quinta-feira, 26 de outubro de 2006

O Cristianismo envergonhado

Há alguns séculos atrás falavam que os não-brancos e os não-cristãos eram sem moral, sem princípios, devassos, com parte com o Diabo e coisas assim. Negros, índios, mouros eram exterminados e escravizados em nome da superioridade dos cristãos sobre o resto da humanidade. A Igreja dizia por exemplo que os judeus eram responsáveis pela morte de Cristo, entre outras coisas. Agora a Igreja reconhece que é formada de pessoas imperfeitas. Claro, agora que todo mundo sabe que os sacerdotes cristãos se envolvem em escândalos (sexuais, financeiros, etc.), que os políticos cristãos não são nenhum modelo de ética e competência, que os patrões cristãos tratam mal seus empregados, etc.

Agora a Igreja busca provas ao seu favor fora da fé. No século XX / XXI! Se a fé cristã tinha algum fundamento em fatos, porque tantos livros contrários foram destruídos e tantos cientistas e pessoas que pensavam foram ameaçados ou então mortos? Ninguém censura, persegue e mata quando está do lado da verdade, pelo contrário. O papa Pio XII disse em um congresso de História em 1955 que "a existência de Jesus Cristo não concerne à História, mas à fé". 1955 anos depois de Cristo! Isso é coisa pra um cristão dizer sobre a base da sua religião? E não um cristão qualquer, mas o chefe da Igreja? Depois de tanto tempo? Não é prova de que não há nada de verdade no Cristianismo?

Agora a Igreja quer que o cristão estude a Bíblia. Será? A leitura da Bíblia era proibida até poucas décadas e já foi motivo de morte na fogueira ter uma. Você ainda não entendeu? Por que o Livro Sagrado não podia ser conhecido do povo? Leia bem e confira. Mil contradições (compare, por exemplo, os textos dos evangelhos que falam do mesmo episódio). Erros de História, Geografia, Cultura, Biologia, etc. Não tem um texto onde o Filho de Deus fala que estrelas vão cair do céu (Mateus 24: 29)? Outro onde os alicerces do mundo aparecem (Salmo 18: 15)? Outro onde o coelho é ruminante (Levítico 11: 5)? O Pentateuco, a lei que Moisés recebeu do próprio Deus, manda os judeus matarem vários povos, manda os judeus não se envolverem com não-judeus (pra não conhecerem nada além dos mitos e preconceitos que eram ensinados a eles) e condena à morte adúlteros, filhos desobedientes, quem não acredita em Deus, entre outros. O Velho Testamento tem tantos absurdos que os próprios cristãos dizem que ele é atrasado (que Jesus veio e aboliu a Lei). Já reparou que eles sempre falam de "contexto", tanto no Velho Testamento quanto no Novo, quando alguém fala de absurdos?

Agora a Igreja se preocupa com a dignidade humana. Depois de não ter feito nada que preste pelos pobres, negros, mulheres. A Bíblia manda as mulheres serem submissas aos homens, os servos serem submissos aos senhores (inclusive os maus - 1 Pedro 2: 18), dar a outra face, negar a si mesmo, fugir dos prazeres. Quem chega a algum lugar desse jeito? Se Deus quisesse nos dar algo que se parecesse de longe com o Paraíso, não ia exigir que aceitássemos uma vida de cão para chegar lá.

Direitos humanos, direitos da mulher, direitos do trabalhador, nada veio da Bíblia ou da Igreja. Enquanto a humanidade estava progredindo, o Cristianismo nunca foi o herói, nem coadjuvante, nem figurante. Sempre foi o vilão, censurando, perseguindo, destruindo, matando e jogando seu rebanho de ignorantes em cima de quem lutava contra os preconceitos e os absurdos. Mas os cristãos ainda querem levar o mérito pelo desenvolvimento da Ciência, pelas liberdades e tudo que eles fizeram de tudo pra nunca existir.

O mundo saiu das trevas da religião. Não totalmente, há até muito pra caminhar antes de chegarmos em um mundo livre e decente sem os mitos e a opressão de qualquer religião, mas avançamos alguma coisa. E com o progresso que a humanidade experimentou contra a vontade da Igreja, as superstições cristãs estão desmascaradas. Quem pensa e vive fora da tacanhez cristã ainda pode sofrer ameaça, discriminação, isolamento, mas não morre na fogueira como dois séculos e meio atrás. O Cristianismo está envergonhado, pra quem não tiver medo de se esclarecer e pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook