sábado, 7 de maio de 2016

Eu já estava avisando: página antifeminista apanhou do Feminismo verdadeiro enquanto batia no falso

Abigail Pereira Aranha

Diferenças entre mulher feminista e mulher conservadora (Desenhista Que Pensa, compartilhado por Homem Honrado)


Diferenças
mulher feminista mulher conservadora
não tem marido tem marido
diz que não é só peito e bunda, mas faz protesto mostrando peito e bunda é recatada
tem pelos nas axilas ela é bem cuidada e cheirosa
pensa que agindo como homem terá mais direitos na sociedade não precisa agir como um homem para procurar seus direitos na sociedade
acha que não precisa de homem, e que todo homem é machista e opressor sabe que precisa do seu marido, do mesmo modo que ele precisa dela, sabe que homens e mulheres têm funções diferentes
seu hobby é abortar seu hobby é amar os filhos, e o marido

Juliana Carvalho O homem não gosta de nenhuma das duas ...ou gosta de outro homem ou de puta kkkkk ...nunca vi tanta mentira na minha vida kkkk ...sempre fui direita e oq ganhei ??cuido de 4 filhos sozinha ...eu sou é muito guerreira e amo ver q sou capaz de criar filhos maravilhosos...sou orgulhosa de mim ...

42 [curtidas / gostos] · 29 de abril às 01:54

Mariana Teixeira Macedo Sou feminista

Tenho noivo (meu primeiro e único namorado)

Não faço protesto mostrando os seios e a bunda (respeito a opção delas protestarem assim mas não concordo)

Eu me depilo por questões óbvias de higiene *tanto pra mulheres quanto pra homens (cada um é cada um e protesta do seu jeito)

Nunca tentei agir como um homem, mas isso nunca me impediu de trocar lâmpadas, instalar chuveiro, ou matar baratas rs

Todo homem não é machista, conheço vários que são homens de verdade. Respeitam suas parceiras, mães, filhas e irmãs. Trabalham fora, ajudam as mulheres em casa e nem por isso deixam de ser menos homens. Tudo depende da criação que tanto o menino quanto a menina recebem quando pequenos.

Afinal, homem também tem medo.

Homem também chora,

Meu irmão de seis anos foi chamado de "bixinha" pelo simples fato de querer pintar o desenho de uma casa de rosa (vale ressaltar que o desenho era um presente para minha mãe.)

Muitos acreditavam que meu noivo ia ser "mulherzinha" só porque ele cuidava dos seus irmãos mais novos (e a "mulherzinha" aos 11 anos teve que fazer papel de pai porque seu "querido pai" abandonou sua mãe com seus três irmãos pequenos).

Se engana quem acredita que o machismo só ataca mulheres.... homossexuais.... lésbicas....

O aborto sempre existiu...

Cada um sabe onde o seu calo aperta!

Não é a favor do aborto?

-Não aborte!

-Ensinem seus filhos e filhas a não fazerem o mesmo!

Sou feminista e meu hobby é fazer papel de pai e mãe nas escolas!

219 [curtidas / gostos] · 29 de abril às 02:21

Ivana Marçal Mais um vezes eu digo, esse imagem é um insulto a "todas as mulheres". Pois você pode ser feminista e ser conservadora pois uma coisas nao tem haver com a outra. Ser feminista e lutar por direitos iguais entre homens e mulheres. A mulher não tem que só cuidar dos filhos e marido e ser uma mera dona de casa, ela trabalha, estuda, sai com amigas ou amigos, prática esportes etc.. Ser feminista e ter direitos políticos iguais dentre outros.

Ser feminista não é ser a favor do aborto, não gosta de homens, não se depilar ta longe disso. A questão de aborto ou não gosta de homens isso é relativo de cada ser humano é escolha de cada um. A imagens representa uma dona de casa e a outra retrata uma mulher feminista "que luta por direitos iguais" como puta e isso não ta certo. Pra mim isso é atitude de gente ignorante e egoísta, pois não se contenta em ter direitos iguais a de uma mulher e opita por ser machista porque que se sentir superior. Nem um homem que diz ter honra apoia isso. E se você apoia isso é diz "feliz dia da mulher" pra uma mulher você ta sendo hipócrita. Porque o dia da mulher surgiu de um movimento feminista.

36 [curtidas / gostos] · 29 de abril às 12:46

Carolina Cabral Feminista

Não tem marido pq não quer ter um.

Fazer protesto mostrando os seios e a bunda foi uma forma de mostrarmos que podemos sair nuas que ninguém tem o direito de tocar na gente. Ps: tem que explicar o óbvio!

Sou feminista e sou depilada rs. Não raspar as axilas foi também uma forma de protesto contra a obrigação que a mulher tem de ser depilada enquanto o cara é igual um urso, mas reclama da mulher que não se depila. Ps: Mais um vez explicando o óbvio!

Feminista não age como homem, os ignorantes pensam isso.

Achamos não, NÃO PRECISAMOS MESMO. Todo homem é machista sim, assim como tem mulheres que são. Pq essa é a cultura que foi implantada na gente.

Abortar é um direito de uma mulher que não quer filhos. E não, sou feminista e meu hobby é ler.

Bjs de luz!

Conservadora

Passa metade da sua vida pra conquistar um homem e a outra metade para manter esse homem! Fim.

409 [curtidas / gostos] · 1 de maio às 10:02

Homem Honrado, 29 de abril de 2016 às 00:33, https://www.facebook.com/HomemHonradoOficial/photos/a.1464517457107926.1073741828.1464496093776729/1894287664130901. Curtidas / gostos até cerca de 11:00 de hoje, horário de Brasília.

Comentários de A Vez das Mulheres de Verdade / A Vez dos Homens que Prestam

"O homem não gosta de nenhuma das duas... ou gosta de outro homem ou de puta". Agora eu entendi por que eu faço tanto sucesso no meio dos homens antifeministas tradicionalistas. Bom, no meio não porque eles não topam DP. Quiá, quiá, quiá, quiá, quiá!

Mas eu dizia em 15 de julho de 2015, no meu texto "Por que eu acho 'O Outro Lado do Feminismo' um livro reprovável, se eu sou mulher e antifeminista (ou: o flipside ainda é o mesmo disco)":

Não há um pacote de princípios e de metas que possa definir o Feminismo ao longo de toda a sua história. Já houve um tempo em que as mulheres feministas eram contra o aborto, contra o voto feminino e contra o lesbianismo, por exemplo. Qualquer kit de ideias que nós possamos pensar, como "feministas defendem o aborto, o lesbianismo, só mulheres em cargos políticos" não é consenso nem entre as feministas militantes atuais. Então, entender o Feminismo como a exaltação do universo feminino, em especial a pior parte dele, como o cânon de toda a sociedade pode ser a única compreensão que faz sentido e que possibilita aos antifeministas alguma ação eficaz.

Está aí! E eu também dizia em 06 de setembro de 2014, no meu texto "Mulheres Contra o Feminismo e o Feminismo contra elas - parte 2: por que isso NÃO é bom para os antifeministas":

Quando eu disse que uma mulher é representada pelo Feminismo, não disse que uma mulher típica é simbolizada pela lésbica psicopata mal encarada que é a típica militante. O Feminismo é pior do que a falta de padrões morais, estéticos, intelectuais e comportamentais para as mulheres: é tornar elas próprias o padrão para si mesmas e toda a sociedade. Quando uma feminista rápida para organizar um protesto contra um comercial ou uma declaração "machista" se pronuncia a contragosto depois que um escândalo da militância vem a público, ela não está sendo nem mesmo hipócrita, está sendo feminista nesse sentido. Então, a mulher que tente não se parecer com aquele tipo de feminista ainda é feminista ou pelo menos pró-Ginocentrismo se impuser um "jeito de ser" acima de críticas ou se, quando errada ou sem argumentos, usar um teatro de feminilidade para se impor ou se defender (ou se, nessas mesmas situações, cair a máscara). Esse tipo de mulher pode parecer simpática, mas como se fosse uma concessão dela. Não é aquela simpatia prestativa que não é difícil receber de homens pobres, é uma simpatia que oferece pouco até para os melhores amigos e parece mais tentar receber do que se preparar para oferecer. E para um homem com alguma auto-estima como homem, não demora muito para que essa simpatia se mostre como uma ameaça, não algo para ser desfrutado, mas que ameaça ser perdido se ele disser ou fizer isso ou aquilo, principalmente ver a amiga "como mulher".

(...) Será que uma mulher contra o Feminismo deixaria de estudar ou de ler? Ora, deveria por ser tradicional? Uma mulher contra o Feminismo deixaria de trabalhar fora de casa se pudesse (deixar de trabalhar)? Talvez. Mas mesmo que uma sociedade onde as mulheres casadas não trabalham, porque sustentadas pelos maridos, seja antifeminista, não seria antiginocêntrica. Chegamos ao ponto: pelo menos algumas mulheres estão contra o Feminismo exatamente porque ele está destruindo o Ginocentrismo. Mas eu não disse que o Feminismo é Ginocentrismo organizado e formalizado? Sim, e foi exatamente por esse Ginocentrismo não ter sido denunciado que ele conseguiu durar tanto, e é exatamente essa exposição do Ginocentrismo que vai acabar com ele.

Eu também escrevi, mais especificamente sobre isso, "O lado rural do antifeminismo", em 09 de abril: http://avezdasmulheres.over-blog.com/2016/04/o-lado-rural-do-anti-feminismo.html. Como eu não sou conservadora nem levo a sério a família tradicional, eu já sabia.

Vamos ver nos comentários, temos muitas mentiras já conhecidas, um pouco de lesbianismo nojento em um dos comentários e até o Feminismo Híbrido. Mas e agora? Precisamos defender uma série de mentiras para combater outra?

Nenhum comentário:

Postar um comentário