quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

10 sinais de que sua namorada ou esposa pratica bullying emocional

mood-swingsSerá que sua namorada ou esposa grita, berra e xinga você? Você sente como se você não pudesse falar com ninguém sobre seu relacionamento, porque eles simplesmente não entenderiam? O seu relacionamento está fazendo você se sentir como se estivesse ficando louco lentamente?

Se assim for, provavelmente você está envolvido com uma mulher que é uma valentona emocionalmente abusiva. A maioria dos homens não querem admitir que eles estão em um relacionamento abusivo. Eles descrevem o relacionamento e sua namorada / esposa usando outros termos como louca, emocional, controladora, mandona, dominadora, em constante conflito, ou volátil. Se você usar palavras como estas para descrever seu relacionamento, é provável que você está sendo abusado emocionalmente.

Você reconhece qualquer um dos seguintes comportamentos?

1) Bullying. Se ela não conseguir o que quer, há um inferno. Ela quer controlar você e recorre à intimidação emocional para fazê-lo. Ela usa agressões verbais e ameaças, a fim de levá-lo a fazer o que ela quer. Isso faz ela se sentir poderosa para fazer você se sentir mal. As pessoas com uma personalidade narcisista são muitas vezes praticantes de bullying.

Resultado: Você perde a sua auto-estima e se sente em desvantagem, triste e sozinho. Você desenvolve um caso de Síndrome de Estocolmo, no qual você se identifica com a agressora e realmente defende seu comportamento perante os outros.

2) Expectativas irracionais. Não importa o quão duro você tente e quanto você dá, nunca é suficiente. Ela espera que você deixe o que estiver fazendo e atenda às necessidades dela. Não importa quão inconveniente, ela vem em primeiro lugar. Ela tem uma lista interminável de exigências que ninguém mero mortal jamais poderia cumprir.

As queixas mais comuns incluem: Você não é romântico o suficiente, você não passa tempo suficiente comigo, você não é sensível o suficiente, você não é inteligente o suficiente para descobrir as minhas necessidades, você não está fazendo dinheiro suficiente, você não é COMPLETE A FRASE o suficiente. Basicamente, você não é o suficiente, porque não há nada agradável para esta mulher. Ninguém vai ser suficiente para ela de alguma forma, por isso não leve isso a sério.

Resultado: Você é constantemente criticado porque você não é capaz de atender às necessidades dela e experimenta uma sensação de desamparo aprendido. Você se sente impotente e derrotado porque ela coloca você em situações sem saída.

3) Ataques verbais. Este é auto-explicativo. Ela usa xingamentos de escola primária, patologizando (por exemplo, armada com um conhecimento superficial de Psicologia, ela usa termos de diagnóstico como lábil, paranoico, narcisista, etc. para uma versão de 50 centavos de xingamentos), criticando, ameaçando, berrando, gritando, dizendo palavrões, sarcasmo, humilhação, exagerando suas falhas, e tirando sarro de você na frente dos outros, incluindo seus filhos e outras pessoas por que ela não está intimidada. Agressão verbal é uma outra forma de bullying, e valentões só agem assim na frente daqueles a quem eles não temem ou de pessoas que os deixam prosseguir com seu mau comportamento.

Resultado: Sua auto-confiança e seu senso de auto-estima, todos desaparecem. Você pode até começar a acreditar nas coisas horríveis que ela diz a você.

4) Gaslighting. [Nota da tradutora: "O termo deve a sua origem à peça teatral Gas Light e às suas adaptações para o cinema, quando a palavra popularizou-se. O termo também tem sido utilizado na literatura clínica" - http://pt.wikipedia.org/wiki/Gaslighting] "Eu não fiz isso. Eu não disse isso. Eu não sei o que você está falando. Não foi tão ruim assim. Você está imaginando coisas. Pare de inventar coisas." Se a mulher com quem você está envolvido é propensa a episódios de raiva Borderline ou narcisistas, nos quais ela entra em espirais em órbita externa, ela pode muito bem não se lembrar de coisas que ela tem dito e feito. No entanto, não duvide da sua percepção e da sua memória de eventos. Eles aconteceram e eles são sim tão ruins.

Resultado: O comportamento Gaslighting dela pode fazer você duvidar de sua própria sanidade. É um comportamento enlouquecedor que leva você a sentir-se confuso, perplexo e impotente.

5) Respostas imprevisíveis. Roda, roda, roda, ela vai. Onde ela vai parar, ninguém sabe. Ela reage a você de forma diferente em dias diferentes ou em épocas diferentes. Por exemplo, na segunda-feira, está tudo bem para você acessar o e-mail de trabalho no Blackberry na frente dela. Na quarta-feira, o mesmo comportamento é "desrespeitoso, insensível, você não me ama, você é um idiota que se acha, você é um workaholic." Na sexta-feira, pode estar tudo bem para você usar o BlackBerry novamente.

Dizer a você um dia que algo está tudo bem e no dia seguinte que não é um comportamento emocionalmente abusivo. É como caminhar por um campo minado em que as minas mudam de localização.

Resultado: Você está constantemente no limite, pisando em ovos, e esperando o outro sapato cair. Esta é uma resposta a trauma. Você está sendo traumatizado pelo comportamento dela. Porque você não pode prever suas respostas, você se torna hipervigilante a qualquer mudança no humor ou potencial explosão dela, o que deixa você em um estado perpétuo de ansiedade e possivelmente medo. É um sinal saudável ter medo desse comportamento. Isso é assustador. Não sinta vergonha de admitir isso.

6) Caos Constante. Ela é viciada em conflito. Ela recebe uma carga de adrenalina e drama. Ela pode deliberadamente iniciar argumentos e conflitos como forma de evitar a intimidade, para evitar ser chamada em seu asneira, para evitar se sentir inferior ou, desconcertantemente, como uma tentativa de evitar ser abandonada. Ela também pode provocar brigas para mantê-lo envolvido ou como uma maneira de levá-lo a reagir a ela com hostilidade, para que ela possa acusar você de ser abusivo e ela possa se fazer de vítima. Esta manobra é um mecanismo de defesa chamado identificação projetiva.

Resultado: Você se torna emocionalmente desnorteado. Você é deixado se sentindo tonto e confuso, sem saber qual lado é para cima. Isso é altamente estressante porque também exige que você seja hipervigilante e em um estado de defesa constante para ataques a serem recebidos.

7) Chantagem emocional. Ela ameaça abandoná-lo, terminar o relacionamento, ou dar-lhe o ombro frio se você não jogar pelas regras dela. Ela toca em seus medos, vulnerabilidades, fraquezas, vergonha, valores, simpatia, compaixão e outros "botões" para controlar você e conseguir o que quer.

Resultado: Você se sente manipulado, usado e controlado.

8) Rejeição. Ela ignora você, não vai olhar para você quando você está na mesma sala, dá-lhe o ombro frio, retém carinho, retém sexo, recusa ou descarta as suas ideias, seus convites, sugestões, e empurra você quando tentar estar perto. Depois que ela empurra você tão duro e tão longe quanto ela pode, ela vai tentar ser carinhosa com você. Você ainda está sofrendo de sua recusa ou um ataque anterior e não responde. Então, ela acusa você de ser frio e rejeitar, o que ela vai usar como uma desculpa para afastar você novamente no futuro.

Resultado: Você se sente indesejável, não desejado, e não-amável. Você acredita que ninguém mais iria querer você e se apega a essa mulher abusiva, grato por quaisquer restos de afeto ou afeto pouco frequente que ela mostra.

9) Retenção de afeto e sexo. Esta é uma outra forma de rejeição e chantagem emocional. Não é só quanto a sexo, é quanto a retenção de carinho físico, psicológico, e emocional. Ele inclui uma falta de interesse no que é importante para você - seu trabalho, família, amigos, hobbies, atividades - e sendo não envolvida, emocionalmente desligada ou desconectada com você.

Resultado: Você tem um relacionamento transacional em que você tem que executar tarefas, comprar suas coisas, "ser bom para ela", ou ceder a suas exigências, a fim de receber amor e carinho dela. Você não se sente amado e apreciado por quem você é, mas pelo que você faz para ela ou compra para ela.

10) Isolamento. Ela exige ou age de maneiras que fazem você se distanciar de sua família, amigos, ou qualquer um que ficaria preocupado com o seu bem-estar ou seria uma fonte de apoio. Isso tipicamente envolve depreciar verbalmente seus amigos e familiares, ser abertamente hostil à sua família e amigos, ou começar discussões na frente dos outros para fazer isso tão desagradável quanto possível que eles estejam em torno de vocês dois.

Resultado: Isso faz você completamente dependente dela. Ela tira suas fontes externas de apoio e / ou controla a quantidade de interação que você tem com elas. Você é deixado se sentindo preso e sozinho, com medo de contar a alguém o que realmente se passa no seu relacionamento, porque você não acha que eles vão acreditar em você.

Você não tem que aceitar o abuso emocional em seu relacionamento. Você pode obter ajuda ou você pode acabar com ele. A maioria das mulheres emocionalmente abusivas não quer ajuda. Eles não acham que precisam disso. Elas são vítimas profissionais, praticantes de bullying, narcisistas e borderlines. Elas são tipos abusivos de personalidade e não conhecem nenhuma outra maneira de agir nos relacionamentos.

A vida é muito curta para passar mais um segundo nesse tipo de relacionamento. Se a sua parceiro não admitir que ela tem um problema e concordar em obter ajuda, ajuda real, então é no seu melhor interesse obter apoio, sair, e ficar fora.

pela dra. Tara J. Palmatier, psicóloga

Consulta privada e Coaching

Eu forneço confidenciais, taxa de serviço, consulta / serviços de coaching para ajudar homens e mulheres a trabalhar através de seus problemas de relacionamento via telefone e / ou Skype. Minha prática combina aconselhamento prático, apoio, teste de realidade e resultados orientados por metas. Por favor, visite Serviços e Produtos para consultas profissionais.

Doações

Se você julgar a informação que eu forneço gratuitamente útil e valiosa aqui na Shrink4Men, por favor considere a ideia de fazer uma doação via PayPal para me ajudar a manter o site.

Créditos das fotos:

Mudanças de humor em ccmbuzz.

Original em inglês: Shrink4Men Services, "10 Signs Your Girlfriend or Wife is an Emotional Bully", 30 de janeiro de 2009, https://shrink4men.wordpress.com/2009/01/30/10-signs-your-girlfriend-or-wife-is-an-emotional-bully

Tradução: Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook