.
  9. Ah, e você nunca ouviu falar de homem machista solteiro ou bandido sem mulher.
  10. E também não conhece nenhum homem violento ou bandido que paga pensão.
  11. Homens casados se suicidam aos milhares por ano ao redor do mundo por causa de um Judiciário anti-homem e do inferno que suas esposas fazem, mas só mulheres mortas ou agredidas importam para a mídia.
  12. Mineiros presos ou soterrados em minas não provam que a sociedade não é machista, mas qualquer assassino de uma mulher preso ou procurado pela polícia representa você como homem.
  13. Você pode ser preso porque qualquer mulherzinha que nem conversa com você fez uma denúncia falsa e sem prova de crime sexual, mas sabe que a sua vizinha que apanhou do marido fez e retirou a queixa pela terceira vez este ano.
  14. E o movimento pelos direitos dos homens é ignorado pela imprensa, exceto os fakes criados especificamente para transformá-lo em caso de polícia.
  15. Mas no Facebook, violência contra homem, inclusive assassinato, é motivo de piada, quando não é luta contra a opressão.
  16. Todos os homens profissionais exemplares há mais de 5 anos na mesma empresa que você já viu falar do trabalho falam de sair de lá.
  17. O seu computador no trabalho é vigiado ou bloqueado, enquanto o gerente está comendo a sua colega incompetente e antipática que foi promovida em 3 anos.
  18. Você deve controlar como fala com as mesmas colegas que só tratam você com desrespeito.
  19. Talvez uma delas, com filhos de dois babacas diferentes, diga que se você não for tão íntegro e amável quanto já é, nunca vai ter chance com as mulheres.
  20. Ser um homem de caráter é se importar com padrões morais e profissionais que só são cobrados de você, por direitos que valem para todos menos você, por penas que só valem pra você e pelo bem de todos menos você.
  21. Pior que o lugar onde a desonestidade dá lucro e o crime é impune, é o lugar onde ter caráter traz mais perda do que ganho.
  22. E se você reclamar, não é um homem maduro.
  23. E pode ouvir isso de homens com uma vida pior que a sua.
  24. Ou de uma mulher que já curtiu uma "piada" com um homem agredido ou assassinado por uma mulher no Facebook, mas se revoltou contra o machismo de uma propaganda de cerveja.
  25. Mas você não precisa desprezar as mulheres, apenas desprezar a arrogância, a tolice, o mau caráter e o cinismo, e é problema delas mostrar a diferença.
  26. Você não precisa deixar de ter caráter, só precisa não ser fraco nem ingênuo.
Texto original em português sem fotos e vídeos de putaria, no A Vez das Mulheres de Verdade: Homem que presta, o caráter do seu c* é rola?, http://avezdasmulheres.blog.com/2013/10/21/homem-que-presta-o-carater-do-seu-c-e-rola
Texto original em português com fotos e vídeos de putaria, no A Vez dos Homens que Prestam: Homem que presta, o caráter do seu c* é rola?, http://avezdoshomens.blogspot.com/2013/10/homem-que-presta-o-carater-do-seu-c-e.html

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

Sex, lust, debauchery, naked woman, pornography section

Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia

loura-blusa-xadrez-calcinha-211013 - veja mais / vea más / see more / vedi più (me visite no Facebook / visiteme en Facebook / visit me at Facebook / visitame in Facebook)

823780-beautiful-big-tits-in-this-amazing-photo - veja mais / vea más / see more / vedi più

hot-mature-blonde-on-snooker-table-211013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

Lucy-Lee-dp-teen-211013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

adolescente-pode-roubar-so-nao-pode-meter-com-homem-honrado-211013 e bullying-dois-gozando-na-cara-de-menina-211013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Os inocentes e idiotas ex-úteis (ou: 17 séculos de socialismo)

Abigail Pereira Aranha

Capítulo 1: o que Jesus Cristo e Nossa Senhora têm a ver com o lesbo-socialismo?

Já são 7 anos desde que eu comecei o blogue A Vez das Mulheres. Por esses dias, comecei a me lembrar do começo. Quem antipatizava com o meu trabalho no começo eram homens machistas e cristãos mente curta. Não demorou muito, eu já ganhei antipatia em grupos feministas porque condenava o lesbianismo e a mediocridade feminina. E também estava com os ateus. Hoje, os meus grandes amigos no Facebook são na maioria cristãos devotos, direitistas ou até machistas. E também sou parceira do masculinismo brasileiro, vulgo "Real", e quase sempre fui muito bem recebida nos fóruns e nos blogues deles (quando algum misógino revoltado veio me atacar, eu fui defendida no grupo mesmo). E os inimigos que eu ganhei continuam (lesbofeministas, manginas e esquerdopatas), além dos ateus quase sumirem da minha companhia porque, fora muito poucos, são uns emasculados esquerdistas ou só uns moleques otários. Mas o que me chamou mais a atenção não foi só a minha mudança de meio para defender os mesmos ideais (liberdade, justiça, honra, decência, safadeza, etc), junto com um bocado de gente que saiu da esquerda para defender a democracia na mesma época. Foi que nós saímos, pelo menos aparentemente, de uma hegemonia carola para uma hegemonia socialista. E mais: isso foi em tipo meio século, e parece que foi do nada. Mas não foi. A história do socialismo teria começado no começo do século IV?

A Igreja Católica foi criada no ano 313. Lembrando que só o cálculo do ano em que Jesus Cristo teria nascido foi no século VII. A Igreja Católica além de ter semelhanças com o paganismo babilônico era uma religião mais de festas e rituais que de doutrina (se você é mais velho, se lembra do tempo em que o católico tinha medo, literalmente, de ler a Bíblia). Só para dar um exemplo, o Carnaval era uma despedida da carne antes da Quarta-feira de Cinzas. E a Quarta-feira de Cinzas, que começa a Quaresma, é sempre 47 dias antes do primeiro domingo de lua cheia da Primavera do Hemisfério Norte, que é o Outono do Hemisfério Sul. E este domingo é a Páscoa. A Páscoa pagã, a Páscoa judaica é no fim de março ou início de abril. E por falar em pagão, de onde vem o termo paganismo? De paganus, que significa camponês. Por que o Evangelho do Filho de Deus tinha que fazer concessões aos pagãos?

Mas tem mais. Quem era Jesus Cristo, em termos humanos? Um popular judeu. Não é curioso que o Verbo Encarnado fosse supostamente mais um líder nacionalista de uma colônia obscura, fracassada e megalomaníaca do Império Romano? Se pelo menos os discípulos de Jesus Cristo pelo menos se destacassem da sociedade, em vez de Israel continuar na mesma até a Dispersão e até hoje os cristãos mais devotos serem mais pobres que a média mesmo nos países cristãos, a gente até podia dar um desconto.

E Maria, ou Nossa Senhora? A própria Bíblia não dá base nenhuma para toda a veneração que se faz a ela na Igreja Católica. No Novo Testamento, ela é só mais uma discípula de Jesus, sem posição especial. Fora dos evangelhos, ela só é citada de passagem em Atos 1: 14. E onde no Novo Testamento alguma mulher tem cargo ou autoridade na igreja? Mas a Igreja Católica, fazendo adaptação de mitologia babilônica, diviniza a madame.

O leitor ainda não entendeu a ligação? Como um povo acostumado à esmola e à glorificação da miséria vai ser contra o comunismo? Que modelo de vida decente uma pessoa vai ter se o próprio Filho de Deus era um carpinteiro de Israel, uma colônia irrelevante com complexo de superioridade? Como não ter um socialismo onde a religião dominante começou, segundo a sua Bíblia, com um grupo quase todo de pobres e marginalizados em torno do Deus feito homem, que depois enfrentaram o poder do Império Romano? Que dificuldade o feminismo teria onde se venera, ou se adora, uma mulher ao lado do Deus Filho?

Capítulo 2: a Igreja Católica era a União Soviética do Cristianismo

E vieram o marxismo, o socialismo, o feminismo. A União Soviética começou na Rússia, com base (ou pretexto, dirão alguns) nas ideias de Karl Marx, um alemão. E esse alemão teve inspiração, entre outras fontes, na Evolução de um anglicano inglês, Charles Darwin. O feminismo veio junto (no tempo e no espaço) com a Revolução Industrial, no Reino Unido e nos Estados Unidos. Nessa história toda, qual país não era católico ou protestante? A Inquisição católica acabou no fim do século XVIII. Gente, não é coincidência que no fim do século XVIII e na primeira metade do século XIX tivemos fim da Inquisição, Revolução Industrial, capitalismo e o começo do socialismo? A igreja cristã (naquele sentido popular "a igreja somos nós") preparou o próprio pé na bunda?

Ah, você é cristão mas não é católico, e acredita que o Catolicismo Romano é um desvio do Cristianismo original? Então por que a Igreja Católica Apostólica Romana foi a primeira grande igreja cristã, assumindo que o Cristianismo começou mesmo no fim da década de 20 d. C.? Por que o Catolicismo Romano é a principal divisão do Cristianismo até hoje, e até há poucas décadas a maior religião do mundo? Se a Igreja Católica era desviante, ela conseguiu perseguir as igrejas fiéis só porque tinha poder político? Ah, a Igreja Católica era grande em poder e popularidade porque era infiel, demagógica e corrupta? Bem, você está chegando no ponto.

Tudo que alguns antiesquerdistas cristãos reclamam hoje começou no tempo de glória da igreja deles. A glorificação da ignorância usa até hoje trechos mal interpretados da própria Bíblia. As disputas internas da esquerda ou da esquerda com um centrismo como se fossem o bem (a facção da esquerda) contra o mal (o resto) lembram as patacoadas da Reforma Protestante e da Contrarreforma. Os ataques na internet contra quem só diz o nome de um antiesquerdista conhecido ou de um boneco de judas escolhido pela esquerda lembra a Inquisição católica e os seus livros proibidos. E o que devia ser uma "troca de ideias" com pessoas de destaque, inclusive especialistas e professores universitários, lembra os desentendimentos com carolas provincianos e trabalhadores rurais analfabetos da década de 50.

E qual a contribuição das igrejas cristãs para a humanidade? Anti-sexualidade, glorificação da miséria, destruição da ciência dos gregos e montar nas costas dos cristãos que fizeram alguma coisa. E, como tentamos mostrar aqui, a implantação do Marxismo. Se alguém pensou em elevados padrões morais, tudo que é decente em termos de moral não surgiu na década de 20 d. C. Mas os cristãos querem os royalties da Medicina feita quando a Igreja Católica proibia dissecação de cadáveres, da Matemática feita quando a Igreja Católica dizia que o zero era coisa do Capeta, do Estado de Direito conseguido depois do absolutismo justificado com o "direito divino dos reis", e por aí vai. Isso lembra muito o papo esquerdista sobre países "recuperados" pelo socialismo. Eles sempre acabaram com uma miséria que não existia e com problemas que depois deles chegarem só pioraram. E os socialistas ainda inventaram vacina para câncer em Cuba (eu gosto de brincar com frases de duplo sentido, hehehehe).

Saindo um pouquinho do assunto, mas falando em contribuição do Cristianismo para a humanidade: a Igreja Católica criou o Islamismo. De acordo com o ex-sacerdote jesuíta Alberto Rivera, a Igreja queria Israel, em especial Jerusalém, aí financiou Maomé para criar uma espécie de Al Qaeda e juntar a Península da Arábia, que era um bando de tribos desunidas, pra cair todo mundo em cima de Israel. Mas até lá, o negócio deu tão certo que na hora de entregar Jerusalém para o Papa, como combinado, os árabes deram calote. O Adventismo em Foco tem esta história traduzida.

No Brasil, por exemplo, não existe um partido, nem mesmo uma organização de peso, que represente a direita ou o conservadorismo, mesmo assim os esquerdistas têm delírios de uma oposição da direita ou uma trama das elites quando veem qualquer tweet que discorde deles. Qualquer heterossexual sem vergonha de ser heterossexual é assassino de gays, qualquer homem que mencione as falsas denúncias de estupro é a favor da violência contra a mulher, qualquer branco que ache que negros não devem entrar mais fácil na universidade só por serem negros é racista. Isso lembra os tempos da Inquisição, em que os católicos achavam hereges e ateus até entre eles mesmos. Lembra também o Brasil de hoje, que tem 90% da população católica, protestante ou evangélica, mas "deu as costas pra Deus".

E como começou a Reforma Protestante? Como tentativa de restaurar a pureza do Cristianismo original na Igreja Católica Apostólica Romana. Isso lembra, no Brasil, a história do PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado, que começou com gente saindo do PT depois que o partido começou a "vacilar" na ideologia socialista).

Capítulo 3: a Liga Cristã Juvenil Anti-Sexo

Sexo: sabedoria na vida sexual é uma coisa, boa; castidade é outra, um pé no saco. Quem acredita que admirar o sexo oposto ou ter um sexo gostoso é pecado, pode aceitar qualquer coisa. Esse "qualquer coisa" inclui a glorificação da falta de prazer (em geral), a canonização do autossadismo, o tratar como especial quem o trata como inferior (família, igreja, empresa e país) e o se medir segundo o que vai deixar para a viúva que já encheu o saco no quinto ano de casamento e os filhos mal acostumados. As igrejas cristãs pararam de demonizar o sexo a reboque da educação sexual nas escolas (década de 90), a contragosto. Se na década de 60 os homens cristãos ainda procuravam prostitutas, assediavam empregadas ou meninas da própria família ou transavam com éguas, é porque não conseguiam aceitar a repressão da sexualidade. Reprimir a própria sexualidade podia ter alguma vantagem para as mulheres, porque liberar a periquita apenas para o marido e, talvez, para algum outro homem destacado podia render o sustento ou um destaque social e profissional, tudo isso fora da vida dura dos homens. Mas as lesbonazistas só conseguem ver a suposta repressão à sexualidade feminina, e qualquer homem que já disse algo perto de sexualidade nas conversas com as amiguinhas dos anos 2010 sabe a patada que toma nessas horas. A pessoa que tenta não gostar de sexo vira neurótica. E mais que neurótica, é incoerente, hipócrita, duplipensadora ("duplipensar" é do romance "1984", do George Orwell: ter em mente duas coisas contraditórias e aceitar ambas). Isso quando não tem só sedentarismo mental.

Qual o cristão que pode fazer uma defesa intelectualmente séria, em 2013, de porque só fazer sexo depois e dentro do casamento? Qual o cristão que pode explicar, como gente inteligente, o que faz uma mulher que já "se divertiu" ter menos dignidade como mulher e ser menos recomendável como esposa que uma das lagartixas bizarras e farisaístas cobertas até o tornozelo da igreja dele? A única resposta razoável para essas perguntas que eu vi publicada por escrito foi um texto dentro do livro "Excelentíssimos Senhores", do Rubem Amorese (é, fofinhos, eu conheço o bom da cultura cristã e cristãos de bom gosto). Mais do que simples falta de argumentos ou de autocrítica, a "moral e bons costumes" é uma psicose individual afluente de uma psicose coletiva. Não é curioso que os países socialistas sejam de pessoas ainda mais frustradas sexualmente que os países puritanos considerados livres? O George Orwell soltou essa dentro do "1984", em um diálogo da mocinha da Liga Juvenil Anti-Sexo com o Winston.

Capítulo 4: o conservadorismo cristão quase "cumprindo o seu papel histórico" e o que ainda tem para oferecer (a "eles")

Se a Igreja Católica foi importante na Idade Média, foi porque quase monopolizava o pouco de Ciência da época e oferecia também caridade e ilusão para os analfabetos cheios de medo e ignorância enquanto estes combatiam a inteligência de verdade. Isso também era assim, com menos força, na Idade Moderna. Mas até aqueles que não gostam de leitura e odeiam a inteligência e a verdade gostam de usar delas até onde interessa quando podem. Ou, pelo menos, gostam do que os cientistas e pensadores conseguem praticando o seu amor à Ciência, à verdade e ao próximo quando aumenta a qualidade de vida. E aquelas novidades esquisitas que os nossos estudantes hoje costumam ler de má vontade nos livros que ganharam da escola pública eram melhores que o nível científico da Europa que morreu um terço na Peste Negra na Idade Média. A Idade Moderna foi o período em que se concentrou o desenvolvimento científico antes da Revolução Industrial. Se eu vivesse no fim da Idade Moderna e tivesse alguma influência como Adam Weishaupt, que criou a ordem dos Illuminati em 1 de maio de 1776, eu não ia trabalhar duro, arriscar o couro e ter discussões estafantes para dar o fruto do meu trabalho para nobres imbecis, comissionados sem talento e sacerdotes parasitas, tentando melhorar a vida dos mesmos analfabetos dedos-duros frustrados que eles usariam para roubar o meu trabalho e os meus bens. E foi mais ou menos o que os Illuminati fizeram.

E já que um dos objetivos dos Illuminati era destruir a religião, não é curioso que dos da Teoria da Conspiração e dos que falam em sociedades secretas, quase todos sejam cristãos mais dedicados? Essas pessoas em particular são até dignas de respeito, mas como grupo de cristãos capitalistas conservadores, eles são os primeiros a perceber, e mal, que estão sendo descartados. Gente, por que o Manifesto Comunista apareceu quase 60 anos depois da Revolução Francesa que acabou com o feudalismo e criou o capitalismo? Por que depois da Segunda Internacional, em 1889, a história do Cristianismo foi basicamente surgimento de igrejas pentecostais e seitas bisonhas, organizações heréticas como o Conselho Mundial de Igrejas, facções de facções, a Igreja Católica só encolhendo, as igrejas sérias quase não crescendo e vergonha pública em todos os aspectos, enquanto o Marxismo, o Feminismo e o Movimento LGBT só foram pra frente, e patrocinados por capitalistas? Isso não pode ser uma conspiração satânica para atingir a igreja porque o Cristianismo no Ocidente era como o maoísmo na China, então alguém de fora montar uma conspiração, ainda mais para destruir a própria igreja por dentro, era muito improvável. Foi o próprio Cristianismo que cedeu aqui ou perdeu autoridade ali.

O Liberalismo e o Cristianismo como se conhecia no fim do século XIX estão mortos pelos próprios defeitos, sem expectativa de ressurreição. Isto só não é bom porque os herdeiros deles são ainda piores. O sexo depois de um casamento na adolescência para as mulheres e com pelo menos uns 25 anos para os homens já teve o seu tempo de ser pelo menos explicável. Hoje, as igrejas nem falam muito sobre os namorados adolescentes que já transam, desde que não saia gravidez. O casamento indissolúvel já foi justificável, para proteger tanto maridos ricos quanto esposas dependentes. Hoje, quem pregar o casamento indissolúvel mal é levado a sério em igrejas tradicionais, e mesmo entre os que defendem a ideia são poucos os que aceitariam o casamento que além de indissolúvel foi arranjado pelos pais dos cônjuges. Na década de 60, as igrejas se dividiam pela verdade. Hoje, são tolerantes no erro. Num país de mais de 20 por cento de evangélicos, casos de cristãos perseguidos ou mortos por pregar o Evangelho em países hostis ou por ter uma atitude típica de um cristão da década de 50 ou 60 são tratados em blogues de acesso mediano e esporadicamente em pregações de domingo (você conhece o Ministério Portas Abertas, por exemplo?). E pra piorar, temos esquerdistas dentro das igrejas, e não um diácono aqui, um pastor ali, mas grupos de feministas, grupos de abortistas, grupos de socialistas, e até igrejas para homossexuais. Até insistir que os cristãos parem de se achar acima da crítica para se dar um mínimo de honradez é complicado. Voltar às condições pelo menos da década de 50 é uma ideia risível de tão inviável.

E temos o Liberalismo também. Defender as privatizações das empresas estatais e menos intervenção estatal nas empresas mobiliza pouco a própria burguesia. O Rodrigo Constantino e o Instituto Von Mises podem confirmar, no caso do Brasil. Por quê? Porque o socialismo e o comunismo são capitalismo estatal, ou uma oligarquia controlada pelo Estado. Quem estiver dentro vai se dar bem e ainda ver os de fora acabarem. E os empresários podem fazer negócios muito lucrativos com governos socialistas de outros países, vejamos o exemplo da China. Mesmo em governos que não são formalmente socialistas, muitos empresários fazem agrados ao governo para ganhar dinheiro público. O capitalista que investe e aceita o risco é raro hoje. Não é só para sustentar líderes comunitários, burocratas imbecis, funcionários fantasmas e pobres vigaristas que o Estado é obeso, incompetente, caro e corrupto. O grande cliente da corrupção e do mau uso da verba pública é a grande empresa. Você já deve ter percebido (pego o exemplo do Brasil) cada vez mais mulheres antipáticas nos caixas das lojas, cada vez mais negras mal encaradas nas grandes redes de lanchonetes, cada vez mais ninfetinhas entrando em empresas que só oferecem vagas pedindo experiência tendo funcionário mais velho deslocado para ensinar o serviço ou consertar as burradas. O esquerdismo, nem é o socialismo consolidado, dá a possibilidade do dinheiro público para empresários que só são "alguém na vida" porque são filhos de burgueses. Os empresários se esforçam menos para agradar os clientes, bajulam os governantes, fazem coro para qualquer campanha soviética e podem até subsidiar a própria incompetência com dinheiro público. Enquanto isso, os políticos e os burocratas dominam a sociedade.

Mas o papel do Cristianismo e do Liberalismo (e também do Ultraliberalismo, chamado erradamente de Anarcocapitalismo) não é só ser saco de pancadas e caricatura da oposição para a esquerda: eles ainda podem fazer mais pela "revolução popular". Os cristãos direitistas ainda podem defender a família, enquanto o LGBT-Feminismo defende a união civil e a adoção de crianças para homossexuais. Eles ainda podem condenar qualquer mulher que já teve um orgasmo ou mais de um homem na vida, como Valerie Solanas chamava a mulher heterossexual de tola no Manifesto SCUM. Eles ainda podem pregar contra a pornografia, como algumas feministas fazem, pedindo inclusive a criminalização da pornografia. Eles ainda podem ajudar a fazer a confusão de prostituição feminina com violência, tráfico de pessoas e humilhação da mulher, como as feministas fazem, pedindo inclusive a criminalização da prostituição. Eles ainda podem acusar o Movimento LGBT de promover a pedofilia, como os feministas fazem com os masculinistas brasileiros. Eles ainda podem defender o fim da "boa vida" dos presidiários, como se todos sem exceção tivessem vida de rei na cadeia, enquanto nos países socialistas os opositores ao governo são presos sem os direitos fundamentais, isso quando vão para a cadeia. Eles ainda podem pedir a censura na televisão chamando qualquer cena de mulher de biquíni de pornografia, aumentando o poder do Estado de decidir o que o filhotinho de 10 anos pode ver ou não, de quebra ajudando a ditadura da inveja lesbofeminista. Quem me conhece desde 2006 sabe que eu queria ver o Cristianismo acabar, mas não com tanta desonra.

O poder emana do povo. Inclusive o poder dos "poderosos". E os socialistas entenderam isso. Em breve, eles podem dizer que o conservadorismo cristão já cumpriu o seu papel histórico.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Homem gosta de curvas? Então tá!

"Homens gostam de curvas": resposta dos Homens Realistas (A Vez das Mulheres de Verdade, no Blog.com e no Livejournal)


(Homens Realistas)

Gente, eu não tirei o print screen na hora e perdi. Uma lésbica apareceu nos comentários com uma imagem de um cachorrinho na rua ajuntando cocô com a legenda "limpando a merda que vc postou". Quando a turma reagiu, saiu dizendo "ninguém pediu sua opinião". Já dissemos: a liberdade que essas vacas pedem é para elas mesmas.

Se é pra achar gordinha gostosa, então vamos ao que interessa

mulher-cheinha-de-costas-081013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

gorda-vestido-com-decote-calcinha-Lisa-Canon - veja mais / vea más / see more / vedi più

gorda-bunda-enorme-very-huge-ass-081013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

duas-negras-com-fantasia-081013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

gorda-fudendo-sienna-hills-081013 - veja mais / vea más / see more / vedi più

rapaz-chupando-gordinha-anna-kay - veja mais / vea más / see more / vedi più

Fatty Videos

Fat Hut TGP

Big Ass, Big Booty

A Big Ass

Beijos aos gatinhos que são honrados e só tomam patadas por respeitar mulher.

Abigail Pereira Aranha

Por que o feminismo não busca igualdade, mas sim supremacia | Metendo a Real

Por que o feminismo não busca igualdade, mas sim supremacia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook