quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

O Puritano-Feminismo episódio 30: a Globeleza é vestida, "público se divide no Twitter" em feministas que elogiam e "gente que preferiu destilar preconceito"

Globeleza aparece vestida em vinheta de Carnaval e público se divide no Twitter

Por

Atualizado em 9/01/2017

Todo mundo sabe que entra ano e sai ano a Globo tem uma vinheta de Carnaval que, em geral, envolve uma mulher sambando nua como personagem principal.

Porém, em 2017, tudo mudou e agora a Globeleza aparece vestida e acompanhada de outras pessoas, mostrando um aspecto muito mais cultural do Carnaval, sem a pegada sexual de antes, ou então, sem refletir a objetificação do corpo da mulher.

A Globeleza é a bailarina Érika Moura. No vídeo, ela dança samba, frevo, maracatu e axé e há trajes que caracterizam cada um desses ritmos.

As mudanças na vinheta do Carnaval 2017 foi um choque para algumas pessoas e a dividiu opiniões no Twitter. Muita gente aprovou e até comemorou essa sábia decisão da TV Globo:

Globeleza 6

Lucas Galdino

Globo fazendo vinheta de carnaval sem globeleza nua e com mais diversidade (racial e cultural) não é mais do que obrigação. 2017, né mores?

(https://twitter.com/galdinolucass/status/818399659169292289)

Globeleza 1

Isabela Catão

Finalmente a tiraram a vinheta da Globeleza nua e hipersexualizada e deram foco às tradições de carnaval do País.

(https://twitter.com/cataoisabela/status/818307485966671872)

Globeleza 2

Luuis Comenta

Gente, quero parabenizar a vinheta da globeleza desse ano. Finalmente mostrando cultura, a alegria do carnaval e sem expor a mulher.

(https://twitter.com/LuuisComenta/status/818275987691601920)

Globeleza 3

J A C Y J U L Y

"Globeleza vestida, 2017 começou mal"

Começou mal pra quem?

Já se imaginou sambando pelado em rede nacional?

Ata.

(https://twitter.com/JacyJuly/status/818292269707067392)

Globeleza 4

evessaura

a globo finalmente decidiu mudar a vinheta da globeleza pra real diversidade do carnaval brasileiro. curti

(https://twitter.com/evelyseporto/status/818291368070180864)

Globeleza 5

Leo

vc percebe que 2017 vai ser um ano bom,quando a vinheta da globeleza se tornou algo bem cultural e sem a necessidade de exposição feminina ?

(https://twitter.com/eaibebe/status/818293395806449664)

Mas também teve gente que preferiu destilar preconceito e desaprovou por completo a decisão da Globo:

Globeleza Contra

Inês Bolsonaro

Globeleza 2020

150 quilos, trans não binaria, fazendo aborto enquanto dança

(https://twitter.com/InesBolsonaro/status/818279253498331139)

Globeleza Contra 2

hir?m

aproveitem enquanto a Globeleza ainda é mulher pq ano que vem provavelmente sera algum prof de historia trans de vestido e make

(https://twitter.com/estadohiramico/status/818272997438013447)

Globeleza Contra 3

carolis

que preguiça zzzzzz o politicamente correto já chegou na globeleza

(https://twitter.com/carolistuita/status/818398621435629568)

"Globeleza aparece vestida em vinheta de Carnaval e público se divide no Twitter", Portal Virgula, 09 de janeiro de 2017, http://virgula.uol.com.br/tvecinema/globeleza-aparece-vestida-em-vinheta-de-carnaval-e-publico-se-divide-no-twitter.

Meus comentários e algumas notas

Nota 01


Lukas Mateus @4b69c0a51ca24b1

Até que fim que fizeram o comercial da Globeleza mostrando as cultura do Brasil e ñ expondo a mulher brasileira.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@4b69c0a51ca24b1 Meu caro, até que ponto você acredita que a heterossexualidade masculina é nojenta? https://avezdoshomens.blogspot.com/search/label/castidade-odio-aos-homens

Andressa @untouchablelike

@AbigailPAranha @4b69c0a51ca24b1 o que isso tem a ver com heterossexualidade?

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@untouchablelike @4b69c0a51ca24b1 Está na série que eu dei o atalho. "Expor a mulher" não quer dizer que ela agradar os homens é degradante?

momotaro @glitterfying

@AbigailPAranha @untouchablelike @4b69c0a51ca24b1 mano..... pq mulher tem que agradar homem em rede nacional?? dá licença

momotaro @glitterfying

@AbigailPAranha @untouchablelike @4b69c0a51ca24b1 sem falar que mulher simplesmente NÃO ESTÁ NO MUNDO p agradar homem po

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@glitterfying @untouchablelike @4b69c0a51ca24b1 E você está no mundo para ser uma lésbica desagradável, psicótica e ridícula?

15:17 BRST - 09 de janeiro de 2017

https://twitter.com/AbigailPAranha/status/818597558507409409


momotaro @glitterfying

@AbigailPAranha @untouchablelike @4b69c0a51ca24b1 mas eu namoro um homem...

https://twitter.com/glitterfying/status/818614947508789248

Nota 02


JeanneDarc @JeanneDarc

@lolaescreva Lola,vc se enche de atitude,sente confiança,sente o poder d que vc é capaz. Será q,mesmo com décadas a frente, isso vai acabar?

JeanneDarc @JeanneDarc

@lolaescreva Essa raiva odiosa, doente,cruel,contra as mulheres? O problema não é mulher vestida,pintada,sem roupa. O problema é a mulher.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@jeannedarc @lolaescreva Vou acompanhar a discussão. Se a postagem tem a ver com a Globeleza vestida, não vou ver nada que me surpreenda.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@jeannedarc @lolaescreva Teve Slut Walk não "porque a sociedade em geral era contra o Feminismo, era porque quase toda a sociedade NÃO era".

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@jeannedarc @lolaescreva Ah, isso é um trecho deste texto meu de novembro de 2014: https://avezdoshomens.blogspot.com/2014/11/o-partido-das-vacas-loucas-comentando.html

JeanneDarc @JeanneDarc

@AbigailPAranha @lolaescreva Deixou-me mais atônita é o fato do comentarista de portais e chans ganhar vida,corpo e encher o peito (cont)

Lola Aronovich @lolaescreva

@JeanneDarc @AbigailPAranha Dá block logo nesse mascu, Jeanne. Ignore.

07:06 BRST - 09 de janeiro de 2017

https://twitter.com/lolaescreva/status/818474051756769284


Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@jeannedarc Eu disse "vou acompanhar a discussão", @lolaescreva me bloqueou. Obrigada pela honra, lésbica asquerosa.

https://twitter.com/AbigailPAranha/status/818515513773068289

Nota 03


Lola Aronovich @lolaescreva

Meu post de hj: Uma Globeleza vestida e acompanhada de diversidade http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2017/01/uma-globeleza-vestida-e-acompanhada-de.html

Fátima Oliveira @oliveirafatima_

@lolaescreva Excelente texto analítico, mas acredito q a Rede Globo não o merece! Globeleza vestida foi uma exigência da Bancada Evangélica

14:27 BRST - 09 de janeiro de 2017

https://twitter.com/oliveirafatima_/status/818584983585492993

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

Abigail P. Aranha retweetou

Comentário de @oliveirafatima_, uma idiota esquerdopata, da postagem da Lola Aronovich sobre a Globeleza vestida: https://www.twitter.com/oliveirafatima_/status/818584983585492993

Este Tweet está indisponível.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

A postagem da Lola não é surpreendente: alguns elogios discretos à iniciativa da Globo, a ladainha lésbica psicótica de sempre.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

A Lola também ataca, de novo, a Alezzia. O que prova que para ela, uma mulher é inimiga se não sofrer de lesbianismo.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

Mas eu não compartilho esse comentário da Fátima Oliveira só porque a Baleia Assassina me bloqueou. O comentário também é ilustrativo.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

Comentário ilustrativo do que eu digo há algum tempo: quando o Feminismo Radical der no saco e for descartado, o Conservadorismo vai junto.

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

Ah, e quantos brasileiros NÃO vão associar a Globeleza vestida àquele projeto de lei contra a pornografia na internet?

Abigail P. Aranha

20:23 BRST - 09 de janeiro de 2017

https://twitter.com/AbigailPAranha/status/818674513504337920

Nota 04

Notinha sinistra: como vai ser o Carnaval deste ano? Depois da Globeleza vestida, os amigos já pensaram quem mais pode gostar da ideia?

08:27 - 09 de janeiro de 2017

https://twitter.com/AbigailPAranha/status/818494300816363520

Nota 05

Implicante @implicante_org

A mesma esquerda que reclamou do "bela, recatada e do lar" celebra a Globeleza com roupa http://www.implicante.org/blog/mesma-esquerda-que-reclamou-do-bela-recatada-e-do-lar-celebra-globeleza-com-roupa

https://twitter.com/implicante_org/status/818521491360911360

Abigail P. Aranha @AbigailPAranha

@implicante_org Até uma feminista de nível razoável como a @cynaramenezes responde essa. Vocês ainda não entenderam.

23:21 - 10 de janeiro de 2017

https://twitter.com/AbigailPAranha/status/818991179715018753

Nota 06

Os amigos se deram conta de que em menos de uma semana, tivemos a Globeleza vestida e a notícia do projeto de lei contra pornografia e Dilma Rousseff não era mais nossa presidente? Se antes quase toda a nossa imprensa era comprada com dinheiro do Petrolão e todos os que atrapalhavam o PT no governo eram depreciados, por que isso continua agora? Mais exatamente no caso da Globeleza vestida, e na repercussão que ela teve na imprensa, nós sabemos que houve a influência da parte mais estúpida do movimento feminista, aquela que ganha cada vez mais antipatia não só das mulheres do povo de verdade, também das fileiras mais sensatas do próprio movimento. Já corre no meio esquerdista-feminista que, na verdade, isso foi pressão da "bancada evangélica", mas as duas coisas não se excluem, como eu já tenho mostrado mais detalhadamente desde 2013. Mas considerando só a influência lesbofeminista, por que, então, a Rede Globo teve essa iniciativa da Globeleza vestida?

Hipótese 1: O Petrolão ainda existe como funcionava em 2014 ou 2015, mas encoberto. Afinal, a Operação Lava Jato começou a chegar no esquema todo e agora é o "eu comi a sua irmã" da política brasileira.

Hipótese 2: A Rede Globo, talvez a imprensa em geral, realmente perdeu muito dinheiro público que chegava via PT e acredita que lésbica desocupada é "consumidor", como, por exemplo, a revista Exame chamou as agitadoras do caso Quitandinha.

Hipótese 3: A "mainstream media" está passando pela mesma decomposição intelectual e a mesma dificuldade para apreender a realidade que o esquerdismo teve pouco antes.

Hipótese 4: Há outras fontes de financiamento desconhecidas nossas que estão investindo nessa peça de campanha e também na pior parte do movimento feminista, e tanto as radfems quanto a "mainstream media" são partes de um projeto comum.

Eu não posso provar as hipóteses 1 e 4, mas as 4 podem estar acontecendo ao mesmo tempo. Mas qualquer uma delas mostra que tudo que a direita conseguiu com o impeachment foi: 1) derrubar um símbolo visível do movimento socialista no Brasil e perder a referência até para suas próprias ações; 2) deixar a esquerda intacta na esfera cultural e pouco afetada na esfera político-eleitoral; 3) quebrar a cara pensando que voltaria ao poder político ou à posição cultural dos anos 1950.

Voltemos àquela outra notícia sobre o projeto de lei de censura à pornografia na internet poucos dias antes. A tese de que o que tem nome de "bancada evangélica" tem a ver com a Globeleza vestida pode fazer sentido para milhões de brasileiros, mesmo que a mesma "bancada evangélica" não tenha colocado o jornalista Ricardo Boechat na cadeia, merecidamente, por dizer ao pastor Silas Malafaia para "procurar uma rola" em um programa de rádio. Agora, temos dois desfechos possíveis: os liberais-conservadores vão ser desmoralizados e expulsos da vida política e cultural sozinhos ou JUNTO com o Feminismo Radical.

10 de janeiro de 2017, 17:58, https://plus.google.com/+AbigailPereiraAranha/posts/2MpqZz3Pf6s

Nota 07

Portal Vírgula, dia 09: "agora a Globeleza aparece vestida e acompanhada de outras pessoas, mostrando um aspecto muito mais cultural do Carnaval, sem a pegada sexual de antes, ou então, sem refletir a objetificação do corpo da mulher" ("Globeleza aparece vestida em vinheta de Carnaval e público se divide no Twitter", http://virgula.uol.com.br/tvecinema/globeleza-aparece-vestida-em-vinheta-de-carnaval-e-publico-se-divide-no-twitter). O mesmo Portal Vírgula, dia 10:
"Mulher viaja o mundo e posa nua em todos lugares que visita", Portal Virgula, 10 de janeiro de 2017, http://virgula.uol.com.br/viagem/mulher-viaja-o-mundo-e-posa-nua-em-todos-lugares-que-visita.

10 de janeiro de 2017, 21:25, https://plus.google.com/+AbigailPereiraAranha/posts/AMPvJiaHkaz

Abigail Pereira Aranha

Apêndices

"Globeleza aparece com roupas típicas e celebrando ritmos populares Brasil afora; internautas elogiam", Estadão, 09 de janeiro de 2017. Disponível em http://cultura.estadao.com.br/blogs/radar-cultural/globeleza-aparece-com-roupas-tipicas-e-celebrando-ritmos-populares-brasil-afora-internautas-elogiam.

Globeleza aparece com roupas típicas e celebrando ritmos populares Brasil afora; internautas elogiam

Guilherme Sobota

09 Janeiro 2017 | 10h17

A Globeleza de 2017 – a dançarina e coreógrafa Erika Moura – aparece na nova vinheta da Globo vestida com roupas típicas e dançando não apenas o samba enredo típico das escolas de samba, mas também outros ritmos populares no carnaval Brasil afora.

A vinheta entrou no ar neste domingo, 8, e também na web. Assista:




Internautas elogiaram a atitude da emissora em mudar a “tradição”, que existe desde 1991.

“A melhor vinheta até hoje! Até que fim aprendeu a valorizar a cultura do Brasil e não colocar uma mulher nua”, escreveu Nayara Santana na página do Facebook da Globo.

“O diretor mostrou que uma chamada não precisa exibir o corpo feminino seminu, mesmo que seja algo artístico, para chamar a atenção”, escreveu outro internauta, Rodrigo Braga Daumas. “A mais bela vinheta de todos os tempos, com as diferentes representações do carnaval brasileiro”, parabenizou.

Também houve elogios para as representações regionais dos carnavais por todo o Brasil.

Veja algumas outras reações no Twitter:

"Uma Globeleza vestida e acompanhada de diversidade", Escreva Lola Escreva, 09 de janeiro de 2017. Disponível em http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2017/01/uma-globeleza-vestida-e-acompanhada-de.html.

Uma Globeleza vestida e acompanhada de diversidade

Eu nem estava sabendo da nova Globeleza, mas um jornal me pediu minha opinião, e tive que me inteirar.
Nessa vinheta da Globo que antecipa o carnaval, em vez de haver uma "mulata" nua ou seminua, com closes de várias partes do seu corpo, há pessoas vestidas, representando o carnaval em diversas partes do país e mostrando, além do samba, também o maracatu, axé, bumba-meu-boi e frevo. Eu gostei. Muito.
O movimento negro, principalmente as mulheres negras, sempre protestaram contra a sexualização das negras, o que é algo histórico e obviamente racista. 
Sexualiza-se o negro através do mito de que ele tem pênis grande, tornando-o um perigo ainda maior para as pobres e indefesas mulheres brancas (felizmente os homens brancos estão aí para protegê-las e salvá-las -- esta é a narrativa). Sexualiza-se a negra para deturpar a realidade de séculos de estupros cometidos por donos brancos de escravas negras. Em vez de ser vítima, a mulher negra é transformada em algoz do homem branco, como se fosse uma feiticeira ("eu nem queria estuprá-la, foi ela que me seduziu!"). Essa narrativa de animalizar as pessoas negras persiste, e não existe apenas aqui no Brasil, mas em todos os lugares onde houve escravidão.
Mulata é um termo por si só pejorativo, porque vem de mula (mais animalização que isso, difícil). A "mulata tipo exportação", um dos mais famosos produtos brasileiros -- e é isso mesmo, um produto -- sempre foi fetichizada. Na nossa cultura popular, quando se pensa em mulatas, pensa-se em mulheres sem nome e puramente sexuais, sempre "apresentadas" por um homem branco. Eu cresci vendo homens brancos explorando o corpo de mulatas. Lembro das "mulatas do Sargentelli". Lembro das dançarinas do Clube do Bolinha (realmente houve um programa de TV com esse nome). 
A Globo explorava isso como ninguém. Durante 26 anos exibia a "Globeleza". A única que parecia ter nome foi Valéria Valenssa, que ficou no cargo por 14 anos. Eu lembro dos making-ofs, lembro do Hans Donner exibindo sua esposa. Parecia que, sempre que havia uma mulata, havia um homem branco para controlar, explorar, vender o produto. 
E óbvio que não sou só eu que vejo isso. Não é à toa que, nos últimos anos, em inúmeros protestos, jovens negras vem com cartazes para dizer "A carne negra é a mais barata do mercado" e "Não queremos ser Globeleza". 
De fato, elas exigem representatividade na mídia, uma representatividade ainda extremamente restrita. 
E elas têm inúmeras ambições que lhes foram negadas durante séculos. Por isso, ainda que a nova vinheta da Globeleza signifique um gigantesco avanço diante das anteriores, ela não apaga os anos de exploração. Negras querem ser vistas como seres humanos completos, repletos de nuances e complexidades, não como símbolo de uma festa que, no eixo Rio - São Paulo, deixou de ser popular faz tempo.
E se você nunca parou pra pensar como a vinheta objetificava a mulher negra, tente pensar por um segundo como seria se fosse com um homem. Felizmente, o Quadrinhos Ácidos fez isso pela gente. E o resultado ficou meio ridículo. Porque é ridículo a câmera focalizar partes do corpo para erotizá-las (e eu não vi o Globo de Ouro ontem, mas sempre nessas transmissões têm a câmera indo de baixo pra cima no corpo das atrizes, o que é um clichê risível, a atriz tá dando uma entrevista e a câmera está passeando pelo seu corpo).
Ah, mas alguém que não para pra pensar pode dizer, ficou ridículo porque homens e mulheres são diferentes, porque homem não rebola. Pois é, deixa eu te contar uma coisa: ninguém nasce rebolando. Rebolar é, como quase tudo na nossa vida, algo ensinado. As poses que mulheres e homens fazem não são naturais. São construções sociais. Por isso que eu gosto tanto do desenho do Kevin Bolk mostrando como ficariam os superheróis se tivessem que fazer poses sexy que enfatizassem suas bundas (como superheroínas têm que fazer). 
Se parece estranho haver close de um pênis balançando ao som de samba, por que aceitamos com tanta naturalidade os closes de bunda que vimos durante um quarto de século nas vinhetas da Globeleza? 
Como pra pessoas que não pensam é quase impossível refletir, permitam-me desenhar. Vi conservadores reclamando da nova vinheta, porque, para eles, mulher foi feita pra ser objetificada sexualmente mesmo. Reaças temem que, nos próximos carnavais, tenhamos uma Globeleza travesti, ou uma Globeleza gorda, ou uma Globeleza de burca. O discurso deles soa incoerente, mas não é. Eles são moralistas, odeiam nudez -- é só ver como eles tiveram um infarto com o videoclipe de Clarice Falcão, "Eu Escolhi Você", que mostra genitais em primeiro plano (e foi censurada no YouTube). 
É só ver como eles atacam as mulheres que protestam com os seios desnudos na Marcha das Vadias. É só ver como eles agridem as negras e gordas Daniela Martins e Jész Ipólito, que ousam desafiar o padrão de beleza e posam nuas, felizes, poderosas. No entanto, conservadores vão defender até os dentes quando o capitalismo objetifica mulheres para vender seus produtos (mesmo produtos como móveis de inox, que não exigem a presença de uma mulher de maiô). Então é mentalidade reaça é assim: mulher fora do padrão posar nua, protestar sem sutiã, promover mamaço, amamentar em público, postar foto da sua mastectomia? Não pode, proíbe! Censura já, onde já se viu?! Estão acabando com a moral e os bons costumes! Querem exterminar a tradicional família brasileira, os homens de bem! 
Propagandas e programas mil de TV mostrando "corpos perfeitos" de mulheres pra vender tudo e qualquer coisa? Aí sim! Só feminazi que não gosta! 
Ou seja: quem quer proibir, quem quer censurar, não são as feministas ou outros ativistas sociais. São os conservadores. São eles que têm horror à diversidade. Nós criticamos, questionamos, problematizamos. Fazemos o que eles não fazem -- pensamos. Nós sabemos que há diferenças gritantes entre uma mulher negra gorda se fotografar sem roupa para se sentir bem e mostrar que a beleza é plural e uma marca objetificar mulheres para lucrar.
Por isso, talvez, 2017 não tenha começado muito bem pra eles. Além da nova vinheta Globeleza, a Skol lançou a campanha "No verão Skol, redondo é sair do seu quadrado", em que encoraja que todos se sintam bem e aproveitem as férias, independente do seu tipo físico. Uma ótima melhora em relação a sua campanha de 2015, do "Esqueci o 'não' em casa". Como disse a VP de Marketing da Ambev, as marcas do grupo estão tentando se afastar da fórmula machista de vender cerveja: "O consumidor vem evoluindo, e a gente tem que evoluir junto".
Ainda tem muita gente se negando a evoluir. Mas é bom que a Globo, que ainda dita um bom pedaço do que é pensado no Brasil, finalmente notou que carnaval não é sinônimo de mulatas nuas.

======

"Mulher viaja o mundo e posa nua em todos lugares que visita", Portal Virgula, 10 de janeiro de 2017. Disponível em http://virgula.uol.com.br/viagem/mulher-viaja-o-mundo-e-posa-nua-em-todos-lugares-que-visita.

Mulher viaja o mundo e posa nua em todos lugares que visita

Por

Atualizado em 10/01/2017

PicMonkey Collage

(Reprodução/ Instagram) Magdalena Wosinska

Se viajar tem a ver com liberdade, a fotógrafa polonesa Magdalena Wosinska, de 32 anos, tem tornado a ideia bastante literal. Ela ama viajar e ama tirar a roupa em cada lugar que visita, se sentindo totalmente livre na montanha, na praia, na neve, na cidade, no campo, etc. E posta TUDO em seu Instagram, que já tem mais de 127 mil seguidores.

“Acho que comecei a fazer autorretratos nus há uns 20 anos”, disse Magdalena ao The Sun. A polonesa, que atualmente mora em Los Angeles, EUA, afirma que seus selfies não são destinados a ser sexualmente provocativos, mas significam uma posição contra o sistema de classe social: “Sem roupas as pessoas não podem ser identificadas por status, classe ou grupo social”, diz ela.

Veja abaixo algumas de suas fotos. Mas calma que, nunca (ou quase nunca), ela aparece de nu frontal.

Texto original em português sem filmes de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "O Puritano-Feminismo episódio 30: a Globeleza é vestida, 'público se divide no Twitter' em feministas que elogiam e 'gente que preferiu destilar preconceito'", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2017/01/o-puritano-feminismo-episodio-30.html.
Texto original em português com filmes de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "O Puritano-Feminismo episódio 30: a Globeleza é vestida, 'público se divide no Twitter' em feministas que elogiam e 'gente que preferiu destilar preconceito'", http://avezdoshomens.blogspot.com/2017/01/o-puritano-feminismo-episodio-30.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía
Carnaval das Panteras 2011

Brazilian orgy - Rio Carnival
Orgia brasileira - Carnaval do Rio
Orgie brésilienne - Carnaval de Rio
Orgía brasileña - Carnaval de Río
Orgia brasiliana - Carnevale di Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário