sábado, 30 de março de 2013

Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas

Abigail Pereira Aranha

Gente, vocês já viram uma mulher com cara de lesbofeminista em uma entrevista de emprego? Já encontraram uma mulher feminista, um militante afro ou um militante LGBT no cafezinho do serviço? Já procuraram um negro no DCE (antes das cotas, de preferência)? Onde estão os esquerdistas quando não estão fazendo passeata travando a volta de quem trabalha pra casa ou escrevendo artigos que nem sempre vão ser lidos pelo público?

Por exemplo, vamos ver esses trechos sobre mulheres no mercado de trabalho:

Algumas características como a sensibilidade, afetividade, versatilidade, percepção aguçada, entre outras, que até pouco tempo eram consideradas fraquezas, hoje, passaram a somar e são consideradas essenciais no processo produtivo das organizações. Características que nós homens escondemos ou afogamos para não parecermos frágeis. Em contrapartida, as mulheres sempre cultivaram como um dom, buscando sempre desenvolvê-las e amadurecê-las em cada situação. (Roberto Shinyashiki, "Diferencial da mulher no mercado de trabalho", http://www2.uol.com.br/vyaestelar/mulher_no_mercado.htm)

As mulheres, em muitos aspectos, são mais disciplinadas e perfeccionistas do que os homens, o que acaba acarretando uma maior dedicação e objetividade no cumprimento de suas tarefas. Logo, a presença delas no âmbito das organizações só faz contribuir no sucesso organizacional como um todo. (Rosângela Malaquias D'Amorim, "Inserção da mulher no mercado de trabalho: impactos na qualidade de vida e na estrutura organizacional", pág. 126, http://www.uaa.edu.py/investigacion/download/irundu_ano4_num1/Jun.2008_pag.111_insercao.pdf)

As mulheres são mestras em criar empatia e é necessário que seja com todos, desde chefes, subordinados, clientes, colegas, funcionários, etc. E não só com a amiga que pensa da mesma forma. É sentir junto com o outro, mesmo que ele não sinta o mesmo que você. Criar relacionamentos bem sucedidos é a chave para trabalhos em equipe bem sucedidos. (Sílvia Rocha, "10 qualidades nas mulheres de sucesso!", http://silviarenatarocha.blogspot.com.br/2009/05/10-qualidades-nas-mulheres-de-sucesso.html)

Como dizia Gilbert Keith Chesterton, "o feminismo é uma mistura de idéias confusas onde as mulheres são livres quando servem a seus empregadores, mas escravas quando elas ajudam a seus maridos". Mulher afetuosa em casa com o marido que trabalha e sustenta a família é uma lerda submissa. Mulher afetuosa na rua é serva do machismo. Na empresa, é peça fundamental. Mulher disciplinada e perfeccionista em casa é uma dona-de-casa alienada que não sabe como está sendo explorada pelo marido. Na empresa, é alguém importante para o sucesso. A mulher mestra em criar empatia com todos na rua é uma paspalha servil ao machismo, isso se ela não estiver "fazendo sucesso" com os gatinhos. Na empresa, é uma mulher de sucesso. A mulher ser honesta e parecer que é na rua está sendo reprimida sexualmente pela sociedade. A mulher ter que fazer mais que o homem pra subir no trabalho, as feministas reclamam só da dificuldade da promoção. Com os negros e os homossexuais não é muito diferente.

Você já viu o perfil no Facebook de uma dessas mulheres que conseguiram espaço em um domínio masculino? São dois tipos. O tipo 1 é o da lésbica imbecil que odeia críticas e espontaneamente sem educação, talvez com alguma postagem contra o machismo, o racismo ou a homofobia de vez em quando. O tipo 2 é o da senhora profissional comportada, nunca fala do trabalho ou da área em que tem pós-graduação, quase sempre falando banalidades e frases evangélicas, fora isso compartilha poses ridículas em lugares maravilhosos onde esteve ou fins de semana com as amigas fúteis, fotos dela em um daqueles eventos que decidem o futuro do mundo mas ninguém sabe que estão acontecendo, fotos dos filhos e talvez algum daqueles textos cansativos.

Quais os alunos que têm coragem de desafiar a autoridade do professor que está errado? Quais os empregados que dizem ao chefe na cara dele que ele está errado? Em geral não são mulheres. Elas se preocupam mais em agradar os professores para manter o coeficiente de rendimento alto, e são as que mais tentam agradar os chefes. Em geral também não são negros. Com muita subversão, vão usar um penteado afro. Em geral também não são homossexuais. Esses estão de papo fútil com as vadias sempre que podem, não se importam com política e nem com o próprio trabalho e são nojentos em matéria de caráter. Sim, as pessoas mais subversivas e amantes da verdade e da justiça quase todas são homens brancos heterossexuais. Hoje em dia, diga-se de passagem, mulher autêntica é puritana estúpida e mulher subversiva é lésbica histérica.

Aliás, com tantas mulheres bem sucedidas com menos de 30 anos, com viagens para o exterior, com fluência em dois ou três idiomas estrangeiros, por que teve que ser justo a pobre aqui pra escrever textos como os meus contra a mediocridade reinante? A senhorita Abigail só tinha 15 anos quando começou, e até hoje as mulheres e os negros que não apareceram antes ainda vêm me chamar de racista, machista, misógina, homofóbica, preconceituosa contra as mulheres monogâmicas, etc.

Pra encerrar: você brasileiro se lembra do Amilton Santos?

Um baiano de 53 anos, pai de família, sem muita formação escolar, de conversa simples e afável nos tratos, enfrentou a ordem dos patrões, desafiou a decisão da justiça e seguiu aquilo que acreditava ser o mais importante entre os seres humanos - a solidariedade. Amilton Santos, no comando de um trator, foi contra tudo e todos e se tornou um herói e exemplo para os brasileiros.

Obrigado a demolir duas casas que abrigavam quinze pessoas no bairro da Palestina [Salvador], ele desceu do trator, chorou, foi ameaçado e pressionado a cumprir uma determinação judicial. Acuado, tentou mais uma vez, mas não conseguiu passar por cima da própria crença e dos seus sentimentos.

(...) No local, já se encontravam os dois oficiais de justiça designados pelo Fórum de Salvador para cumprir o mandado de demolição das casas de Telma Sueli dos Santos Sena e de Ana Célia Gomes Conceição e para garantir a reintegração de posse do terreno. Para garantir a tranquilidade da operação, seis viaturas da 31ª. Companhia da Polícia Militar e cerca de 20 soldados armados com revólveres, escopetas e fuzis, comandados pelo Major Castro, acompanhavam os trâmites para assegurar a execução da ordem emitida pelo juiz Cláudio Fernandes de Oliveira, na época titular da 12ª. Vara de Feitos Cíveis. ("Por onde anda? O herói tratorista que se recusou a demolir casas e emocionou o Brasil", iBahia, http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/por-onde-anda-o-heroi-tratorista-que-se-recusou-a-demolir-casas-e-emociou-o-brasil)

Se fosse pra ter uma mulher, ou um negro, ou um homossexual como o senhor Amilton em cada empresa do Brasil, ou em cada repartição pública do Brasil, seria uma revolução, né? A favor da maconha tem passeata na rua. A favor do aborto tem passeata na rua. A favor de mulher ser tosca e só foder com os piores homens tem protesto. Contra beleza feminina em propaganda tem invasão de loja de lingerie. Mas se fosse para os negros, as mulheres e os homossexuais fazerem revolução de verdade, "os poderosos" nem iriam deixar as políticas afirmativas virem, né?

Eso texto en español (sin fotos e peliculas de putaría, en lo Concrete Paradise): Nadie es más reaccionario que un beneficiado por las políticas de discriminación positiva, http://avezdoshomens2.blog.com/2013/03/31/nadie-es-mas-reaccionario-que-un-beneficiado-por-las-politicas-de-discriminacion-positiva
Eso texto en español (con fotos e peliculas de putaría, en lo Paraíso Tangible): Nadie es más reaccionario que un beneficiado por las políticas de discriminación positiva, http://avezdoshomens2.blogspot.com/2013/03/nadie-es-mas-reaccionario-que-un.html
This text in English (without sex pics and movies, at Concrete Paradise): Nobody is more reactionary than one benefited by affirmative policies, http://avezdoshomens2.blog.com/2013/03/31/nobody-is-more-reactionary-than-one-benefited-by-affirmative-policies
This text in English (with sex pics and movies, at Paraíso Tangible): Nobody is more reactionary than one benefited by affirmative policies, http://avezdoshomens2.blogspot.com/2013/03/nobody-is-more-reactionary-than-one.html
Texto original em português (sem fotos e vídeos de putaria, no A Vez das Mulheres de Verdade): Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas, no A Vez das Mulheres de Verdade em http://avezdasmulheres.blog.com/2013/03/30/ninguem-e-mais-reacionario-que-um-beneficiado-pelas-politicas-afirmativas e no Paraíso Concreto em http://paraisoconcreto.blogspot.com/2013/03/ninguem-e-mais-reacionario-que-um.html
Texto original em português (com fotos e vídeos de putaria: Ninguém é mais reacionário que um beneficiado pelas políticas afirmativas, no A Vez dos Homens que Prestam em http://avezdoshomens.blogspot.com/2013/03/ninguem-e-mais-reacionario-que-um.html

Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

Sex, lust, bitchness, naked woman, pornography seccion

Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

Outdoor gangbang with Simony Diamond

(Gangbang ao ar livre com Simony Diamond / Gangbang al aire libre con Simony Diamond)

A Lonely Stepmom Gets Her Needs Met

(Uma madrasta solitária tem suas necessidades satisfeitas / Una madrastra solitaria tiene sus necesidades satisfechas)

Família boa assim só em filme pornô, hehehehe.

Familia tan buena sólo en peliculas porno, jejejeje.

Such good family only in porn movies, hehehehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook