quarta-feira, 10 de abril de 2013

Nanda Costa diz que posar para a Playboy "agora seria irresponsabilidade, já que o tema da novela trata do tráfico humano e exploração sexual" (ou: heterossexualidade "é a pura, formalizada expressão de desprezo pelo corpo das mulheres")

Abigail Pereira Aranha

Playboy oferece R$ 2 milhões para ensaio de Nanda Costa, diz jornal

Aproveitando a boa fase de Nanda Costa a revista Playboy quer a todo custo a morena na capa de sua publicação.

De acordo com o jornal O Dia, a revista já teria ofertado R$ 1,5 milhão, como a gata não aceitou, a oferta subiu generosamente para R$ 2 milhões.

Mesmo em alta cotação, a protagonista de Salve Jorge recusou a proposta, dizendo que posar para revista agora seria irresponsabilidade, já que o tema da novela trata do tráfico humano e exploração sexual.

Nanda já posou em ensaio sensual para o site Paparazzo.

Redação O POVO Online

O Povo, 07/03/2013, http://www.opovo.com.br/app/divirta-se/2013/03/07/noticiasdivirtase,3018330/playboy-oferece-r-2-milhoes-para-ensaio-de-nanda-costa-diz-jornal.shtml

Comentários de A Vez dos Homens que Prestam / A Vez das Mulheres de Verdade

Um momento! Você amigo leitor (homem) pode comprar uma Playboy e admirar a peladona sem alimentar ou concordar com o tráfico de mulheres ou a exploração sexual? Você amigo leitor pode encontrar uma prostituta explorada, "ficar" com ela e ajudá-la a fugir dos exploradores? Você consegue pelo menos transar com uma mulher, ou olhar para o corpo dela, e ter com ela o mesmo respeito que com qualquer pessoa? Se sim, só existe uma linha de pensamento que explica essa declaração da Nanda Costa:

"Coito heterosexual é a pura, formalizada expressão de desprezo pelo corpo das mulheres" (Andrea Dworkin, feminista americana famosa por sua oposição a pornografia)

Ah, e vocês devem ter lido o texto "Qual é o Problema em Gostar um Pouco de Pornografia?", do Dr. Augustus Nicodemus Lopes, que diz que "a indústria pornográfica nos Estados Unidos é a terceira maior fonte de renda para o crime organizado, depois do jogo e das drogas". Pesquise isso pra ver. Você só vai achar essa informação em páginas que copiam esse texto. E nos Estados Unidos, você é criminoso porque procura uma prostituta, e não vice-versa.

Engraçado, homossexuais "podem" acusar um pastor de racismo e homofobia só com dois ou três tuítes contados do jeito deles (art. 138 do Código Penal), chamar esse pastor de bicha só porque ele alisa o cabelo (art. 140 do Código Penal) e ainda invadir um culto conduzido por ele para fazer um beijo gay (art. 208 do Código Penal). Foi o que fizeram neste fim de semana em um culto conduzido pelo Marco Feliciano. Mas será que agora um homem parecer que gosta de mulher vai virar crime?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook