terça-feira, 29 de maio de 2007

Qual a diferença entre feminista e femista?

Abigail Pereira Aranha
Algumas feministas dizem que as mulheres que mostram desprezo pelos homens são femistas, crentes na superioridade da mulher em relação ao homem. Mas qual a diferença entre feminista e femista?
A feminista admira quem contribuiu positivamente para a humanidade, inclusive homens, e as mulheres que não são metidas a macho; ou só admira as mulheres que ganham bem e as que têm cargo que era só de homem?
A feminista quer não ter de ser mãe para ser respeitada; ou apenas defende o aborto?
A feminista não quer cuidar de casa e filho sozinha, mas também quer ajudar o marido no trabalho doméstico; ou só quer ser a ditadora da casa?
A feminista se esclarece ou apenas finge que leu muito?
A feminista pensa no que lê e ouve, mesmo que ela ouça notícias em rádio a pilha; ou é inteligente porque fala três idiomas e já morou nos Estados Unidos?
A feminista é contra o assédio sexual porque é abuso e desrespeito; ou porque é proposta de sexo com homem?
A feminista detesta ser vista como objeto sexual; ou quer ser linda e gostosa mesmo sendo uma gorda horrenda ou uma jovem vistosa mas intratável?
A feminista acha que tem direito de gostar de sexo ou tem horror a homem?
A feminista é agradável ou, quando muito, é educada?
A feminista respeita e impõe respeito; ou é autoritária e criadora de caso?
A feminista tem amigos e admiradores, tanto homens quanto mulheres; ou usa algumas pessoas, puxa saco de outras, põe medo em outras e ignora o resto?
A feminista afasta homens machistas, babacas e que não querem ter respeito; ou é muito bonita, gostosa, inteligente e bem-sucedida para os homens chegarem perto?
A feminista solteira é solteira porque os homens legais que conhece são comprometidos; ou porque é uma insuportável que não achou um capacho?
A feminista quer o espaço dela ou quer o espaço do homem?

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Não ouça os mais velhos

Não ouça os mais velhos que não tiveram vida própria e nunca se arrependeram

Não ouça os mais velhos que só contam casos bons de quando eram novos

Não ouça os mais velhos que esqueceram todos os sonhos quando casaram e tiveram filhos

Não ouça os mais velhos que riem quando não deviam

Não ouça os mais velhos que têm como maior orgulho os bens que ajuntaram, quantos filhos e netos têm, os casamentos das filhas e como foram e são religiosos

Não ouça os mais velhos que namoram ou transam com alguém bem mais novo que só olha pro dinheiro deles e contam vantagem

Não ouça os mais velhos que dizem que tentar mudar o mundo é coisa de jovem que não sabe nada da vida

Não ouça os mais velhos que mal deixam os filhos adolescentes saírem de casa

Não ouça os mais velhos que sonham muita coisa sempre pro futuro, mas o hoje é só de sacrifício e paciência

Não ouça os mais velhos que podem dar centenas de exemplos de pessoas que ficaram ricas só trabalhando direito e tendo fé em Deus

Não ouça os mais velhos que contam como a justiça de Deus não falha, mesmo quando ela demorou anos e muito ímpio já conseguiu mais do que aquilo

Não ouça os mais velhos que não conversam com gente de outra religião, nem deixam cônjuges e filhos que moram com eles conversarem

Não ouça os mais velhos que dizem que esse mundo é de sofrimento

Não ouça os mais velhos que nunca se perguntaram como sabem que Deus existe

Não ouça os mais velhos que acham que sem religião e polícia o mundo não vai ter duas pessoas agindo como gente uma com a outra

Não ouça os mais velhos que já foram sem religião, usaram drogas, beberam, transaram com muita gente, pixaram muros e agora são muito religiosos e falam como é ruim viver sem Deus

Não ouça os mais velhos que, qualquer coisa que você pensa em fazer, sempre sabem de alguém que fez e não deu certo

Não ouça os mais velhos que, qualquer coisa que você faça, já fizeram (ou alguém da família fez) e se deram melhor que você

Não ouça os mais velhos que vivem reclamando da vida e das pessoas em volta dela

Não ouça os mais velhos que só tratam mal subordinado, filho, cônjuge e as poucas pessoas com quem podem conversar

Não ouça os mais velhos que erram 99% do que falam e quando acontece o 1% ficam falando que sabiam o que ia acontecer

Não ouça os mais velhos que dizem que fazem ou faziam numa tarde o que você não faria o dia inteiro nem se trabalhasse à noite

Não ouça os mais velhos que com você falam mal de todo mundo e bem de você

Não ouça as mulheres mais velhas que já namoraram e paqueraram muito, mas um dia viram que era hora de casar pra cumprir o papel de mulher madura e responsável

Não ouça as mulheres mais velhas que eram muito bonitas, cansavam de ter homem dando em cima, mas só transaram com o marido ou obrigadas (e tem histórias horríveis pra contar)

Não ouça as mulheres mais velhas que acham que virgindade e exclusividade sexual são os tesouros de uma mulher

Não ouça as mulheres mais velhas que acham que a melhor coisa que ensinaram para as filhas foi a moral cristã

Não ouça os mais velhos que sabem mais sobre a vida das pessoas do bairro do que sobre política

Não ouça os mais velhos que julgam uma mulher por se ela é casada ou não, pelo emprego do marido e pelo pra quem ela já deu

Não ouça os mais velhos que avaliam uma pessoa por quanto ganha, pela fama e pela posição

Não ouça os mais velhos que pararam os estudos, mal lêem um jornal, mas não vêem mal nenhum em serem alienados

Não ouça os mais velhos que nunca pensaram por que um homem fica com várias mulheres porque é homem e uma mulher fica com um homem só porque é mulher

Não ouça os mais velhos que nunca pararam pra pensar porque o dia do casamento pra mulher é o dia mais importante da vida dela e pro homem é o dia em que ele vai pra coleira

Não ouça os mais velhos que pensam pior de um ateu do que de um político ladrão

Não ouça os mais velhos que acham que o mundo era bom no tempo deles de jovens e agora está perdido porque ninguém respeita a Bíblia, porque existe internet, porque os jovens não tomam mais benção dos velhos, etc

Não ouça os mais velhos que acham que só por ser pai, chefe ou mais velho qualquer imbecil merece cerimônia

Não ouça os mais velhos que dizem que têm muito que aprender pra parecerem modestos, mesmo cheios de cabelos brancos

Não ouça os mais velhos que dizem que velhice traz sabedoria

Não ouça os mais velhos que dizem que a velhice é o auge da vida de uma pessoa

Gente assim eu não trato mal nem dispenso o que pode oferecer de bom. Mas agora eu só dou atenção pra quem pensa de verdade, sabe de verdade, quando aconselha diz algo que presta, sabe pôr pra cima quando alguém precisa e faz o que pode pra viver de verdade.

Abigail Pereira Aranha

Página no Facebook