sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Indecente é o baixo nível moral de quem defende a castidade 2: o texto anterior fez o WordPress apagar o A Vez das Mulheres de Verdade

Publiquei "Indecente é o baixo nível moral de quem defende a castidade" no A Vez das Mulheres de Verdade na madrugada de anteontem (08/08/12) e na tarde de ontem, quando eu estava preparando outro texto, o blog estava desativado.

This blog has been deactivated because we believe it does not comply with the WordPress.com Terms of Service oradvertising policy.

If your blog is designed to promote affiliate links, get rich quick programs, banner ads, consists solely or mostly of duplicate or automatically generated material, or is part of a search engine marketing campaign, WordPress.com is not the place for you. Please use the Export feature to move your content to a more appropriate hosting service.

Occasionally we make mistakes. If you believe we have misclassified your blog, please click here to contact us as soon as possible so we can fix the problem.

Traduzindo:

Este blog foi desativado porque acreditamos que ele não cumpre os Termos de Serviço do Wordpress.com ou a política de anúncios.

Se o seu blog se destina a promover links afiliados, a programas de como ficar rico rápido, banners, consiste unicamente ou principalmente de material duplicado ou gerado automaticamente, ou é parte de uma campanha de marketing de mecanismo de busca, WordPress.com não é o lugar para você. Por favor, use o recurso de exportação para mover o seu conteúdo para um serviço mais adequado de hospedagem.

Ocasionalmente nós cometemos erros. Se você acredita que nós classificamos erroneamente seu blog, por favor clique aqui para nos contatar o mais rapidamente possível para que possamos corrigir o problema.

Ou seja, por causa de sei lá o quê (você violou o Termo de Serviços, vai lá adivinhar o que você fez de errado), cortam o meu blog, leio o que não devo e se eles estiverem errados (se bobear, nem eles sabem o que estão fazendo), eu que vá atrás deles.

Isto no dia seguinte ao que eu publiquei um texto sobre quem transforma frequentar à igreja e intolerância a seios fartos de boazuda de biquíni em suprassumo de patrimônio moral. Tá bom, já pediram a minha cabeça anos atrás me acusando de racista, misógina, homofóbica, defensora do estupro. No mínimo, grande coincidência.

Mas olha só que legal. O mesmo WordPress era onde estava o pirata silviokoerich.com. E que legal, o A Vez das Mulheres era onde o blog foi criado para incriminar o verdadeiro Sílvio Koerich. Mas o blog criminoso hospedado pelo WordPress ainda estava no ar dez dias depois dos autores serem PRESOS.

No Facebook, qualquer foto de mulher boa de corpo de topless que você ponha no seu perfil, basta uma lésbica gorda denunciar e você perde o seu perfil. Você faz solicitações de amizade para tentar fazer amizades novas, alguém recusa dizendo que não te conhece e você pode ficar suspenso por 7, 15 ou 30 dias ou perder o perfil. A Abigail aqui perdeu o perfil dela por postar uma pequena lista parcial de homens brancos do Primeiro Mundo que fizeram a História. Isso é racismo e misogínia (machismo está fora de moda).

Também perdi uma página no Facebook de um dia pro outro por mandar uma resposta pra turma que acha que um homem não consegue procurar uma prostituta sem maltratar a moça, nem ver "mulher pelada" sem pensamentos sádicos.

Mas quanto tempo o Facebook demorou pra cortar a página criminosa contra o Reinaldo Azevedo?

E quanto tempo o Facebook vai demorar pra cortar a página de apoio a Elize Matsunaga por matar o marido esquartejado?

E será que o Faceburqa também acha tudo bem ameaçar esfaquear um homem no pênis?

Não é curioso que os países onde a internet é filtrada em nome da moral e dos bons costumes incluem os países islâmicos e as ditaduras esquerdistas, onde estão quase todos os presos políticos do mundo e o governo mata alguém só porque é contra o regime?

Está aí uma experiência minha com quem chama horror a pinto duro de moral.

Abigail Pereira Aranha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook