domingo, 8 de maio de 2011

Artigo de mangina da Folha de São Paulo: mulheres acham feministas frouxos e homens têm medo de mulheres bonitas e inteligentes


É uma porcaria: você vai procurar algo que preste pra ler, pra ouvir, pra ver e tem cada vez menos onde procurar. Que os grandes jornais, as grandes rádios e as emissoras de televisão aberta repitam o discurso comprado ou a mediocridade reinante já não surpreende mais, e até a televisão por assinatura está virando um lixo pra homossexuais metidos a besta e a internet está virando um lixo. Mas uma vez eu estava lendo a Folha de São Paulo e achei este artigo escrito por um escravo da buceta querendo homenagear as mulheres (o jornal é de 21 de fevereiro). Vou copiar o artigo, mas queria destacar alguns trechos:

Como todo homem que gosta de mulher, sou um escravo do desejo de deixá-las felizes.

Alguém poderia dizer algo polido mais próximo de "sou um eunuco escravo da buceta" do que isso?
Mulher não gosta de covarde, mesmo que seja covarde em nome dos "direitos femininos"

Homem feminista, leve isto a sério. Ele diz o que as feministas e as mulherzinhas (por baixo 95% das mulheres) nunca vão ter o caráter ou conversar com você o suficiente pra te dizer.
As mulheres brasileiras são como dizem os franceses "femmes aux hommes" (mulheres para os homens).

"O tipo genuíno de mulher brasileira é o descrito acima. Devemos parar com essa história de elogiar nossas mulheres." Trecho de "Nossas mulheres são feias", do Porco Fantasma (a foto também é do texto).
Quanto à primeira questão (os homens têm medo de mulheres inteligentes?), a resposta é simples: sim, sempre.
Capacho maldito! Se ele acredita que um homem precisa ter medo de um ser humano inteligente, é porque acredita que homem é um lixo. Deve ter vergonha das bolas. Pensando bem, você homem que está lendo, se mulher inteligente é só aquela que vai te roubar o emprego, trepar com você pra levar metade dos seus bens e um terço do seu salário ou te levar pro altar pra te infernizar pro resto da vida, você tem mesmo que ter medo de mulher inteligente.

Agora, vamos à obra-prima.

Beijos.
Abigail Pereira Aranha
"Femmes aux hommes"
Luiz Filipe Pondé
Muitas leitoras se queixam de que nunca falo sobre os males masculinos. Hoje, vou pagar uma parte desta dívida. Como todo homem que gosta de mulher, sou um escravo do desejo de deixá-las felizes. Que inferno...

Recentemente, numa entrevista, uma jornalista me perguntou se acredito que os homens tenham medo de mulheres inteligentes. E também o que seria mais importante numa mulher, beleza ou inteligência.

Antes de tudo, um reparo. Neste assunto, não consulte as feministas porque elas não entendem nada de mulher. Tampouco pergunte aos homens que chamam as mulheres de "vítimas sociais", porque são frouxos. Pobres diabos: mulher não gosta de covarde, mesmo que seja covarde em nome dos "direitos femininos".

A segunda pergunta (o que é mais importante numa mulher, a inteligência ou a beleza?) é fácil: a beleza vem em primeiro lugar, nunca a inteligência. Quando um homem disser pra você que ele prefere mulheres inteligentes, ele quer te pegar. Ou, pior, ele tem medo do patrulhamento das feias e das chatas, que no Brasil, graças às deusas, não crescem em número porque as mulheres brasileiras são como dizem os franceses "femmes aux hommes" (mulheres para os homens).

Por que é necessário ter coragem pra dizer que a inteligência feminina não é erotizada pelos homens? Ora bolas, porque atualmente falar para as mulheres que inteligência vale mais do que a beleza é um "dever de todo cidadão".

Uma mulher poderá fazer uma queixa contra você na delegacia da mulher caso você não diga para ela que inteligência numa mulher é fundamental. Não se engane: inteligência nunca é fundamental. Mas não exagere para o outro lado: as burrinhas enchem o saco depois de duas horas de sexo.

Quanto à primeira questão (os homens têm medo de mulheres inteligentes?), a resposta é simples: sim, sempre; só os mentirosos e medrosos negam este fato. Melhor dizendo, o homem sempre tem medo da mulher, principalmente quando está interessado nela.
Segundo os darwinistas, esta seria uma característica atávica, desde a savana africana. Medo da infidelidade, medo da impotência, medo do ridículo.
Mas há sutilezas nisso tudo. O homem prefere a beleza, mas num relacionamento de longo investimento, outras características pesam, às vezes mais do que a beleza pura e simples. Por exemplo, evidências de que ela seja fiel, boa mãe para seus futuros filhos, generosa, doce (coisa rara em mulheres excessivamente competitivas, como é comum em cidades do tipo São Paulo, mas menos comum em outras regiões, como Minas Gerais ou Nordeste onde elas são mais "sorridentes").
Beleza demais pode dar medo quando ela é sua mulher. Garanhões costumam rondar mulheres bonitas demais. Se você só quer "pousar de poderoso" com uma gostosa, tudo bem, mas se quiser viver com ela, aí a coisa pega. Para pilotar um Boeing você tem que ser competente em muita coisa, e nem sempre dá, num cenário violento e volátil como o mundo contemporâneo, onde as mulheres têm mais opção de escolha afetiva e profissional.
Por que, muitas vezes, é tão difícil para as mulheres aceitarem que a inteligência numa mulher não seja essencial? Porque, ao contrário dos homens (esses seres primitivos, insensíveis e promíscuos... risadas...), as mulheres erotizam a inteligência no homem, às vezes, mais do que a beleza pura e simples.
Eu arriscaria dizer que a inteligência quando associada à coragem (virilidade) pode ser um afrodisíaco imbatível para as mulheres numa noite de calor.
Resumo da ópera: a inteligência numa mulher é um risco interno à relação porque o homem pode se sentir "menor" do que ela.
Já a beleza feminina é sempre um risco externo porque o cara sente medo de perdê-la porque sabe como os outros caras pensam.
Já a inteligência num homem nunca é um risco interno à relação porque as mulheres dão nó em qualquer homem. Mas, é sempre um risco externo porque as mulheres sabem como suas parceiras pensam: se, além da inteligência, o cara tiver "atitude" (a soma disso dá em charme), aí, meu bem, se prepare para a cobiça de suas amigas.
ponde.folha@uol.com.br

Folha de São Paulo, 21 de fevereiro de 2011, pág. E8, seção ilustrada

Palavras relacionadas: Matrix, matrixiano, mangina, escravo da buceta, miguxo assexuado, homens feministas, homem que entende a alma feminina, o que as mulheres querem, mulheres lindas e inteligentes, mídia, alienação, manipulação, mídia alienante, feminazismo, feminismo, Dia Internacional da Mulher.

Um comentário:

  1. Como vocês costumam dizer neste blog, é exatamente este tipo de pensamento que faz com que nós homens de verdade tenhamos tanta dificuldade de encontrar uma mulher que nos valorize. Só não posso dizer que concordo com o texto do "porco fantasma", citado no post. Ele até contém algumas verdades, mas acho que a generalização do texto é um grave erro, na minha opinião. Seria adequado comentá-lo aqui?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook