quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

A Real nos 50 Tons de Cinza


Respostas do Doutrinador

Anônimo:

Doutrina fale um pouco sobre a porcaria do filme do 50 tons de cinza que as mulheres tanto aguardam

Doutrinador:

Nem vi essa bosta, mas não passa de pornografia emocional que está relacionada a busca da mulher por domar um cafajeste mediante sexo (e a montanha russa de emoções). A mulher surta quando o cara abre a foto de uma "vadia" na internet e o chama de machista, mas ela acha normal ter fantasias eróticas com outro se aquilo está travestida de "romance" e literatura. Já estou até vendo os otários cornos emocionais indo com a namoradinha dominatrix ver essa bosta enquanto ela sequer deixa ele entrar sozinho na internet com medo dele estar vendo alguma sacanagem.

Comentário de Paulo Ferrachi Wallace na página Metendo a Real:

A autora reúne todas as inseguranças da mulher moderna e bota em uma única personagem e alimenta a crença que por mais insossa, sem sal, inespressiva, insignificante, medíocre, despresível que a mulher seja ela é merecedora de um principe encantado só pelo simples fato de ser mulher. Retrata como a mulher realmente gosta de ser tratada, aos tapas por um cara cheio da grana, ele é a cara da mulher moderna por isso do sucesso.

(Metendo a Real, 21 de janeiro, https://www.facebook.com/blogmetendoareal/photos/a.414732875316910.1073741828.414711658652365/640107452779450)

Nenhum comentário:

Postar um comentário