sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O Puritano-Feminismo episódio 26: um pouco da página Garota Conservadora

Abigail Pereira Aranha

Olá, meus amigos e minh@s inimig@s. Não faz uma semana que eu descobri a página Garota Conservadora e já arrumei treta. Eu vi esta postagem, indicada por um amigo do Facebook e do Google Plus:


Garota Conservadora

20 de fevereiro às 00:01

Recadinho para os homens

Mulheres virtuosas existem sim, parem de falar que todas gostam de cafajestes, isso não é verdade. Ainda existem mulheres tementes a Deus, que obedecem aos mandamentos divinos, que se preservam para o casamento, que não se entregam a sensualidade.

Entendam, na bíblia fala que existem mulheres virtuosas, mas em qual versículo diz que será fácil encontrar uma dama honrada?

Está escrito que mulheres virtuosas existem e que seu valor é superior ao de finas jóias, ou seja o sacrifício de esperar e se guardar por uma mulher virtuosa nunca será inútil.

#dre_cah‬

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1648330338763528&id=1643378225925406)

Comentei mais ou menos isto no original: "O que é ser uma mulher virtuosa além de achar a sexofobia de uma mulher dá a ela a autoridade de difamar as mulheres que não a têm? E onde achar uma mulher virtuosa se as igrejas estão cada vez mais cheias de vadias em fim de carreira?" Resultado: comentário apagado e não posso mais comentar na página.

Para o parceiro que me mostrou isso, é conversa de putinha enrustida. Para mim, foi isso e mais uma coisa: um outro feminismo. E mais que isso, uma tremenda não-surpresa. Ainda chego lá. Antes, vou mostrar um pouco da página.


Garota Conservadora

20 de fevereiro de 2016 às 10:00

Uma mulher de verdade não precisa de roupas chamativas para chamar a atenção.

Damas conservadoras estão sempre lindas e elegantes 💋

#dre_cah‬

(https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1648342748762287)


O charme de uma mulher não está no quanto ela mostra, mas no quanto ela esconde.

(12 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1646210278975534)


Moças conservadoras além de lindas também são prendadas.

(24 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649525201977375)

No mês passado, "um grupo de mulheres fez um ensaio fotográfico no último dia 18 de janeiro, na praia Vermelha, na Urca, contra o preconceito às mulheres fora dos padrões de beleza." "O ato foi em apoio à professora Thaís Oliveira, moradora de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, que foi ofendida por internautas após publicar uma foto de biquíni em sua página no Facebook." ("Mulheres fazem protesto na Urca contra 'gordofobia'", Quem Inova, 26 de janeiro de 2015, https://queminova.catracalivre.com.br/influencia/mulheres-fazem-protesto-na-urca-contra-gordofobia). Bom, as moças conservadoras costumam ser realmente mais apresentáveis que as militantes feministas típicas, e por isso muita gente não percebe que esta imagem das garotas conservadoras e este ensaio fotográfico são quase igualmente feministas. Os dois grupos têm "autoestima" em relação a si mesmas e atacam os homens que gostam de um tipo físico de mulher diferente. E uma semelhança entre o feminismo militante e estas imagens da Garota Conservadora é que o grupo de mulheres em questão também ofende outras mulheres por causa da roupa ou do comportamento. Mulheres feministas não costumam chamar, não abertamente, mulheres bonitas de prostitutas, de lixo, etc, mas as feministas que defendem a prostituição ou a pornografia são hostilizadas pelas que são contra. Por exemplo, podemos ver este caso de 2005 da Nina Hartley contra uma outra feminista que é antipornografia: "Feminists for Porn", http://www.counterpunch.org/2005/02/02/feminists-for-porn. Nessas figuras, temos literalmente uma imagem de um ataque das feministas conservadoras contra as feministas não-conservadoras como acontece dentro do feminismo militante. O lesbofeminismo, como egolatria feminina, promove a mulher como cânon para os homens e, em seguida, uma tribo feminina como cânon para as outras mulheres.


Uma moça precisa de apenas um rapaz que seja homem o suficiente para provar que nem todos os homens são iguais

(11 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1645342289062333)

Bom, eu peguei vários memes desse tipo, da própria página ou compartilhados de páginas como a Hetero Orgulhoso, cagando regra pros homens. Mas esse é muito ilustrativo e é bom pra eu não ter de fazer uma seleção muito grande e cansar o leitor. Nesta frase, todas as moças são iguais e os rapazes são diferentes. O rapaz pode ser decente ou não, mas QUALQUER mulher, POR SER MULHER, tem a autoridade para exigir que o rapaz prove se é melhor que os outros ou não. Aquele meu amigo que me mostrou esta página costuma fazer algumas postagens críticas ao universo masculino, algumas até fazendo generalizações erradas que eu já comentei com ele, mas cada vez que eu vou ao perfil dele do Google Plus, eu conheço uma vadia nova que não gostou do que leu. Vou dar um exemplo que eu copiei no meu perfil: https://plus.google.com/u/0/+AbigailPereiraAranha/posts/JQMHDuat8jX. Por sinal, as garotas conservadoras se entregam:


Garota Conservadora

Vejo muitos homens ressentidos nos comentários e pondo a culpa nas mulheres por seus fracassos amorosos, mas só pelo linguajar e falta de respeito que usam em seus comentários, nos deixa claro o motivo de não conseguirem uma mulher honrada. "Fazer c* doce não te faz honrada"
Só tenho uma coisa a dizer meus caros, o que vem fácil, vai fácil tmb. Depois não reclamem e nem chorem em nossos comentários se vocês não se valorizam (;‬

(26 de fevereiro de 2016 às 18:40, https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1650362715226957&id=1643378225925406)

Um homem precisa de apenas uma moça que seja mulher o suficiente para provar que nem todas as mulheres são iguais. Hua, hua, hua, hua, hua!

Mas a única surpresa nesta página é ver os rapazes da Real empolgados aceitando os mesmos discursos que eles desmascaravam há 10 anos atrás, como eu mostrei no texto "Página Garota Conservadora mostrando que o antifeminismo conservador não passa de outro feminismo". Vou mostrar algumas não-surpresas:


Em uma sociedade regida pela depravação moral, defender a família tradicional tornou-se um ato indispensável.

(23 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649184105344818)

Bom, uma família tradicional em uma sociedade regida pela depravação moral é uma família depravada, pois segue a tradição da sociedade. Mas o ponto que eu gostaria de mostrar aqui é que eu já discuti isso em setembro de 2010: "O mundo está em decadência moral, então persegue o ateísmo e o s...", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2010/09/o-mundo-esta-em-decadencia-moral-entao.html.


Como uma feminista acredita que uma conservadora é tratada pelo seu companheiro...

Como realmente é...

(11 de fevereiro, https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1645790822350813)

O que eu dizia em novembro de 2010?

Porque os negros escravos criavam filhos que faziam quilombos e preservavam as tradições africanas, os judeus da época da Inquisição criavam filhos que arriscavam a vida praticando o Judaísmo e as mulheres oprimidas pelo machismo criam uma geração de homens machistas e mulherzinhas sexualmente reprimidas atrás da outra?

(...) As mães criavam os filhos desde quando o homem nem era homem direito. Não faz mais sentido elas criarem filhos que farão um mundo em que elas vão ser valorizadas, e não discriminadas, exploradas, reprimidas?

Texto: "O machismo foi criado pelas mulheres - parte 1: como o machismo começou", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2010/11/o-machismo-foi-criado-pelas-mulheres.html.

E temos lá um poema bonitinho:


Garota Conservadora

23 de fevereiro de 2016 às 10:00‬

Luís de Camões: Raquel e Jacó ❤

.

Sete anos de pastor Jacó servia

Labão, pai de Raquel, serena bela;

Mas não servia ao pai, servia a ela,

E a ela só por prêmio pretendia.

.

Os dias, na esperança de um só dia,

Passava, contentando-se com vê-la;

Porém o pai, usando de cautela,

Em lugar de Raquel lhe dava Lia.

.

Vendo o triste pastor que com enganos

Lhe fora assim negada a sua pastora,

Como se a não tivera merecido;

.

Começa de servir outros sete anos,

Dizendo: – Mais servira, se não fora

Para tão longo amor tão curta a vida!

#Dre_cah

(https://www.facebook.com/1643378225925406/photos/a.1643438549252707.1073741828.1643378225925406/1649160808680481)

Em setembro de 2011, eu escrevi "Jacó e Raquel, a matrix na Bíblia", http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2011/09/jaco-e-raquel-matrix-na-biblia.html. Como eu explico lá rapidamente, "matrix é o nome que a turma antifeminista dá para a propaganda que endeusa a mulher, que as mulheres têm mais caráter que o homem, têm mais competência que o homem, são românticas, são sensíveis, são vítimas dos homens (não existe homem que presta), etc."


Garota Conservadora

25 de fevereiro de 2016 às 08:00

"Garotas são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo da árvore. Os meninos não querem alcançar as boas por que eles tem medo de cair e se machucar. Então eles só pegam as maçãs que caem no chão. Elas não são boas, mas são mais fáceis. Então as maçãs do topo pensam que tem algo errado com elas, mas na realidade, elas são incríveis. Elas só tem que esperar o garoto certo, que vai ser corajoso pra subir até o alto da árvore."

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1649922238604338&id=1643378225925406)

Puta que o pariu! Além de vadia enrustida, ainda me traz essa porcaria que eu desci o pau EM 2008?

Para encerrar, vou compartilhar uma nota da página sobre a matéria "Alunas fazem mobilização pelo uso de shorts em escola de Porto Alegre" (G1, 24/02/2016, http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/02/alunas-fazem-mobilizacao-pelo-uso-do-shorts-em-escola-de-porto-alegre.html):

Garota Conservadora

24 de fevereiro às 17:51 · Caçapava do Sul, SC, Brasil

Questionaram a minha opinião sobre o uso de shortinho nas escolas, e para facilitar responderei a todos por aqui.

Sou PLENAMENTE CONTRA!

1. Escola tem regras, elas devem ser respeitadas. Se tu quer sair de short, vai para a praia, acadêmia, clube, piscina, fica em casa....

2. Qual a porra da necessidade de fazer um auê na instituição, que é PRIVADA, e faz as REGRAS que bem entender? Não gostou, sai fora!

3. Escola não é shopping, se tem uniforme é para ser usado e ponto! Desfile de moda é no Donna Fashion, Semana da Moda em São Paulo e etc.

4. Escola serve para te ensinar conteúdos específicos, não para avaliar tua roupa.

5. Não gostou da regra? Que pena! Sugiro que vá para uma instituição pública, onde nem professores temos, e muito menos os recursos que tu tem na escola, que TEUS PAIS estão batalhando para pagar, e te fornecer um futuro melhor.

6. Respeito se conquista com respeito. Não é com cartazes com frases prontas que tu vai mudar o mundo minha querida pseudo feminista!

7. Com 13 anos eu estava preocupada em jogar "stop" com meus colegas e ligar para a rádio pedindo música. Vão viver a adolescência de vcs, ao invés de torrar a paciência dos outros com futilidade.

8. Acho que temos muuuuuitas outras coisas para nos preocupar, do que com short em sala de aula. Os meios de comunicação, poderiam se preocupar em elaborar manchetes e notícias com valor e conteúdo!

9. Saudades da época em que escola era lugar de aprender!

10. Professores, diretores, pedagogos são autoridades dentro de uma instituição. Tá ruim? Estuda, trabalha, e te dedica para abrir uma escola onde shortinho é liberado!

Um beijo!

‪#‎MCaruccio

(https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1649771201952775&id=1643378225925406, também em https://www.facebook.com/MarcellaCaruccio/posts/996187267140561)

Três comentários:

1) Essa irritação de múmia sexualmente frustrada do interior é café da manhã para o movimento feminista há CINQUENTA ANOS. Elas já conseguiram mais que isso há décadas com muito menos apoio formal, muito menos aprovação da população geral e com uma oposição bem mais forte. Eu posso dar de memória três exemplos recentes de militância esquerdista já dentro de universidades privadas ou confessionais. E fazer distinção entre privado e público, como se fossem dois sistemas diferentes, em um país de tendência socialista é coisa dessas nossas netas de coronel. Essa postagem é um exemplo de como esse feminismo de conveniência com nome de antifeminismo e o conservadorismo como um todo não só é intelectualmente indigno de nota, também é uma nostalgia divorciada da realidade mesmo como enfrentamento ao Socialismo.

2) Se lembram do caso da Júlia Velo, que no dia 05 alegou ter sido assediada no Quitandinha Bar, tentou chamar algumas amiguinhas para um terrorismo lésbico mas foi desmascarada e tudo que ela conseguiu foi alguns emasculados enchendo o saco na página do bar no Facebook mais alguns subintelectuais fazendo artiguinhos na imprensa regada a Petrolão? 19 dias depois, temos uma notícia de algumas moças fazendo manifestação no Colégio Anchieta, em Porto Alegre, para poderem usar short dentro da escola, a matéria do G1 citando palavras mágicas como "machismo". Eu não descarto a tese de uma ação estratégica de colocar o feminismo "bonzinho" em cena depois que o "mau" foi queimado. Mas isso pode ser sinal, sozinho ou combinado com essa tese, de que o conservadorismo cristão sumiu da vida cultural, política e cotidiana do Brasil e este nem se dá pela falta. Neste caso do Colégio Anchieta, as garotas vão vencer a não ser que o feminismo tosco aja contra.

3) Os últimos 7 dias tiveram vários sinais de MORTE da direita e do Conservadorismo no Brasil, não apenas como ideias dignas de nota, também como parte da vida cotidiana. Tivemos este caso, direção nova na revista Veja que dizem que ela vai virar de esquerda e até arranca-rabo de Luciano Ayan e Olavo de Carvalho. Eu estou comentando há alguns meses que a esquerda podia ser destruída com os próprios erros, mas a direita que acabaria com ela foi exterminada antes. Aliás, Dilma Rousseff é a imagem disso: ela continua no poder porque não há uma força para tirá-la de lá. Comento no próximo texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook