segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Precisamos de mais mulheres na política?

Yeda Crusius, governadora do Rio Grande do Sul, participou de um esquema de corrupção que desviou R$ 44 milhões do Detran do RS. (Entenda a crise no RS envolvendo Yeda Crusius, Folha Online, 10/09/2009)

Roseana Sarney, governadora do Maranhão, perdeu a eleição e assumiu com manobra política. Diz o TSE que o governador eleito, Jackson Lago, cometeu abuso de poder político (Jackson Lago é cassado no Maranhão. Roseana Sarney assume o governo, Jornal do Commercio, Recife,25/09/2009), mas a decisão de cassá-lo tinha que beneficiar justo uma Sarney? A família Sarney é uma desgraça pro Maranhão. Se o Maranhão fosse separado do Brasil, seria o segundo país mais miserável da América Latina, ficando à frente apenas do Haiti. Jackson Lago comentou que "Roseana Sarney foi governadora por oito anos e construiu apenas três escolas. Eu e minha equipe em dois anos e três meses, construímos 173 escolas entregues e dezenas de escolas em construção. Se nós tivéssemos no governo agora, já teríamos passado de 200 escolas prontas." (Jackson Lago fala sobre sua cassação e crise no Senado, Resistência do Maranhão, 18/08/2009)

Ana Júlia Carepa, governadora do Pará, foi eleita a pior governadora do Brasil numa pesquisa do Vox Populi (Ana Júlia é a pior governadora do Brasil, Blog do Brasiliense, 13/06/2008). A segunda pior foi a Yeda Crusius, já mencionada.

Tem homens que foram ou são maus políticos? Sim, e muitos. Mas quando disserem que precisam haver mais mulheres na política, se lembre desses exemplos.

Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook