sábado, 13 de junho de 2015

Faltam mulheres que prestem para namorar (Michael Wendrell)

Texto adaptado através de uma publicação da página O Cara Sincero. Perguntam a mim o que me faz evitar namorar, noivar e casar, enfim, ter ou levar à frente um relacionamento e digo "faltam mulheres que prestem para isso", aí o pessoal me estranha e diz "você dificulta o amor por ser frio" ou "está exigindo demais das mulheres". Amigos, família, conhecidos em geral vivem me dizendo isso. Ou que sou frio demais, que "acabarei sozinho", que "preciso deixar de pensar no passado". Mas não se trata bem disto. O que me evitou sempre querer arriscar um relacionamento não é diante de questões do passado, mas sim muito do que vejo hoje. De fato vejo mulheres cada vez mais "moderninhas", egoístas e incapazes de agradar ao meu gosto, ao meu perfil. Como vou gostar de uma mulher que é incapaz de ser agradável e interessante? Como levar à frente um relacionamento com alguém que não sabe do que conversar, não tem assunto e não sabe sequer ser uma companhia bacana? Namorar, noivar e casar com uma mulher sem valor é jogar no lixo tudo que um homem representa.

Evito mulheres que sejam:

1- Problemáticas.

2- Vadias.

3- Feministas.

4- Comunistas e socialistas.

5- Relativistas morais e culturais.

6- Idiotas e drogadas.

7- Amantes de lixo cultural.

8- Imaturas.

9- Sem foco na vida.

Mas é claro, isso não depende só delas, eu seria um hipócrita ao querer uma mulher toda certinha sendo um completo canalha. Isso me tornaria um imbecil, apenas. Onde entramos no ponto: já me envolvi com todo tipo de mulher e aprendi bastante, de maneiras nada agradáveis, com isso. Tive o tipo de mulher que mereci. Suja. A reeducação partiu a partir de então. Com ajuda de amigos que me fizeram acordar para a vida e enxergar o babaca que estava sendo, pude ver que para poder esperar algo, eu teria de ter o que oferecer. Ser um homem de bem, para ter uma mulher de bem. Saber me reeducar antes de mais nada, faz parte do desenvolvimento pessoal, do auto-aperfeiçoamento. E este é meu foco a partir de então. Não precisar mais temer entrar um relacionamento, mas, acima disto, não me preocupar com tanto. Saber de antemão separar o joio do trigo, saber onde procurar. Afinal, não se acha mais ouro em meio à lama.

Vovô me diz que é melhor estar sozinho do que junto com vagabundas. Tá certo, vovô!

(Michael Wendrell, 18 de novembro de 2013, https://www.facebook.com/michaelwendrell/posts/656860204366898)

Comentários no original


Elimara Ribeiro Então casa com outro homem!


Michael Wendrell Não, obrigado. Prefiro casar com uma mulher de verdade. Senão isso, continuar como estou. Sigo a filosofia do "antes só do que mal acompanhado".

Abigail Pereira Aranha Boa, gatinho! O comentário da Elimara Ribeiro ilustra o texto que ela parou de ler em algum lugar do primeiro parágrafo:

"Então casa com outro homem!"

Tradução: eu posso ordenar aos homens o que eles devem ser ou fazer, mas eles não têm o direito de me dizer a verdade que eu não gosto; e estar casado com uma mulher, mesmo uma lésbica estulta, é o máximo valor de um homem.

Já sei, já sei, eu sou fake. Se não for uma lésbica imbecil, não é mulher.

Príscila Monie é o tipo da coisa, procurar uma mulher requintada de perfeições seria no minimo "impossível" , os defetos e qualidades que formam uma pessoa. Vagabunda ?! Depende do seu ponto de vista. Hoje tanto mulher quanto homem tem o poder de escolha tudo em suas próprias vidas, uma mulher fazer o que dá vontade não a torna vagabunda. Homem com a cabeça fechada que pensam que mulher dever ser "santinha" não sabem o que estão perdendo ... problemáticas me diz uma pessoa que não tem problema (ou não deixa transparecer isso), Maturidade vem com algumas cosas que você passa na vida "você não nasce com ela", feminismo pois é continua sendo uma falsa ideia das mulheres quanto o machismo dos homens (somos seres humanos com desejo e pensamento próprio) ser mais macho ou mais femeia não vai fazer ninguém melhor que ninguém . Tentar parar de pensar assim "sempre" assim já é um bom começo para uma evolução mental.

Michael Wendrell Tem razão, tanto a mulher como o homem têm o poder de escolha de suas decisões. Assim como uma pessoa tem o livre arbítrio de fazer o que bem entender ou ser bem quem quiser ser, uma outra tem o poder de escolha - e direito - de não querer se envolver com ela por este motivo, por achá-la não merecedora ou interessante o bastante. Em momento algum foi mencionado o termo "perfeição". Nada além de um pouco de racionalidade. Apenas expus o que penso, conheço não somente mulheres, mas pessoas maravilhosas que passam longe dos tópicos apresentados. Para que me permitir estar com as que não se enquadram? Quem não age desta forma? Citei aqui alguns pontos-chave de desinteresse, algo que todo mundo tem como critério próprio. Afinal todos têm sua própria forma de filtrar uma pessoa, quando se trata de deixá-la ou não entrar em sua vida, fazer parte dela. Acontece que uns aceitam isso e outros tentam questionar a forma de pensar alheia. Aceitar as adversidade de ideias opiniões é o mínimo de bom senso a existir.

Abigail Pereira Aranha A Priscila Monie também fez um belo comentário: não só as mulheres têm o direito de serem o que querem, os homens têm a obrigação de não denunciarem quando elas fazem as piores escolhas inclusive de princípios e de, se puderem, se casar com elas. Toda vez que criticamos o pior do universo feminino, aparece uma mulher "decente" defendendo a ESCÓRIA como quem protege a mãe num assalto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook