sábado, 14 de maio de 2016

Danem-se as mulheres!

Abigail Pereira Aranha

O que qualquer mulher antifeminista faria de sacrifício em favor dos homens que prestam? Eu mesma nunca fiz sacrifício nenhum, porque eu nem consigo imaginar o que seria um sacrifício meu como mulher pelos homens. Fazer gangbang com os meus amigos toda semana, e eles amarem a nossa amizade depois de quatro paus seguidos no meu cuzinho? E se eu transasse com 200 homens gentis por semana, conhecidos e novos conhecidos, sem cobrar? Eu posso duvidar que pelo menos metade vá me oferecer um café, um almoço, a viagem de ida ou de volta, ou dinheiro?

O trabalho doméstico da esposa chega a ser uma oferta de gratidão perto do trabalho externo do marido, inclusive quando ela também trabalha fora de casa. Porque quando a esposa trabalha fora de casa e faz o serviço doméstico, ela tem um marido que ganha mais que ela e isso permite a ela ter um trabalho de meio expediente, ou os dois trabalham igual e podem ter juntos um padrão de vida que ela não teria sozinha. Não é que o trabalho doméstico seja pouco, mas é muito melhor que as condições de trabalho de muitos homens comuns.

E veja bem, nesse caso eu estou considerando uma boa esposa e um bom marido, e nem estou pondo em questão a série de aborrecimentos que o homem passou até o casamento. As relações homem-mulher em geral são muito pobres, os homens são mais prestativos e atenciosos para as amigas mulheres do que vice-versa. Em geral, as amigas não perdem e os homens não ganham.

E até aqui não chegamos na parte da patifaria explícita. Um tipo muito comum de relação homem-mulher é a relação ganha-perde: mulher ganha, homem perde. Casamentos de bons homens com péssimas esposas são ótimos exemplos, assim como ótimos homens com péssimas mulheres na família. Nem sempre é maldade, pode ser simples pobreza de espírito, incapacidade moral e mental de tratar os outros como gostaria de ser tratado. O ganha-perde acontece também no nível social, as piores mulheres ganham e o resto da coletividade perde, incluindo outras mulheres. É o que temos no "feminicídio", nas falsas acusações de crimes sexuais, nas repartições feministas parasitas. Por exemplo, vamos soltar um rapaz que cometeu um latrocínio e foi preso três anos atrás e que teve três anos de prisão, em vez de trinta, só porque era adolescente na época; mas vamos prender um homem porque ele esbarrou em uma lésbica cara de macaco em um metrô lotado. Quem ganha alguma coisa com isso? É o caso também, isso é menos óbvio porque também há denúncias de homens, da criminalização da prostituição, da pornografia e do sexo de mulheres adultas com rapazes adolescentes. Vamos descriminalizar o uso de drogas porque a cadeia não recupera o usuário, vamos salvar com isso o traficante-usuário, que é o viciado que se oferece ao narcotráfico para ser traficante em troca de droga para consumo próprio; mas vamos criminalizar a pornografia porque ela é uma nova droga, além de continuar prendendo (nos Estados Unidos) clientes de prostitutas e professoras do Ensino Médio que fizeram sexo consensual com alunos.

Colocar as mulheres a salvo do sexo sempre movimentou muita energia e fez muito mal desnecessário a homens honestos medianos. Nem coloco em questão as falsas acusações de assédio ou estupro. Parece que a própria heterossexualidade masculina é criminosa ou condenável. Mesmo em países decentes hoje, uma gentileza de um homem a uma mulher pode acabar até em morte. Afinal, mulheres em geral amam mais homens cretinos agressivos que homens gentis, ou têm mais medo ou incômodo de serem fodidas pelos últimos que agredidas pelos primeiros.

Até aqui eu mostrei que no saldo geral da coletividade, e da vida da grande maioria dos homens individualmente, não apenas a vida é mais rica para as mulheres que para os homens, também é regra geral que um prejuízo para um homem seja causa ou consequência de um lucro para uma mulher. No máximo, os homens cafajestes e marginais destacados recebem sexo, dinheiro e outras coisas de mulheres que eles tratam como lixo. Mas os cafajestes mal se esforçam mais do que o suficiente para atrair vadias e os bandidos também tiram algo da sociedade em geral.

Dizer que uma pauta feminista faz a sociedade melhor para todos exige que entendamos que os homens são iguais a ninguém, ou que são uma raça inferior cujo bem-estar é abominável em si mesmo. Direitos das mulheres são uma causa social nobre, direitos dos homens são caso de polícia. Se o resultado de campanhas contra a "violência contra a mulher" é o aumento do número geral de homicídios e do número de mulheres vítimas, é só consequência. Também não é coincidência quando policiais enfrentam uma criminalidade geral cada vez maior enquanto temos leis e delegacias feitas especificamente para vacas lésbicas dizerem o que querem contra o homem com quem não simpatizarem, ou quando um policial pode ser valente sem levar um processo administrativo quando prende um homem por não pagar pensão alimentícia a uma paquera de anos antes, mas não contra um bandido de verdade.

A própria tipificação da misoginia é transformação da ginolatria em lei. Lesão corporal ou difamar alguém é crime, mas odiar não. Se uma pessoa espanca um desafeto, essa pessoa pode ser condenada pela lesão corporal, não pelo ódio, embora o ódio tenha motivado o ato. No máximo, o ódio pode ser agravante da pena. Mas quando a coisa é com mulheres, especialmente contra lésbicas, é diferente. Temos mulheres feministas querendo criminalizar a misoginia, o machismo e a homofobia. U'a macaca lésbica lê o que não quer neste blogue, chama as amigas para me denunciar à Polícia Civil ou a Polícia Federal por... crime de ódio. E eles vão me procurar mesmo, vão pedir dados no exterior se for preciso para me achar e me prender. E eu assumo que sou lesbofóbica. Mas se os homossexuais assassinados no Brasil de 2006 até hoje foram 3.000, qual deles morreu comprovadamente por minha causa? Se qualquer piada com LGBT's é responsável pela terrível homofobia de menos de 400 assassinatos de homossexuais por ano no Brasil, as cotas para negros nas universidades têm parte nos latrocínios nos campi. Pior: se as mulheres vítimas de homicídio no Brasil nos últimos cinco anos foram vinte ou trinta mil, quantas outras mulheres foram salvas com todas as operações policiais contra blogueiros antifeministas, a reboque de calúnias e incriminações feitas por lésbicas desequilibradas? 3.000? E o mais legal nisso tudo: quanto mais as mulheres são odiáveis, mais elas são exigentes e mais elas querem ser amadas, então cada vez mais homens se cansam, mais homens dizem o que elas merecem dentro e fora da internet, mais homens descobrem os primeiros e entram para a comunidade, mais as mulheres depreciam ou caluniam esses homens em particular ou o gênero masculino em geral, mais homens que nem sabiam da história (ou que são jovens) se desanimam com o sexo oposto e com a sociedade, mais as mulheres fazem ativismo para criminalizar a crítica ao universo feminino ou difamar esta crítica na "mainstream media", aquela comunidade é descoberta por mais homens, e tanto as piores mulheres quanto os pistoleiros delas só conseguem perder a máscara de força ou respeitabilidade.

Ah, e você já viu uma prostituta contar a história de vida dela, principalmente até há uns 10 anos atrás? Também é o caso de muitas atrizes pornôs. Ela não tem marido e ficou desempregada, ela se viciou em álcool ou em drogas ilícitas, ela tem emprego mas não tem marido e o dinheiro não dá para ela e os filhos, ela precisou de um dinheiro rápido para pagar um curso universitário. Quando uma mulher é casada com um homem com um salário menor que o dela, lembrando que o casamento não é o mesmo que bom sexo, ela não conta isso com orgulho de si mesma ou com desprezo pelo marido? Mesmo que toda a prostituição e toda a indústria pornográfica fossem do crime organizado, uma mulher precisa se f%$@r tanto na vida para um homem amável pobre conhecer como são os seios ou a buceta de uma mulher, mesmo uma mediana, ou para ele saber como é sexo decente pelo menos por fotos? E o que este homem vai ganhar se ouvir tagarelice de que ele é fracassado e sobre o que ele é e o que ele devia ser para ter uma esposa e conseguir duas fodas por mês, como se qualquer macaca lésbica insuportável decidisse o valor dele como pessoa?

Quantas mulheres agiram no mundo físico ou pelo menos fizeram um blogue gratuito modesto em valorização dos homens que prestam, como eu tenho feito? O máximo que vemos de mulheres dizerem sobre boa convivência entre homens e mulheres são algumas senhoras de família tentando se passar por moças civilizadas para não serem ligadas a um Feminismo cada vez mais insano. E de todas as imagens que eu vi no Facebook de violência física de mulheres contra homens, eu nunca vi os comentários paz-e-amor de mulheres que eu vejo nas postagens dos parceiros dos Direitos Humanos dos Homens. Se não for possível que homens e mulheres participem da sociedade igualmente sem desigualdade de exigências sempre em favor das mulheres, poderíamos praticar uma sociedade em que, no mínimo, as mulheres não encham o saco? Mas se os homens heterossexuais de boa índole e as mulheres em geral não podem viver melhor ao mesmo tempo, por que são esses homens, e não as mulheres, que deveriam ir pro Inferno?

Ah, e muitas mulheres feministas já disseram que a mulher é educada pelo patriarcado para ser dócil e solícita. Portanto, o dia seguinte à vitória contra o machismo vai começar com uma epidemia de falta de educação.

Questo testo in italiano senza filmati di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Al diavolo le donne!", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/05/al-diavolo-le-donne.html.
Questo testo in italiano con filmati di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Al diavolo le donne!", http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2016/05/al-diavolo-le-donne.html.
Ce texte en français sans films de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Au diable les femmes!", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/05/au-diable-les-femmes.html.
Ce texte en français avec films de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Au diable les femmes!", http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2016/05/au-diable-les-femmes.html.
Eso texto en español sin películas de putaría en Men of Worth Newspaper: "¡Al diablo con las mujeres!", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/05/al-diablo-con-las-mujeres.html.
Eso texto en español con películas de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "¡Al diablo con las mujeres!", http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2016/05/al-diablo-con-las-mujeres.html.
This text in English without licentiousness movies at Men of Worth Newspaper: "Damn the women!", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/05/damn-the-women.html.
This text in English with licentiousness movies at Periódico de Los Hombres de Valía: "Damn the women!", http://avezdoshomens2.blogspot.com.br/2016/05/damn-women.html.
Texto original em português sem filmes de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Danem-se as mulheres!", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2016/05/danem-se-as-mulheres.html.
Texto original em português com filmes de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Danem-se as mulheres!", http://avezdoshomens.blogspot.com/2016/05/danem-se-as-mulheres.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía
Public Threesome Teen Girls fucked in german restroom
Threesome público, meninas adolescentes fodidas em banheiro alemão
Threesome publique, filles adolescentes baisée dans toilette allemand
Threesome público, niñas adolescentes folladas en baño alemán
Trio pubblico, ragazze adolescenti scopate in bagno tedesco
Her first anal bukkake gangbang
O primeiro gangbang bukkake anal dela
Le premier gangbang bukkake anal delle
La primera orgía bukkake anal de ella
Il primo gangbang bukkake anale di lei
Taxi driver fucks teen, anal in public
Motorista de táxi fode adolescente, anal em público
Chauffeur de taxi baise adolescente, anal en public
Taxista folla adolescente, anal en público
Tassista scopa adolescente, anale in pubblico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook