quarta-feira, 13 de março de 2013

Não se mate lutando pelo bem, lute pelos bons e deixe os pobres de espírito serem destruídos uns pelos outros

Abigail Pereira Aranha

Você que é uma pessoa boa, justa, inteligente, já chegou naqueles momentos em que você se viu quase se matando pra fazer um mundo melhor e o que você faz não adianta nada, às vezes até pessoa que você quis ajudar paga bondade com cafajestagem? E você já parou pra observar alguma coisa que você viu desde o começo que não ia prestar realmente acabando mal?

Pois é, eu pensei em falar disso quando vi um relato no Facebook de uma senhora que tinha um plano de saúde e foi muito mal atendida por um médico que atendia pelo plano de saúde, e para não acontecer isso ela quis escapar do nosso Sistema Único de Saúde. Vamos entrar um pouco na política brasileira só pros amigos entenderem melhor. Pra começar, o SUS é público, federal e administrado por um governo eleito pelo povo. O Executivo e o Legislativo podem até errar, mas deviam tomar um cartão amarelo. Mas aí, o eleitor com mais dinheiro vai para a saúde privada e se esquece desse problema. Mas o mesmo governo federal que administra o SUS administra as universidades, especialmente as públicas, e deixou a educação cair de qualidade só pros afrodescendentes e os alunos da rede pública estadual poderem entrar por cotas e sair dela formados. Aí, é mais agrado pros pobres e mais votos para o PT na próxima eleição. Então, a formação dos nossos médicos, muitos e geralmente medíocres, ficou ainda pior. E o que atrai a maioria dos jovens para a Medicina é poder "ganhar dinheiro", cobrando caro por uma consulta ou receitando um remédio ganhando comissão da farmácia ou da indústria farmacêutica. E uma empresa de plano de saúde é capitalista, vai tentar lucrar não cobrindo serviços que o usuário precisa (até cobertura de dias que o usuário passa internado eles limitam) e pagando pouco para os médicos. E tudo isso enquanto nós criticamos o PT e o sistema de cotas e somos chamados de racistas e direitistas; enquanto a macacada lésbico-esquerdista faz spam na internet dizendo que o PSDB não presta e nos 10 anos de PT o Brasil está só melhorando; enquanto tem gente dizendo que o SUS é tão bom que o Barack Obama quer copiar (e na verdade é a rede em si que não existe lá).

Essa história é só pra ilustrar uma tendência mais geral: os moralmente e mentalmente medíocres estão começando a pagar por serem. Eles ainda estão tentando combater a inteligência, o caráter, a beleza, mas já estão começando a pegar o pescoço uns dos outros. Já temos mulheres contra a pensão alimentícia porque elas em particular são casadas com homens que pagam para parasitas de mau caráter. Já temos começando uma guerra entre as próprias mulheres libertadas pelo feminismo, das mulheres bonitas contra as mulheres feias; as feias chamando as bonitas de vadias e de objeto dos homens, as bonitas chamando as feias de insuportáveis, invejosas e solteironas. Já temos uma disputa entre os cotistas para vagas nas universidades, um começo de animosidade dos brancos pobres alunos da rede privada de ensino contra os brancos pobres alunos da rede pública, e estes contra os negros pobres alunos da rede pública. E por aí vai. Uma coisa é passar necessidade e ser ajudado, isso não faz a pessoa pior, outra coisa é parasitar o trabalho alheio. E agora já temos gente que se beneficiava do trabalho dos outros sendo prejudicada por outros que também se beneficiavam do trabalho dos outros. E também pessoas que renunciaram o direito conquistado de ser calhorda e medíocre vendo como é penoso se dar ao respeito.

E nós que temos alguma grandeza não podemos nem devemos tentar salvar o mundo de ser vítima da própria estupidez. Podemos só deixar a vaca ir pro brejo pra comer "vaca atolada" (não sabemos se os amigos não-brasileiros conhecem, "vaca atolada" é um cozido de carne de boi com mandioca), desde que estejamos fora do brejo. Algumas ideias:

  1. Vamos alimentar o individualismo e a solidariedade entre nós. Individualismo não é egolatria, individualismo é a valorização do indivíduo. Então, você se valorizar como pessoa não exclui você ajudar os companheiros.
  2. Se você for um homem solteiro, não tenha um relacionamento estável nem filhos. Mesmo um homem com uma esposa amável e filhos tratáveis está em fragilidade. Um pai desempregado pode afundar a família. Aproveite que tanto se fala em superpopulação e que a humanidade está destruindo o planeta para não arriscar destruir a sua vida só para mostrar que é um "homem maduro".
  3. Nunca trate o medíocre como especial. O que também significa não enxergar na família uma virtude que ela não tem e não dar a ela uma dedicação que ela não merece.
  4. Saia de perto da sua família o mais rápido possível. Não é comum uma árvore de 200 filhos, genros, netos e bisnetos ter mais do que 10 pessoas acima da mediocridade reinante. Quem merecer amor e respeito, amemos e respeitemos. Mas homem casado e homem agarrado à família não costumam fazer mudanças, nem na sociedade nem na própria vida. Homens casados ou ligados à família até sendo bem sucedidos não fazem mais do que bancar o conforto dos outros.
  5. Vamos fazer ativismo político-social apenas para garantir a qualidade de vida das pessoas de caráter. Não vale a pena fazer corrente na internet ou protesto no mundo real pra enfrentar políticos que foram eleitos com milhões de votos.
  6. Não boicote o "sistema", use o que ele tem contra ele mesmo. Primeiro porque tudo que temos de tecnologia e conforto foi obra de pessoas que se importaram em contribuir. Segundo porque dá mais resultado usar o "sistema" contra ele mesmo.
  7. Não vamos confundir política com processo eleitoral, nem consciência política com voto nulo.
  8. Não seja escravo do seu patrimônio. O segredo da infelicidade ou da doença de muitas pessoas é ter um emprego que detestam para pagar as contas, ou ter uma empresa que lhes toma todo o tempo.
  9. Não se dedique à sua empresa se ela não ajuda você. Se você não é ouvido nem respeitado no seu trabalho, coloque-o em segundo lugar. Mas tenha uma possibilidade de renda, que pode ser um outro emprego ou uma atividade que você pode fazer por conta própria. Se você é pressionado a trabalhar cada vez mais ou melhor e mal vai receber um dinheiro a mais, saia de lá o quanto antes.
  10. Sempre que puder, use os defeitos dos inimigos pobres de espírito contra eles mesmos. Ou ajude o pobre de espírito a encontrar a intriga de outro.

Por fim, não deixe a exaltação da mediocridade vencer você. Diga as verdades inconvenientes e continue acreditando no bem porque isso vai ajudar você a encontrar outras pessoas como você. Apenas se preserve sem se corromper.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook