quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Indecente é o baixo nível moral de quem defende a castidade

FURACÃO DA CPI DO CACHOEIRA - assessora do Senado Denise Leitão Rocha PROTAGONIZA UM VIDEO VAZADO NA INTERNET PROIBIDO PARA MENORES DE 21 ANOS.

A assessora jurídica do senador Ciro Nogueira (PP), Denise Leitão Rocha, que ficou famosa após ter suas fotos íntimas divulgadas na internet, e por causa disso está sendo considerada uma das musas da CPI do caso Cachoeira, é assessora especial e não precisa comprovar frequência no gabinete de Ciro Nogueira. Segundo informações disponíveis no Portal Transparência, no Diário Oficial e no ato de nomeação da advogada no Senado, Denise Rocha foi nomeada para o cargo de assistente parlamentar – AP-03 com salário de R$ 4.084,29 (Quatro mil, oitenta e quatro reais e vinte nove centavos) por indicação de senador Ciro Nogueira na data de 15 de fevereiro de 2011 e não precisa bater ponto, pois está incluída no regime especial de frequência.

A advogada e assessora do senador Ciro Nogueira (PP), Denise Rocha, tem chamado as atenções masculinas durante os trabalhos da CPMI do Cachoeira. A jovem, que possui um corpo escultural tem sido bastante assediada e até um suposto vídeo de sexo da jovem estaria rodando no Senado e agora caiu na internet.

* * *

Semanas atrás, li que havia um video com uma assessora parlamentar de um conhecido senador em cenas calientes. Até aí nada de mais, afinal, o que seria cenas calientes? Ela de biquíni em uma praia agarrada no pescoço de um "mané"?

Não vou publicar o video aqui, mas se alguem estiver interessado em cenas pornográficas, nada impede em acessar o site em que o vídeo está hospedado, desde que:

MUITA ATENÇÃO! CONTEÚDO EXCLUSIVAMENTE ADULTO. SE VOCÊ NÃO SE ENQUADRA NESTA CATEGORIA, FAVOR NÃO ACESSAR.

Vejam SUPOSTO Vídeo íntimo de Denise Leitão Rocha 'Furacão da CPI', que é assessora do senador Ciro Nogueira, é divulgado no congresso.

* * *

ALVOROÇO EM BRASÍLIA.

O vídeo íntimo que vazou na web e está causando alvoroço em Brasília mostra que o próprio casal filmou o ato sexual. Nas cenas em que aparece fazendo sexo, a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha dá a entender que a máquina fotográfica usada para a filmagem é dela. Logo no início do filme, o parceiro de Denise pergunta:

- Tá filmando?

Ela confirma.

Nove segundos depois, ele repete para se certificar:

- Tá filmando mesmo?

E ela pede a máquina:

- Deixa eu ver.

O vídeo tem duração de 2 minutos e 56 segundos e mostra todo o ato sexual entre eles, com close nas partes íntimas dos dois na maior parte do tempo. Além da enorme tatuagem de fênix na dorsal e outra acima da virilha de patinhas de cachorro - tattoos idênticas às que Denise exibe em fotos de biquíni -, as imagens mostram que ela tem um piercing no umbigo. Na cama de lençóis azul e verde, há ainda um crachá de trabalho. Na sequência, é possível ver também closes do rosto dos dois.

EXTRA ON LINE

ISTO É BRASILIA, ISTO É BRASIL.

Blog do Ferra Mula, http://ferramula.blogspot.com.br/2012/07/furacao-da-cpi-do-cachoeira-assessora.html

Comentário da Abigail (vamos ver se aprovam):

Alvoroço em Brasília. Imagine só um bando de funcionários públicos que desviam dinheiro de imposto, que matam serviço com atestado falso, que não se importam em trabalhar mal ou abusam da autoridade falando de um vídeo de uma colega trepando.

Isso prova uma coisa que eu digo faz tempo: só pessoas com baixíssimo nível moral podem defender a castidade e condenar a prostituição e a pornografia.

Vídeo íntimo da assessora Parlamentar Denise Leitão Rocha

O vídeo íntimo que vazou na web e está causando alvoroço em Brasília mostra que o próprio casal filmou o ato sexual.

Nas cenas em que aparece fazendo sexo, a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha dá a entender que a máquina fotográfica usada para a filmagem é dela.

Logo no início do filme, o parceiro de Denise pergunta:

- Tá filmando? Ela confirma.

Nove segundos depois, ele repete para se certificar:

- Tá filmando mesmo? E ela pede a máquina:

- Deixa eu ver.

O vídeo tem duração de 2 minutos e 56 segundos e mostra todo o ato sexual entre eles, com close nas partes íntimas dos dois na maior parte do tempo.

Além da enorme tatuagem de fênix na dorsal e outra acima da virilha de patinhas de cachorro, tattoos idênticas às que Denise exibe em fotos de biquíni, as imagens mostram que ela tem um piercing no umbigo.

Na cama de lençóis azul e verde, há ainda um crachá de trabalho. Na sequência, é possível ver também closes do rosto dos dois.

Olha só:

ATUALIZAÇÃO: 07/08/2012:
Assessora Parlamentar foi ao Senado para conversar sobre demissão: - FUI VÍTIMA!

ATUALIZAÇÃO: 07/08/2012:
DEMITIDA: Denise Leitão Rocha vai ao Senado nesta terça para conversar com Ciro Nogueira

ATUALIZAÇÃO: 29/07/2012:
Assessora Parlamentar Denise Leitão Rocha, Carlinhos Cachoeira e Andressa Mendonça viram vídeo-paródia "VIRAL", em: "PERDI O SEXO NA CPI"

ATUALIZAÇÃO: 28/07/2012:
Pessoa que o postou vídeo de sexo da assessora Denise Leitão Rocha pode pegar até 1 ano de prisão

ATUALIZAÇÃO: 27/07/2012:
Parceiro da assessora parlamentar no vídeo é PM

ATUALIZAÇÃO: 26/07/2012:
Vídeo íntimo da assessora parlamentar pode ter sido vazado de computador do senado

ATUALIZAÇÃO: 25/07/2012:
Advogada divulga foto da assessora parlamentar Denise Leitão Rocha recebendo OAB

ATUALIZAÇÃO: 24/07/2012:
"Vídeo íntimo" de cantora famosa vaza na web

ATUALIZAÇÃO: 24/07/2012:
Ex de namorado da assessora parlamentar Denise Rocha, nega que tenha vazado "vídeo íntimo"

ATUALIZAÇÃO: 23/07/2012:
Delegada que investiga vazamento do vídeo vai intimar suspeito

ATUALIZAÇÃO: 20/07/2012:
28 fotos da assessora parlamentar Denise Leitão Rocha

Agradecimentos ao Super Link's Brasil (o vídeo está lá, só não copiei aqui)

Uma lição sobre moral

Das definições de "moral" do dicionário Aulete, vamos nos concentrar em duas. A primeira, "conjunto de regras de conduta, inerente ao espírito humano, aplicáveis de modo absoluto para qualquer tempo ou lugar" e a sexta, "referente às regras de conduta e aos costumes aceitos em determinada sociedade". O que poderia ser aplicável em qualquer grupo social, ou até a uma relação de duas pessoas? A verdade, o respeito, o altruísmo, a solidariedade, o dar ao outro o que é dele, o fazer a sua parte, e por aí vai. Se moral é isto, qual o problema?

Mas na segunda definição é que está o problema: moral como as regras de uma determinada sociedade. Neste caso, o que é moral é simplesmente o que o grupo social aceita. E pior: este código moral é perfeito e indiscutível por simples falta de outro sistema para ser comparado. Isto é problema principalmente em uma comunidade onde quase todos são ignorantes, covardes e, pior ainda, gostam dos próprios defeitos.

Quando a moral é apenas "as regras de conduta e os costumes aceitos em determinada sociedade", ou em um sistema como uma religião ou uma empresa, é uma moral local onde nada impede que pessoas sórdidas normatizem o que convém e avancem no mal até onde encontrem resistência. Mas o pior de tudo é que para quem admite esse regulamento como uma mensagem divina (não uso esta figura à toa), simplesmente não há nada de errado, porque esta referência de certo e errado é exatamente o que está sendo seguido. Só alguém com outro sistema moral (não necessariamente melhor, apenas diferente) pode perceber algo errado. Mas para as pessoas que seguem a moral vigente, é esta pessoa e o que ela traz que é o problema. Inclusive, é o que vai fazer muita gente não entender ou não aceitar o que eu estou dizendo aqui.

O ateu esclarecido, não o idiotinha antissocial, o pseudointelectual ou o amargo com a vida, vai ter um patrimônio moral muito grande. Porque é ele quem acredita em valores morais absolutos. Exatamente porque ele não é diferente do próximo, não vai fazer ao outro o que não gostaria que o outro fizesse a ele. E por ter uma boa saúde mental e bom senso crítico, pode fazer a vida do próximo mais feliz ou menos triste e fazer disto a própria felicidade. E encontrando uma pessoa grata ou pelo menos educada, pode receber de volta algo que oferece, e aí vai ser mais feliz. A religião vem exatamente acabar com a igualdade. Na religião, existem (em algumas) os intermediários entre os deuses e os seres humanos, os trabalhadores da religião, o povo santo, as pessoas do povo santo que são melhores ou piores que as outras por fazerem mais ou menos daquilo que a religião prega. Cada grupo vai ter mais ou menos valor que o outro, vai merecer mais ou menos respeito que o outro. Conforme a religião, uma pessoa de certa classe não merece nem continuar viva.

Por isso que não é por acaso que não houve nenhuma chacina, nenhuma guerra, nenhuma pena de morte, nenhum trabalho em péssimas condições que não fosse obra de povos com grandes "princípios morais". Também não se sabe de estupradores de filhas ou enteadas, assassinos de aluguel, pessoas obtusas ou pessoas odiosas que não fossem religiosos. Os religiosos vão dizer que os comunistas foram piores. Não ajuda. O comunismo também tinha um culto à personalidade, ao Estado. Tanto o Estado comunista quanto a religião ditavam uma moral relativa, esta que é das regras aceitas na sociedade. Estes "princípios morais" eram muito fortes. Quem não tinha esses "princípios morais" eram uma minoria tipo 5 por cento ou menos, como os não-católicos na primeira metade do século XX no Brasil ou a oposição em qualquer país socialista. Todos eles eram discriminados, presos, perseguidos, mortos ou simplesmente escondiam as ideias diferentes da maioria. Mas os horrores como os da Inquisição acompanhados de muita "moral e bons costumes" não foram necessariamente hipocrisia. É exatamente a falta de padrões externos ou de crítica aos próprios erros que permite a insanidade ou a incoerência. Até a hipocrisia é melhor, porque pelo menos admite um padrão moral exterior ao qual deve fingir se ajustar.

A "moral e os bons costumes" são "imortais" porque em geral combinam com a farsa, o medo, a ignorância, a inveja, o ódio ao mérito alheio e principalmente a má vontade de ver e corrigir os próprios erros do cidadão mediano. É o que faz uma mulher perder o emprego só porque foi descoberto um material pornográfico que ela fez, e ainda poucas pessoas não pensam que ela é a culpada do que fazem com ela. É o que fez a fogueira da Inquisição pra queimar um condenado sem provas denunciado por qualquer mulherzinha infeliz que foi premiada com parte dos bens do condenado ser algo normal por séculos. É o que faz a China comunista passar toda a internet do país por uns poucos cabos e um centro com milhares de fiscais só para bisbilhotar o que um bilhão e trezentos milhões de habitantes estão vendo de mulher pelada e coisas não autorizadas pelo governo. Esta moral relativa alguns podem até chamar de "princípios morais absolutos", por pura ignorância de outras sociedades ou falta de humildade para reconhecer qualidade em qualquer sistema diferente ou ainda os próprios defeitos. São os mesmos que dizem que ateus não têm princípios morais só porque não acreditam em Deus e no Inferno, o que não só mostra que eles não admitem ou não imaginam virtude fora do seu grupinho como principalmente denuncia a eles mesmos. Não foi à toa que sociedades que levam a sério as tradições são as mais atrasadas do mundo ou foram destruídas no século XIX ou antes.

Este escândalo do vídeo da Denise Furacão é um exemplo. Foi depois do julgamento do Mensalão ser marcado para agosto, com o presidente do PT achando ruim: "a pressa de julgar o mensalão não se justifica por prejuízos a possíveis penas" ("Para presidente do PT, julgar mensalão em agosto foi decisão política", Folha de São Paulo, 10/07/2012). Para quem não é do Brasil entender mais ou menos, o Mensalão foi um esquema de suborno que o Partido dos Trabalhadores (PT), que era governo, pagava a congressistas da oposição para aprovar projetos do governo Lula. O Mensalão foi descoberto por acaso na investigação de outro esquema de corrupção, a CPI dos Correios. A "pressa" é julgar antes das eleições um caso que estourou em 2005, que conforme a pena que o acusado receber (são 38), pode prescrever se não for julgado rápido. O julgamento começou há 5 dias. Antes, teve esta "CPI do Cachoeira", montada pelo mesmo PT para encobrir o Mensalão e ainda fazer represália contra um opositor em particular e ameaçar a oposição que ainda existe em geral. Para o leitor que não é do Brasil entender mais ou menos, o Cachoeira é o empresário Carlinhos Cachoeira, que explora jogos ilegais em Goiás e teria o senador Demóstenes Torres defendendo os interesses dele. Este senador Demóstenes Torres é da oposição e era um dos adversários do PT na CPI do Mensalão. Já perdeu o mandato no mês passado, num caso de meses. Numa capital onde descobrir que um político usa dinheiro público pra subornar outro e julgar 7 anos depois é "manobra política" só porque o julgamento é antes das eleições municipais; num país onde um jornal acompanhar o caso Mensalão é perseguição do PIG (Partido da Imprensa Golpista); num país onde o presidente depois desta bomba (e disse que não sabia de nada) foi reeleito com a terceira maior votação da história da humanidade, e não só ele como alguns dos acusados que já eram conhecidos do público; numa capital em que 6 pra 7 anos depois a situação cria um escândalo pra manchar o nome do adversário para proteger o próprio; é uma funcionária que aparece num filminho levando pica que tem que ser demitida.

Onde a mistura de horror ao prazer com inveja de mulher gostosa é chamada de moral, o comportamento de carneiro é chamado de ética, a frigidez neurótica é chamada de caráter e quem tem autoridade merece respeito porque tem um posto e não vice-versa, não é um ambiente que preza por valores morais, ética e ordem, mas um ambiente com o mais baixo nível de falta de valores morais e pelo ódio mais baixo e cínico à decência e ao mérito, e aí a iniquidade, a arbitrariedade, a imbecilidade e a perseguição aos espíritos nobres vão chegar ao pior nível que puderem.

Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook