segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

A sociedade não morreu, só o Conservadorismo-Liberalismo - parte 1: Garota Conservadora versus Vai Ter Shortinho Sim, Olavo de Carvalho versus Luciano Ayan, Quitandinha Bar vencendo a militância lésbica e outras notas de nove dias

Abigail Pereira Aranha

01) Primeiro, Luciano Ayan publica "Os 11 padrões de negação da política" no dia 20[01]. No dia 21, ele nos avisa sobre um hangout entre vlogueiros direitistas propondo um boicote às manifestações de 13 de março ("Extrema-direita se une para sabotar 13/3. Atenção MBL, ROL e Vem pra Rua..."[02]). Quando o Luciano cita que o Olavo de Carvalho foi mencionado e pede posição, o que acontece? O Olavo prefere atacar o Luciano ("O ex-comunista se manifesta. Ou: como Olavo de Carvalho ativa sua máquina de assassinar reputações"[03]). Ele chega ao ponto de pedir os dados pessoais dele, fazendo a confusão de anonimato, que é proibido pela Constituição, com uso de pseudônimo, que "adotado para atividades lícitas goza da proteção que se dá ao nome" (art. 19 do Código Civil). Poxa, professor! Parece que o Paulo Ghiraldelli invadiu o seu perfil!

02) O amigo Robson Otto Aguiar publicou um vídeo intitulado "Olavo de Carvalho ativa a sua máquina de assassinar reputações" no dia 24, comentando aquela postagem do Luciano Ayan[04]. Dois dias antes, foi publicada u'a matéria no G1 dizendo que o Robson tinha audiência de conciliação marcada com a deputada estadual Janaína Riva porque ela atribuiu ao Robson a autoria do fake Tioastolfo. O nome não é citado na matéria, mas eu sei do que se trata porque eu mesma dei uma modesta contribuição à distância no caso, tanto para ele quanto para o Emerson Eduardo Rodrigues, que também foi caluniado. Eu escrevi a respeito em julho: "Desonrados do Judiciário à imprensa: Record 'acredita' que Robson Otto Aguiar colocou o próprio nome em blogue ensinando o estupro e em fotomontagem com um denunciador da Igreja Universal do Reino de Deus - e Lola Aronovich aproveita a deixa para... dizer a verdade"[05]. E o que me chamou a atenção é que nenhum grupo de direita comentou nada sobre o caso.

03) Dia 21, o Luciano Ayan compartilhou uma ótima notícia, compartilhada por um leitor: "Quitandinha Bar lotado: chora escória"[06]. "Uma informação ótima para os adeptos da sociedade civilizada", como comentou o Luciano, mas é um dos exemplos da morte da direita brasileira. O Quitandinha Bar venceu pelos seus próprios recursos: compartilhou a versão da distinta, publicou no Youtube as imagens das câmeras de segurança que provavam o contrário e pronto. Tirando nós que lemos sobre Direitos Humanos dos Homens, Feminismo ou movimento socialista, quem viu o vídeo e o próprio pessoal do bar considerou o caso como uma simples lésbica louca que quebrou a cara. Porque para este público, PSDB é direita, Edir Macedo é pastor e antifeminismo é implicância com mulheres menos caipiras e sexualmente frustradas que a avó de quem fala.

04) Faz mais ou menos uma semana que eu conheci a página Garota Conservadora (https://www.facebook.com/Garota-Conservadora-1643378225925406). O primeiro comentário que eu dei, já fui bloqueada. Comentei no meu texto anterior, "O Puritano-Feminismo episódio 26: um pouco da página Garota Conservadora". Publiquei uma seleção da página neste e no texto anterior a este, "Página Garota Conservadora mostrando que o antifeminismo conservador não passa de outro feminismo". No dia 24, as garotas conservadoras me mostram um caso do Colégio Anchieta, Porto Alegre: "Alunas fazem mobilização pelo uso de shorts em escola de Porto Alegre"[07]. "Petição online 'Vai ter shortinho, sim' já tem mais de 6 mil apoiadores. Colégio Anchieta divulgou nota sobre a manifestação das estudantes". A resposta delas foi uma gritaria de tia velha[08]. Se eu não tivesse sido bloqueada, eu diria a elas que o movimento feminista tem conseguido muito mais vitórias há cinquenta anos. Já na matéria: "elas protestaram no pátio da escola e ganharam apoio de meninos também". Eu já disse quando li: as garotas vão vencer. Matéria do dia seguinte: "Um dia após protesto, alunas ignoram proibição e vão de shorts a escola"[09]. "Estudantes não foram barradas pela instituição, que proíbe o uso da peça. Grupo de meninas criou abaixo-assinado contra regras de vestuário".

05) "Amigos, se lembram do caso da Júlia Velo, que no dia 05 alegou ter sido assediada no Quitandinha Bar, tentou chamar algumas amiguinhas para um terrorismo lésbico mas foi desmascarada e tudo que ela conseguiu foi alguns emasculados enchendo o saco na página do bar no Facebook mais alguns subintelectuais fazendo artiguinhos na imprensa regada a Petrolão? 19 dias depois, temos uma notícia de algumas moças fazendo manifestação no Colégio Anchieta, em Porto Alegre, para poderem usar short dentro da escola, a matéria do G1 citando palavras mágicas como 'machismo'. Eu não descarto a tese de uma ação estratégica de colocar o feminismo 'bonzinho' em cena depois que o 'mau' foi queimado. Mas isso pode ser sinal, sozinho ou combinado com essa tese, de que o conservadorismo cristão sumiu da vida cultural, política e cotidiana do Brasil e nem se dá pela falta. Neste caso do Colégio Anchieta, as garotas devem ter sucesso a não ser que o feminismo tosco aja contra." Eu disse isso no Facebook dia 25 às 00:28. Aquela notícia "Um dia após protesto, alunas ignoram proibição e vão de shorts a escola" é das 15:50 do mesmo dia.

06) E eu achando que no "Vai ter shortinho, sim", os garotos iam dar só um apoio moral de participação coadjuvante, um amigo compartilha: "Rapazes usam shortinho em apoio a manifestação #VaiTerShortinhoSim"[10]. Sabia que o movimento ia fazer sucesso, eu sabia que as garotas iam conseguir apoio dos rapazes heterossexuais, mas eu não esperava tanto. E os direitistas seguem só resmungando como velhas frustradas do interior.

07) No dia 24, eu passei na página Garota Conservadora e vi uma postagem, do dia anterior, com o poema "Raquel e Jacó", de Luís de Camões. No mesmo dia 24, Paulo Eneas publicou no Mídia Sem Máscara "Sobre a exclusão da literatura portuguesa do currículo do MEC"[11], e a ilustração era uma cópia deste soneto. É uma coincidência engraçada. O Paulo Eneas é um ex-amigo do Facebook e ele me lembra o Rodrigo Constantino: os dois são liberais e dizem que são ateus (o ateu não precisa pregar e ter uma vida de prostituição tipo Abigail P. Aranha, mas os dois parecem pastores e nunca escreveram um texto defendendo o ateísmo). Mas me lembrei de que eu escrevi "Jacó e Raquel, a matrix na Bíblia" em 2011. Juntando a estória em si com o soneto de Camões: que uma grande obra da alta cultura mundial seja baseada em uma estória bíblica, vá lá, mas se essa obra é um poema que bajula o universo feminino e mostra o protagonista homem ainda mais rastejante do que já era, estamos encrencados.

08) O Rodrigo Constantino publicou no dia 24 "Mudança de comando na VEJA infelizmente comprova meus receios"[12]. Ele comenta uma coisa que eu já estava pensando: "No momento em que o PT definha, em que o próprio Lula consegue apenas ser alvo de panelaço e corre o risco de ser preso, justamente quando era para todos irem à jugular dessa quadrilha para limpar o Brasil desse bolivarianismo socialista, a revista mais combativa e independente sinaliza que quer ficar mais à esquerda, que quer posar de mais 'moderada' para agradar petistas e seus companheiros". Ele só erra na parte dos petistas e seus companheiros, mesmo que esteja se referindo a grupos como PCdoB ou PSOL. Jornais e revistas de notícias pendiam pra esquerda ou pelo menos tinham maioria de esquerdistas na equipe de colunistas já no governo militar. O próprio PT está no governo porque a esquerda conquistou influência na vida cultural do Brasil, o PT não chegou ao poder vencendo uma eleição presidencial em 2002. Se todos os membros do PT forem tirados da vida política, nenhum presidente, deputado federal ou senador vai gravar entrevista pro Jornal Nacional falando em acabar com o Bolsa Família ou com o sistema de cotas nas universidades, ou em demitir os funcionários públicos que entraram pelo sistema de cotas raciais. O PT, o PSOL, o PSTU, o PCO sabem que podem ter vitórias políticas sem muita presença numérica em cargos formais. É a direita em geral que acha que sem cargos políticos não se faz nada em política. Aí, eles não entendem por que o PSTU está mais preocupado com afiliar sindicatos e apoiar movimentos LGBT-feministas nanicos do que com eleger o José Maria de Almeida como Presidente da República, enquanto eles não conseguem oficializar o Partido Novo e fazem banners Bolsonaro 2018.

09) Como eu lembrei, o amigo Robson Otto Aguiar gravou um vídeo sobre o caso Olavo de Carvalho versus Luciano Ayan. O Robson, que já não simpatizava com o Olavo, é agnóstico, o Luciano é ateu. O Robson não é famoso como analista político ou de "frames", embora tenha dado, por exemplo, uma boa análise sobre a chegada da Sara Winter à direita[13], mas o Luciano é. Então, o Robson é ignorado e o Luciano é atacado. E por que isso me chama a atenção? Talvez porque eu mesma sou ateia, mas nós como não-religiosos podemos ver falhas da direita cristã que os cristãos não podem. Mas aconteceu o que eu já estava abordando há alguns meses: a direita cristã pensa que tem uma oportunidade de ouro para um reavivamento provinciano só porque a Dilma Rousseff está fazendo um governo horrível, aí ataca o antiesquerdismo funcional, o que consegue resultados, para alimentar a guerra de vaidades. Eu mesma já escrevi elogios ao Olavo de Carvalho e não mudo uma palavra do que eu disse, principalmente porque eu também critiquei (por exemplo, em "Direita cristã, acabou!" parte 3 e parte 9). Mas a direita está cuspindo no prato em que comeu antes de se recuperar da subnutrição. E entre os que conseguiram reunir a direita e a tiraram da obscuridade estão o Olavo de Carvalho, o Luciano Ayan e o Movimento da Real.

10) Hoje, o Percival Puggina publicou "Shortinhos, Feminismo e machismo"[14] no Mídia Sem Máscara e no blogue dele. Eu tenho meus próprios comentários, que eu fiz no blogue dele, mas vou trazer aqui um comentário que ele recebeu e a resposta dele.

Ismael de Oliveira Façanha: - Discordo, e não se deve ideologizar questões de mero costume. Repito, data maxima venia: Ora, as meninas foram ao Anchieta em shorts com permissão dos pais, que sustentam a escola, juntamente com o governo federal, que a subsidia; é tudo uma questão de moda; elas não têm a mente maldosa dos que as censuram, são bebês. Anátema aos corações apodrecidos que lhes pespegam intenções eróticas. "Honi soit qui mal y pense": Envergonhe-se quem nisto vê malícia...

Percival Puggina: - Prezado Ismael, peço vênia para discordar de tua discordância. Deverias ler o manifesto das alunas para ver o quanto o assunto está ideologizado. Aqui vai apenas um trecho, tipo meia palavra bastante ao bom entendedor que és: "O Colégio Anchieta diz ser um colégio que ensina a pensar e fazer o futuro, mas nós não vemos nada de futuro em suas aulas e suas políticas. Não discutimos temas atuais, fenômenos sociais; não aprendemos política; nunca ouvimos falar de feminismo, machismo, sexismo, racismo e xenofobia em sala de aula; não aprendemos sobre opressão de classe, gênero e raça; não nos falaram sobre o desastre da Vale/Samarco nem sobre as operações anticorrupção acontecendo no Brasil; não nos explicam sobre cotas para universidade; não nos ensinam a diferença entre opinião e discurso de ódio; não nos ensinam o mínimo para compreender e para viver em sociedade. A prioridade é ensinar para o ENEM e vestibulares, entendemos. Mas a educação social e política não pode ser deixada de lado. É por meio dela que construiremos uma geração melhor que a anterior; é por meio dela que criaremos um mundo onde mulheres não serão julgadas e humilhadas pelas roupas que escolhem vestir, pela forma que tem ou por quantas pessoas já transaram; é por meio dela que acabaremos com a realidade de que, a cada 2 minutos, 5 mulheres são espancadas no Brasil e, a cada 11 minutos, 1 é estuprada; é por meio dela que criaremos um mundo onde cotistas não precisarão ouvir que "roubaram a vaga" de alguém que estudou a vida inteira em colégio particular; um mundo onde mães de crianças negras tenham certeza de que, no fim do dia, seus filhos voltarão pra casa; um mundo onde não perderemos mais vidas para a Guerra Às Drogas; onde mulheres não morrerão em clínicas clandestinas de aborto; onde a religião e a política não se misturarão; onde o capital não será mais importante do que a vida; onde os problemas de hoje serão solucionados." Se quiseres a dose inteira, ela está aqui: http://www.sul21.com.br/jornal/alunas-do-anchieta-protestam-pelo-direito-ao-short-o-machismo-nao-decide-a-minha-roupa

Meu comentário: O leitor deve ter pegado os termos clichês esquerdistas como "feminismo, machismo, sexismo, racismo e xenofobia", "cotas para universidade" e desanimado a ler o texto, mas aqui também temos "pensar e fazer o futuro", "operações anticorrupção", "educação social e política", "um mundo onde mulheres não serão julgadas e humilhadas pelas roupas que escolhem vestir (...) ou por quantas pessoas já transaram". Rejeitar o primeiro grupo de palavras como sensacionalismo esquerdista tudo bem, mas qual o problema com o segundo? Explicando melhor: chegamos ao ponto em que o movimento socialista consegue monopolizar as ideias decentes junto com as próprias sandices?

11) Postagem da página Ex Otário, 28 de fevereiro de 2016 às 09:53[15]:

A maior Honra para um homem é formar uma família. Fazer a sua esposa e filho(a) feliz. Acordar todo dia, olhar para o lado e ver a sua linda esposa junto de seu filho, isso não tem preço.

Apenas homens de caráter tem a capacidade de formar uma família. Tem a responsabilidade de protege-lá e supri-la.

Ser pai e marido não é só ir trabalhar e colocar comida na mesa, vai muito além disso. Se você não sabe, não está pronto ainda para formar uma família.

Comentei no original, ainda ontem:

Ex-Otário, você ainda é otário. Troque "homem" por "mulher" (ops, "esposa" por "marido" também) e você vai ver que você não pode dizer isso aqui para uma mulher como pode dizer para um homem. Vamos supor que o Feminismo surgiu do nada há uns 50 anos atrás, como a maioria de vocês conservadores acreditam. A maior honra e o maior sinal de maturidade do seu avô foi trabalhar para patrocinar o curso universitário da neta durante o qual ela participou da Marcha das Vadias.

Ah, e por que um bispo esquerdista, Odilo Scherer, também concorda que a família é "um bem inestimável" e escreveu sobre isso no Estadão em outubro do ano passado?[16]

Como um administrador de uma página como esta, que deve ter conhecimento acima da média sobre falsas acusações de crimes sexuais e a indústria do divórcio, vem defender o casamento tradicional com um texto escrito para aterrorizar analfabetos do interior nos anos 1920? O Conservadorismo cristão se despediu da vida real, a vida real está se despedindo de vocês.

Eu já tinha sido banida, e esse comentário tinha sido apagado, quando esta outra postagem foi feita[17]:

Garotas de short na fila de uma lanchonete, um rapaz olhando

Ex Otário

29 de fevereiro de 2016 às 16:20

Se fossem suas Filhas, o que você faria?

12) Ainda naquele tópico da Ex Otário[18]:


Seguidora Mitando aqui na página!

Tragam um Óscar para esta Mulher!

Thaynara Alves A maioria das moças falando: "mas vcs olham quando elas passam na rua né" "época que roupa definia caráter não existe mais" ... Primeiro, os homens olham porque imaginam que sejam mulheres fáceis. Segundo, é claro que roupa define caráter sim, mulher de respeito não sai com uma roupa dessa na rua, usa outras coisas pra chamar a atenção de um homem e não o corpo né. Um sorriso, uma roupa delicada e bem mais bonito que um corpo toda a mostra

A foto de perfil está pequena, fui ao perfil da moça para mostrar melhor pra vocês.


Roupa reprovada no padrão Garota Conservadora. Hua, hua, hua, hua, hua! Mas o meu Oscar iria para outra comentarista[19]:

Fala que faria um monte de coisa se fosse a filha usando short, mas quando vê uma mulher assim na rua só falta virar a cabeça igual a menina do exorcista

Rosy Amora Lima Fala que faria um monte de coisa se fosse a filha, mas qdo vê uma mulher na rua assim só falta virar a cabeça igual a mina do exorcista.

#Hipocrisia_É_Feio

Mas a Thaynara Alves está certíssima. Na vida real, eu tenho experiência na conquista pelo sorriso.


Quiá, quiá, quiá, quiá, quiá!

13) Ainda nos comentários daquela postagem da Ex Otário[20]:

Vinicius Wagner Rapaz, no dia q elas se vestissem assim, era o dia q eu colocaria as duas pra fora de casa. Filha minha n se veste de puta, e caso isso aconteça, quem vai sair perdendo são elas

Eu teria lembrado a esses leitores que a minissaia foi criada nos anos 1960, e que se isso tivesse o efeito que eles pensam, a Segunda Onda do Feminismo não teria acontecido. Mas eu fui banida antes.

14) Aquele tópico na Ex Otário sobre as duas moças de short e o rapaz do lado olhando me lembrou um caso que eu trouxe em novembro: "Direita cristã, acabou! - parte 8: 'Prefeito espanca a filha 'em nome da moral' e é elogiado por internautas', presente do Pragmatismo Político para a direita cristã por ter me ignorado"[21]. Aquele meu texto também foi baseado em uma postagem no Facebook do Cleuber Carlos Nascimento contando o caso. A diferença entre as duas: quando eu fui ver, a postagem do Cleuber tinha 1.780 comentários, entre esses algumas lesbofeministas dando surra nos conservadores e nas conservadoras que apareceram por lá (fiz uma breve seleção no A Vez das Mulheres de Verdade e no A Vez dos Homens que Prestam); a postagem do Ex Otário tinha muito menos mulheres criticando, por exemplo, o falso moralismo e nenhum feminista (homem ou mulher)... mas só 445 comentários. Como eu estou avisando há meses: a expressão do Conservadorismo cristão está voltando a ser uma ou duas colunas em cada grande jornal ou revista cercadas de paspalhos, dondocas e esquerdistas por todos os lados, páginas de dinossauros falsos moralistas com número de acessos medíocre e grupos de discussão na internet de meia dúzia de netos de coronel que se acham melhores que os outros; como era até uns 10 anos atrás.

15)

As únicas pessoas que se enfurecem ao ouvir a verdade são aquelas que vivem na mentira (Garota Conservadora)

Garota Conservadora

27 de fevereiro de 2016 às 18:00

As únicas pessoas que se enfurecem ao ouvir a verdade são aquelas que vivem na mentira.

Somente tolos tentam modificar a verdade ao invés de aceitar, fazem de conta que está tudo bem quando na realidade está tudo errado, modificar fatos de acordo com o próprio querer é sinônimo de orgulho. Viver na mentira não é questão de necessidade, mas sim de escolha[22]

Disse a equipe que me bloqueou no meu primeiro comentário, quando eu perguntei o que faz uma mulher ser virtuosa além de sexofobia e onde achar uma se as igrejas têm um bocado de vadias enrustidas.

16) Mesmo repudiando Olavo de Carvalho pela atitude dele contra o Luciano Ayan, eu continuo respeitando ele pelo que ele fez e pelo trabalho cultural que ele ainda faz, e acredito também que ele vai pedir desculpas pelo erros em breve. E no dia 27, ele fez uma postagem hashtag #OlavoTemRazao[23]:

Olavo de Carvalho

27 de fevereiro às 23:55

Os esquerdistas me odeiam porque revelei os seus crimes; os direitistas, porque revelei sua burrice. Como uns e os outros se xingam de "fascistas", ambos me xingam da mesma coisa, sintetizando crime e burrice.

Eu li essa postagem e pensei em mim mesma, porque, fazendo as devidas proporções, isso se aplica a mim também. O prof. Olavo ainda pôde reavivar a direita, que quase não tinha nomes dignos de nota, porque ele é um conservador católico. Eu, nem isso. Eu sou ateia, eu prego o ateísmo e já escrevi em 2010 que a religião não tem valor nenhum. Eu também sou anarquista. Eu não defendo a família tradicional como valor, e quero mais que o meu blogue A Vez dos Homens que Prestam seja mais ameaça à família do que tudo que a cristandade já experimentou na História. Se em 1994 eu tivesse uns 20 anos e eu tivesse os meios financeiros e o patrimônio cultural que ele teve para fazer um trabalho antiesquerdista e de elevação cultural do Brasil, eu não teria feito o que ele fez, ou pelo menos não teria conseguido o que ele conseguiu. Na grande imprensa, mesmo escrevendo também sobre cultura, política e educação, eu duraria tanto quanto a Valentina Nappi no Micromega. E se eu tivesse um canal no Youtube como o True Outspeak, eu poderia estar com um vestido tradicional e conseguir esconder os meus melões, eu não seria a Dercy Gonçalves da direita, eu seria a Rebecca Bardoux da direita brasileira. Bom, os conservadores me chamariam de feminista e os feministas me chamariam de conservadora. O tanto de vídeos que o Olavo fez defendendo o Catolicismo Romano, eu teria feito defendendo o ateísmo. O que ele fez defendendo a família, eu teria feito atacando. O que ele fez defendendo a moral e os bons costumes, eu teria feito defendendo a putaria. Será que Jair Bolsonaro, Lobão, Alexandre Borges teriam coragem de fazer um hangout comigo onde nós temos ideias parecidas, como antipetismo, antifeminismo ou valorização da alta cultura? E se eu tivesse o meu Curso Online de Filosofia com o mesmo conteúdo de Filosofia do curso do Olavo, se já criaram boatos de que o Olavo fazia sexo com alunos dele, o que iriam dizer da profa. Abigail Piranha? Eu teria conseguido dar vida a direita, para ela se unir para me queimar numa fogueira na avenida Paulista depois que alguém me raptar na Virgínia.

17) Quem me acompanha há alguns meses pode ter notado que eu escrevo no Facebook ou nos blogues dizendo que eu disse X alguns dias, meses ou anos antes. O meu modesto trabalho é o de uma garota de raciocínio normal, que às vezes pega uma notícia de um grande jornal e tira algumas inferências certas. Um outro sinal de que o Conservadorismo cristão estava morrendo é que nós podíamos contar nos dedos os conservadores cristãos que mostram essa antecipação, mesmo um diálogo com a realidade sem slogans. Olavo de Carvalho, Reinaldo Azevedo, Felipe Moura Brasil, quem mais? Mas mesmo com o meu perfil, eu não tenho inimigos nem bloqueios na direita funcional. Quem me bloqueia no Facebook é um Paulo Enéas, uma Ana Caroline Campagnolo Bellei, uma Garota Conservadora. Os conservadores, a direita, os liberais e os ultraliberais passaram o hediondo governo Dilma Rousseff repetindo os clichês e os reducionismos deles misturados com alguns fatos reais e chamaram isso de análise política. Eles conseguiram alguns milhares de leitores e visualizações no Youtube e acharam que a direita estava conquistando credibilidade. Mas a esquerda cresceu nos erros da filosofia conservadora-liberal. Até cerca de uma década atrás, não havia pessoa inteligente que não tivesse tido simpatia pela esquerda em alguma época na vida, mesmo hoje temos Reinaldo Azevedo e Olavo de Carvalho que já foram de esquerda. Os ultraliberais (vulgo "anarcocapitalistas") e os conservadores erram em Geografia Humana hoje como os carolas de 200 anos atrás erravam em Medicina. Qualquer secundarista com alguma liderança na militância estudantil de esquerda ainda pode estraçalhar alguma ideia liberal-conservadora como importância da família, valor da castidade, historicidade de Jesus Cristo ou eficiência da iniciativa privada. Essa militância só não faz muito isso hoje porque está muito ocupada com se salvar dos próprios estragos. E mesmo que a esquerda passe por algumas vergonhas públicas, o pensamento conservador-liberal tem contra ele seus próprios erros também publicamente conhecidos. Hoje, o Conservadorismo-Liberalismo está em vias de extinção na própria vida cotidiana do Brasil. Naquele caso do Vai Ter Shorinho Sim, os conservadores, as conservadoras e as conservadias estão esbravejando como vacas velhas tipo "escola é lugar de estudar" e não percebem que o Feminismo JÁ VENCEU essa batalha, e este é apenas um exemplo. Mesmo em questões menores, como derrubar o PT, a direita vai ter sorte se eleger um presidente para substituir Dilma Rousseff e ele, em quatro anos, recuperar a economia, desmontar os grupos parasitas maiores como o MST, revogar a Lei Vadia da Penha com indenizações razoáveis para alguns falsos acusados e levar a Educação brasileira ao nível de quando o Olavo de Carvalho escreveu "O Imbecil Coletivo". O freio das feministas loucas pode vir basicamente das colegas mais sensatas. O Movimento LGBT não tem gente para fazer tanta porcaria quanto o movimento feminista, mesmo pressupondo que cada homossexual tenha simpatia pelo movimento, e já tem repúdio de outros homossexuais (ah, você conhece algum homossexual que se declara ateu?). A direita não é associada a Direitos Humanos dos Homens e Meninos, até alguns partidos ditos de direita têm seções pré-feministas, como o "PSDB Mulher", a esquerda só não ganhou essa também porque as mulheres feministas radicais atacam como cães raivosos as colegas que demonstram algum respeito pelos homens, e as radicais são mais barulhentas mesmo que sejam minoria. O conservadorismo-liberalismo se divorciou da vida cotidiana, a vida política e social do Brasil se divorciou da direita.

NOTAS

[01] "Os 11 padrões de negação da política", http://lucianoayan.com/2016/02/20/os-11-padroes-de-negacao-da-politica

[02] "Extrema-direita se une para sabotar 13/3. Atenção MBL, ROL e Vem pra Rua...", http://lucianoayan.com/2016/02/21/extrema-direita-se-une-para-sabotar-133-atencao-mbl-rol-e-vem-pra-rua

[03] "O ex-comunista se manifesta. Ou: como Olavo de Carvalho ativa sua máquina de assassinar reputações", http://lucianoayan.com/2016/02/23/o-ex-comunista-se-manifesta-ou-como-olavo-de-carvalho-ativa-sua-maquina-de-assassinar-reputacoes

[04] http://www.dailymotion.com/video/x3u04ph_olavo-de-carvalho-ativa-a-sua-maquina-de-assassinar-reputacoes_news

[05] "Desonrados do Judiciário à imprensa: Record 'acredita' que Robson Otto Aguiar colocou o próprio nome em blogue ensinando o estupro e em fotomontagem com um denunciador da Igreja Universal do Reino de Deus - e Lola Aronovich aproveita a deixa para... dizer a verdade", http://jornaldohomem.blogspot.com.br/2015/07/desonrados-do-judiciario-imprensa.html

[06] "Quitandinha Bar lotado: chora escória", http://lucianoayan.com/2016/02/21/quitandinha-bar-lotado-chora-escoria

[07] "Alunas fazem mobilização pelo uso de shorts em escola de Porto Alegre", G1, 24/02/2016, http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/02/alunas-fazem-mobilizacao-pelo-uso-do-shorts-em-escola-de-porto-alegre.html

[08] Marcella Caruccio

24 de fevereiro às 17:44 • Caçapava do Sul, SC, Brasil

Questionaram a minha opinião sobre o uso de shortinho nas escolas, e para facilitar responderei a todos por aqui.

Sou PLENAMENTE CONTRA!

1. Escola tem regras, elas devem ser respeitadas. Se tu quer sair de short, vai para a praia, acadêmia, clube, piscina, fica em casa....

2. Qual a porra da necessidade de fazer um auê na instituição, que é PRIVADA, e faz as REGRAS que bem entender? Não gostou, sai fora!

3. Escola não é shopping, se tem uniforme é para ser usado e ponto! Desfile de moda é no Donna Fashion, Semana da Moda em São Paulo e etc.

4. Escola serve para te ensinar conteúdos específicos, não para avaliar tua roupa.

5. Não gostou da regra? Que pena! Sugiro que vá para uma instituição pública, onde nem professores temos, e muito menos os recursos que tu tem na escola, que TEUS PAIS estão batalhando para pagar, e te fornecer um futuro melhor.

6. Respeito se conquista com respeito. Não é com cartazes com frases prontas que tu vai mudar o mundo minha querida pseudo feminista!

7. Com 13 anos eu estava preocupada em jogar "stop" com meus colegas e ligar para a rádio pedindo música. Vão viver a adolescência de vcs, ao invés de torrar a paciência dos outros com futilidade.

8. Acho que temos muuuuuitas outras coisas para nos preocupar, do que com short em sala de aula. Os meios de comunicação, poderiam se preocupar em elaborar manchetes e notícias com valor e conteúdo!

9. Saudades da época em que escola era lugar de aprender!

10. Professores, diretores, pedagogos são autoridades dentro de uma instituição. Tá ruim? Estuda, trabalha, e te dedica para abrir uma escola onde shortinho é liberado!

Um beijo!

E se vier torrar o pouco de paciência que ainda me resta, te desejo sorte!

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1649771201952775&id=1643378225925406, também em https://www.facebook.com/MarcellaCaruccio/posts/996187267140561)

[09] "Um dia após protesto, alunas ignoram proibição e vão de shorts a escola", G1, 25/02/2016, http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/02/um-dia-apos-protesto-alunas-ignoram-proibicao-e-vao-de-short-escola.html

[10] "Rapazes usam shortinho em apoio a manifestação #VaiTerShortinhoSim", Midiapop, 27/02/2016, http://midiapop.net/brasil/redacao/rapazes-usam-shortinho-em-apoio-a-manifestacao-vaitershortinhosim

[11] "Sobre a exclusão da literatura portuguesa do currículo do MEC", Mídia Sem Máscara, 24/02/2016, http://www.midiasemmascara.org/artigos/educacao/16362-2016-02-24-19-43-22.html

[12] "Mudança de comando na VEJA infelizmente comprova meus receios", Rodrigo Constantino, 24/02/2016, http://rodrigoconstantino.com/artigos/mudanca-de-comando-na-veja-infelizmente-comprova-meus-receios

[13] http://www.dailymotion.com/video/x3hrijy

[14] "Shortinhos, Feminismo e machismo", Percival Puggina, 29/02/2016, http://www.puggina.org/artigo/puggina/shortinhos-feminismo-e-machismo/7710

[15] https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/967386846631514

[16] "Família, um bem inestimável", Odilo Scherer, Estadão, 10/10/2015, http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,familia--um-bem-inestimavel,10000000310. Sobre Odilo Scherer ser esquerdista, ver também "Diário Filosófico de Olavo: sobre o desinformante Marco Antonio Villa e Odilo Scherer", Mídia Sem Máscara, 26/04/2015, http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/15790-2015-04-26-02-33-03.html.

[17] https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/968141133222752

[18] https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/968159339887598. Comentário original em https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/968141133222752/?type=3&comment_id=968154043221461

[19] https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/968141133222752/?type=3&comment_id=968257169877815

[20] https://www.facebook.com/ExOtario1/photos/a.688866224483579.1073741828.676178919085643/968141133222752/?type=3&comment_id=968146503222215

[21] "Direita cristã, acabou! - parte 8: 'Prefeito espanca a filha 'em nome da moral' e é elogiado por internautas', presente do Pragmatismo Político para a direita cristã por ter me ignorado", 30/11/2015, http://avezdasmulheres.over-blog.com/2015/11/direita-crista-acabou-parte-8.html

[22] https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1650419081887987

[23] https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/602233796595365

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O Puritano-Feminismo episódio 26: um pouco da página Garota Conservadora

Abigail Pereira Aranha

Olá, meus amigos e minh@s inimig@s. Não faz uma semana que eu descobri a página Garota Conservadora e já arrumei treta. Eu vi esta postagem, indicada por um amigo do Facebook e do Google Plus:


Garota Conservadora

20 de fevereiro às 00:01

Recadinho para os homens

Mulheres virtuosas existem sim, parem de falar que todas gostam de cafajestes, isso não é verdade. Ainda existem mulheres tementes a Deus, que obedecem aos mandamentos divinos, que se preservam para o casamento, que não se entregam a sensualidade.

Entendam, na bíblia fala que existem mulheres virtuosas, mas em qual versículo diz que será fácil encontrar uma dama honrada?

Está escrito que mulheres virtuosas existem e que seu valor é superior ao de finas jóias, ou seja o sacrifício de esperar e se guardar por uma mulher virtuosa nunca será inútil.

#dre_cah‬

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1648330338763528&id=1643378225925406)

Comentei mais ou menos isto no original: "O que é ser uma mulher virtuosa além de achar a sexofobia de uma mulher dá a ela a autoridade de difamar as mulheres que não a têm? E onde achar uma mulher virtuosa se as igrejas estão cada vez mais cheias de vadias em fim de carreira?" Resultado: comentário apagado e não posso mais comentar na página.

Para o parceiro que me mostrou isso, é conversa de putinha enrustida. Para mim, foi isso e mais uma coisa: um outro feminismo. E mais que isso, uma tremenda não-surpresa. Ainda chego lá. Antes, vou mostrar um pouco da página.


Garota Conservadora

20 de fevereiro de 2016 às 10:00

Uma mulher de verdade não precisa de roupas chamativas para chamar a atenção.

Damas conservadoras estão sempre lindas e elegantes 💋

#dre_cah‬

(https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1648342748762287)


O charme de uma mulher não está no quanto ela mostra, mas no quanto ela esconde.

(12 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1646210278975534)


Moças conservadoras além de lindas também são prendadas.

(24 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649525201977375)

No mês passado, "um grupo de mulheres fez um ensaio fotográfico no último dia 18 de janeiro, na praia Vermelha, na Urca, contra o preconceito às mulheres fora dos padrões de beleza." "O ato foi em apoio à professora Thaís Oliveira, moradora de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, que foi ofendida por internautas após publicar uma foto de biquíni em sua página no Facebook." ("Mulheres fazem protesto na Urca contra 'gordofobia'", Quem Inova, 26 de janeiro de 2015, https://queminova.catracalivre.com.br/influencia/mulheres-fazem-protesto-na-urca-contra-gordofobia). Bom, as moças conservadoras costumam ser realmente mais apresentáveis que as militantes feministas típicas, e por isso muita gente não percebe que esta imagem das garotas conservadoras e este ensaio fotográfico são quase igualmente feministas. Os dois grupos têm "autoestima" em relação a si mesmas e atacam os homens que gostam de um tipo físico de mulher diferente. E uma semelhança entre o feminismo militante e estas imagens da Garota Conservadora é que o grupo de mulheres em questão também ofende outras mulheres por causa da roupa ou do comportamento. Mulheres feministas não costumam chamar, não abertamente, mulheres bonitas de prostitutas, de lixo, etc, mas as feministas que defendem a prostituição ou a pornografia são hostilizadas pelas que são contra. Por exemplo, podemos ver este caso de 2005 da Nina Hartley contra uma outra feminista que é antipornografia: "Feminists for Porn", http://www.counterpunch.org/2005/02/02/feminists-for-porn. Nessas figuras, temos literalmente uma imagem de um ataque das feministas conservadoras contra as feministas não-conservadoras como acontece dentro do feminismo militante. O lesbofeminismo, como egolatria feminina, promove a mulher como cânon para os homens e, em seguida, uma tribo feminina como cânon para as outras mulheres.


Uma moça precisa de apenas um rapaz que seja homem o suficiente para provar que nem todos os homens são iguais

(11 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1645342289062333)

Bom, eu peguei vários memes desse tipo, da própria página ou compartilhados de páginas como a Hetero Orgulhoso, cagando regra pros homens. Mas esse é muito ilustrativo e é bom pra eu não ter de fazer uma seleção muito grande e cansar o leitor. Nesta frase, todas as moças são iguais e os rapazes são diferentes. O rapaz pode ser decente ou não, mas QUALQUER mulher, POR SER MULHER, tem a autoridade para exigir que o rapaz prove se é melhor que os outros ou não. Aquele meu amigo que me mostrou esta página costuma fazer algumas postagens críticas ao universo masculino, algumas até fazendo generalizações erradas que eu já comentei com ele, mas cada vez que eu vou ao perfil dele do Google Plus, eu conheço uma vadia nova que não gostou do que leu. Vou dar um exemplo que eu copiei no meu perfil: https://plus.google.com/u/0/+AbigailPereiraAranha/posts/JQMHDuat8jX. Por sinal, as garotas conservadoras se entregam:


Garota Conservadora

Vejo muitos homens ressentidos nos comentários e pondo a culpa nas mulheres por seus fracassos amorosos, mas só pelo linguajar e falta de respeito que usam em seus comentários, nos deixa claro o motivo de não conseguirem uma mulher honrada. "Fazer c* doce não te faz honrada"
Só tenho uma coisa a dizer meus caros, o que vem fácil, vai fácil tmb. Depois não reclamem e nem chorem em nossos comentários se vocês não se valorizam (;‬

(26 de fevereiro de 2016 às 18:40, https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1650362715226957&id=1643378225925406)

Um homem precisa de apenas uma moça que seja mulher o suficiente para provar que nem todas as mulheres são iguais. Hua, hua, hua, hua, hua!

Mas a única surpresa nesta página é ver os rapazes da Real empolgados aceitando os mesmos discursos que eles desmascaravam há 10 anos atrás, como eu mostrei no texto "Página Garota Conservadora mostrando que o antifeminismo conservador não passa de outro feminismo". Vou mostrar algumas não-surpresas:


Em uma sociedade regida pela depravação moral, defender a família tradicional tornou-se um ato indispensável.

(23 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649184105344818)

Bom, uma família tradicional em uma sociedade regida pela depravação moral é uma família depravada, pois segue a tradição da sociedade. Mas o ponto que eu gostaria de mostrar aqui é que eu já discuti isso em setembro de 2010: "O mundo está em decadência moral, então persegue o ateísmo e o s...", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2010/09/o-mundo-esta-em-decadencia-moral-entao.html.


Como uma feminista acredita que uma conservadora é tratada pelo seu companheiro...

Como realmente é...

(11 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1645790822350813)

O que eu dizia em novembro de 2010?

Porque os negros escravos criavam filhos que faziam quilombos e preservavam as tradições africanas, os judeus da época da Inquisição criavam filhos que arriscavam a vida praticando o Judaísmo e as mulheres oprimidas pelo machismo criam uma geração de homens machistas e mulherzinhas sexualmente reprimidas atrás da outra?

(...) As mães criavam os filhos desde quando o homem nem era homem direito. Não faz mais sentido elas criarem filhos que farão um mundo em que elas vão ser valorizadas, e não discriminadas, exploradas, reprimidas?

Texto: "O machismo foi criado pelas mulheres - parte 1: como o machismo começou", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2010/11/o-machismo-foi-criado-pelas-mulheres.html.

E temos lá um poema bonitinho:


Garota Conservadora

23 de fevereiro de 2016 às 10:00‬

Luís de Camões: Raquel e Jacó ❤

.

Sete anos de pastor Jacó servia

Labão, pai de Raquel, serena bela;

Mas não servia ao pai, servia a ela,

E a ela só por prêmio pretendia.

.

Os dias, na esperança de um só dia,

Passava, contentando-se com vê-la;

Porém o pai, usando de cautela,

Em lugar de Raquel lhe dava Lia.

.

Vendo o triste pastor que com enganos

Lhe fora assim negada a sua pastora,

Como se a não tivera merecido;

.

Começa de servir outros sete anos,

Dizendo: – Mais servira, se não fora

Para tão longo amor tão curta a vida!

#Dre_cah

(https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649160808680481)

Em setembro de 2011, eu escrevi "Jacó e Raquel, a matrix na Bíblia", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2011/09/jaco-e-raquel-matrix-na-biblia.html. Como eu explico lá rapidamente, "matrix é o nome que a turma antifeminista dá para a propaganda que endeusa a mulher, que as mulheres têm mais caráter que o homem, têm mais competência que o homem, são românticas, são sensíveis, são vítimas dos homens (não existe homem que presta), etc."


Garota Conservadora

25 de fevereiro de 2016 às 08:00

"Garotas são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo da árvore. Os meninos não querem alcançar as boas por que eles tem medo de cair e se machucar. Então eles só pegam as maçãs que caem no chão. Elas não são boas, mas são mais fáceis. Então as maçãs do topo pensam que tem algo errado com elas, mas na realidade, elas são incríveis. Elas só tem que esperar o garoto certo, que vai ser corajoso pra subir até o alto da árvore."

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1649922238604338&id=1643378225925406)

Puta que o pariu! Além de vadia enrustida, ainda me traz essa porcaria que eu desci o pau EM 2008?

Para encerrar, vou compartilhar uma nota da página sobre a matéria "Alunas fazem mobilização pelo uso de shorts em escola de Porto Alegre" (G1, 24/02/2016, http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/02/alunas-fazem-mobilizacao-pelo-uso-do-shorts-em-escola-de-porto-alegre.html):

Garota Conservadora

24 de fevereiro às 17:51 · Caçapava do Sul, SC, Brasil

Questionaram a minha opinião sobre o uso de shortinho nas escolas, e para facilitar responderei a todos por aqui.

Sou PLENAMENTE CONTRA!

1. Escola tem regras, elas devem ser respeitadas. Se tu quer sair de short, vai para a praia, acadêmia, clube, piscina, fica em casa....

2. Qual a porra da necessidade de fazer um auê na instituição, que é PRIVADA, e faz as REGRAS que bem entender? Não gostou, sai fora!

3. Escola não é shopping, se tem uniforme é para ser usado e ponto! Desfile de moda é no Donna Fashion, Semana da Moda em São Paulo e etc.

4. Escola serve para te ensinar conteúdos específicos, não para avaliar tua roupa.

5. Não gostou da regra? Que pena! Sugiro que vá para uma instituição pública, onde nem professores temos, e muito menos os recursos que tu tem na escola, que TEUS PAIS estão batalhando para pagar, e te fornecer um futuro melhor.

6. Respeito se conquista com respeito. Não é com cartazes com frases prontas que tu vai mudar o mundo minha querida pseudo feminista!

7. Com 13 anos eu estava preocupada em jogar "stop" com meus colegas e ligar para a rádio pedindo música. Vão viver a adolescência de vcs, ao invés de torrar a paciência dos outros com futilidade.

8. Acho que temos muuuuuitas outras coisas para nos preocupar, do que com short em sala de aula. Os meios de comunicação, poderiam se preocupar em elaborar manchetes e notícias com valor e conteúdo!

9. Saudades da época em que escola era lugar de aprender!

10. Professores, diretores, pedagogos são autoridades dentro de uma instituição. Tá ruim? Estuda, trabalha, e te dedica para abrir uma escola onde shortinho é liberado!

Um beijo!

‪#‎MCaruccio

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1649771201952775&id=1643378225925406, também em https://www.facebook.com/MarcellaCaruccio/posts/996187267140561)

Três comentários:

1) Essa irritação de múmia sexualmente frustrada do interior é café da manhã para o movimento feminista há CINQUENTA ANOS. Elas já conseguiram mais que isso há décadas com muito menos apoio formal, muito menos aprovação da população geral e com uma oposição bem mais forte. Eu posso dar de memória três exemplos recentes de militância esquerdista já dentro de universidades privadas ou confessionais. E fazer distinção entre privado e público, como se fossem dois sistemas diferentes, em um país de tendência socialista é coisa dessas nossas netas de coronel. Essa postagem é um exemplo de como esse feminismo de conveniência com nome de antifeminismo e o conservadorismo como um todo não só é intelectualmente indigno de nota, também é uma nostalgia divorciada da realidade mesmo como enfrentamento ao Socialismo.

2) Se lembram do caso da Júlia Velo, que no dia 05 alegou ter sido assediada no Quitandinha Bar, tentou chamar algumas amiguinhas para um terrorismo lésbico mas foi desmascarada e tudo que ela conseguiu foi alguns emasculados enchendo o saco na página do bar no Facebook mais alguns subintelectuais fazendo artiguinhos na imprensa regada a Petrolão? 19 dias depois, temos uma notícia de algumas moças fazendo manifestação no Colégio Anchieta, em Porto Alegre, para poderem usar short dentro da escola, a matéria do G1 citando palavras mágicas como "machismo". Eu não descarto a tese de uma ação estratégica de colocar o feminismo "bonzinho" em cena depois que o "mau" foi queimado. Mas isso pode ser sinal, sozinho ou combinado com essa tese, de que o conservadorismo cristão sumiu da vida cultural, política e cotidiana do Brasil e este nem se dá pela falta. Neste caso do Colégio Anchieta, as garotas vão vencer a não ser que o feminismo tosco aja contra.

3) Os últimos 7 dias tiveram vários sinais de MORTE da direita e do Conservadorismo no Brasil, não apenas como ideias dignas de nota, também como parte da vida cotidiana. Tivemos este caso, direção nova na revista Veja que dizem que ela vai virar de esquerda e até arranca-rabo de Luciano Ayan e Olavo de Carvalho. Eu estou comentando há alguns meses que a esquerda podia ser destruída com os próprios erros, mas a direita que acabaria com ela foi exterminada antes. Aliás, Dilma Rousseff é a imagem disso: ela continua no poder porque não há uma força para tirá-la de lá. Comento no próximo texto.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Página Garota Conservadora mostrando que o antifeminismo conservador não passa de outro feminismo

Se o amigo leitor viu o meu texto "Os dois feminismos" e achou estranho eu dizer que existem dois feminismos, ou se leu "Por que eu acho 'O Outro Lado do Feminismo' um livro reprovável, se eu sou mulher e antifeminista (ou: o flipside ainda é o mesmo disco)" e ainda achou estranho, pode me entender melhor com algumas postagens compartilhadas por um amigo meu do Facebook e do Google Plus.


Garota Conservadora

20 de fevereiro às 00:01

Recadinho para os homens

Mulheres virtuosas existem sim, parem de falar que todas gostam de cafajestes, isso não é verdade. Ainda existem mulheres tementes a Deus, que obedecem aos mandamentos divinos, que se preservam para o casamento, que não se entregam a sensualidade.

Entendam, na bíblia fala que existem mulheres virtuosas, mas em qual versículo diz que será fácil encontrar uma dama honrada?

Está escrito que mulheres virtuosas existem e que seu valor é superior ao de finas jóias, ou seja o sacrifício de esperar e se guardar por uma mulher virtuosa nunca será inútil.

‪#‎dre_cah‬

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1648330338763528&id=1643378225925406)

Comentei no original:

O que é ser uma mulher virtuosa além de achar a sexofobia de uma mulher dá a ela a autoridade de difamar as mulheres que não a têm? E onde achar uma mulher virtuosa se as igrejas estão cada vez mais cheias de vadias em fim de carreira?

Resultado: comentário apagado e não posso mais comentar na página.

Antes, uma postagem da página Homem Tradicional que ele me mostrou:


Homem Tradicional

19 de fevereiro

O problema não são as mulheres que não prestam. O problema é que você é um fracassado e não pega ninguém.

(https://www.facebook.com/homemtradicional/photos/a.178209069177513.1073741828.178201049178315/250235978641488)

Agora, outra postagem parecida:


Homem Tradicional

20 de fevereiro

O problema não está nas mulheres. O problema está em você que é feio e não aceita mulher feia, é gordo e não aceita mulher gorda, é fracassado e não aceita mulher fracassada. O problema está em você, seu merda!

https://www.facebook.com/homemtradicional/photos/a.178209069177513.1073741828.178201049178315/250727385259014

Mas cadê um exemplo de homem que se encaixa nessa legenda? O curioso é que a Cíntia Rojo do blogue Mulherão publicou em novembro de 2013 o caso de uma senhorita "plus size" que dizia "Não namoro gordo" (http://blogmulherao.com.br/15599/nao-namoro-gordo), e ela disse, e disse bem, que "se queremos que as pessoas nos enxerguem além do nosso peso, devemos agir assim com os outros".

Agora eu peço a sua atenção para estas imagens compartilhadas da Garota Conservadora na Homem Tradicional:


Uma mulher de verdade não precisa de roupas chamativas para chamar a atenção.

(20 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1648342748762287, compartilhada em https://www.facebook.com/homemtradicional/posts/250489951949424)


O charme de uma mulher não está no quanto ela mostra, mas no quanto ela esconde.

(12 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1646210278975534, compartilhada em https://www.facebook.com/homemtradicional/posts/249936875338065 19 de fevereiro às 14:40)

Bom, eu já disse aqui algumas vezes que eu tenho algo a esconder: melões na frente e melancias atrás. Se eu sair pra rua de burka, vou levar uma cantada a cada 200 metros. Então, eu uso enchimentos por baixo de roupas tradicionais. Deixei o meu corpo para os 257 gatinhos que me comeram até hoje. Mas se eu disser que esse meme é feminista, vai parecer loucura? Aqui também temos mulheres ditando regras pro mundo segundo suas próprias ideias mesquinhas. Mas temos aqui um outro problema: a mulher que prega a castidade tem tanto desprezo contra o homem e ódio contra a heterossexualidade masculina quanto a feminista cultura-do-estupro. As mulheres conservadoras ditas antifeministas odeiam as mulheres menos comportadas porque os homens gostam delas.

No mês passado, "um grupo de mulheres fez um ensaio fotográfico no último dia 18 de janeiro, na praia Vermelha, na Urca, contra o preconceito às mulheres fora dos padrões de beleza." ("Mulheres fazem protesto na Urca contra 'gordofobia'", Quem Inova,
26 de janeiro de 2015, https://queminova.catracalivre.com.br/influencia/mulheres-fazem-protesto-na-urca-contra-gordofobia). Assim como aquelas não gostam de serem criticadas, as moças honradas também não querem ser questionadas. Porque a dúvida é mais forte que a honra delas. E a postagem das "mulheres virtuosas" me lembrou um flagrante que eu dei em novembro de 2012:


(http://www.facebook.com/photo.php?fbid=377828115642654&set=pb.290323477726452.-2207520000.1353354941&type=3&permPage=1) "Me prove que você é diferente. Me mostre que por você vale a pena lutar"

Mas eu achei esta postagem que me chamou a atenção, foi mais ou menos aí que a bagunça começou:


Homem Tradicional

19 de fevereiro às 13:42

Ando Observando que há muitas Mulheres aqui na minha página, Mulheres que pensam como nós, e que nos apoiam, e isso me deixa Feliz.

Pois mostra que também tem Mulheres que não perderam seu valor, e não se entregaram a essa modernidade imunda que vivemos atualmente!

Parabéns a todas.

(https://www.facebook.com/homemtradicional/posts/249918928673193)

Mas isso tudo aconteceu porque as mulheres conservadoras que se dizem antifeministas são, na verdade, contra o feminismo das militantes esquerdistas e das putinhas enrustidas que frequentam as mesmas igrejas que elas.

E para mostrar até onde pode chegar o antifeminismo conservador, mais uma da Homem Tradicional:


Homem Tradicional

18 de fevereiro

O homem burro faz sua mulher sentir ciúmes de outras mulheres. O homem inteligente faz as outras mulheres sentirem inveja da sua mulher.

(https://www.facebook.com/homemtradicional/photos/a.178209069177513.1073741828.178201049178315/249219088743177)

A frase é velha, pode ser encontrada, por exemplo, em uma postagem da página Status do Amor de janeiro do ano passado, mas também nesta postagem de 2011:


Márcia Mello para Superando a Decepção

19 de agosto de 2011

"O Homem BURRO faz sua mulher sentir ciúmes de outras mulheres, o Homem INTELIGENTE faz as outras Mulheres sentirem inveja da sua Mulher."

Fica a dica!!!

(https://www.facebook.com/SuperandoDecepcao/posts/252063668147635)

Foto de perfil da cidadã de junho, um tanto sugestiva:


E mais uma coisinha que eu tenho que registrar: por que as moças celebridades da direita estão citando algumas das mesmas ideias e obras que eu com uns cinco anos de atraso? A Ana Caroline Campagnolo Bellei citou "Sexo Privilegiado: o mito da fragilidade feminina" em um vídeo de setembro de 2014. Eu trouxe um trecho escrito no primeiro texto da série "O machismo foi criado pelas mulheres", novembro de 2010. A Luana Basto publicou "O movimento feminista não é um movimento de duas vertentes" no blogue dela em novembro, citando um trecho do Manifesto SCUM que eu copiei no A Vez das Mulheres de Verdade em dezembro de 2010 (e no A Vez dos Homens que Prestam em maio de 2013). A Cris Correa publicou "Conservador sim, machista NÃO" no blogue dela em outubro, abordando que o tema da redação ENEM 2015 foi "violência contra a mulher" mas existe mais violência contra os homens. Eu mostro exemplos de violência ou apologia a violência de mulher contra homem desde 2009.

Vou encerrar com uma coisa que parece sair do assunto, mas explica tudo. Também compartilhada por aquele parceiro:


Por que os homens me tratam como uma puta?

Porque você se comporta como uma.

(Hétero Orgulhoso, https://www.facebook.com/HeteroOrgulhosoOfficial/photos/pb.1642482572700167.-2207520000.1456158784./1671901243091633. Também em http://heteroorgulhosooficial.blogspot.com.br/2016/02/uma-simples-resposta.html. Obrigada ao amigo Alberto Panegassi por ter compartilhado.)

Eu descobri o blogue Hétero Orgulhoso e comentei lá e na página do blogue no Facebook:

Bom, a tirada foi boa, mas há duas falhas: a primeira é que as vadias são muito mais respeitadas do que merecem, pelo menos pelos homens que prestam; a segunda é que uma "puta", em princípio, é só uma mulher que se oferece, e só isso. E o que mais? Ela pode ser "puta" e de bom caráter, por exemplo? Vou dar o meu próprio exemplo: eu tenho desde 2006 o primeiro trabalho antifeminista funcional na blogosfera em língua portuguesa escrito por uma mulher, entre outras coisas porque eu NÃO ligo falta de sexo a dignidade ou a valor. Vou te mostrar um pouco deste trabalho, mais exatamente uma postagem que eu fiz com indicações de leitores: http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2015/10/direita-crista-acabou-parte-6.html. Aqui, você vai ver um atalho para a minha tradução do texto "Why Governments Love Feminism" (Por que os governos amam o Feminismo), do Angry Harry, por indicação de um leitor, com os meus próprios comentários. O mesmo leitor me indicou também o texto "The Sexual Liberation of Women: Contraceptive Pill", também do Angry Harry, traduzido em http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2015/12/a-liberacao-sexual-das-mulheres-pilula.html. E você pode ver também algumas mensagens, que inclusive ilustram o "ser tratada como puta" no meu caso particular. Por outro lado, eu tenho observado há anos que até pelo menos a primeira Marcha das Vadias, praticamente todo o antifeminismo feminino era difamação caipira contra todas as mulheres que parecem melhor resolvidas sexualmente e alfabetizadas que as avós de quem fala.

O blogue A Vez dos Homens que Prestam não foi recheado de pornografia só porque os leitores homens iriam gostar. Era também, principalmente, porque eu acredito que é ilegítimo, é imoral pretender que vocês não gostem. E além da putaria, tem textos, muitos deles antifeministas. Não é só porque esses textos eram o que eu tinha para transmitir pra vocês, não era também só pra mostrar que nós podemos juntar as duas coisas, era também para mostrar que a dignidade do homem e a heterossexualidade dele são inseparáveis.

Vimos aqui também que o homem tradicional NÃO é um homem antifeminista, é um servo do universo feminino que oferece mais energia e sacrifício por ainda menos recompensa do que um boêmio típico. O antifeminismo é tirar a conveniência do universo feminino do centro da vida social. A mulher antifeminista é a mulher que vê o homem decente com tanto valor e tanta dignidade quanto ela, e com direito legítimo ao prazer sexual. Aliás, vamos voltar àquela frase "O Homem BURRO faz sua mulher sentir ciúmes de outras mulheres, o Homem INTELIGENTE faz as outras Mulheres sentirem inveja da sua Mulher". Uma pessoa antifeminista nunca será mais uma para dizer aos homens decentes o que eles devem dizer, fazer ou ser, a não ser que seja para levantar a cabeça deles. Uma pessoa antifeminista nunca vai exigir nada do homem com caráter sem primeiro ter o que oferecer. Homens que prestam não precisam de mais regras pra seguir, não precisam provar nada para o universo feminino, eles precisam PRIMEIRO receber respeito e atenção para DEPOIS ter o que retribuir.

Abigail Pereira Aranha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook