sexta-feira, 25 de junho de 2010

Atriz pornô japonesa anuncia doação para vítimas de terremoto na China

Uma atriz pornô une Japão e China
Como Sora Aoi conquistou milhares de seguidores chineses no Twitter
La Vanguardia
A cidade de Xangai foi, na semana passada, o cenário de uma situação impensável poucos anos atrás. Uma multidão de jovens recebeu calorosamente uma atriz que foi promover um videogame. Foram alguns minutos que demonstraram a mudança nas relações entre sociedades que geralmente se enfrentam por diferenças históricas e culturais, cujo ponto alto foi a invasão japonesa entre 1937 e 1945.
A razão para que os jovens chineses comecem a olhar para seus vizinhos de outra maneira se chama Sora Aoi, que em japonês significa Céu Azul. A atriz, uma das mais famosas do cinema pornográfico nipônico, se converteu em um fenômeno de massa na China. Em pouco mais de dois meses, ganhou a simpatia de mais de 30.000 cidadãos do gigante asiático.
O poder de convicção desta japonesa de 27 anos nascida em Tóquio não está apenas em suas interpretações no cinema – que os jovens chineses baixam de sites teoricamente inacessíveis –, mas no fato que ganhou corações por sua generosidade. "Para muitos internautas chineses, Aoi é como a garota da casa ao lado", afirma o jornal Southern Metropolis Daily.
A admiração dos chineses está nos gestos e comentários concretos que tocaram suas almas. É uma das poucas atrizes estrangeiras que conversa diretamente com os fãs por meio do Twitter. A atitude provocou uma corrida ao microblog e ela ganhou 20.000 admiradores num único dia. Mérito ainda maior porque o acesso ao Twitter na China está bloqueado desde 2009.
A curta biografia de Sora Aoi assinala que "seus grandes olhos, seu sorriso precioso, seu rosto jovial e… seus grandes peitos" fizeram com que sua popularidade como modelo crescesse com a espuma. Tudo isso influenciou sua celebridade entre o público chinês. Sua fama aumentou consideralvemente, no entanto, quando afirmou, por meio de sua conta no Twitter, que estava profundamente triste por causa da catástrofe provocada pelo terremoto que em 14 de abril assolou Yushu, na província de Qinghai, e que estava disposta a doar dinheiro para ajudar na reconstrução.
"A atitude de Sora merece todo lo meu respeito", disse Yu Dahai, 30 anos, editor de arte em Pequim do jornal Global Times. "Admiro seu caráter. Com sua convocação para fazer doações às vítimas do terremoto, ela demonstrou que tem verdadeiro amor pelos outros."
Em comparação, os chineses reclamam de suas próprias atrizes. Zhang Ziyi, estrela de Memórias de uma Gueixa, recebeu uma avalanche de críticas porque sua promessa de doar 1 milhão de yuans às vítimas de um terremoto em 2008 foi revista – para 160.000 yuans.
Comentários de A Vez dos Homens que Prestam
Essa é boa pra aquele bando de idiotas que acham que falta de sexo é atestado de caráter. Essa é boa pra esses mesmos paspalhos que acham que acham que ajudar o mundo é doar dinheiro pra igreja (algumas igrejas são sérias, outras pegam dinheiro de quem ganha salário mínimo pra construir templo chique e casarão pra pastor). Existe gente boa que faz coisas pelo próximo dentro das igrejas? Existe. Mas essas pessoas são boas pessoas apesar da religião, e não por causa dela.
E outra: olha quem está querendo ajudar desabrigados na China enquanto as velhas neuróticas reprimidas do governo estão muito preocupadas com bloquear as redes sociais e qualquer pouca roupa na internet.
Está certo que os cristãos beatos têm sérios problemas pra lidar com a lógica e a realidade, mas esse caso é um bom exemplo pra ver o que todo mundo com sanidade mental já sabe: que existe muita gente que presta fora da turminha de reguladores de saia e apedrejadores de adúlteras.
Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook