sexta-feira, 22 de junho de 2012

Por que mulher adúltera merece condenação e mulher safada merece parabéns?

Eso texto en español (sin fotos e peliculas de putaría, en lo Concrete Paradise): ¿Por qué una mujer adúltera merece la condenación y una mujer indecente merece las felicitaciones?, http://avezdoshomens2.wordpress.com/2012/06/22/mujer-condenacion-felicitaciones//
Eso texto en español (con fotos e peliculas de putaría, en lo Paraíso Tangible): ¿Por qué una mujer adúltera merece la condenación y una mujer indecente merece las felicitaciones?, http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2012/06/por-que-mujer-adultera-merece-la.html
This text in English (without sex pics and movies, at Concrete Paradise): Why an adulterous woman deserves condemnation and an indecent woman deserves congratulations?, http://avezdoshomens2.wordpress.com/2012/06/22/woman-condemnation-congratulations/
This text in English (with sex pics and movies, at Paraíso Tangible): Why an adulterous woman deserves condemnation and an indecent woman deserves congratulations?, http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2012/06/why-adulterous-woman-deserves.html
Texto original em português (sem fotos e vídeos de putaria, no A Vez das Mulheres de Verdade): Por que mulher adúltera merece condenação e mulher safada merece parabéns?, http://avezdasmulheres2.wordpress.com/2012/08/24/mulher-adultera-condenacao-mulher-safada-parabens
Texto original em português (com fotos e vídeos de putaria, no A Vez dos Homens que Prestam): Por que mulher adúltera merece condenação e mulher safada merece parabéns?, http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2012/06/por-que-mulher-adultera-merece.html

Abigail Pereira Aranha

Alguns leitores (principalmente mulheres) devem achar que é uma contradição minha defender a putaria livre e o casamento aberto, mas condenar as vadias, as mães solteiras, as mulheres que pulam a cerca. Vou explicar por que não é.

O casamento tradicional exige exclusividade sexual, uma vida a dois, uma parceria. Se os dois vivessem um amarrado ao outro, já seria um problema. E quando um dos dois quebra esse pacto? É uma traição. Não por causa do sexo com outra pessoa, mas por causa da canalhice. Como assim?

Sexo para o homem de caráter é na zona ou no mínimo no namoro. Meses até ela ter algum interesse nele e ele criar coragem para pedi-la em namoro (mesmo quando ela também gosta do rapaz). Os irmãos e os pais dela faltando pedir a ficha na polícia antes de autorizar que ele namore com ela, com o projeto de se casarem. Dependendo do pai, dali a uns seis meses. Até não muito tempo atrás, para ele só ver os ombros da moça depois do casamento.

Depois do casamento, a vida do rapaz com a sua amada vai ficando cada vez mais sem graça. Até ele ficar com cada vez mais vontade de matá-la ou morrer. Se ela era bonita de rosto e de corpo, vai ficando feia. Se ela sempre foi feia, vai ficando pior. Mais gorda, mais enrugada, mais desarrumada. Os defeitos que eram toleráveis no namoro, agora não dá pra aguentar. O sexo fica cada vez mais raro e pior. O "querido" também é cada vez mais raro. Qualquer coisa que não incomodaria pessoas equilibradas pode ser causa de uma briga. A mercadoria está com defeito e nunca teve garantia. Se livrar da mulher vai ser uma amolação, além de ficar caro.

A mulher ainda não é uma porca disforme, mas a relação já acabou o mel e chegou na lua. Aí, o homem descobre que a mulher está trepando com outro. Talvez a bruxa não esteja fazendo greve de sexo com ele há meses (ou dois anos). Talvez ela não esteja querendo se vingar de quando ele foi fazer um lanche com a colega de trabalho simpática depois do expediente. Mas é uma canalhice. Porque para o outro, não houve meses de futuro sogro amolando antes de poder beijar a moça em paz. Para o outro, não teve irmão da sua menina vigiando os dois. E o outro cara conseguiu em semanas, dias ou talvez horas exatamente o que ele (o marido) queria desde quando se interessou pela mulher: meter com a desgraçada. E é provável que a mesma família dela que tratou o homem como um leproso sempre soube de tudo. Agora, o outro paga no máximo o motel. O marido vai pagar a partilha do divórcio se quiser largar a mulher. Entendeu? A traição não é do sexo, é da falta de caráter. E não é só com ex-prostituta, mãe solteira, malucona. Muitas vezes é com mulher séria, ou melhor, cristã fervorosa, que antes o marido pensava que o único outro que ia ter no casamento era Nosso Senhor Jesus Cristo.

Para homens que prestam, não existe sexo fácil. Para o homem que presta, não existe menina de 15 anos corpo violão querendo perder a virgindade escondida do pai (a não ser quando ele já está casado com outra). Para o homem que presta, não existe duas moças "comuns" indo juntas pra cama com ele (a não ser que ele pague a Coca Cola das duas na boate). Para o homem que presta, não existe nem mulher casada fazendo loucuras pra se encontrar com ele e levar umas varadas escondida do marido tosco e violento. Não é que ele recusa, é a chance que não aparece. A mulher que transa com quem quiser nunca quer com ele.

Ah, já ia me esquecendo. E a mulher que era galinha ou prostituta (profissional do sexo mesmo) quando nova e depois quer se casar, significa que vai chifrar o marido também? Geralmente não. Mas ela aceita o casamento aberto? Ela contou o passado para o namorado? Ela é ciumenta? Gente, a mulher experimentar um carregamento de toras na juventude não é ponto negativo para o caráter dela, o que conta pontos contra é a falsidade. Aliás, a ex-assanhada diz isso? O que a maioria das mulheres devassas fazem lá pelos 30 ou 40 é se casar com um otário de bem (de preferência, de bens), geralmente junto com filhos dos relacionamentos anteriores que quase não veem os pais, frequentar uma igreja e esconder o passado parecendo aquelas velhinhas que não experimentaram dois pintos na vida. Para aposentar o corpo em decadência que os cafajestes não querem mais e não pode mais ajudar a furar a fila da competência para garantir uma carreira profissional. E a sensualidade e a sexualidade que ela tinha com a idade em que o marido estava se fazendo um homem sério, talvez ainda era virgem, já era. Ela vai contar para o marido e para quem souber do passado dela como ela era tratada como objeto pelos cafajestes e como se envergonha das fotos que tirou nua ou dos filmes de sexo amadores (ou profissionais).

Não é verdade que quem ama bloqueia. Amor é um querer o bem do outro, não é necessariamente, no caso de homem e mulher, querer formar uma família. E assim como um homem e uma mulher não casados que gostam da companhia e da alegria um do outro podem ir pra um churrasco, passear no parque, podem perfeitamente entrar com o carro na garagem (com dois ou três carros, fica melhor ainda, hehehehe).

E só porque eles não querem casamento, não significa que eles não se respeitem nem gostem tanto assim um do outro. É justamente porque eles não querem um tirar a liberdade do outro.

E só porque a donzela vai estar com uma rola hoje e outras duas de uma vez amanhã, não significa que a relação é superficial. Poxa, dá até pra conversar um pouco entre uma e outra até o mastro do gatinho levantar de novo, até coisa triste que um está passando e o outro dar o ombro pra chorar um pouco. Dá pra conversar coisa alegre também, todo mundo pelado. Hehehehe.

Vários parceiros aumenta tanto o risco de doença venérea quanto sair com o carro aumenta o risco de acidente. Então, tendo juízo (e camisinha), não vale o argumento da AIDS/SIDA, até porque ela está chegando para mulheres casadas que não tiveram três homens na vida (e nem sempre o homem pegou piranha por aí). Então, para uma vida de luxúria é preciso ter mais coragem. Não coragem de desafiar a sífilis, a gonorreia, mas ter mais coragem que a multidão covarde que procura um casamento por medo de doença e do Inferno.

E mulher viver na putaria ou no casamento aberto não é falta de moral. É justamente se preocupar em ter mais do que falta de pica pra esconder sabe-se lá que falta de virtudes morais ou intelectuais. É ter qualidades que às vezes a puladora de cerca não tem e faz todo mundo acreditar que ela tem.

Para uma mulher, transar com mais de um homem (de uma vez ou não) tendo um casamento convencional é hipocrisia, mentira, trapaça. Ter um casamento aberto ou transar sem compromisso (de relação estável), é sinceridade consigo mesma e com o outro, respeito ao outro, diversão (com juízo) e coragem para um estilo de vida que nunca foi aceito em época nenhuma. É isso aí, contra Deus, contra a castidade e contra a mediocridade.

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

GangBanging Abigail (mp4)

Dirty girl Nikki Nievez takes on two rock hard cocks in some group action

(Garota safada Nikki Nievez assume dois paus duros como rocha em um pouco de ação de grupo / Niña perra Nikki Nievez toma dos pollas bien duras, en un poco de acción de grupo)


Video brought to you by PornTube.com

Cheating wife gets triple the fun

(Esposa adúltera ganha o triplo da diversão / Esposa engañadora recibe el triple de la diversión)


Cheating wife gets triple the fun brought to you by KeezMovies.com
Palavras relacionadas: liberalismo, vadiagem, promiscuidade, galinhagem, galinha, puta, sem vergonha, swing, adultério, perdoar uma traição, minha mulher me traiu, minha namorada me traiu, mulher direita, mulher honrada, mulher de família, mulher de respeito, mulher de princípios, moral, ética, decência, inteligência, coerência, caráter

sábado, 16 de junho de 2012

Tratando bem a garota (ou: quando os homens que prestam vão receber um mínimo de atenção e respeito?)

Abigail Pereira Aranha

Tratando bem a garota

Categoria: Romantismo

Por: Carol Waldeck

Na maioria dos casos as mulheres são mais exigentes com relação à demonstração de carinho, afeto e atenção. Por isso, esse artigo foi desenvolvido, para ajudar vocês rapazes a saber um pouco melhor como agir em determinadas situações e não serem cobrados por falta de carinho.

Antes de qualquer coisa, você deve saber que existem alguns tipos de garotas: as que adoram demonstrações de romantismo em todos os momentos, as que acham importante em algumas situações e as que podem se irritar se você for perfeito demais. Por isso, ninguém melhor do que você para saber qual o tipo da sua garota.

Se for um primeiro encontro, ou inicio de um relacionamento, vá testando algumas dicas abaixo aos poucos, até descobrir qual o perfil de sua garota. Mas independente de qualquer característica, todas gostam de serem surpreendidas.

  1. Abuse de elogios: sem parecer falso. É bom demais ouvir comentários relacionados à aparência do tipo: como está linda, ou esse penteado está demais.
  2. Diga que ela é linda: mulheres têm mais problemas de afirmação de beleza física do que homens, ainda mais no mundo em que vivemos. Por isso, nunca é demais ressaltar o que acha dela. Diga que ela tem algo especial que você só encontrou nela, como os olhos, o nariz, o formato da boca, ou seja, aquilo que você considera especial.
  3. Seja Educado: às vezes abra a porta do carro para ela, segure a porta de casa ou elevador para que ela entre. Mas faça isso de maneira natural, sem chamar atenção para o fato de que está fazendo.
  4. Sempre cheiroso: as garotas adoram perceber que você perdeu um tempo se arrumando para ela. Antes de cada encontro se arrume, tome um banho, passe perfume, escove os dentes. Se você é casado, continue mostrando que ao chegar em casa quer se arrumar para ela.
  5. Sendo um bom ouvinte: independente do perfil de sua garota, essa é uma característica que vale para todas. Elas precisam de alguém que sabe escutá-las e entendê-las pacientemente. Mas preste atenção na grande diferença que existe entre escutar e ouvir. Preste atenção no que ela está dizendo e realmente escute do fundo do seu coração. Se ela está desabafando um problema, não se sinta na obrigação de resolvê-lo. Na maioria das vezes ela precisa alinhar os pensamentos e está usando a intimidade que possui com você para isso.
  6. Participe dos hobbies: se sua garota adora um diretor de cinema europeu e você soube que ele vai lançar um novo filme, comente com ela que adoraria assistir com ela. Isso mostrará a ela que você conhece seus gostos e está pronto para conhecer mais sobre eles ao lado dela. Se você vir em uma livraria o lançamento de um autor que ela adora, compre e leve. Diga apenas que estava dando uma volta e lembrou dela.
  7. Flores: podem ser sem motivo. Mas em alguns momentos são muito importantes: ela voltou de uma viagem longa, é aniversário dela, ela passou na faculdade ou conseguiu o emprego que tanto queria. É uma forma de presentear e mostrar como está feliz.
  8. Entenda sua tristeza: se sua garota estiver chateada com você, tente entender e arrumar as coisas, mesmo que ela não tenha razão. Mostre através de diálogo como você enxerga cada coisa, mas ao mesmo tempo mostre interesse na visão dela.
  9. No restaurante: sente de frente para ela, para que possa olhar nos olhos o máximo que puder, para que segure a mão dela em um momento do jantar. Apenas se a mesa for muito longa é que você deve optar pela cadeira ao lado dela.
  10. Pequenos mimos: bancar todos os gastos de uma relação é pesado demais para os homens, e muitas mulheres se ofendem, uma vez que também trabalham e querem independência. Mas em alguns momentos um gesto desse tipo mostra que você quer cuidar dela. Aproveite para demonstrar isso quando forem ao cinema, comprando as entradas e a pipoca ou então em um passeio no parque, compre um picolé ou uma água de coco.
  11. Aquecendo-a: se ela demonstrar que está com frio e você está confortável você tem duas opções: tirar a jaqueta e dar para ela ou abraçá-la bem forte contra seu peito. Algumas vezes, as mulheres dizem que estão com frio apenas para ganhar seu abraço.

Essas são apenas algumas dicas, que deveriam ser, na maioria das vezes, espontâneas. Com o tempo se tornarão. Quando estamos com alguém que gostamos demais, queremos que ela perceba esse interesse. Alguns gestos são as melhores expressões de carinho.

http://www.portaldoamor.com.br/conselhos/romantismo/artigo/tratando-bem-a-garota.html

Meus comentários

Faça tudo isso, rapaz, e você será tratado pior do que um cachorro por QUASE QUALQUER MULHER. A turma da Real e eu já falamos disso há anos.

São poucas as mulheres que merecem ser respeitadas. E são poucas, mas muito mais do que estas, aquelas que só estão menos grossas e arrogantes por falta de atratividade e de homem que as aceite.

Dê uma olhada só em volta. Veja se os homens mais nojentos, canalhas, imbecis que você conhece estão solteiros. Aliás, dá só uma olhada neste caso:

Uma mulher de 22 anos, identificada como Gleicilene Figueiredo Nascimento, foi encontrada morta ontem de manhã em um quarto de motel na rua Caetés, no centro de Belo Horizonte. O suspeito de cometer o crime é o namorado dela, de 31 anos, acusado de ter asfixiado a vítima. De acordo com o subinspetor da Delegacia de Homicídios Noroeste, Alexandre Bechara, a vítima foi encontrada nua, deitada de costas no chão do quarto, coberta por um lençol e com um travesseiro na boca. Segundo as investigações, ela chegou ao local por volta das 21 horas de anteontem, acompanhada do namorado. Conforme a polícia, por volta das 8h, o acusado, que já teria cometido o crime, ligou para uma drogaria e pediu vários medicamentos. Ele ingeriu alguns remédios na tentativa de se matar.

"Como não conseguiu, ele saiu do quarto e pediu a recepcionista para chamar a polícia", disse Bechara. Costa disse à PM que passou a noite com Gleicilene e que não se lembrava do que tinha acontecido. Ele também informou que já esteve preso por matar a ex-esposa e o filho de 7 meses estrangulados em Pedro Leopoldo, em 2005. Costa foi levado para Delegacia de Homicídios, onde assumiu a autoria do crime. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha dois filhos e o casal mantinha um relacionamento há cerca de um ano. Eles moravam em Santana de Pirapama, na região Central, e vieram passear em Belo Horizonte. O homem foi detido no Ceresp.

http://o-tempo.jusbrasil.com.br/politica/5414107/homem-mata-a-namorada-em-quarto-de-motel

Eu conheci vários homens legais, carinhosos, inteligentes, trabalhadores, carinhosos, bons de cama (testei todos eles, hehehehe) que tiveram a primeira namorada com 25, quase 30 anos, ou perderam a virgindade comigo mesmo com vinte e poucos. Esse cara com 31 anos já MATOU duas namoradas. Explica essa, Carol.

Ah, mas quem não gosta de ser bem tratada? Todo mundo gosta de ser bem tratado, inclusive os homens que vão acreditar nessa lorota acima, lésbica ingrata. Você gostaria de ser uma boa dona de casa e ser tratada por um marido cavalo como se nada fosse mais do que a sua obrigação? E por que os homens deviam aceitar isso? Você, menina, gostou dessas dicas? É claro, isso é um pinto de borracha pra masturbação do seu ego, lésbica fútil. E O QUE VOCÊ VAI DAR EM TROCA DO CARINHO QUE ALGUM HOMEM DER PRA VOCÊ?

Se sua garota estiver chateada com você, tente entender e arrumar as coisas, mesmo que ela não tenha razão.

VAI PRO INFERNO!

O que espera o homem que vai aplicar tudo isso com você?

  1. O homem que você quer que diga que você é linda, vai receber o seu ciúme imbecil? Fora não ver uma foto de uma mulher bonita nem de biquíni?
  2. O homem que você quer que abuse dos elogios, você vai proibi-lo de ver sacanagem e ainda fazer com ele um sexo que parece que é uma obrigação chata, fora greve e traição quando você quer atingi-lo?
  3. O homem que você quer sempre cheiroso tem que achar você sexy quando você for gorda ou com aquela barriga destruída dos filhos dos seus dois ex-namorados cretinos diferentes?
  4. O homem que você quer que seja um bom ouvinte, o que vai receber quando chegar em casa depois de uma hora e meia no trânsito vindo do trabalho?
  5. O homem que você quer que te leve a um restaurante e só olhe pra você, você também vai tirá-lo dos seus amigos?

E os caras que já tiveram namorada ou esposa e já fizeram isso e tomaram na cabeça? O que dizer a esse respeito. Ah, mas você não pode julgar todas as mulheres por causa de uma ou duas. Certo. Conte-nos o que você disse para aquela sua amiga que diz que homem não presta.

É isso que muitas mulheres pensam: homens que tratam mulheres como rainha são servos inúteis, fazem apenas o que deviam fazer. Por essas e outras que as feministas nunca se preocuparam em se manifestar em relação às feministas que disseram que o homem é uma fêmea incompleta, um aborto ambulante ou coisa do tipo.

Ah, eu já estava esquecendo: tratar bem a garota é ser castrado. Nada de admirar os seios e a bunda dela (isso se eles ainda forem atraentes), e se quiser sexo, cozinhar o galo com horas ou dias de antecedência. Homens não veem as mulheres como objeto e respeitam as mulheres no elas não gostarem de rola.

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

High Velocity Cumshot Compilation

(Compilação de gozadas em alta velocidade / Compilación de corridas en alta velocidad)

Compilação de gozadas. Com um pouco de anal.

Compilación de corridas. Con un poco de anal.

Compilation of cumshots. With some anal.


High Velocity Cumshot Compilation brought to you by PornHub

Vicky Vette Double Dipped

(Vicky Vette duplamente mergulhada / Vicky Vette doble sumergida)

Vicky Vette, uma loura, na beira da piscina, com duas picas de uma vez, com uma paisagem linda ao fundo (umas árvores e uma terra arenosa).

Vicky Vette, una chica rubia, junto a la piscina con dos pollas a la vez, con un hermoso paisaje en el fondo (de unos árboles y un suelo arenoso).

Vicky Vette, a blond girl, by the pool with two cocks at once, with a beautiful landscape in the background (some trees and a sandy soil).


Vicky Vette Double Dipped brought to you by KeezMovies.com

The Kitchen Of Love

(A cozinha do amor / La cocina del amor)

Uma loura peituda, na cozinha com o marido, depois da refeição, ela é a sobremesa sobre a mesa. Com chupadinha na buceta. Você rapaz já imaginou chegar em casa depois de duas horas no trânsito lento e receber um abraço, uma comida gostosa e uma boa trepada da sua esposa? Tem cara CASADO que não tem isso.

Una rubia tetona en la cocina con su marido, después de la comida, ella es el postre sobre la mesa. Con lamida en el coño. Usted chico ha imaginado alguna vez regresar a casa después de dos horas en el tráfico lento y recibir un abrazo, una comida deliciosa y una buena cogida de su esposa? Hay hombres CASADOS que ​​no tienen eso.

A busty blonde in the kitchen with her husband, after the meal, she is the dessert on the table. With pussylicking. You boy have ever imagined come home after two hours in slow traffic and receive a hug, a delicious food and a good fuck from your wife? There are MARRIED men has not got it.

Big Huge Ass Black Ebony Takes Huge Cock - JP SPL

(Negra de bunda enorme leva pica enorme - JP SPL / Negra de culo enorme toma la polla enorme - JP SPL)

Chupadinha na buceta, cavalgada, a rola enorme no rabo, e a moça de joelhos levando porra na boquinha depois de chupar aquela pica enorme. Moças, o cara também ficou de joelhos pra chupar a moça.

Lamida en el coño, montada, polla en el culo enorme, y la niña en sus rodillas tomando semen en la boca después de chupar la polla enorme. Niñas, el hombre también estaba de rodillas a chupar a la chica.

Pussylicking, ride, dick the huge ass, and the girl on her knees taking cum in mouth after sucking that huge cock. Girls, the guy also was on his knees to suck the girl.

Palavras relacionadas: namoro, cavalheirismo, tratar mulher como princesa, casamento, paixão, cafajestes, matrix, feminismo, feminazismo, narcisismo, homem capacho, mangina

terça-feira, 12 de junho de 2012

Tanta sedução pra nada!

Revista elege as 100 mulheres mais sexy do mundo

Rosie Huntington é eleita a mais sexy de 2011. Veja alguns nomes

Yahoo! - terça-feira, 3 de maio de 2011 12:59 BRT

Rosie Huntington-Whiteley na capa da Maxim

Neto Lucon, da Container Conteúdo

Na guerra pela beleza, cem mulheres famosas foram eleitas as mais sexy do mundo pela revista Maxim, dos Estados Unidos. A lista completa ainda não foi divulgada, mas adiantamos alguns nomes que estarão na publicação especial.

De acordo com a revista, a modelo e atriz Rosie Huntington-Whiteley, conhecida por ter integrado o elenco da Victoria’s Secret e pelo filme "Transformers 3", é a mais sexy de 2011. Repleta de fotos sensuais em revistas de todo o mundo, a escolha não é novidade aos leitores.

O segundo lugar ficou com Olivia Munn, seguida de Katy Perry, que venceu a eleição no ano passado e alcançou a medalha de bronze em 2011.

Cameron Diaz e Mila Kunis também estiveram entre as 10 mais.

Alguns nomes curiosos também entraram. Há quem aposte, por exemplo, na sensualidade da linda princesa Kate Middleton, e nas loucurinhas de Lindsay Lohan.

Wireimage / Getty Images

Revista Maxim divulga as cinco primeiras da lista de mais sexy

A estrela de "Cisne Negro", Natalie Portman, também conquistou boa colocação, assim como Scarlett Johansson, Miley Cyrus, Rihanna e Anne Hathaway.

Tanta sedução pra nada

Naked depilação a laser - bairro Savassi, Belo Horizonte

Festsom, Francelino - Juatuba, MG, 17 de abril de 2011

Anúncio da cerveja Cintra

Anúncio da cerveja Kaiser

Super_Noticia_10_maio_2011 - http://www.otempo.com.br/supernoticia/acervo/?IdEdicao=1379&IdNotaEdicao=3301

Fantasia Erótica Conjunto Mini Espanhola - http://www.lojadoprazer.com.br/prod,IDLoja,343,Y,873591069702,Amp,True,IDProduto,2770135,fantasias-femininas-fantasia-erotica-conjunto-mini-espanhola-composta-por-tanga--saia-e-top

Body Dourado - http://www.lingerie.com.br/prod,IDLoja,159,Y,873570009000,Det,True,IDProduto,1663166,bodies-body-dourado

Neste sábado, eu estava andando em um bairro da periferia indo visitar uns amigos, eu vejo na rua duas mocinhas adolescentes com aquelas roupinhas ridiculamente curtas, umas caras azedas e escutando um funk. "Você quer comer, eu quero te dar". Não estou inventando, nem com lapso de memória, isso era um trecho da música. Ah, eu estava com um outro amigo meu. Esse meu amigo brincou com as mocinhas: "só se for agora". Elas não falaram nada, mas a cara que já era de c ficou mais de c ainda.

Até que você homem pague pra ver se é isso mesmo, parece que as mulheres estão mais liberais, para dizer o mínimo. Aí, você pode até pagar, mas geralmente não vê. E aí, o que vemos por aí?

  1. Mulheres recalcadas e/ou casadas por interesse falando como se fossem taradas.
  2. Marcha das Vadias em nome do "eu transo com quem eu quiser", mas com as madames entrando com seios à mostra na rua exigindo não serem tocadas quando não estão afim do cara. Ah, e puxando a ficha das senhoritas vamos ver que os homens que elas querem são os mesmos cafajestes machistas que tratam mulher como objeto contra os quais elas dizem que protestam.
  3. Mulheres casadas indo a sex shop para comprar um produto ou alugar um vídeo. Para agradar o marido.
  4. Elas querem ser vistas como sexys sendo gordas, da casa dos 40, qualquer coisa fora do padrão de beleza machista (que diga-se de passagem que nenhum homem é tão rigoroso nisso quanto elas mesmas). O que elas não querem é PICA.
  5. Festas, bares, encontros automotivos, bailes funk com "sete pra cada homem", mas onde o trouxa vai pagar bebida pra vadia que entrou de graça e de onde só vai sair contando que estava cheio de mulher gata e no máximo alguma foda que ele não diz que nem gozou decentemente porque a mina era uma escrota.
  6. Festinhas universitárias, o paraíso da putaria. Para playboys idiotas, hippies falsificados do DCE e traficantes do alojamento.
  7. Sexo em repúblicas e alojamentos de estudantes. E as novinhas só engravidam dos piores alunos da faculdade.
  8. A mulher com um mínimo de beleza da periferia saiu com um outro pobre (às vezes já deu pra metade da vizinhança). Por dinheiro ou pra se vingar do marido ou namorado.
  9. A mulher está com um decote com as tetas enormes quase saindo ou com uma calça de lycra mostrando a bunda maior que duas abóboras morangas. Mas só falta falar "se olhar, morre".
  10. Até mulheres católicas ou evangélicas usam minissaia ou blusa decotada, algumas até publicam foto em rede social de biquíni. Mas não falam nem sobre sexualidade e acham que princípios é horror a sexo.

Mesmo assim, nos dizeres de faladores de roda de buteco e da turma dos defensores da família e da moral meninos-de-um-lado-meninas-do-outro, deve estar faltando motel pra tanta menina de calça jeans ou menos que não parece a avó frustrada. Mas não é o que pode ser visto por qualquer homem de caráter sem muito dinheiro de sobra (não apenas um idiota com muito medo do Inferno ou dos outros para se manifestar como homem). Por exemplo, um homem pode receber um e-mail como este aqui:

De: Amor e Sedução <dicas@noticiaparaamigos.com.br>

Para: xxxxx

Enviadas: xxxxx

Assunto: Você pode ter a mulher que desejar

Sempre fui um cara bonito, porem faltava algo

Meus amigos sempre fizeram muito sucesso com a mulherada, porém não era meu caso, ia pra balada e nada de encontrar alguém, enquanto meus amigos pegavam muitas mulheres eu ficava na seca. Sempre fui um cara bonito, porém faltava algo em mim que chamasse a atenção das garrotas.

Foi em uma conversa com meu amigo que ele revelou o segredo usado para conquistar e ter a mulher que desejar.

Fui em buscar do segredo que ele usava pra atrair as mulheres, se deu certo para ele tinha que dar certo pra mim.

Eu precisava fazer com que as mulheres notassem minha presença. Procurei algumas dicas na internet até que encontrei o tal segredo.

Fui pra balada para testá-lo, e realmente funcionava como ele havia me explicado, era como se só existisse eu de homem naquele lugar, todas as mulheres queriam ficar comigo depois que descobri o grande segredo que meus amigos usavam pra ter qualquer mulher não tenho mais medo de sair e ficar sozinho, ficar sozinho é impossível.

Vou deixar para vocês o segredo que usamos para ter qualquer mulher http://colunadainformacao.com.br/segredodaseducao

O que está acontecendo, afinal?

  1. As mulheres em geral estão medindo o seu valor pelo quanto conseguem brincar com a libido masculina. Elas são lésbicas intocáveis, mas são deslumbradas com o próprio corpo, ou com o que conseguem fazer para que ele pareça atraente. Salto alto para empinar a bunda, sutiã com bojo para esconder que tem um peito ridículo, e por aí vai.
  2. As mulheres em geral desprezam os homens, o que elas amam é o interesse dos homens por elas. Essas lésbicas não são homossexuais, são egossexuais, têm atração sexual pelo próprio ego, ou pela mentira que as pessoas, inclusive outras mulheres, acreditam sobre o que ela é.
  3. As mulheres em geral são tão ególatras que acreditam que a medida de valor de um homem é o quanto ele consegue interessá-la, e os homens em geral são tão paspalhos que acreditam. Essa mulher é apaixonada por si mesma e o homem é apaixonado pelo físico dela e pelo mínimo de educação que ela tem por necessidade ou para deixar o cara na geladeira até tirar mais tarde. Essa é a história de muitos jeitinhos "sedutores".

Ou seja, não existe contradição de mulheres que parecem disponíveis para os homens (não só para sexo) mas na hora H não ser bem assim. Existem algumas lésbicas vazias que vivem de usar a beleza para se aproveitar de uma relação sádica com homens otários e outras já tão ensimesmadas que já se acham realizadas e poderosas mas deixaram a pose no modo automático.

Abigail Pereira Aranha

segunda-feira, 11 de junho de 2012

As cidades brasileiras não têm salvação, nós temos - parte 2: arquiteto não é urbanista

Disciplinas referentes a Urbanismo da grade curricular do curso de Engenharia Civil

Referência: UFMG, https://www2.ufmg.br/civil/civil/Home/Grade-Curricular/VERSAO-2010-1

Topografia I

Topografia II

Introdução as Ciências do Ambiente

Controle Ambiental

Introducao à Geologia

Gerenciamento Resíduos Sólidos Urbanos

Mecânica dos Solos I

Mecânica dos Solos II

Noções de Arquitetura e Urbanismo

Análise de Sistemas de Transporte

Sistema de Abastecimento de Água

Planejam. Urbano, Regional e Transportes

Hidrologia Aplicada

Sistemas Esgotamento Sanitário e Pluvial

Geotecnia Ambiental

Projetos de Estradas e Vias Urbanas

Construção de Estradas e Vias Urbanas

(optativa) Tópicos em Políticas Públicas

(optativa) Estruturas de Pontes

(optativa) Qualidade da Água

(optativa) Tratamento de Águas de Abastecimento

(optativa) Tratamento de Águas Residuárias

(optativa) Transportes Sobre Trilhos

(optativa) Análise Técnico-Econômica de Transportes

(optativa) Tráfego Urbano

(optativa) Transportes Públicos

(optativa) Obras de Terra e Enrocamento

(optativa) Geologia de Engenharia e Mecânica Rochas

(optativa) Tópicos em Demografia

(optativa) Introdução à Demografia

(optativa) Psicologia Comunitária Ecologia Humana I

(optativa) Tópicos em Sociologia Urbana

(optativa) Tópicos Tecnologia da Arquit. e Urbanismo

Disciplinas referentes a Urbanismo da grade curricular do curso de Arquitetura

Referência: UFMG, https://www2.ufmg.br/arquitetura/arquitetura/Colegiado-Home/Curso-Diurno/Estrutura-Curricular

História da Arte, da Arquitetura e da Cidade Antiga Medieval. Sem comentários.

Fundamentação para Projeto de Arquitetura e Urbanismo I. Uma ementa vaga: "Sensibilização para prática de projeto de Arquitetura e Urbanismo. Desenvolvimento da habilidade de percepção individual e compreensão do espaço. Introdução ao exercício de projeto pela problematização de situações. Proposição e execução de ideias. Instrumentação e desenvolvimento da capacidade para expressar e representar ideias por meios analógicos e digitais, visando ao desenvolvimento de linguagem própria". A disciplina Desenho Projetivo para Engenharia tem uma ementa mais objetiva e mais modesta que esta, do 1º período, que já fala de "proposição e execução de ideias".

Introdução ao Urbanismo. Fala de "interdisciplinaridade do conhecimento urbanístico", o que é bom.

História da Arte Arquitetura Cidade Renascimento Barroco. Sem comentários.

Cartografia e Topografia. A Engenharia Civil tem Topografia I e II.

Fundamentação para Projeto de Arquitetura e Urbanismo II. Matéria do 2º período com outra ementa imprecisa e sem modéstia: "Introdução ao exercício de projeto pela problematização de situações, proposição e execução de ideias, apoiada no conhecimento do desenho projetivo e do desenho técnico. Investigação das ferramentas de desenho aplicadas à expressão e representação da arquitetura e urbanismo no processo de projeto".

Urbanismo I. Matéria do 3º período. Na altura em que um estudante de Engenharia Civil nem mesmo está fazendo disciplinas específicas, está matéria tem na ementa "erosão e movimento de massa", o que o estudante de Engenharia Civil verá em duas Mecânicas dos Solos e "macro e microdrenagem e suas especificações", que custa ao estudante de Engenharia Civil uma Hidrologia Aplicada e uma Sistemas de Esgotamento Sanitário e Pluvial.

Teoria Urbana. "Estudos e análises críticas das teorias sobre os agrupamentos urbanos e sobre as cidades da Antigüidade Clássica até a contemporaneidade". É a ementa.

Saneamento e Estudos Ambientais. A ementa menciona "manejo de águas pluviais e abastecimento de água, manejo de resíduos sólidos e manejo de efluentes líquidos", pontos que o estudante de Engenharia Civil verá em uma disciplina cada um. Mostra-se óbvio que tal matéria é um generalismo próprio para quem irá chefiar especialistas sem assumir responsabilidade, mas sempre os méritos.

Projeto Integrado de Arquitetura e Urbanismo. A ementa é tão pomposa quanto o nome. Além de imprecisa.

Paisagem e Ambiente.

Planejamento Regional. Código GEO023, logo oferecida pelo Departamento de Geografia. Interessante. A ementa fala de "técnicas de análise cartográfica e interpretação de imagens por satélites" como o ítem mais preciso.

Projeto Paisagístico.

(optativa) Tóp em Arquitet. Brasileira e Revitalização de Edif e Cidades.

(optativa) Legislação Urbana e Ambiental.

(optativa) Habitação e Meio Ambiente.

(optativa) Tóp. Sustentabilidade: Mobilidade e Transp. Urb.. Sustentabilidade e mobilidade são palavras de moda por estes anos. O estudante de Arquitetura não tem disciplinas desta área de transportes. O de Engenharia Civil tem quatro obrigatórias.

(optativa) Tópicos em Arq. Contemporânea, Cidade.

Epílogo

Renato Melo Arquitetura - projeto de metrô para Belo Horizonte

Para que o leitor tenha ideia do que eu digo, esta é uma proposta para o metrô de Belo Horizonte do arquiteto Renato Melo (http://www.renatomelo.com/projetos/08004bhmetro/index.html). Dois erros crassos. O primeiro pode ser exemplificado em um trecho da rede: na linha 4, o acesso à estação Estrela Dalva (região Oeste) deverá estar em algum ponto com cota cerca de 1.000 m e o acesso à estação Seis Pistas (Nova Lima) deve ter cota cerca de 1.150 m. Em uma distância de 4 km, a inclinação média do trecho será de cerca de 4%, um valor crítico para um trem. E a construção só deste trecho será quase impraticável por esse e alguns outros motivos que não exporei aqui para não alongar a discussão. O segundo erro é que vários trechos não apresentam uma densidade demográfica ou um índice de passageiros por quilômetro que torne a linha viável, como o trecho Cidade Administrativa - Vespasiano da linha 1.

Não adianta dizer que o urbanismo é um trabalho multidisciplinar, o que é certo e já ouvi. Estudantes de Engenharia Civil são diplomados como "engenheiros civis", estudantes de Geografia são diplomados como "geógrafos", estudantes de Engenharia Ambiental são diplomados como "engenheiros ambientais", mas estudantes de Arquitetura são diplomados como "arquitetos urbanistas".

Também não cabe dizer que o arquiteto tem uma visão social e humanista que falta ao engenheiro civil, geólogo, florestal ou ambiental. Há engenheiros que têm tal sensibilidade e não poucos arquitetos a quem ela falta. Atrevo-me a dizer que um humanista (ou mais, um humanófilo) que possa receber uma formação técnica para ser um bom engenheiro civil e possa "assinar" os seus projetos urbanos produzirá obras mais valiosas do que toda a literatura acadêmica que leva o nome de Urbanismo.

Também não cabe dizer que o arquiteto tem uma visão ampla e de conjunto que falta aos engenheiros, especialmente o civil, que executarão o projeto. O engenheiro civil tem um conhecimento que falta aos executores especializados no trabalho braçal, como o pedreiro, e tal conhecimento permite uma visão geral da obra que faz possível ao primeiro conduzir o trabalho dos últimos, em geral levando a um resultado tão bom quanto a qualidade do trabalho dos que o executam. O arquiteto urbanista, não: ele é chefe de profissionais que, sem exceção, conhecem mais que ele as suas atribuições, e levará os méritos não só de suas artes concebidas com uma certa liberdade artística (para não usar um termo pesado) como do que são atribuições conjuntas com outros profissionais - como o monumento concretizado pelo engenheiro civil ou o parque florestal concretizado pelo engenheiro ambiental. O arquiteto urbanista estuda teorias urbanistas em geral importadas e sem instrumental para a prática. As disciplinas relacionadas ao Urbanismo são em geral sem pré-requisitos (assim, uma não "prende" a outra). Na verdade, o arquiteto urbanista tem nome e atribuição mas não tem formação para o urbanismo. Espero ter conseguido expor isto aqui.

Abigail Pereira Aranha

sexta-feira, 8 de junho de 2012

"O Pessoal não gosta muito de liberdade de expressão não é mesmo?" - caso compartilhado no Facebook

Fui expulso da Página do Mula depois que objetei educadamente a mentira proferida pelo semi analfabeto que ele é, que basta o pobre consumir , que vai haver investimento e produção e "circulo virtuoso"

Também fui expulso do Instituto Mises porque ao invés de reduzir impostos sobre combustiveis, fiz a proposta de permitir a entrada de carros elétricos como produto substituto e competitivo, o dono do Instituto é executivo do Grupo Ultra (combustiveis) e me expulsou

O Pessoal não gosta muito de liberdade de expressão não é mesmo haha?

Odissey Henrique

31 de Maio próximo a São Caetano do Sul, São Paulo

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Do perfil da Abigail: capa do A Vez dos Homens que Prestam

A Vez dos Homens que Prestam

Moça,

Só porque eu gostei dos seus seios ou sua bunda, não significa que eu não consiga ver outra qualidade que você tiver.

Só porque a ideia de transar com você me agrada, não significa que eu não te respeite.

Só porque eu me revolto com algumas coisas erradas, não significa que eu sou antissocial.

Só porque eu gosto de pornografia, não significa que comigo não dá pra ter uma boa conversa.

Só porque eu sou anarquista, não significa que eu sou intratável.

Só porque eu não acredito em Deus, não significa que não tenho caráter.

Só porque eu tenho caráter, não significa que vou deixar que ele seja usado contra mim.

http://avezdoshomens.blogspot.com

Abigail Pereira Aranha

http://ateistas.com/abigailpereiraaranha

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

peituda-cheinha-070612: veja mais / vea más / see more

escurinha-ruiva-bunda-grande-070612 e escurinha-ruiva-bunda-grande-peito-grande-070612: veja mais / vea más / see more

Betty-Sparks-with-4-gangbanged-kissing-070612 e Betty-Sparks-com-4-gangbang-070612: veja mais / vea más / see more

terça-feira, 5 de junho de 2012

As cidades brasileiras não têm salvação, nós temos - parte 1: as forças ocultas (ou ocultadas) por trás dos problemas

Moradora se nega a sair de casa e barra obra de R$ 115 milhões em BH

Entrincheirada em sua casa, com três cachorros que trata como filhos, costureira é o último obstáculo à ligação entre a Avenida Pedro II e a Pampulha, após demolição de milhares de barracos na Vila São José. Trecho receberá tráfego estimado em 85 mil veículos

Mateus Parreiras

Publicação: 01/09/2011 01:00 Atualização: 01/09/2011 06:05

Ela tem menos de um metro e sessenta. A voz rouca da costureira embala uma fala mansa e acompanha o olhar tímido de quem faz 70 anos em dezembro, mas não tem filhos ou marido com quem comemorar. A paixão de dona Dalva, “seus filhos”, como os chama, são três cãezinhos: Pichulinha, Rosinha e Reque. Mas essa mulher humilde e de aparência frágil barra a passagem de máquinas pesadas a serviço da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e é a última barreira, entre os remanescente da demolição da Vila São José, para a ligação das avenidas Pedro II, Tancredo Neves e João XXIII, uma obra arrojada, prometida há décadas, que custa R$ 115 milhões e gastou R$ 26 milhões apenas com desapropriações.

A obra foi iniciada em 2007, prometida para dezembro de 2010, depois para novembro deste ano. Na terça-feira, o prefeito Márcio Lacerda (PSB) definiu a intervenção, que segundo seus cálculos fica pronta em dezembro, como o “presente de aniversário para a cidade”, que completa 114 anos no dia 12 do último mês do ano.

A importância das intervenções é grande. Pela ligação entre as três vias, espera-se que o trânsito das regiões Pampulha e Noroeste seja aliviado e possa fluir melhor na ligação com o Centro, desafogando outras vias arteriais da cidade, como as avenidas Antônio Carlos, Carlos Luz e Abílio Machado. A intervenção vai beneficiar também o entorno de bairros como Castelo, Serrano, Santa Terezinha, Paquetá, Conjunto Celso Machado e parte de Contagem, na Grande BH. De acordo com a prefeitura, passam diariamente pela Pedro II e Tancredo Neves 85 mil veículos.

“Eu me encontrei com o ex-prefeito Pimenta da Veiga (gestão 1989/1990) e ele me disse que essa obra era o maior objetivo de sua administração, mas que, na época, não conseguiu realizá-la. Agora, será o presente para BH”, prometeu Lacerda, durante o discurso de assinatura das ordens de serviço das obras de mobilidade para a Copa do Mundo. Ele só não contava com a persistência de dona Dalva.

Mesmo sozinha na paisagem desolada, onde agora predomina a terra vermelha no lugar em que se enfileirava uma intrincada rede de barracos, a costureira se agarra aos cães e teima em não deixar sua moradia. “Não quero sair do meu cantinho. Fico aqui quietinha se me deixarem”, afirma a mulher, que mora há 15 anos no lugar. Dalva é o apelido pelo qual todos a conhecem. Nasceu Leonilda de Souza, na cidade de Salinas, no Norte de Minas, a mais de 660 quilômetros de onde hoje fincou pé. Quando chegou à vila, arranjou um marido que a deixou três meses depois. Desde então, sua paixão são os cães que cria e as ervas que cultiva em vasos do quintal e do jardim. Entre as taiobas, guinés, pimentas e alecrins, ela reclama da poeira da obra que invade a casa.

Dona Dalva conta que até se sentou no chão quando os engenheiros da Empresa Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel) foram até a casa dela, para dizer que a construção precisava sair do caminho da obra. “Eles me ofereceram um apartamento, mas para lá não posso levar meus filhos”, disse, referindo-se a Pichulinha, Rosinha e Reque. “Depois, avaliaram minha casa em R$ 36 mil”, completou.

Por causa do tráfego intenso de tratores, patrolas e caminhões pesados pela obra, o muro da casa de Dona Dalva desmoronou. Ela não esmoreceu: mandou colocar uma cerca de tela de arame e a preencheu com telhas de amianto que encontrou entre os destroços deixados para trás pelos vizinhos. Por causa do que aconteceu, pensou ser uma boa ideia negociar com os técnicos da Urbel. “Falei com eles que, se me deixassem ficar na minha casa, mandava fazer um muro novo e bem bonito e um passeio na beira da avenida que vão abrir. Ainda não me deram resposta, mas sei que se costurar muito e pedir a ajuda dos parentes lá de Salinas posso fazer isso”, planeja.

Enquanto a obra não sai, as ligações entre as avenidas Tancredo Neves e João XXIII com a Pedro II e o Anel Rodoviário continuam sendo feitas por dentro dos bairros Jardim Alvorada, Jardim Montanhês, Alípio de Melo e Primavera, em um tumultuado labirinto de ruas, a cada dia mais congestionadas nos horários de pico.

De acordo com a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), as negociações continuam, mas nenhuma moradia atrapalhará o cronograma de entrega da ligação das avenidas em dezembro.

A obra, que do total de R$ 115 milhões tem R$ 11,5 milhões de contrapartida da PBH, foi a primeira a ser iniciada na cidade com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. Além da ligação das vias, contemplou a implantação de redes de água e esgoto, abertura e urbanização de ruas, áreas de lazer e convivência e a canalização de um trecho do Córrego São José. Mas sua principal promessa, a “avenida que vão abrir”, tem em seu caminho a casa de dona Dalva. Que não parece disposta a arredar pé do seu “cantinho”.

PARREIRAS, Mateus. Moradora se nega a sair de casa e barra obra de R$ 115 milhões em BH. Estado de Minas, 01 de setembro de 2011. Disponível em http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2011/09/01/interna_gerais,248193/moradora-se-nega-a-sair-de-casa-e-barra-obra-de-r-115-milhoes-em-bh.shtml. Acesso em 01 de setembro de 2011.

Os problemas são conhecidos, mas não assumidos

"Evite transitar neste local em caso de chuva forte". Placa colocada pela prefeitura, na av. Tereza Cristina, Barreiro de Baixo, Belo Horizonte
"Evite transitar neste local em caso de chuva forte. Em caso de emergência, ligue: Defesa Civil: 191. Corpo de Bombeiros: 193. Área identificada na Carta de Inundação de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte". Placa na av. Tereza Cristina, Barreiro de Baixo, Belo Horizonte

Este não é mais um texto com o velho palavrório buscando-soluções-para-as-nossas-cidades. Este procura explicar, em primeiro lugar, qual é o problema, e por que com tantos discursos, congressos e mesmo obras práticas a vida das cidades continua piorando. Talvez nem mesmo seja novidade, mas não é algo que profissionais da área costumam dizer.

Ah, e urbanista não existe, existe paisagista que manda em engenheiro. Mas isso será discutido na parte 2.

Há 100 ou 200 anos atrás, a maioria das nossas grandes cidades eram vilas ou povoados. Estes cresceram com bairros novos mal abertos em torno do mesmo centro antigo, não raro aberto em uma época em que nem haviam automóveis no Brasil. Não é coisa de mais de 20 ou 30 anos que um loteamento deva ter energia elétrica, rede de água, rede de esgoto e pavimentação para ser aprovado. Daí, não poucos bairros antigos ainda não têm pelo menos um destes serviços até hoje.

Um bairro de 30 ou 40 anos hoje começou, na maioria das vezes, como um conjunto de lotes entre ruas mal abertas no meio do mato. Algumas poucas famílias se mudaram para lá, sem rede de água, saneamento e energia elétrica, andando alguns quilômetros até o ponto de ônibus mais próximo quando iam para o centro da cidade ou o centro de uma cidade média ou grande vizinha. Quando mais famílias se mudaram, começou um comércio pequeno e veio um ramal de uma linha de ônibus de um bairro próximo, com algo como uma partida a cada duas ou três horas. Quando o bairro cresceu um pouco mais, foi aberto um outro loteamento mais adiante, parecido com este quando começou.

E a cidade foi aumentando, em perímetro urbano e em população, não como um conjunto, mas como um amontoado de bairros mal desenvolvidos ligados por um labirinto viário ao Centro e a poucos bairros com oferta de comércio, trabalho e serviços digna de nota. O que era uma rua local, criada para isso, agora é uma via coletora, ou mesmo arterial. Uma rodovia, que devia ser para trânsito intermunicipal, é a única via de acesso para um bairro às suas margens, criado por um loteador "espertinho". E o que era um amontoado distópico de barracões ou construções de tábuas e de lataria em brejos, morros ou terrenos abandonados se torna um bairro quase só de nome: os caminhos entre as construções ganham nome de rua, a área é reconhecida oficialmente como habitada, as construções irregulares são registradas e pouca coisa melhora depois disto.

Nesta história, mesmo centros planejados no final do século XIX ou começo do século XX com vias consideradas largas para a época, como Belo Horizonte, têm um fluxo muito maior do que o imaginado pelos primeiros planejadores (apenas em cerca de 1930 a população mundial chegou a 2 bilhões de habitantes). Esta é uma parte do primeiro problema: o problema político. O Poder Executivo e o Poder Legislativo de quase todas as cidades se comprometeu com a especulação imobiliária. Não raro alguns prefeitos e vereadores em particular foram (ou são) especuladores imobiliários ou tomaram decisões pseudo-técnicas para beneficiarem terras de amigos, aliados ou suas próprias ou para desvalorizar ou confiscar terras de adversários ou desafetos pessoais. Parte da legislação tem, na melhor das hipóteses, brechas que permitem grandes construtores venderem mais unidades residenciais ou comerciais fazendo economias "porcas", como edifícios de quatro andares sem elevadores ou edifícios comerciais razoavelmente movimentados sem estacionamento em ruas de oito metros ou menos de largura de pista. O plano diretor ou a legislação de uso do solo mais se ajusta aos interesses de algumas imobiliárias e construtoras ou se rende ao inchaço da cidade do que planeja, de verdade, uma melhor expansão do perímetro urbano. Funcionários públicos venais ainda podem fazer passar o que mesmo assim a lei não permite.

Mas não é só do lado rico que vêm os problemas. E aqui está o segundo problema: o problema popular. Para ser mais exato, o governo da multidão barulhenta, não do povo organizado. Este problema talvez seja pior que o anterior por pelo menos dois motivos. O primeiro é que envolve a maioria pobre, que representa votos. O segundo é que a mobilização dessa maioria pobre, ou mesmo de poucas centenas dentre eles, pode parar quase qualquer coisa. A matéria citada no começo é um exemplo. Pelo Brasil afora, uma obra para a cidade como um todo pode ser deslocada ou impedida por qualquer grupo de poucas centenas de pessoas que não quer se mudar ou perder o "sossego" da rua onde mora há 30 ou 40 anos, como aconteceu em Belo Horizonte, 2008: o projeto da década de 80 de uma rodoviária nova no bairro Calafate, integrada a uma estação de metrô e a um terminal de integração metrô-ônibus, foi frustrado só porque os moradores do bairro se mobilizaram contra (o candidato derrotado no segundo turno da eleição para prefeito de 2008, Leonardo Quintão, anunciou inclusive compromisso registrado em cartório).

Deste problema social surge a favela. Indico o texto "Um raio-X das favelas", de Roberto Cavalcanti, disponível em http://roberto-cavalcanti.blogspot.com.br/2007/06/um-raio-x-das-favelas.html. Ainda que o texto pareça de ódio, acerta mais do que erra, e mais do que os esquerdistas gostariam. Mas acrescento que a bagunça das nossas cidades é feita de loteamentos mal organizados feitos pelos especuladores imobiliários e de ocupações irregulares que ganharam nome de bairros.

Juntando os dois problemas, temos que quando cada bairro propriamente dito se torna mais populoso e "menos pior", a imobiliária que loteou o bairro pode vender mais caro os seus imóveis, a especulação imobiliária traz ou tenta trazer construções novas (geralmente residências), a prefeitura pode cobrar um IPTU maior e a favela vem ou a invasão de lotes vagos se torna mais interessante. Justamente os principais produtores da tragédia urbana se tornam seus principais beneficiários, e têm poder, que pode ser do voto ou econômico, para deixar as coisas como estão nem que seja por inércia. Por isso os problemas continuam, mesmo com todos os discursos e eventos falando em mudar tudo. Com sorte bairros que eram residenciais se tornam ou ganham centros comerciais e de serviços dignos de nota, isso quando o inchaço da região torna interessante qualquer empreitada comercial. Na melhor das hipóteses, um profissional com caráter e uma formação adequada (novamente, não a do curso de Arquitetura e Urbanismo) terá um rendimento de baixo para médio em deixar uma herança depois de muita luta contra colegas covardes e ególatras, superiores hierárquicos idiotas, funcionários públicos cretinos, políticos venais, endinheirados mesquinhos e líderes comunitários de favelas e bairros pobres concentrados em alcançar ou preservar um cargo de vereador.

O terceiro problema: o problema apoteótico. Em vez de executar hoje o projeto discutido ontem para preparar a cidade para amanhã, se discute hoje para ser feito amanhã o projeto que devia estar concretizado ontem. Dentro de qualquer período de dez anos dos últimos trinta em qualquer grande cidade, vários eventos discutindo soluções para as cidades, planos diretores em geral mal copiados de outras cidades, trabalhos técnicos e livros dedicados ao urbanismo. Não só cada evento foi desconhecido de quase qualquer pessoa da própria cidade onde ocorreu que não fosse no mínimo estudante de curso relacionado como um popular geralmente não se lembrará de nenhuma melhora na qualidade de vida urbana além de algo local enquanto tanta coisa acontecia. Nisto ganham acadêmicos narcisistas, políticos espertalhões, líderes de intenções obscuras e empresas que vão enriquecer com dinheiro público executando obras de má qualidade ou apenas insuficientes.

Como costuma dizer o consultor de comportamento Antônio Roberto Soares, "um problema sem solução é um problema falso". Continuaremos.

Abigail Pereira Aranha

Veja também:Rio ou Ria de Janeiro: velha, decrépita e injusta (Raymundo Araújo Filho, publicado no Correio da Cidadania)
Um Raio-x das Favelas (Roberto Cavalcanti)

sexta-feira, 1 de junho de 2012

2 de junho é o Dia das Tias, aqui vai uma lembrancinha

Diana-Prince-4-23 e Diana-Prince-4-35: veja mais / vea más / see more

duas-gatas-com-gatinho-010612 e duas-gatas-com-gatinho-metendo-010612: veja mais / vea más / see more

velhota-loura-Rebecca Bardoux-010612 e madura-loura-Rebecca-Bardoux-010612: veja mais / vea más / see more

gia-steve-na-porta-do-carro-010612 e gia-steve-dentro-do-carro-010612: veja mais / vea más / see more

negra-Camille-Morgan-pegando-dois-010612: veja mais / vea más / see more

teen-Emy-Reyes-pegando-no-carro-010612 e teen-Emy-Reyes-levando-no-carro-010612: veja mais / vea más / see more

Pra esta pesquisa, você tem que ser mulher (literalmente): e se uma mulher da sua família fizesse p*rnô ou fosse pr*stituta?

1 - E se uma prima sua fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

2 - E se uma irmã sua fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

3 - E se uma tia sua fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

4 - E se a sua mãe fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

5 - E se uma sobrinha sua fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

6 - E se uma filha sua fizesse material pornô, posasse nua numa revista ou fosse prostituta?

7 - O que você acharia das seguintes cenas (com uma mulher da sua família)?

Felação

madura-faxineira-com-rapaz-310512: veja mais / vea más / see more

Cunilíngua

chupadinha-buceta-Victoria-Valentina-310512: veja mais / vea más / see more

Anal

morena-anual-310512: veja mais / vea más / see more

Dupla penetração - na frente e atrás

videosz-the-babysitter-9-13: veja mais / vea más / see more

DP vaginal e oral

Jessica-Moore-na-praia-310512: veja mais / vea más / see more

DP anal e oral

blonde-teen-ann-all-oral-310512: veja mais / vea más / see more

DP vaginal

dois-na-linha-de-frente-310512: veja mais / vea más / see more

DP anal

dupla-anual-310512: veja mais / vea más / see more

Gangbang

Angela-Winter-blonde-with-three-280512: veja mais / vea más / see more

Só oral e punheta com um

coroa-pegando-careca-310512: veja mais / vea más / see more

Só oral e punheta com vários

loura-chupando-e-pegando-310512: veja mais / vea más / see more

Gozada na cara

homem-gozou-da-cara-de-duas-310512: veja mais / vea más / see more

Gozada nos peitos

gozada-nos-peitos-310512: veja mais / vea más / see more

Gozada na boca

aleitamento-teen-loura-310512: veja mais / vea más / see more

8 - O que você acha quando uma mulher perde o emprego, é expulsa de casa ou tem algum sofrimento porque fez material pornô, posou nua numa revista ou foi descoberto que ela é prostituta?

9 - "Entendo a prostituição como uma forma extrema de violência e de exploração sexual que se quer mascarar a troco do dinheiro recebido pela prostituta e com o argumento de que ela é adulta e dá o seu consentimento." (Adília, Sexismo e Misoginia, http://sexismoemisoginia.blogspot.com.br/2011/04/transformar-sexo-em-trabalho.html). O que você diz?

10 - "Àqueles que são a favor da legalização da prostituição, que consideram as prostitutas ‘trabalhadoras’ do sexo, que não veem nada de mais nesse tipo de trabalho - um como qualquer outro – pergunto porque é que não extraem as consequências lógicas desse ponto de vista e não estimulam as suas filhas, irmãs, mães ou até mesmo esposas, a seguirem a carreira?" (Adília, Sexismo e Misoginia, http://sexismoemisoginia.blogspot.com.br/2011/04/transformar-sexo-em-trabalho.html). O que você diz?

loura-chupando-rapaz-outra-assistindo-310512: veja mais / vea más / see more

11 - Você teria ciúmes com uma mulher da sua família que fez material pornô ou posou nua numa revista em relação a um dos seus amigos homens?

12 - Você teria ciúmes com uma mulher da sua família que fez material pornô ou posou nua numa revista em relação a seu companheiro?

Beijos

Abigail Pereira Aranha

Página no Facebook