sexta-feira, 12 de julho de 2013

O Segredo e suas pérolas sobre a Física Quântica

O livro "O Segredo", de Rhonda Byrne, é sobre a lei da atração.

A lei da atração é a lei da natureza. É impessoal e não distingue as coisas boas das más. Recebe seus pensamentos e os reflete de volta a você como sua experiência de vida. A lei da atração simplesmente lhe dá seja lá o que for que esteja em seu pensamento.

BYRNE, Rhonda. The Secret: O Segredo. Tradução de Alexandre Martins, Alice Xavier e Marcos José da Cunha. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007, pág. 13.

O livro fala disso, "O Segredo" é esse. Inclusive, nesta altura o livro explica por que algumas pessoas atraem tanto o que não querem: porque pensam no que não querem. A lei da atração apresentada não deixa de estar correta, se não como certeza, pelo menos como tendência. Mas o livro é mais um livro de auto-ajuda barato e inclusive banaliza o pensamento positivo. Veja:

Não há tempo e não há tamanho para o Universo. É tão fácil criar um dólar quanto um milhão de dólares. É o mesmo processo e a única razão pela qual um pode vir rapidamente e o outro demorar mais, é que você pensou que um milhão de dólares era muito dinheiro e que um dólar não.

BYRNE, Rhonda. Obra citada, pág. 63.

Como é comum nessa literatura, alguma coisa de moralismo sócio-econômico (ou darwinismo social):

Bob Proctor

Por que você acha que 1% da população ganha cerca de 96% de todo o dinheiro que circula? Você acha que isso acontece por acaso? Isso é planejado assim. Esse 1% entende algo. Eles entendem O Segredo, e agora você está sendo apresentado a ele.

BYRNE, Rhonda. Obra citada, pág. 6.

Mas notável é o que o livro fala de Física Quântica.

Dr. Fred Alan Wolf

Físico quântico, conferencista e autor premiado

Não estou falando do ponto de vista de uma ilusão ou de uma loucura imaginária. Estou falando a partir de uma compreensão mais profunda, básica. A física quântica realmente começa a apontar para essa descoberta. Ela diz que você não pode ter um Universo sem se importar em entrar nele, e que a mente está de fato dando forma a cada coisa que está sendo percebida.

(...) O trabalho e as descobertas surpreendentes dos físicos quânticos nos últimos oitenta anos nos levaram a uma maior compreensão do incomensurável poder de criação da mente humana.

BYRNE, Rhonda. Obra citada, pág. 20-1.

Outra:

O tempo não passa de uma ilusão. Einstein nos disse. Se esta é a primeira vez que você ouve isso, pode ser um conceito difícil de entender, porque você vê tudo acontecendo - uma coisa depois da outra. O que os físicos quânticos e Einstein afirmam é que tudo está acontecendo simultaneamente. Se você entender que não existe tempo e aceitar esse conceito, verá que tudo que possa vir a querer no futuro já existe. Se tudo está acontecendo ao mesmo tempo, então a versão paralela de você com aquilo que deseja existe!

BYRNE, Rhonda. Obra citada, pág. 62. Grifo no original.

Aqui vai um trecho breve de um livro de Física falando de Física Quântica:

A física quântica (também conhecida como mecânica quântica e teoria quântica é principalmente o estudo do mundo microscópico. Nesse mundo, muitas grandezas físicas são encontradas apenas em múltiplos inteiros de uma quantidade elementar; quando uma grandeza apresenta esta propriedade, dizemos que é quantizada. A quantidade elementar associada à grandeza é chamada de quantum desta grandeza (o plural é quanta).

Uma grandeza quantizada que está presente no nosso dia-a-dia é o dinheiro. O dinheiro no Brasil é quantizado, já que a moeda de menor valor é a de um centavo (R$ 0,01) e os valores de todas as outras moedas e notas são obrigatoriamente múltiplos inteiros do centavo. Em outras palavras, o quantum de dinheiro em espécie é R$ 0,01 e todas as quantias maiores são da forma n x (R$ 0,01), onde n é um número inteiro. Não é possível, por exemplo, pagar com dinheiro vivo uma quantia de R$ 0,755 = 75,5 x (R$ 0,01).

HALLIDAY, David; RESNICK, Robert e WALKER, Jearl. Fundamentos de Física, vol. 4, 7 ed. Tradução de Ronaldo Sérgio de Biasi. Rio de Janeiro: LTC, 2007, pág. 180. Grifo no original.

E quanto à relatividade do tempo, também na Física Quântica, outro trecho do mesmo livro de Física:

Se dois observadores que estão se movendo um em relação ao outro medem um intervalo de tempo (ou separação temporal) entre dois eventos, em geral encontram resultados diferentes. Por quê? Porque a separação espacial dos eventos pode afetar o intervalo de tempo medido pelos observadores.

(...) Nossa conclusão é que o movimento relativo pode fazer mudar a rapidez com que o tempo passa entre dois eventos; o que se mantém constante para os dois observadores é a velocidade da luz.

(...) O fenômeno do aumento do intervalo de tempo medido em conseqüência do movimento do referencial utilizado é chamado de dilatação dos tempos.

HALLIDAY, RESNICK e WALKER, obra citada, pág. 147-8. Grifo no original.

De resto, um livro de auto-ajuda parecido com o que já vemos por aí.

Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook