sexta-feira, 4 de abril de 2014

Sobre a diferença entre alegria, palhaçada e baixeza de espírito

Eu já estava pensando há um bom tempo em escrever esse texto, aí aconteceu o caso da noiva que mandou capar o noivo que desistiu do casamento. Mas o que me fez tirar um tempo pra escrever foi que anteontem eu estava no trabalho e eu vi colegas comentando o caso RINDO. E todos eram homens.

Um pouco sobre a alegria

O que é ser alegre? É conseguir ver coisas boas na vida, principalmente quando elas não são tão notadas. É chegar fazendo sorrir. É saber que uma coisa não deixa de ser séria porque tem algo engraçado. É saber que ser sério não é ser sisudo. É saber que levar algo a sério não é necessariamente deixar de rir. É ter coragem de rir até de si mesmo. É rir sem desrespeitar e ser rido sem desrespeito. No caso das moças, é ser aquela que tem coragem de falar em dar a rosquinha e que os rapazes têm coragem de falar em comer. Não é fazer piada o tempo todo. O babaca é o que faz piada com coisa que não tem graça.

E existe um tipo de pessoa que pode ser chamada de debochada, de cínica, mas que não deixa de ser alegre: aquela pessoa que, digamos, conta a piada que é engraçada mas quase ninguém mais tem coragem de rir. Aquela pessoa que expõe o ridículo que quer ser levado a sério como ridículo. Alguns comediantes fazem isso, mas não o tempo todo, porque ganham a vida fazendo o público rir. E quando os palhaços governam, rir da palhaçada é desacato a autoridade. Ou quando o país é de palhaços, mostrar a palhaçada é crime contra o interesse público.

Coisas que os palhaços levam a sério

Eu poderia descrever o babaca, mas é um tipo que os amigos já conhecem. Ou melhor, há vários tipos deles. Mas eu vou destacar uma coisa que eles têm em comum: o babaca, o palhaço, leva algumas coisas sérias como palhaçada e leva algumas palhaçadas a sério. E este levar palhaçada a sério pode ser reagir com palhaçadas. Vou dar alguns exemplos de coisas que os palhaços levam a sério:

1 - Futebol. Pelo menos no Brasil, o futebol é "paixão nacional". É normal no Brasil um torcedor de um grande time debochar de um time rival ou dos torcedores desse time. Quando as torcidas se encontram no local de trabalho e começam a fazer piada uma com a outra, não é (quase nunca) brincadeira sadia, é uma guerra de piadas sem graça.

2 - Vadias. O homem babaca sempre é um escravo de buceta. Uma roda de colegas de trabalho pode estar falando de uma ninfetinha burra ou antipática que fez mais sucesso profissional do que a capacidade permite. Ou de uma coroa gostosa casada com um funcionário "importante" que é uma interesseira notória. Ou de uma mulher que não é tão atraente e tenta se passar como se fosse. Mas sempre a rodinha de babacas solta um "é gostosa demais", fala da roupa que ela estava usando tal dia, fala de fantasias com ela, às vezes até de adultério ou possível adultério da moça. E vá você, leitor homem, dizer que não "pega" uma vadia dessas nem amarrado pelado com ela em cima de você.

3 - Esposas estúpidas. Vocês já devem ter visto e sentido vontade de soltar sopapos: marido tratado como sub-raça pela esposa e achando graça. Ela liga pra ele, fala pior do que policial abordando assaltante. Passa tarefas horrorosas para ele e ela mal agradece. Talvez esteja passando por greve de sexo. Mas sempre ele tem medo de falar mal.

4 - Falsos assédios sexuais. Como a única mulher que dá cantada em homem que eu conheço sou eu, eu estou pressupondo que é suposto assédio de homem A mulher. Assédio A mulher porque assédio de homem CONTRA mulher pra mim é com arma na mão ou ameaça de chefe. Fora isso, sexo CONTRA mulher é ideia de feminista. Mas basta qualquer mulher recalcada dizer que um homem fez proposta indecente ou receber uma olhada com mais atenção de um homem e o babaca que está sempre rindo fica sério só porque ouviu o caso de segunda mão, e até pra dar bronca no outro homem só pelo ouvir-dizer ele se prontifica. Eu já vi isso várias vezes.

5 - Afastar as filhas e as irmãs dos betas. Os leitores mais velhos conhecem o termo, da Real, mas é bom explicar: beta é o homem íntegro, trabalhador, amável, prestativo, o homem que as mulheres dizem que gostam e procuram, mas não destacado, portanto desprezado pelas mulheres. A filha ou irmã aparece no local de trabalho, mal ela e o colega dizem os nomes e se cumprimentam e o palhaço que está sempre rindo já fecha a cara ou solta um fique-longe na forma de piada cretina.

6 - Feminismo. Voltando ao caso que eu contei logo no primeiro parágrafo: você imagina um homem fazendo piada com o caso Eliza Samudio? Existe o babaca que faz piadas machistas, mas esse é sempre casado ou comprometido e não manda tanto quanto prega.

7 - Sexo. De um lado, a maioria das mulheres tenta se afirmar pela sedução com falta de sexo. Do outro lado, a maioria dos homens tenta se afirmar falando de sexo como se fosse banal mesmo sendo mais rejeitados que carro velho. Mas esses homens acrescentam um erro ao outro: não fazem piadas idiotas com sexo perto de mulheres.

A risada como pobreza de espírito ou de espírito e de inteligência

Eu já vi muito, ao meu lado no ônibus, na escola na minha adolescência, em fila de banco, gente falando entre risadas de monstruosidades morais. Universitários a menos de dois anos de se formar contando como colaram na prova via celular; mãe solteira comentando caso de casamento por interesse com amigo gay dizendo que faria o mesmo; até duas vadias contando caso de amiga que mandou homem pra cadeia com falsa denúncia eu já ouvi num ônibus cheio.

E pelo menos no Brasil, tentam fazer a própria burrice virar algo engraçado. O leitor do Brasil deve se lembrar da Escolinha do Professor Raimundo (explicando para os mais novos e os que não são do Brasil, esse foi um programa humorístico em que, apesar de ser uma escola, a aula não tinha matéria nenhuma, mas o professor fazia perguntas e o aluno sempre respondia um absurdo). Tirando raríssimas piadas inteligentes, que você tem que ter estudado pra entender, até pós-graduados compartilham no Facebook piadas tipo "Onde foi assinado o Tratado de Tordesilhas? No final da página".

A alegria é revolucionária

Conta-se que quando Arquimedes descobriu o Princípio de Arquimedes, ele ficou tão satisfeito que saiu para a rua do jeito que estava (ele estava tomando banho) comemorando. Isso mostra que não é preciso ser ignorante para ser feliz.

Onde o governo é de palhaços, as notícias da seção de política parecem piadas ruins e as boas piadas são notícias de política.

Onde os chefes são palhaços e o sucesso profissional é um teatro, estar sempre sorrindo é contra as regras do mercado.

Onde as mulheres brincam com o corpo dos homens e levam o corpo delas muito a sério, a mulher que brinca junto com os homens acaba com a risada das outras.

E não se esqueça: tensão faz mal à saúde, mas rir faz bem. Hua, hua, hua, hua, hua!

Abigail Pereira Aranha

Apêndice

REVOLTADA

Médica que mandou cortar o pênis do ex-noivo é capturada em São Paulo

Mulher estava escondida em Pirassununga, mas foi encontrada na manhã desta terça-feira (1º) pela Polícia Civil e cumprirá seis anos de prisão por lesão gravíssima; segundo a polícia, homem havia rompido noivado três dias antes do casamento

Veja Também

Médica de JF não mandou cortar pênis de ex-noivo, diz defesa

Publicado em 01/04/14 - 19h26

Da redação

A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, de 34 anos, presa em São Paulo, chega a Belo Horizonte na noite desta terça-feira (1º). A mulher é condenada a cumprir pena de seis anos de reclusão por ter contratado dois homens para cortar o pênis do ex-noivo, que havia rompido o relacionamento com ela três dias antes do casamento. A médica teria se mudado para a cidade paulista de Pirassununga, para escapar da prisão.

Myriam foi encontrada pela Polícia Civil de Minas Gerais saindo de casa, um condomínio de luxo no interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira.

A previsão é de que a mulher desembarque na capital mineira às 22h30, sendo apresentada em seguida na Delegacia Regional do Barreiro, onde será formalizado o cumprimento da prisão, para que ela seja encaminhada à Penitenciária Feminina Estêvão Pinto.

Nos próximos dias, Myriam será recambiada de Belo Horizonte para a cidade de Juiz de Fora, onde se dará a execução da pena, já que o processo foi realizado nessa comarca.

Entenda

O crime ocorreu em 2002, em Juiz de Fora, tendo como vítima Wendel José de Souza, que havia rompido o noivado com Myriam poucos dias antes da data em que os dois se casariam. Revoltada, a médica contou com a ajuda do pai, Walter Ferreira de Castro, atualmente com 76 anos, para contratar dois homens para mutilar o ex-noivo.

Antes de sofrer a agressão, Wendel recebeu ameaças por parte de Myriam, avisando que ele não escaparia ileso do caso. A vítima chegou a ter a casa e o carro incendiados pela acusada, como demonstração de que a médica estaria ávida por vingança. Integrante de uma família rica e de renome social no município, ela deu prosseguimento ao plano, contratando dois homens para executar a mutilação.

O inquérito da Polícia Civil apontou que, no dia em que foi rendido pelos agressores, Wendel estava em companhia do irmão, que chegou a desmaiar diante da violência da cena. Os executores usaram uma faca para cortar o pênis do rapaz e fizeram questão de dizer que estavam agindo a mando da ex-noiva e do pai dela, na ocasião.

Myriam se mudou para Barbacena após o fato, onde continuou atuando como clínica geral até o final de 2013. A transferência para Pirassununga, no interior de São Paulo, ocorreu imediatamente após sua sentença transitar em julgado, confirmando a pena de seis anos de reclusão devido à prática do crime de lesão corporal gravíssima.

Até então, a médica havia conseguido manter a liberdade com base em uma sequência de recursos judiciais, o que não caberia mais após a decisão final da Justiça.

COMENTÁRIOS (1)

joca barreto: "O cara que abandona uma loira MARAVILHOSA, RICA E CARINHOSA COMO ESSA, TEM Q SER PICADO INTEIRO, NÃO SÓ O P..... O CARA DEVE SE ARREPENDER ATÉ HJ.... TROUXA......"

O Tempo, Belo Horizonte, 01/04/14, http://www.otempo.com.br/cidades/m%C3%A9dica-que-mandou-cortar-o-p%C3%AAnis-do-ex-noivo-%C3%A9-capturada-em-s%C3%A3o-paulo-1.817120

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook