segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Os escravos da buceta e as mulherzinhas

Abigail Pereira Aranha
É um porre ver um monte de marmanjos babando por uma mulher que faz questão de provocar mas finge que não faz. Me irrita ver um homem falando com o outro "olha que mulher gostosa", e ela nem dando confiança, ou melhor, fingindo que não está nem aí ou nem querendo isso mas no fundo se achando o máximo. É o escravo da buceta, que é pisado nesse joguinho e nem se dá conta.
Alguém meteu na cabeça dos meninos que pra serem homens eles têm que ter mulher pra transar e pra ter filhos. E se a mulher for nova, bonita e tiver um corpão, vai ser melhor. E se eles conseguem transar com um mulherão, vão contar vantagem em rodinha. Se pegaram uma mulher feia, ou gorda, ou estava bêbada, etc vão falar que pegaram uma mulher, mas não vão dar aqueles detalhes. Se eles não pegam ninguém, inventam umas histórias de que pegaram. Está certo que sexo é uma delícia, mas não pode virar essa fissura. E é aí que nasce a mulherzinha.
Uma mulher bonita e que tem um corpo bonito pode perfeitamente ser inteligente, simpática, madura e outras qualidades. E deve ser muito bom para um homem encontrar uma mulher assim. Mas às vezes uma mulher que tem uma carinha bonita, um par de seios bem feito, uma bunda boa pode achar que só isso já está bom e ela já vai ter homem babando por ela. Aí ela vira mulherzinha. Uma mulher fútil, convencida, alienada, grossa. E reprimida, muito reprimida.
E como mesmo ela sendo uma mulherzinha ela ainda tem os escravos da buceta aos pés, ela pode escolher os melhores. Os melhores nos interesses dela. Os melhores de posição, de dinheiro, pra colocar medo nos outros (tem mulher que tem isso também), os mais capachos, os mais burros de carga pra levá-la nas costas, etc.
Ou então ela pode alugar a buceta pra quem e quando convém. Não, eu não estou falando de prostitutas, porque elas trabalham, passam aperto e pelo menos algumas merecem respeito, como trabalhadoras e como pessoas. Eu estou falando de mulherzinha cheia de não-me-toques, às vezes até casada e com aquela cara de moralista, mas que usa a buceta pra subir no emprego, pra passar de ano, etc. Prazer nem pensar. A buceta é uma arma, sexo é moeda, se ela aprender a ter prazer não controla mais os escravos da buceta. Mulher que dá sem frescura pra um cara que não conhece ou conhece mas mal conversa geralmente está se vingando do benzinho. Uma mulherzinha não transa com um gatinho bacana só pelo prazer de uma boa transa e diz que se valoriza. Mas não é porque dando pra um homem que não seja comprometido com ela vai se desvalorizar, ser uma mulher pior. É porque ela vai deixar de aproveitar o sexo pra conseguir um escravo da buceta como marido ou arrancar alguma coisa de um escravo da buceta.
Ou então a mulherzinha nem pensa em dar pra ninguém, mas qualquer decotão e minissaia já tem escravo da buceta babando e fazendo gentileza. E o egozinho medíocre dela aumenta às custas de escravo da buceta sem dignidade.
E tem as mulherzinhas feias também. Tem mulher que não é muito bonita e é amadurecida, até aproveitando que os escravos da buceta a deixam de lado. Mas tem muita mulher feia que vira mulherzinha. Um tipo de mulherzinha feia é a que tenta ser a mulherzinha bonita, a famosa baranga. Outro tipo de mulherzinha feia é a canhão mal comida. Ela é frustrada, mal humorada, sem muitos amigos. Outro tipo de mulherzinha feia é a falsa bem resolvida. Tem cursos, tem carreira e disfarça que não é frustrada por não ser uma gostosona pra ter os homens aos pés e, se não conseguir um belo casamento com um rico trouxa escravo da buceta, pelo menos se dar bem na base da buceta. E a mulherzinha feia, mal amada e sexualmente insatisfeita é uma bela duma beata moralista. Os homens não ficam muito atrás dela, então fala que as mulheres mais simpáticas ou que têm mais sucesso com os homens são galinhas. A mulherzinha feia costuma ser o pior tipo de mulherzinha, que é a que tem inveja de outras mulherzinhas. E os escravos da buceta que não conseguiram nada com as bonitas vão tentar alguma coisa com as feias.
E tem homem que estuda, trabalha, junta dinheiro pra essas piranhas darem confiança pra eles e, quando consegue uma, ainda conta vantagem de ter uma mulher linda, cheia de plástica, 20 anos mais nova que eles, etc. Isso é ser um escravo da buceta sem dignidade.
A mulherzinha não dá valor pros homens que tentam respeitar mulher e só atrai homem porcaria. Canalha, "machista", bandido, cachaceiro. Ela merece se lascar e procura o jeito pra se dar mal com as próprias mãos, só não vai parar onde merece por causa dos escravos da buceta.
E aí, rapaz, o que fazer?
Alguns homens com mais experiência dão conselhos tipo "pra comer mulher tem que tratar mal". Alguém pode até falar que é machismo, e até é, mas quem pode falar pra eles que isso é preconceito e pode provar que eles estão errados? E o pior que muitos desses homens já tiveram muito respeito pelas mulheres, já quiseram ser felizes ao lado de uma mulher fazendo ela feliz também, mas quase todas os deixaram de lado pra ir atrás de cafajeste e as poucas que deram alguma atenção fizeram muita sacanagem depois. Eu trato bem quem me trata bem, e só transo com homens inteligentes, simpáticos e que respeitam mulher. Ele pode até não ter o pau grande (que eu adoro), mas transo com ele com muito gosto e faço questão de ele se sentir bem comigo. Mas quantas mulheres são assim? Uma ou outra, infelizmente. Eu até saí um pouco do assunto, e agora eu faço uma pergunta: esses homens, pelo menos alguns, não são escravos da buceta mal assumidos? Eles não fazem a mesma coisa que os capachos, que é tentar transar, só que os capachos tentam e eles conseguem?
Se quiser se casar ou até agarrar uma mulher, não aceite menos do que uma mulher legal que gosta de você pela sua pessoa. Infelizmente, mulher assim está muito difícil. Mas se você se dá valor, achando uma mulher assim vai ser ótimo, não achando, como diz o ditado, antes só que mal acompanhado. Qualquer coisa, vá na zona, por que não? Tem mulher legal lá também. Não ligue se vão pensar que você é um fracassado que não consegue pegar mulher. Até porque você sabe quanto se esforçou e não conseguiu nada, então não é culpa sua, ainda mais se você é uma excelente pessoa.
Por muito tempo tentam colocar na sua cabeça (talvez já tenham conseguido) que você precisa desesperadamente se casar com uma piranha que vai sugar a sua vida e o seu dinheiro em troca de lhe dar a companhia e a buceta e olhe lá. Ou que você precisa ser o que as piranhas interesseiras e folgadas querem num homem pra ficar rodeado delas, comê-las e ser visto como um homem de verdade. Saia dessa lavagem cerebral, valorize coisa melhor que as mulherzinhas, deixe os comedores de rodinha de buteco e as namoradinhas de bandido caçoarem de você se quiserem e encontre e transe com alguém que vale a pena.
~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook