sábado, 3 de maio de 2014

Violência contra o homem 21: em um caso de linchamento depois de falsa acusação de estupro, homens falando como feminazistas, mulheres falando "como homem"

Boa noite, meus amigos e minh@s inimig@s. Vocês se lembram daquele dentista que foi morto por policiais porque foi confundido com um assaltante, o Flávio Santana? Para quem não se lembra, ou era muito novo (o caso é de 2004) ou não é do Brasil, eu relembro.

Dentista negro é morto por policiais em São Paulo

O dentista Flávio Ferreira Santana foi morto por policiais militares por engano, em São Paulo. O crime aconteceu no último dia 3 de fevereiro, depois que Antonio Alves dos Anjos, vítima de um assalto, apontou o rapaz que é negro a três policiais como sendo o provável bandido.

Os PMs abordaram o dentista, que estava desarmado, e o executaram com dois tiros no peito. Depois, forjaram uma prova do crime, colocando uma pistola junto ao seu corpo. Mas Antonio Alves dos Anjos não reconheceu Flávio Santana como sendo o assaltante e o fato teria sido omitido no boletim de ocorrência, onde consta que o dentista teria resistido à prisão e atirado contra os policiais.

Segundo a família de Flávio, ele teria ido levar a namorada ao aeroporto, quando foi morto. A testemunha decidiu hoje contar a sua versão à Policia Civil e inocentar o dentista. Antonio dos Anjos que presta depoimento neste momento no 13º Distrito Policial da Casa Verde não teria procurado a polícia antes por medo. As informações são da TV Bandeirantes e da TV Record.

(Estadão, 7 de Fevereiro de 2004, http://www.estadao.com.br/arquivo/cidades/2004/not20040207p11498.htm)

Imaginem se eu digo isto aqui:

Mais de 70% dos criminosos são de jovens entre 18 e 34 anos, pobres, negros e com baixa escolaridade, mesmo os negros sendo 60% da população geral e a nova classe média sendo 50,5%. Nos Estados Unidos, de cada 12 criminosos, 11 são negros.

O latrocínio é um dos crimes mais repulsivos que existem! Não dá para pegar um caso isolado que deu errado e tratar como regra pra justificar um ato abominável.

A imaturidade e irresponsabilidade destes policiais não têm relação nenhuma com a luta contra o crime.

Dizer que um cidadão de bem não merece ser roubado é errado porque a sociedade só visa os direitos dos negros? CALA A BOCA, IMBECIL!

(Fonte da foto: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u89845.shtml)

Pois é, uma vez o "Orgulho de Ser Hétero" publicou um caso de um adolescente que foi espancado por um homem porque uma garota fez falsa acusação de estupro. Está em http://orgulhohetero.blog.br/porque-esse-caso-nao-ganhou-repercusao. O autor chamou as lesbonazistas pra se manifestarem. O retorno foi até o esperado.

Gabriella Nascimento · Seguir · UFAM - Universidade Federal do Amazonas · 107 assinantes

Olha na boa sou mulher,mas nao sou a favor do feminismo,vejo elas falando muita merda. Mas nesse caso desse garoto,nao posso fazer nada alem de sentir muito e compartilhar. Mas nao e pq uma otaria dessas fez uma coisa dessas de acusar um garoto de algo tao grave,que eu ou qualquer outra garota merece menos respeito ou ser estuprada. E a questao nao ser mal comida,a questao em ponto e que o Brasil ta cheio de casos de estupro e violencia contra a mulher,e nos queremos respeito. E nao adianta dizer q e a roupa,pq quando vcs homens saem por ai sem camisa ou de short,ninguem os estupra. Alguns de voces precisam aprender que nos mulheres nao somos objetos sexuais,somos muito mais que isso. Se fosse a mae de voces que fosse estuprada,voces culpariam a roupa que ela usava? Ninguem merece ser estuprado,ninguem merece ser violentado,de forma alguma. Todos,sejam homens ou mulheres merecem respeito. Tenho muito amigos homens e somos muito diferentes,mas independente das diferenças todos merecemos respeito mutuo.

Responder · Curtir · 5 · Seguir publicação · 31 de março às 11:34

Uma nazista de gênero que não é feminista, como sempre. Bom, algumas mulheres também precisam aprender que os homens merecem respeito, e também não foi o irmão dela que foi preso, espancado ou morto por falsa denúncia de assédio ou estupro. E nos fóruns feministas são só as mulheres que merecem respeito, não homens e mulheres. Mas o pior não foi essa não-feminista. O que foi de chorar foi ver comentários de outros homens (grifos meus):

Bruno Torres · Universidade Santa Cecília - Unisanta

Cara, me desculpa, mas tá falando merda. Tá pegando um caso isolado e menosprezando um movimento que tem total relevância. No Brasil, a cada 12 segundos, eu disse 12 segundos uma mulher é estuprada. Esse BLOG é "Orgulho de Ser Hétero" e não "orgulho de ser um imbecil machista", apesar da maioria das tirinhas serem engraçadas e que levam o tema do machismo. Mas acredito que elas se dão no âmbito do HUMOR. Nenhuma mulher, independente do que faça, pense ou lute, não deveria ser estuprada NEM AS MAL COMIDAS. ESTUPRADOR tem que morrer, mas não dá para pegar um caso isolado que deu errado e tratar como regra pra justificar um ato abominável.

Responder · Curtir · 897 · Seguir publicação · Editado · 30 de março às 11:26

Edgard Victor Macedo

O que diabos tem uma coisa a ver com outra? Só por que tem gente doente no mundo que mente pra prejudicar o outro, outras pessoas que não tem nada a ver com isso merecem ser tratadas iguais a esses doentes? Merecem ser estupradas? A página aqui tem muita coisa legal, e por isso eu curti, mas jamais imaginei que veria algo tão imbecil e de tão maldoso assim. Quem acha que qualquer pessoa, seja homem, mulher, criança ou idoso merece ser estuprado, precisa de tratamento e cadeia!

Responder · Curtir · 111 · Seguir publicação · 30 de março às 11:57

Jonatas Lima · Seguir · Quem mais comentou · São Paulo · 141 assinantes

O ADM dessa página tem 15 anos? Você quer rebater o estupro com um caso isolado em outro continente? Dai, a mulher dizer que não merece ser estuprada é errado porque a sociedade só visa os direitos das mulheres? CALA A BOCA, IMBECIL!

Responder · Curtir · 76 · Seguir publicação · 30 de março às 11:51

Gabriel Tonin · Seguir · Quem mais comentou · Ator e escritor na empresa Grupo de Teatro Arteemq

acho que quem precisa se afirmar com "orgulho de ser hétero" é porque tem pinto pequeno, viu. O hétero esperto come e fica quieto. O hétero direito ama mulher de qualquer jeito e a respeita e tá do lado dela em qualquer luta. Eu quero que as minhas mulheres sejam tratadas como rainhas mesmo que elas sejam vadias.

Responder · Curtir · 38 · Seguir publicação · 30 de março às 12:14

Felipe Chagas · UECE - Universidade Estadual do Ceará

Pessoal não confundam as coisas, não importa que tipo de violência vocês citem contra o homem, assassinatos, injustiças, blá, blá... Não vai mudar o fato de que o estupro é um dos crimes mais repulsivos que existem! Não tentem justificar um erro com outro!

Responder · Curtir · 20 · Seguir publicação · 30 de março às 12:43

Alex de Figueiredo · Seguir · Quem mais comentou · IT Management na empresa Fipmoc Montes Claros

Kra, o que tem uma coisa a ver com outra???

Os únicos problemas que são mostrados na imagem são a imaturidade e irresponsabilidade da juventude e o da justiça com as próprias mãos! A atitude da garota ou do cara não tem relação nenhuma com a luta contra o estupro, seja por feministas ou não.

Comparação porca esta que fizeram.

O pior é ver que tem cara que não consegue perceber que não há relação nenhuma e apóia uma imagem destas!

Responder · Curtir · 17 · Seguir publicação · 30 de março às 13:30

Huggo Ferreira · Quem mais comentou

aquele tipo de raciocínio: "esse caso não teve repercussão, então mulheres merecem ser estupradas"

(mas, sim, creio que a menina desse caso mereça levar uns bons tapas. Talvez até ficar parecida com esse cara na segunda imagem ai)

Responder · Curtir · 5 · 30 de março às 13:52

Gabriel Tonin · Seguir · Quem mais comentou · Ator e escritor na empresa Grupo de Teatro Arteemq

HOMEM QUE É HOMEM DEFENDE TODAS AS MULHERES DOS IDIOTAS! MESMO SE FOR ALGUÉM QUE SE VESTE "DECENTEMENTE" OU AQUELAS CONSIDERADAS "PUTAS". TODAS AS MULHERES MERECEM SER DEFENDIDAS!

Responder · Curtir · 6 · Seguir publicação · 30 de março às 13:07

Foram vários comentários excelentes de homens, mas o que chamou a atenção foi algumas mulheres que mostraram a lucidez que faltou naqueles homens:

Aline Carvalho · IFMT - Campus Cuiabá

Não é um caso isolado, já ouvi falar de muitos outros desse tipo. Nesses casos, quem tem que sofrer as consequências é quem inventa a história e que agride injustamente. Mas cada caso é um caso e devem ser investigados individualmente, porque assim como existem homens doentes que estupram(na grande maioria dos casos), também existem mulheres sem escrúpulos que inventam estórias afim de se vingar por um término de relação ou algo do tipo. O grande problema do ser humano são as conclusões precipitadas.

Responder · Curtir · 35 · Seguir publicação · 30 de março às 12:23

Driika Lopes · UNIP - DIREITO

Que palhaçada... a questão não é essa... a questão abordada e de "merecer" ser estuprada.... ninguém merece sofrer nenhum tipo de violência... nem mulher nem homem... Não temos que ficar discutindo quem merece.... quem tem direito... ou mais direitos.... temos que nos unir para repreender essa violência.. essas mentiras... e punir essas pessoas.... mais repetindo ninguém merece nenhum tipo de violência.... chega....

Responder · Curtir · 12 · Seguir publicação · 30 de março às 12:05

Para as más línguas, essas moças são fakes de homem. Ou machistas. Se bobear, elas merecem ser estupradas (isso se forem mulheres).

Isto é sinal de que o masculinismo vai ter um boom lá pra 2020. As mulheres masculinistas vão ser as que conservaram caráter e saúde psiquiátrica ou as esposas de desempregado que deve pensão pra ex-mulher com filho de relacionamento anterior. Os homens masculinistas de terceira geração serão os homens que chamaram os guerreiros da Real de frustrados e defensores da violência contra a mulher e foram acusados de crime sexual no dia anterior.

Abigail Pereira Aranha

Apêndice

Negros são maioria nas prisões brasileiras

As cadeias brasileiras estão cheias de negros

A população carcerária brasileira é a quarta maior do planeta.O Brasil perde apenas para os Estados Unidos, China e Rússia.

Segundo os dados do Departamento Penitenciário Nacional, órgão ligado ao Ministério da Justiça, a população carcerária brasileira é de 469 mil presos.

No Brasil, um dos aspectos que revelam a opressão da população negra, é a população carcerária, que em sua grande maioria é de negros.

Segundo Timothy Ireland, representante da área educacional da Unesco no Brasil, dados do Ministério da Saúde indicam no perfil da maioria dos presos no Brasil, são de jovens entre 18 e 34 anos, pobres, negros e com baixa escolaridade, são 73,83% do total da população carcerária. Mias da metade 66%, não chegaram a concluir o ensino fundamental.

Assim como no Brasil, nos Estados Unidos a população negra é maioria nas prisões. O País tem uma população carcerária de cerca de 7,3 milhões de detentos, com a proporção de um branco para cada 11 negros.

Todos esses dados revelam que no Brasil, ao contrário do que os intelectuais da burguesia racista tentam afirmar, existe um racismo muito acentuado contra os negros, que são a parcela mais oprimida da população.

Causa Operária, sem data, http://www.pco.org.br/negros/negros-sao-maioria-nas-prisoes-brasileiras/zeoi,s.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook