quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A mulher é o negro do Feminismo - episódio 1: uma colunista despreza mulheres indianas que defendem os homens

Mulheres são defensoras ardorosas de poderoso movimento dos Direitos dos Homens da Índia

Da equipe Women In The World

06/12/15

Uma foto de Deepika Bhardwaj (terceira da esquerda para a direita), uma ativista dos direitos dos homens na Índia. (Facebook / Deepika Narayan Bhardwaj - Voice of Falsely Accused Men, voz dos homens falsamente acusados)

Uma foto de Deepika Bhardwaj (terceira da esquerda para a direita), uma ativista dos direitos dos homens na Índia. (Facebook / Deepika Narayan Bhardwaj - Voice of Falsely Accused Men, voz dos homens falsamente acusados)

Um crescente "movimento de direitos dos homens" na Índia tem como alguns dos seus apoiantes mais fervorosos um grupo de mulheres que dizem que as leis de assinatura do país protegendo as mulheres contra abuso, estupro e agressão sexual injustamente vitimizam homens. As mulheres que fazem parte de Ativistas de Direitos dos Homens da Índia (MRA), incluindo uma com um PhD em estudos femininos, disse à Buzzfeed elas são antifeministas e testemunharam homens em suas próprias vidas sendo vitimados pelas leis do país. Elas criticam mais de 40 leis do país que se relacionam com a protecção das mulheres e falta de leis que protejam igualmente homens, e dizem que os homens também são injustamente vitimados por leis de divórcio e de custódia.

O aumento dos MRA contraria a crescente popularidade do feminismo na Índia, onde se tornou um ponto de fala nacional e tema popular em Bollywood. Os ativistas tentaram contrariar a mensagens de apoiadores pró-feministas, usando hashtags on-line incluindo #FeminismTerrorism e #FeminismIsCruelty. Deepika Bhardwaj, uma cineasta de 29 anos de idade, disse que o ódio coletivo dos MRA vem da "rejeição pura e simples dos homens e seus problemas" pelas feministas.

"Quando [feministas] estavam empoderando um gênero, elas poderiam ter previsto que isso poderia levar o outro género a ser vitimizado", disse ela.

Leia a história completa em BuzzFeed.

Women In The World, The New York Times, 06 de dezembro de 2015, http://nytlive.nytimes.com/womenintheworld/2015/12/06/women-are-ardent-supporters-of-indias-powerful-mens-rights-movement

Meus comentários

Seção "MULHERES no mundo" (Women In The World). Isso me deixa indignada: isso é Feminismo, isso reforça a idéia de que mesmo o Feminismo é ruim apenas quando MULHERES dizem que é.

Você pode ver a hiperligação neste artigo para o texto completo no BuzzFeed. Porra! O que eu estava dizendo antes de ler este artigo, a propósito, e está no último parágrafo?

A mídia, ele disse [Amit Lakhani, um MRA], muitas vezes quer mulheres falando sobre os direitos dos homens na televisão porque isso "dá mais olhos." "Se isso nos dá mais consciência e cobertura, então estamos bem com isso", disse ele. "Nós aceitamos."

E você sentiu algum escárnio nesse artigo mais curto? O texto completo é de uma mulher, Tasneem Nashrulla, título "Estas são as mulheres indianas que lutam por 'direitos dos homens'". Lead: "Em um país onde o número de agressões sexuais contra as mulheres está aumentando, um punhado de mulheres na Índia estão lutando pelas pessoas que elas acreditam que são as verdadeiras vítimas: seus homens". Isso pode ser uma confirmação do que eu disse março de 2015, mais de 8 meses antes, em "Mulheres Contra o Feminismo e o Feminismo contra elas - parte 4: vinte anos de silêncio": o Feminismo pode estar dispensando as mulheres como o Socialismo fez com os proletários.

Abigail Pereira Aranha

Questo testo in italiano senza filmati di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Le donne sono i negri del Femminismo - episodio 1: una giornalista disprezza donne indiane che difendono gli uomini", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/08/le-donne-sono-i-negri-del-femminismo-episodio-1.html.
Questo testo in italiano con filmati di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Le donne sono i negri del Femminismo - episodio 1: una giornalista disprezza donne indiane che difendono gli uomini", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/08/le-donne-sono-i-negri-del-femminismo.html.
Ce texte en français sans films de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Les femmes sont les nègres du Féminisme - épisode 1: une chroniqueuse méprise femmes indiennes qui défendent les hommes", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/08/les-femmes-sont-les-negres-du-feminisme-episode-1.html.
Ce texte en français avec films de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Les femmes sont les nègres du Féminisme - épisode 1: une chroniqueuse méprise femmes indiennes qui défendent les hommes", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/08/les-femmes-sont-les-negres-du-feminisme.html.
Eso texto en español sin películas de putaría en Men of Worth Newspaper: "Las mujeres son los negros del Feminismo - episodio 1: una columnista desprecia mujeres de la India que defienden a los hombres", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/08/las-mujeres-son-los-negros-del-feminismo-episodio-1.html.
Eso texto en español con películas de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "Las mujeres son los negros del Feminismo - episodio 1: una columnista desprecia mujeres de la India que defienden a los hombres", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/08/las-mujeres-son-los-negros-del.html.
This text in English without licentiousness movies at Men of Worth Newspaper: "Women are the negroes of the Feminism - episode 1: a female columnist despises Indian women who defend men", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/08/women-are-the-negroes-of-the-feminism-episode-1.html.
This text in English with licentiousness movies at Periódico de Los Hombres de Valía: "Women are the negroes of the Feminism - episode 1: a female columnist despises Indian women who defend men", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/08/women-are-negroes-of-feminism-episode-1.html.
Texto original em português sem filmes de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "A mulher é o negro do Feminismo - episódio 1: uma colunista despreza mulheres indianas que defendem os homens", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2016/08/a-mulher-e-o-negro-do-feminismo-episodio-1.html.
Texto original em português com filmes de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "A mulher é o negro do Feminismo - episódio 1: uma colunista despreza mulheres indianas que defendem os homens", http://avezdoshomens.blogspot.com/2016/08/a-mulher-e-o-negro-do-feminismo.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

Ashley Pink gets gangbanged on a pool table

By DogfartNetwork

Ashley Pink toma um gangbang sobre uma mesa de bilhar

Por DogfartNetwork

Ashley Pink prend un gangbang sur une table de billard

Par DogfartNetwork

Ashley Pink toma un gangbang sobre una mesa de billar

Por DogfartNetwork

Ashley Pink prende una gangbang su un tavolo da biliardo

Da DogfartNetwork


Black teen gangbang - Erika Vuitton
Gangbang de adolescente negra - Erika Vuitton
Gangbang de adolescent noir - Erika Vuitton
Gangbang de adolescente negra - Erika Vuitton
Gangbang di adolescente nera - Erika Vuitton

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook