quarta-feira, 1 de maio de 2013

Homens morrem mais cedo porque não vão ao médico, não conseguem a guarda dos filhos porque não têm tanta competência quanto as mães, pagam pensão porque não dão assistência aos filhos e vão à guerra porque são dispensáveis: isto também é feminismo (ou não, segundo mais uma capitã salva-piranhas no Pensão Alimentícia Um Roubo)

Abigail Pereira Aranha

A discussão foi no Pensão Alimentícia Um Roubo, no mesmo tópico da outra vez, aquele que foi aberto por uma mocinha trabalhadora que sem ter sido citada agiu como se a tivessem. Igualmente do nada, aparece a Leidiane Faria, mas não vestindo a carapuça tão abertamente. A discussão dela no fórum foi muito interessante, segue na íntegra depois. Vamos começar com uma pérola:

Não sou feminista, apenas acho que devemos ser como iguais.

Para a turma do papo de Homossexual Enrustido, ela é feminista sem saber. Mas se o feminismo é uma movimento pró-igualdade, por que ela não se admite como feminista? Ou mudando a pergunta: se ela acredita na igualdade entre homens e mulheres, por que ela não é feminista?

Só que isso não é o maior destaque, nem é a pior parte. Aqui vão as pérolas de contradição e mau caráter, que os amigos podem conferir.

  1. "se os homens morrem mais cedo é pq já foi provado que se recusam a procurar o medico ou só o procuram em ultimo caso". Quando um participante diz que os homens "são mandados para a linha de frente em guerra, são mais propensos a acidentes de trabalho, exporem-se a riscos, sofrerem agressão ou tentativa de homicídio", ela chama os homens de fracotes porque as mulheres têm mais problemas de saúde.
  2. "Não sou feminista, apenas acho que devemos ser como iguais e não rotulados", mas "o homem nunca poderá dizer que faz o que a mulher faz".
  3. "A razão dos homens irem para a zona de combate primeiro é só a que são mais dispensáveis do que a mulher". Depois que o amigo Thiago reagiu e a chamou de "feminazi misândrica" e a mocinha tomou mais umas reais, o membro Ari Soares solta as pérolas "não vamos nos envolver em guerra de sexos", "nos agredindo nunca faremos um mundo melhor para nossos filhos" "não ficarmos guerreando um contra outro se estamos no mesmo buraco". E por causa dessa "guerra", não pelas palavras lesbonazistas da outra, o Ari falou em sair do grupo.
  4. "Pois eu como mulher sei reconhecer e ser justa com as qualidades masculinas, mas vcs homens insistem em desconhecer as nossas qualidades". Por exemplo, ele não suportaria "sofrer todas as frustrações que o corpo feminino sofre", e "nenhum chega em casa" depois de 8 horas de trabalho duro e 2 horas em pé no ônibus "dizendo pra esposa: oi amor vou lavar a louça, sou mais forte que vc. Ou : vá dormir vou cuidar do bb pra vc descançar, meu corpo é mais resistente que o seu".
  5. "Muitas mulheres usam dos filhos para chamar atenção, inconformadas com o fim do relacionamento, mas isso não quer dizer que sejam todas!", mas "com certeza se os pais estivessem dando assistencia aos filhos o processo não aconteceria". Ou seja, ALGUMAS beneficiárias da pensão alimentícia são golpistas, mas TODOS os homens que pagam são pais relapsos.
  6. "Não sabe brincar, não desce pro play!". Depois de dizer que os homens são dispensáveis e quem lhe soca o que ela não quer só consegue conviver com puta. E antes de dizer "Homens primitivos! Volta pra caverna" depois que um membro falou sobre a indústria da pensão. Ah, uma pergunta: a prostituta é a pior classe de ser humano ou só uma pobre infeliz explorada pelo patriarcado que é a única chance de sexo de um misógino gay pega-ninguém?
  7. "Não precisamos insultar pessoas de quem não sabemos 1/3 , pois isso não vai mudar em nada em nossas vidas!" e "seria facil se" o ex-marido da Leidiane "tivesse vindo com um carimbo escrito drogado na testa", mas o adversário é "uma pessoa insignificante e desumana" e "soa a uma bicha inrustida que morre de vontade de ser mulher".
  8. "O pai dos meus filhos tem total liberdade pra visita- los quando quer mesmo eu não recebendo pensão. Só pq sua situação é essa não quer dizer que seja a de todos;)". Nossa, essa foi pra mim! Foi quando eu dei um exemplo de um pai "que ama os filhos mas é impedido pela Justiça de chegar perto mais de duas horas por semana, e que não sabe que a mulherzinha já disse para a filha que ele a estuprou quando pequena". O "meu" caso é isolado e o dela é a regra entre casais separados?

"Homens não são dispensaveis, por isso os botes salva vidas são oferecidos as mulheres e crianças primeiro". Nenhuma feminazista que entra em um grupo falando sobre os abusos da indústria da pensão alimentícia e do divórcio descobre declarações como esta. Nenhuma feminazista que descobre os nossos textos falando de como os homens que prestam são tratados como lixo descobre declarações como esta, mas descobre um caso de estupro seguido de morte e afirma que defendemos isso. Isto é feminismo: cumplicidade com as mulheres que exercem o mais baixo nível de caráter.


Leidiane Faria Thiago fernandes concordo quando vc diz que filhos adotados são mais agradecidos. E é muito facil entender o pq, é mais facil valorizar uma boa ação do que uma obrigação. Pq fazer o q se é obrigado é facil, dificil é vc fazer por boa vontade. E descordando de vc, se os homens morrem mais cedo é pq já foi provado que se recusam a procurar o medico ou só o procuram em ultimo caso.

24 de abril às 19:16 via celular · Editado · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Isto de procurar médico é a ponta do icerberg, é um dos fatores na equação. Parece haver um lado de predisposição natural. Há isto do receio de ir em médicos, como o tabu dos exames de próstata, sem dúvida, além do inconveniente em despir-se diante de outros homens. Só que os homeens morriam mais cedo em todas as sociedades e épocas, mesmo muito antes da Medicina moderna. Há também a questão de que são mandados para a linha de frente em guerra, são mais propensos a acidentes de trabalho, exporem-se a riscos, sofrerem agressão ou tentativa de homicídio…

24 de abril às 19:31 · Curtir · 2

Leidiane Faria Então deixa eu ver se entendi: vc quer dizer que mesmo nós mulheres termos mais problemas de saúde por sermos mulheres já que temos que suportar menstruações, gestações etc. Vcs homens morrem mais cedo? Então quem é o sexo fragil afinal?

24 de abril às 19:40 via celular · Curtir

Leidiane Faria Explique- se marco antonio. Quais os sofimentos q o homem sofre? Tais que a mulher não sofra

24 de abril às 19:47 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Morrer cedo nao é questão de fragilidade. Você está enxergando por uma ótica um tanto míope. Imagine que um produto pode ser altamente resistente ao dano, porém com uma vida útil bastante curta, como um eletrodoméstico, ou placa de vídeo de PC. É o caso do homem. Se for pra fazer uma analogia, imagine que o homem é uma fita-cassete. Algo resistente, mas que a imagem vai se deteriorando com o tempo. A mulher seria como um CD ou DVD, que é extremamente suscetível a dano, mas cuja qualidade de imagem não vai se perdendo com o tempo desde que os dados não sejam corrompidos. Se ficar livre de poeira e riscos, o CD ou DVD dura mais, embora sejam mais fracos. O corpo da mulher foi feito para aguentar os ciclos mentruais e a gravidez. Do mesmo modo que mudanças anatômicas no homem fazem com que ele seja adaptado. Por exemplo, o coração masculino é maior que um feminino, num corpo de proporções semelhantes, do mesmo modo que há diferença nos ossos e na massa muscular. Isto tem sido bastante levantado ultimamente, por conta do lutador de MMA transexual que está varrendo o chão com a cara das adversárias. O que está sabotando a objetividade de sua análise é estabelecer uma falsa relação entre resistência e longevidade. Uma borboleta preservada dentro de uma redoma de museu, ou mesmo uma múmia guardada num sarcófago, ambas resistirão muito provavelmente melhor ao tempo que uma dura armadura medieval ou um tanque de guerra constantemente enviados ao campo de batalha.

24 de abril às 19:48 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Os homens aqui que tiveram videogames certamente conhecem o dilema que estou colocando de exemplo. Do CD contra o cartucho. O cd é muito mais frágil, mas se bem conservado, pode durar mais de um século. O cartucho é duro, resistente, mas sua expectativa de vida, ainda que bem cuidado, é menor. Resistente a um dano físico, mas não aos efeitos do tempo.

24 de abril às 19:50 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Um outro exemplo que poderia ser dado, é o de viaturas ou outros veículos usados pela polícia, que possuem uma vida útil menor que a de um carro popular. Ora, o carro popular é bem menos usado ao longo dos anos na maioria dos casos. O carro da polícia pode ter todo tipo de proteção adicional, até blindagem, mas é fato que ele circula muito mais, e está suscetível a rejadas de balas de armas de alto calibre. Seria uma ingenuidade imensa sugerir que entre um caveirão e um carrinho popular o caveirão seja mais frágil, quando apenas ocorre de ele, mesmo sendo mais resistente, sofrer muito mais dano do que costumamos observar num automóvel comum.

24 de abril às 19:54 · Curtir · 1

Leidiane Faria Disconcordo muito marco antonio. Pois a mulher é considerada o sexo fragil pela quantidade de problemas que ela carrega em seu cotidiano, agora quer que eu diga uma coisa que o homem tem que a mulher não tenha? Força brupta apenas.

24 de abril às 20:04 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira A sua capacidade analítica não vem funcionando muito bem. Sexo frágil não pela quantidade de problemas que ela carrega, mas a própria capacidade típica da mulher de aguentar a pressão física e psicológica. Para uma pessoa destreinada, sedentária, fraca e doente, erguer 15 quilos são um desafio. Para um fisiculturista em seu auge, erguer 35 quilos é algo comparativamente mais simples. A análise que você faz é por demais simplista. Parte de um pressuposto que soa até infantil. Homem não tem apenas uma capacidade física superior, mas notavelmente emocional também. Mulheres quebram emocionalmente fácil, enquanto que é bem mais fácil achar homens com nervos de aço, que resistam a pressões emocionais avassaladoras. Claro, isto é avaliando de uma forma geral, e ressalvando que obviamente há exceções. Mas via de regra, é o que se nota.

24 de abril às 20:09 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira A psique feminina simplesmente não é talhada para lidar com casos extremos de tensão. Veja o quanto elas estão estressadas desde que entraram de cabeça no mercado de trabalho, muitas delas fazendo dobradinha tendo que cuidar dos filhos. É uma neurose por encomenda.

24 de abril às 20:14 · Curtir · 2

Leidiane Faria Pense bem thiago, se tem uma mulher de um lado segurando 50 kilos e um homem do outro segurando o mesmo peso, quem será o mais forte? A mulher, pois a propria anatomia da mulher não a permite o esforço. E realmente desabamos, pois o homem não tem a carga hormonal que as mulheres tem. Falar que somos frageis é facil quando o mais perto que vc pode chegar para entender uma mulher são teorias. Agora pegue o corpo de um homem e faz ele sofrer todas as frustrações q o corpo feminino sofre, ele simplesmente não aguentaria. E marco antonio, eu tenho quatro filhos, sou doente, e moro sozinha. Sustento e educo meus filhos sozinha e sem nem um real do pai. A mulher tem sim a capacidade de fazer tudo o que o homem faz e de suportar tudo o que o homem suporta. Já o homem nunca poderá dizer que faz o que a mulher faz

24 de abril às 20:27 via celular · Curtir

Leidiane Faria Coloque um homem pra ficar a noite toda cuidando de criança, e depois levantar cedo e trabalhar o dia todo, chegar em casa cuidar dos filhos e da casa, no final da noite vc acha que ele vai estar melhor que uma mulher que faz isso tudo?

24 de abril às 20:30 via celular · Curtir

Leidiane Faria É facil vc dizer q a mulher é estressada já que toda a carga dos problemas de casa recai sobre ela

24 de abril às 20:32 via celular · Curtir

Leidiane Faria Já trabalhei em uma empresa em que no meio de 50 funcionarios a unica mulher era eu. Tinhamos a mesma rotina de trabalho doze horas por dia, e adivinha ,quem reclamava de cansaço no final do dia eram sempre eles. .mesmo eu tendo minhas obrigaçoes adicionais como cuidar da casa e dos filhos.

24 de abril às 20:55 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Como se não houvesse homens que criam filhos sozinhos, na mesma situação. De algum modo você conseguiu tirar a conclusão infundada que pelo fato do homem não ser acometido de flutuações hormonais e gravidez, isto o torna mais frágil que a mulher. Ora, é o mesmo que dizer que um homem de coração e circulação normal é mais frágil que um que tenha crises agudas de angina numa base frequente. Nonsense pura de uma mente feminina querendo a todo custo fazer auto-afirmação. Uma mulher pode fazer tudo que um homem faz? O que se vê no mundo esportivo claramente contesta isto. A realidade das mulheres enviadas para a linha de frente em combates também. A atuação vexatória das bombeiras em resgate, mais ainda. Dê uma lida em blogs como marxismo cultural, e tente curar suas noções deturpadas de igualdade. Em tempo: Com base no único critério de que um saco plástico pode ser molhado, e ainda assim manterá suas propriedades básicas e pode ser reaproveitado depois de seco, você diria que ele é mais resistente que um circuito sólido de um computador? Você pega um único aspecto, descartando todos os outros, e hiperdimensiona o que acha que dá respaldo ao que não passa de estultice. É como dizer que uma barata é mais resistente e forte que um elefante porque ela pode sobreviver a uma hecatombe nuclear, e ele não. Ou que uma Sucuri é mais fraca que um roedor de pequeníssimo porte, já que o roedor possui sangue quente e aguenta mudanças climáticas, enquanto répteis tem problemas em regular a temperatura do corpo, e facilmente morrem se expostos a baixas temperaturas. É uma pena que bom senso não é vendido em farmácias.

24 de abril às 20:57 · Curtir (desfazer) · 4

Thiago Fernandes De Oliveira “Pense bem thiago, se tem uma mulher de um lado segurando 50 kilos e um homem do outro segurando o mesmo peso, quem será o mais forte? A mulher, pois a propria anatomia da mulher não a permite o esforço.” Na verdade, é você quem está com dificuldades em pensar adequadamente. Parece não ter lucidez em discernir produção de produtividade. A mulher precisou fazer um esforço muito maior, justamente porque ela é mais fraca. O que para ela seria um empenho hercúleo, para um homem dotado do devido preparo físico, seria uma tarefa trivia. Deixe que eu te dê outro exemplo, pra ver se o seu raciocínio finalmente pega: Uma formiga aguenta carregar um peso proporcional ao seu corpo que é gigantesco. Nem por isto ela pode ser, em sã consciência, considerada mais forte que um rato, ou gato, ou cão, macaco, ser humano, que desempenham tarefas em nível absoluto muito mais fortes, ainda que em nível relativo pareçam menores. Normalmente não aguentariam transportar mais do que o dobro de seus pesos, como vemos formigas fazerem. Mas qualquer um que soltasse a gafe de que a formiga é mais forte que estes estaria assinando o proprio atestado de insanidade.

24 de abril às 21:03 · Curtir (desfazer) · 3

Leidiane Faria Como vc mesmo cita, e deveria pegar pra si, q não se pode dizer que a mulher é mais fraca que o homem só pq todas as cargas que recai sobre ela a deixam mais vulneraveis do q eles, e a razão dos homens irem para a zona de combate primeiro é só a que são mais dispensaveis do que a mulher. Vc sabe falar muito do que lê mas no seu dia a dia com certeza deve ter uma mulher segurando todos os seus problemas, assim fica muito facil . E bom senso realmente não se vende em farmacia, ele é de graça basta vc se tocar.

24 de abril às 21:06 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira “e a razão dos homens irem para a zona de combate primeiro é só a que são mais dipensaveis do que a mulher.” Ok, feminazi misândrica detectada. Eu ia tentar alegar que você não sabe a diferença entre um filme ser rentável no sentido de que lucrou muito mais do que custou, contrastado com um filme de valor absoluto. Ora, um filme custar 5 milhões e render 20 não o torna um sucesso superior a um filme que custou 60 milhões, porém arrecadou 200. Mas não dá pra esperar raciocínio coerente de alguém assim. Deve ser alguma mãe solteira frustrada querendo descontar o vazio existencial enquanto mendiga por atenção. De minha parte, você não mais irá obter. Mas insisto para que leia o blog marxismo cultura, e cure um pouquinho sua crassa ignorância. Afinal, contra fatos não há argumentos:

http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2013/03/feminismo-sueco-coloca-vidas-em-risco.html

25 de abril às 07:36 · Editado · Curtir · 1

Leidiane Faria Exatamente o que tento explicar, a mulher não pode ser rotulada como a mais fraca pois não compete de igual com o homem, no caso a mulher seria a formiga e o homem o elefante

24 de abril às 21:13 via celular · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Adeus, Leidiane. Fique aí com sua lógica às avessas. Você não consegue enxergar a floresta porque tem muitas árvores atrapalhando a sua vista. ;)

24 de abril às 21:18 · Curtir (desfazer) · 2

Leidiane Faria Não sou feminista, apenas acho que devemos ser como iguais e não rotulados, não aceito mesmo me dizerem que sou mais fraca já que suporto muito mais do que todos os homens que conheço. Mas já que vc se acha superior o que eu posso fazer? Pois eu como mulher sei reconhecer e ser justa com as qualidades masculinas, mas vcs homens insistem em desconhecer as nossas qualidades.

24 de abril às 21:21 via celular · Curtir · 1

Leidiane Faria Todos os homens pregam que somos mais fracas, mas nenhum chega em casa dizendo pra esposa: oi amor vou lavar a louça, sou mais forte que vc. Ou : vá dormir vou cuidar do bb pra vc descançar, meu corpo é mais resistente que o seu. Quando vcs começarem a fazer isso aí eu começo a acreditar que somos fracas!!! xau xau

24 de abril às 21:26 via celular · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Não, eu reconheço e aprecio as qualidades nas mulheres que de fato são admiráveis. Mas tal não é seu caso, abjeta e repugnante, em dizer que homens são dispensáveis, e por isto enviados à guerra. E depois vem nos acusar de superioridade, quando tão somente não negamos as diferenças notáveis, factuais, indiscutíveis, entre os sexos. Você pede pela falsa igualdade feminista (já que é isto que você é e externou de forma inequívoca, por mais que agora proteste), mas eu prefiro ficar com a sabedoria de Aristóteles: “Parece que a Justiça consiste na igualdade e assim é, mas não para todos e sim para os iguais. E parece ser justa a desigualdade e de fato o é, mas não para todos, mas para os desiguais. Se se prescinde de para quem é julga-se mal.” Viu, Leidiane? Não somos todos iguais. Aristóteles era um homem sábio. Você é só mais uma mulher burra.

24 de abril às 21:27 · Curtir (desfazer) · 4

Thiago Fernandes De Oliveira DescanÇar? Não, não descanse não, coisa burra. Vá pegar uma Gramática ou Dicionário, para não cometer tantos homicídios literários. Se bem que sua escrita capenga de semi-analfabeta é o menor de seus problemas. Seu pior defeito é não conseguir raciocinar com clareza, e receio que não seja de fácil cura. Muito orgulho e pouca competência dá nisto, a arrogância típica dos ignorantes, que negam a realidade mais básica. Espere sentada algum homem ir até tentar te convencer a mudar suas convicções tolas. Você aí dando murro em ponta de faca, negando verdades basilares, e o mundo continua girando.

24 de abril às 21:31 · Curtir · 1

Leidiane Faria E aí vem a forma de defesa do homem, tentar oprimir a adversaria para se julgar superior.

24 de abril às 21:44 via celular · Curtir

Leidiane Faria Se enterre mesmo nos livros, pois eles explicam muito bem a teoria, apesar de a vida ser vivida na pratica. Posso ser pobre e analfabeta, mas isso não vai mudar o fato de eu estar certa!!!

24 de abril às 21:51 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Quem veio aqui no afã de mostrar uma pretensa igualdade, que na verdade é superioridade, foi você, que afirmou com todas as letras isso ao mencionar dos homens indo para a guerra. Você, com seus métodos estapafúrdios, me lembrou uma cantiga dos tempos de infância, uma ciranda, que fala: “Você diz que sabe tudo; Lagartixa sabe mais; Ela sobe na parede; Coisa que você não faz” Se bem que realmente devem ter muitas lagartixas por aí mais sabidas que você… E menos pretensiosas.

24 de abril às 22:28 · Curtir · 2

Leidiane Faria Com certeza elas sabem mais que eu e vc juntos, pois sabem o seu lugar na natureza e cada qual tem seu papel. não vivem uma guerra dos sexos constante. E só pra terminar eu posso dizer com orgulho que nunca precisei da presença de um homem pra sobreviver, vc pode dizer que nunca precisou de uma mulher?

24 de abril às 22:36 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Nunca precisou de um homem? Se não fosse a presença de um homem dentro da sua mãe (entrando e saindo, entrando e saindo) o seu nascimento (por pior que seja o infortúnio) jamais teria acontecido. Não há sentido em continuar dirigindo-me a quem admite que uma lagartixa é mais sábia que ela própria. Mas seu discurso é bem sintomático, de filha criada só, odiando o pai, e que depois virou mãe solteira, e agora exercita cotovelo dolorido na Internet, à espera de um capitão salva-putas, sendo que já tem até o carimbo disto, que é a tatuagem.

24 de abril às 22:53 · Curtir (desfazer) · 2

Leidiane Faria Depois eu que sou analfabeta, eu não disse que não precisei do espermatozoide, como tbm não precisei me dispor de insultos pra me sentir superior a vc. Poderia sitar muitos mas sei que a agressão verbal é a tolice dos maus perdedores!!! Kkkkk

24 de abril às 23:02 via celular · Curtir

Alexandre CwbZoa pohã… esse tópico ainda tá ON!?

24 de abril às 23:31 · Curtir · 2

Abigail Pereira Aranha Leidiane Faria, mais uma mulher forte e trabalhadora que quer pensão, mais uma lésbica que diz que homens são fracotes dispensáveis sem ser feminista e mais uma mulher honesta indignada com quem fala de vagabundas golpistas como se tivesse sido mencionada. Então a pensão é só pro seu ex-companheiro ser útil enquanto fica longe do seu filho por ordem judicial?

25 de abril às 06:56 via celular · Curtir · 2

Leidiane Faria Primeiramente sou completamente contra pensão alimenticia. Pois na minha opinião quando a pessoa realmente se preocupa com o filho, não precisa de uma lei dizendo o que ele tem que dar pro filho ou não. Detalhe, eu não recebo pensão nenhuma tá

25 de abril às 07:34 via celular · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Não, a agressão verbal é uma arma lícita de ser empregada contra canalhas, como você que chamou os homens de dispensáveis, e portanto passíveis de serem mandados à guerra. Você nada poderia “sitar”, porque tal palavra não existe, sua imbecil. E nossa, estou criando rugas de preocupação aqui pelo prospecto de ser insultado por uma feminaza misândrica, recalada, frustrada, mãe solteira, devidamente tatuada em vários pontos (carimbo de puta). E só pra te corrigir, você disse que não precisou da presença de um homem para sobreviver. Você não disse presença constante, contínua, permanente, nada disto. Falou apenas presença, e é fato que sem a contribuição genética masculina, sua vida sequer teria passado a existir. Foi preciso um homem já em seu limiar.

25 de abril às 07:49 · Curtir

Leidiane Faria A unica coisa que estou vendo são varios comentarios machistas a respeito de pensão alimenticia. Mas a primeira coisa que se deve analizar são as razões que levam as mães a pedir a pensão ; pois com certeza se os pais estivessem dando assistencia aos filhos o processo não aconteceria. Mas também não deixo de concordar que muitas mulheres usam dos filhos para chamar atenção, inconformadas com o fim do relacionamento, mas isso não quer dizer que sejam todas!

25 de abril às 07:53 via celular · Curtir

Leidiane Faria Vc fala tanto sobre puta thiago, é por que de puta vc conhece bastante. Mas não me adimiro, pessoas como vc só poderá conviver com este tipo de gente mesmo.

25 de abril às 07:57 via celular · Curtir

Leidiane Faria E sim tapado, eu precisei da presença de um homem para existir, e não para sobreviver.

25 de abril às 08:01 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Não adianta fazer controle de danos, Leidiane. A merda não volta ao cu, não tente enfiar de volta. A desfaçatez de sua máscara já caiu. Uma pessoa que chama homens de dispensáveis, externa repúdio a eles, vir dizer que nossas análises são machistas? Você não tem qualquer objetividade, como ao defender que o homem é sexo frágil e a mulher é forte. Uma lógica tão jeca comparável a medir a saúde de duas pessoas pelo número de vezes que precisaram de alguma assistência médica. Ora, uma pessoa sedentária a nova pode precisar de 2 ou 3 vezes ao ano tomar um remédio, ir numa enfermaria fazer curativo, passar por um exame de rotina, ao passo que um esportista profissional como lutador de boxe tailandês pode sofrer lesões nos treinos, naturalmente sofre danos nas lutas, etc. E Leidiane é uma cínica, porque ela diz que é contra a pensão alimentícia na teoria, mas na prática o que se vê é outra coisa, pois em outro post ela defendeu vigorosamente o pagamento de pensão. Ela diz que não é correto no sentido de um futuro do pretérito, em que isto não deveria existir no sentido de ser mandatório pelo Estado, mas que todo homem deveria naturalmente ver-se inclinado em consciência a pagar. Ou seja, ela não é contra a lei, é contra a mentalidade de alguns homens que recusam-se a pagar. Ela quer circunavegar a questão, mas chegar ao mesmo destino. Na prática, a teoria é outra, tanto que ela defendeu o pagamento para uma amiga dela. Por falar em amiga, uma outra amiga dela já veio tentar adicionar-me. Pensão é comodismo. Elas não precisam realmente, pois o homem poderia morrer sem ter parentes. Ou poderia ter mais de 12 filhos com 12 mulheres diferentes, o que reduziria a pensão dele ao preço de um cachorro-quente.

25 de abril às 08:02 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Nossa, que grande vantagem. Gabar-se de que não foi uma parasita para sempre ligada ao bolso e às bolas de um homem. Quer que batamos palmas? E sim, de puta conheço bastante, o suficiente para enxergar uma de longe e querer manter ainda mais distância. Das pessoas de má índole, “libera nos domine”. Livrai-nos, senhor, da influência maléfica das putas. Você chegou à brilhante conclusão de que não precisou do contínuo sustento de um mecena. O que foi verdade para você, é verdade para todo mundo. Nenhuma dessas mulheres precisa mendigar dinheiro de homens, só que nem todas dão-se conta disto. Independência de via única esta, não? Só acham que dependem quando o homem está vivo e tem condições de pagar. Estivesse ele encarcerado, ou aleijado, ou em coma, ou morto, ou tendo que dividir a pensão entre 12 uniões diferentes, e vocês dariam um jeito de se virarem.

25 de abril às 08:07 · Curtir

Leidiane Faria É mesmo, defendo a pensão quando o homem se nega a sustentar o proprio filho. Um ato que deveria vir de boa vontade e não por obrigação.

25 de abril às 08:09 via celular · Curtir

Leidiane Faria Homens não são dispensaveis, por isso os botes salva vidas são oferecidos as mulheres e crianças primeiro.

25 de abril às 08:11 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Então é uma luva de seda recobrindo um soco-inglês. Pare de mentir que é contra pensão. Você é declaradamente a favor. Que se ele não fizer por bem, por volição própria, deve ser coagido pela arma do Estado. Você é uma cínica mentirosa, dando a entender que é contra, ou que é a favor apenas para certos casos, quando é a favor para todos, por achar que o homem é obrigado a cuidar do filho.

25 de abril às 08:11 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira “É mesmo, defendo a pensão quando o homem se nega a sustentar o proprio filho. Um ato que deveria vir de boa vontade e não por obrigação.”

“Homens não são dispensaveis, por isso os botes salva vidas são oferecidos as mulheres e crianças primeiro.” Só para o caso de você varrer a sujeira para debaixo do tapete depois.

25 de abril às 08:12 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Ah, isto é considerar os homens dispensáveis? Não, isto é sacrificar-se em prol dos mais fracos ou dos que tiveram a chance de viver menos e serão o futuro da nação. Uma feminazi repugnante como você consegue enxergar a benevolência masculina em estar disposto a sacrificar-se, num atestado de inferioridade. Depois não quer ser vista como execrável. Mas enfim, abandonada pelo pai, e sendo mãe solteira, não dava pra esperar um quadro psicológico menos conturbado. Você é triste.

25 de abril às 08:14 · Curtir

Leidiane Faria Recalque nota 1.000 ….. Não sabe brincar, não desce pro play!

25 de abril às 08:14 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Para brincar com você eu preciso não apenas descer para o play, mas descer ao seu nível. Normalmente não me misturo com gente da sua idade mental e caráter abjeto. Olhem a lógica da Leidiane, se fosse aplicada por um estuprador: Ele poderia negar diante de um tribunal que acha que todas as mulheres são forçadas a ficarem nuas pra ele e transarem. Afinal, ele não crê que todas devam ser obrigadas, é contra isto. Ele acha que todas elas deveriam tomar a iniciativa disto, por vontade própria. Apenas as que discordarem disto é que devem ser forçadas a tal. Troféu sorvete na testa para Leidiane Faria. Desce não para o play, Leidiane, mas pelo esgoto, faz favor!

25 de abril às 08:17 · Curtir

Leidiane Faria Apelô perdeu!!!

25 de abril às 08:20 via celular · Curtir

Eduardo Moraes Leidiane Faria, vocês escolhem os piores homens e depois ficam de “mimimi”. Muitas vezes os homens nem são os piores.

Um conhecido muito trabalhador e tal. Virou pastor e casou com uma mulher que vivia dizendo que ele era maravilhoso, etc.

Bastou o cara deixar de ser pastor (após descobrir falcatruas), a mulher virou da água por vinho. Agora vive dizendo que tem mão podre para mão e “mimimi”.

Ele é um cara altamente dedicado ao trabalho e à família, foi corneado e ainda ter que ouvir um “mimimi” desses é o fim.

25 de abril às 08:22 · Editado · Curtir (desfazer) · 2

Leidiane Faria Não conheci só homens ruins, conheço muitos homens bons, por isso defendo os direitos iguais, na minha vizinhança mesmo conheço pais que fazem o trabalho de mães. Eu defendo a pensão sim, pois se o pai não se concientiza de suas responsabilidades e não ajuda a mãe vai bancar sozinha? Do mesmo modo que a mãe tambem deve assumir a responsabilidade e ajudar no sustento dos filhos quando estes moram com o pai.

25 de abril às 08:33 via celular · Editado · Curtir

Abigail Pereira Aranha Leidiane, não querendo abusar da minha própria paciência e da dos amigos, mas você acha que o ex-marido da sua amiguinha que recebe pensão, que ama os filhos mas é impedido pela Justiça de chegar perto mais de duas horas por semana, e que não sabe que a mulherzinha já disse para a filha que ele a estuprou quando pequena; esse é mais um cafa irresponsável?

25 de abril às 08:33 via celular · Curtir · 1

Abigail Pereira Aranha O seu “apelou perdeu” vale pra você. Se os homens aqui só conhecem puta, você só conhece cafa e otário.

25 de abril às 08:34 via celular · Curtir · 2

Abigail Pereira Aranha O grupo é machista só porque fala de mulher parasita? Apelou, perdeu, né?

25 de abril às 08:35 via celular · Curtir · 1

Leidiane Faria Engraçado vc mencionar isso né, pq se vc só pode ver sua filha esse tempo é pq algo aconteceu. Pq o pai dos meus filhos tem total liberdade pra visita- los quando quer mesmo eu não recebendo pensão. Só pq sua situação é essa não quer dizer que seja a de todos;)

25 de abril às 08:39 via celular · Curtir

Eduardo Moraes Leidiane Faria, você acha legal essa indústria de pensões que temos atualmente?

Muitas mulheres sem o menor jeito para a maternidade acabam engravidando para receber pensão.

Prefiro como era antes, onde as mulheres tinham o maior medo de engravidar de qualquer um e havia muito mais famílias com pai e mãe direitinho. Hoje está a cada dia uma bagunça maior.

25 de abril às 08:42 · Editado · Curtir (desfazer) · 2

Abigail Pereira Aranha Leidiane Faria

“Não conheci só homens ruins, conheço muitos homens bons, por isso defendo os direitos iguais, na minha vizinhança mesmo conheço pais que fazem o trabalho de mães.”

Agora você descobriu homens bons, lésbica dissimulada? Quantos deles estão sustentando vagabundas que os odeiam enquanto faz os filhos odiarem ele também? Quantos deles são dispensáveis, feminazista hipócrita? Quantos deles vão na zona porque com mulheres como você não conseguem nada, como se vocês fossem o INMETRO do universo masculino?

25 de abril às 08:42 via celular · Curtir · 1

Leidiane Faria Grupo machista pq reclamam de pagar pensão para os proprios filhos alegando ser culpa das mulheres. Pq vcs não pedem a guarda dos filhos então? Aí vcs passariam o tempo que quiserem com eles e não pagariam pensão. E poderiam até pedir pensão para a mãe.

25 de abril às 08:44 via celular · Curtir

Leidiane Faria Nossa emocionei!!!

25 de abril às 08:48 via celular · Curtir

Leidiane Faria Eduardo moraes a prevenção acontece dos dois lados, nenhuma mulher engravida escondida de um homem

25 de abril às 08:52 via celular · Curtir

Abigail Pereira Aranha Por que os amigos aqui não pedem a guarda dos filhos? Você faz ideia de como é difícil pedir e conseguir? Uma advogada já disse que “a menos que a mãe chegue fumando crack no tribunal”, o juiz vai dar a guarda para a mãe.

25 de abril às 08:53 via celular · Curtir · 1

Leidiane Faria Mas não é impossivel

25 de abril às 08:56 via celular · Curtir

Eduardo Moraes Leidiane Faria, mulheres têm bem mais opções.

As leis de pensões e Maria da Penha estão acabando com as famílias.

25 de abril às 09:02 · Curtir (desfazer) · 3

Leidiane Faria EU ME CASEI, ESSE CASAMENTO DUROU 6 ANOS NO QUAL ME SEPAREI TENDO DOIS FILHOS E GRAVIDA DO TERCEIRO, ME SEPAREI PQ DESCOBRI Q MEU MARIDO TINHA ENVOLVIMENTO COM DROGAS… INCONFORMADO COM A SEPARAÇÃO ELE RESOLVEU FINGIR QUE NÃO TINHA FILHOS. NA OPINIÃO DE VCS O QUE EU DEVERIA TER FEITO

25 de abril às 09:10 via celular · Curtir

Leidiane Faria ?

25 de abril às 09:26 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Leidiane nem sabe qual é a do grupo, como se fosse de homens omissos a bancarem os filhos. Vá ler, sua ignorante. Ué, obter guarda dos filhos? A maioria de nós tenta, mas o Estado sempre favorece a mulher. E acaba relegando as crianças aos cuidados de pessoas instáveis, rancorosas, irresponsáveis, estouradas, repercutindo negativamente na formação deles. Não apenas gostaríamos de pai com a guarda, como reclamamos dos valores extorsivos na pensão, afixados como sendo porcentagem de salário. 50 mil numa pensão alimentícia é o fim!

25 de abril às 09:32 · Curtir (desfazer) · 1

Thiago Fernandes De Oliveira ” EU ME CASEI, ESSE CASAMENTO DUROU 6 ANOS NO QUAL ME SEPAREI TENDO DOIS FILHOS E GRAVIDA DO TERCEIRO, ME SEPAREI PQ DESCOBRI Q MEU MARIDO TINHA ENVOLVIMENTO COM DROGAS… INCONFORMADO COM A SEPARAÇÃO ELE RESOLVEU FINGIR QUE NÃO TINHA FILHOS. NA OPINIÃO DE VCS O QUE EU DEVERIA TER FEITO” O que deveria ter feito? Honrado o compromisso de casamento de estar junto na saúde na doença. Foi um risco que você assumiu ao casar. A julgar como você foi dissimulada, em bancar amiga dos homens, quando os considera dispensáveis, e dizer que é contra a pensão, quando é na verdade a favor, eu não tenho motivos para acreditar em seu relato de mascarada. A única droga que eu teria certeza que um homem usa ao estar casado com alguém como você seria a própria esposa. Fique aí com seu discurso mascarado de “eu sou contra a imposição da pensão alimentícia. Digo, contra quando a pessoa deseja pagar. Se ela não quiser pagar, deve ser imposta. Você se alinha com as vagabundas, porque revela-se como apenas mais uma.”

25 de abril às 09:35 · Curtir

Leidiane Faria Se vc não consegui a guarda é pq não consegue provar que cuidará melhor

25 de abril às 09:35 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira HAHAHA! Como se não houvesse todo uma indústria de pensão e de intimidação aos homens movida pelo Estado. Continue no mundo da fantasia, criança.

25 de abril às 09:36 · Curtir (desfazer) · 3

Leidiane Faria Só lamento, que deus proteja os filhos de vcs!!!

25 de abril às 09:38 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Só Deus mesmo, porque se depender das mães… Lamenta, mas não tem argumento cogente para esta realidade.

25 de abril às 09:40 · Curtir

Leidiane Faria Homens primitivos! Volta pra caverna

25 de abril às 09:41 via celular · Curtir

Leidiane Faria Vc prega o passado onde as mulheres eram obrigadas a manter um casamento furado onde o homem podia tudo e a mulher era obrigada a ficar calada! Só duas palavras : nova era.

25 de abril às 09:44 via celular · Editado · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Acusações vazias de anacronismo? Não, sou pautado em valores universais e eternos. Modernidade pra você deve ser isso aqui: https://www.facebook.com/photo.php?v=131297260396542

25 de abril às 09:43 · Curtir · 1

Abigail Pereira Aranha Nova Era é aquele movimento para destruir o Cristianismo e dar posse para o Anticristo?

Quiá, quiá, quiá, quiá, quiá!

25 de abril às 09:45 via celular · Curtir · 2

Ari Soares Por favor! que tal discutirmos os assuntos como sociedade civilizada! Penso eu que o grupo procura um meio para amenizar uma injustiça cometida. Ou seja a prisão dos pais. Não vamos nos envolver em guerra de sexos.

25 de abril às 09:45 · Curtir (desfazer) · 3

Leidiane Faria Com certeza Ari, quem se sente prejudicado que procure na justiça seus direitos pois a justiça é para todos. Não precisamos insultar pessoas de quem não sabemos 1/3 , pois isso não vai mudar em nada em nossas vidas!

25 de abril às 09:51 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Casamento é um juramento solene, onde as pessoas trocam votos, promessas, dão a palavra (algo que tem todo valor para mim, mas nenhum para um vadia feito você) de ficarem juntas. Se não tem palavra, não emita um juramento. E ora, se era indissolúvel para a mulher, também o era para o homem, e impedia que ele largasse a mulher se ela ficasse velha e feia. Uma pergunta, se fossem seus filhos usando drogas, você os abandonaria como fez com seu esposo?Quer me parecer que a pior droga com que ele esteve envolvido, se o seu discurso de mentirosa desmascarada tiver qualquer resquício de verdade, foi você mesma. Se ele se livrou dos demais entorpecentes eu não sei, mas do pior de todos, parece ter se livrado. Sua Nova Era está aí, e os resultados são evidentes. Mulheres estressadas no mercado de trabalho, promiscuidade em tudo quanto é canto, crianças sem um pingo de educação, putaria sendo promovida como meio de vida, toda uma máfia de exploração por meio de pensão, um verdadeiro estímulo para a vadiagem. Pelos frutos, medimos a qualidade da árvore. Daí o que vemos?Uma criatura aloprada que alega ser contra pensões, jura que não recebe, mas que vem aqui nos atacar, desmoralizar o homem, apoiando-se em falácias, como sua asneira de homem ser o sexo frágil.

25 de abril às 09:52 · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira É, Leidiane nãoinsultou pessoas, insultou todo o grupo de homens, e o gênero masculino em si, ao chamá-lo de dispensável. Como ela não foi banida ainda é uma surpresa. Suponho que irá ocorrer em breve, quando a moderação tomar conhecimento das atividades dela.

25 de abril às 09:53 · Curtir

Leonardo Gonçalves de Andrade Nova Era: http://www.youtube.com/watch?v=XHw95mTxXsE

25 de abril às 09:54 · Curtir · 1

Ari Soares Na vida e na sociedade nem sempre os atos e as palavras podem ser favoraveis, mas nem por isso teremos o direito de agredir com palavras ou atos. Se é possivel encolher os espinhos e prosseguir a vida. Muito mais aconselhável. Em processos judiciais injustos tenho perdido bens, mas nem por isso vou sair agredindo juizes ou partes encolvidas. O sistema é assim e para mudarmos precisamos unir as pessoas em torno de um unico objetivo. Se não se dá bem com uma mulher busque outra mulher. É possivel que no meio de tantas mulheres encontre alguma que goste de voce. Se ela gosta de mulher que fique com mulher. Se um homem gosta de homem que fique com um homem.

25 de abril às 10:00 · Editado · Curtir · 3

Leidiane Faria Emocionei, lagrima até rolou. E realmente homem pra mim é dispensavél, não preciso deles pra porra nenhuma. Os unicos homens que prioriso são meus filhos pq eles sim vão ser criados para serem homens de verdade! Quanto ao grupo, o q não me acrescenta, não me faz falta! Off

25 de abril às 10:01 via celular · Curtir

Eduardo Moraes Leidiane Faria, você deixa o seu marido por ele usar drogas. Se fosse o contrário, o homem seria mal visto por abandonar sua esposa.

“Pq vcs não pedem a guarda dos filhos então?”

O pai só costuma ganhar a guarda quando prova a incapacidade da mãe.

“a justiça é para todo”

Não é, cobrar pensão é rápido, pedir revisão demora anos.

25 de abril às 10:01 · Curtir · 1

Eduardo Moraes Curioso, quando um homem abandona uma mulher droga ou doente, ele é considerado um mostro. Mas, quando a mulher faz o mesmo, e vista como alguém que se livrou de um peso.

Você está em adultério, não se esqueça disso.

25 de abril às 10:06 · Curtir · 2

Abigail Pereira Aranha Ari Soares: “não vamos nos envolver em guerra de sexos”. O problema, amigo, não somos nós (eu e os rapazes). O feminismo já é uma guerra do pior do universo feminino contra os homens. Cadê uma mulher pra pedir paz, amor e ponderação nesse tópico? E reparou que quem abriu esse tópico foi outra zinha que viu os casos de golpistas e vestiu a carapuça?

25 de abril às 10:06 via celular · Curtir · 4

Thiago Fernandes De Oliveira Leidiane escolheu mal um homem, e agora vem chorar frustrações aqui, em pleno horário comercial. Qual será a ocupação dela que assegura o sustento dos filhos? De onde vem a verba que os alimenta? Do pai? De algum outro provedor? A julgar pelo perfil dela, a mesma é dona de casa, cuida apenas dos filhos (só podemos imaginar o quão bem, risos). Imaginem em coisa de 15 anos a cabeça do filho dela, educado por uma mãe que diz que homem é algo dispensável. Uma traidora irresponsável que abandona o marido legítimo para se deitar com outros homens, alegando que marido usava drogas. Se o filho passar a usar drogas, vai abandoná-lo também?

25 de abril às 10:11 · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Se um homem ajuda uma mulher a superar o alcoolismo, o vício em remédios, em compras, em entorpecentes, é visto como alguém que meramente fez seu dever de esposo. Se abandona a mulher por conta disto, é um fraco e covarde, como disse o Eduardo. Já a outra se acha no direito de abandonar o marido, fazendo tábua rasa das promessas no casamento de estarem juntos nas felicidades e adversidades. QUe lástima sobre os pobres filhos dela…

25 de abril às 10:12 · Curtir · 2

Ari Soares Estamos todos no mesmo barco. Homens precisam de mulheres e mulheres precisam dos homens. O mundo nos castiga aqui na base da piramide social. Não podemos gastar energia um com outro sendo que sofremos é com a cúpula da piramide que nos manipula obrigando a trabalhar como escravos para um sistema capitalista e injusto. Aqui discutimos dinheiro e é contra as pessoas que criam estas regras é que devemos nos unir. Mulheres e homens juntos em tôrno de beneficios para ambos. Não ficarmos guerreando um contra outro se estamos no mesmo buraco.

25 de abril às 10:14 · Curtir · 2

Leidiane Faria Pra tanto vc v como vc sabe da minha vida, se tivesse me perguntado te diria que sou doente e no momento estou em gozo de auxilio doença pois estive a pouco internada… Mas os ignorantes não perguntam, só sabem deduzir por sí só conclusões erradas!

25 de abril às 10:16 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Ah, Ari, você chora demais também. E iguala tudo, como todos estando no mesmo barco. Não é verdade. Há vítimas e agressores. Há quem dá provimento ao agressor ou não. Quem sabe depois de passar uns dias na penitenciária por atraso de pensão você fique mais esperto, caia na real e desperte para a vida, sendo menos babaca. Seu espírito pacifista não pega bem pra um homem.

25 de abril às 10:19 · Curtir · 1

Leidiane Faria E eu não sou afim de sustentar um marido viciado em drogas já q o dinheiro dele simplesmente sumia. Sou mãe dos meus filhos somente responsavel por eles. Copmo dizem: QUEM TEM FILHO BARBADO É GATO!

25 de abril às 10:21 via celular · Curtir

Ari Soares Pois é Leidiane. Eu entrei um pouco no teu perfio e teus filhos são lindos. E é bem provável que você queira o melhor para eles. Eu como pai deitaria na lama para que meu filho não sujasse os pés. E um mundo melhor para nossos filhos começam com as escolhas dos pais. As vezes um deles se penaliza mais que o outro, mas é sempre estar aberto aos outros, porque mesmo querendo o melhor para eles podemos estar errando nas escolhas. As vezes um vizinho pode apontar melhores caminhos. Mas devemos todos repensarmos os caminhos de uma sociedade. Nos agredindo nunca faremos um mundo melhor para nossos filhos.

25 de abril às 10:21 · Curtir · 3

Ari Soares E o que você propõe meu amigo Thiago. Que saimos matando todas as mulheres? Ou espancando-as?

25 de abril às 10:24 · Curtir

Leidiane Faria Isso mesmo Ari , o ideal seriam todos nós termos consciencia das nossas responsabilidades antes de termos que chegar ao ponto de recorrer a justiça. Pq quem sofre nisso tudo são os filhos!

25 de abril às 10:24 via celular · Curtir · 1

Thiago Fernandes De Oliveira Eu deduzi algo? EU nada deduzi, justamente fiz questão de lavantar a indagação. E eis que você confirma, que vive de parasitismo, assistencialismo estatal. Está dodói para ir lá fora trabalhar, ou mesmo um bico dentro de casa, mas não encontra-se debilitada em ficar agindo como piolha virtual, numa comunidade que você diz que não te acrescenta, descontando suas frustrações, defendendo vadias e revelando-se como uma. Há quanto tempo está no auxílio-doença? QUando foi a última vez que seus filhos foram alimentados com dinheiro que você ganhou honestamente lá fora, e não esmola do governo? Você não abandonou o seu marido quando ele se envolveu com drogas? Que sorte não ser abandonada por um Estado mão amiga que te sustenta quando no infortúnio de uma doença, hein? Ficar postando em mural do facebook, comunidades, e atualizando fotos, você consegue. Mas não arrumar nem que seja um bico pra chorar menos?

25 de abril às 10:24 · Curtir

Leonardo Gonçalves de Andrade Por que se envolveu com um drogado? por que não deu chance aquele cara romântico que com toda certeza o dispensou por achar-lo um perdedor…???

25 de abril às 10:24 · Curtir · 3

Ari Soares É isso que você como sociedade defende? Talvez o judiciario seja injusto com alguns atos, mas nem por isso vamos nos transformar em matadores de mulheres e crianças.

25 de abril às 10:25 · Curtir

Leidiane Faria É leonardo, seria facil se ele tivesse vindo com um carimbo escrito drogado na testa

25 de abril às 10:28 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Responsabilidade? Vocês abandonam emprego, e não querem responsbilidade por isto. Deitam-se com homens que visivelmente não prestam, coisa que dá pra enxergar a uma milha de distância, e depois querem que a sociedade arcando com o preço. Declaram-se livrer para trabalhar, mas não querem fazê-lo. E Ari, não mais me dirigirei a um mangina feito você, que pelo visto merece estar no sufoco em que encontra-se. Babaca tem mais é que sofrer. Levantar como falso dilema a sua manginice ou ser exterminador de mulher? Menos, cara…

25 de abril às 10:28 · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Pelo menos carimbo de puta mulher tem, que é tatuagem. Você falhou em discernir os defeitos dele, ou talvez ele não tivesse quando na época, mas não nos culpe pela sua escolha infeliz. Sendo que mais infeliz deve ter sido pra ele, já que até um drogado deveria merecer um lixão menos podre. Talvez se você não o tivesse abandonado, mas auxiliado a superar o problema, seria ele a hoje estar ao seu lado, dando amparo na sua saúde combalida. Se é que o que você fala tem qualquer resquício de verdade, porque uma mulher pendurada na internet lamuriando-se da vida e discutindo não é bem minha idéia de uma pessoa convalescendo e incapaz de ocupar-se.

25 de abril às 10:30 · Curtir

Leidiane Faria É senhor thiago, estou doente des de 2008 e a primeira vez que peguei o auxilio doença foi em 2011, auxilio este que paguei pra ter direito a receber ok!

25 de abril às 10:31 via celular · Curtir

Ari Soares É o que parece. Mas eu não ficarei discutindo com pessoas como você Thiago Fernandes De Oliveira. Meu interesse é buscar meios para uma sociedade melhor e mais humana. Sairei do grupo para não compartilhar minhas ideias com pessoas como você. Fique com as tuas ideias mas repense a vida. Todos os machões que conheci na minha região já morreram antes dos 40 anos. E normalmente se matando por discussões idiotas como estas. Eu não faço parte deste grupo de pessoas. Discuto soluções e não pretendo fomentar a vilência.

25 de abril às 10:35 · Curtir · 1

Eduardo Moraes Leidiane Faria, as pessoas fazem escolhas, mas não gostam de se responsabilizar por elas.

25 de abril às 10:41 · Curtir · 1

Leidiane Faria É mesmo pq aki na minha cidade ninguem trabalha na frente do pc não, aki é serviço pesado doze horas por dia em pé querido! Sete dias por semana. Tenho doença profissional amigo por isso estou proibida de exercer a profissão. Caso vc não saiba já estou devidamente matriculada em um curso de qualificação profissional. Não me intereço nem um pouco por ser dependente. Agora v se lê um pouco os efeitos dos corticosteroides que vc descobre pq estou sem trabalhar. E tudo que vc diz de mim eu relevo, sabe pq? Pq eu sei bwem quem eu sou, não são seus insultos que vão me abalar

25 de abril às 10:43 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Olhem como ela entrou aqui: “E marco antonio, eu tenho quatro filhos, sou doente, e moro sozinha. Sustento e educo meus filhos sozinha e sem nem um real do pai. A mulher tem sim a capacidade de fazer tudo o que o homem faz e de suportar tudo o que o homem suporta. Já o homem nunca poderá dizer que faz o que a mulher faz” QUando na verdade é uma desocupada que vive de auxílio governamental, segundo ela, por admissão própria, desde 2011. Há pelo menos um ano e meio, talvez mais, não sabe o que é trabalhar. Você ainda não respondeu às minhas perguntas, Leibiane. De onde vem a grana que alimenta as 4 bocas dos seus filhos? QUando foi a última vez que você recebeu um salário de forma honesta, sem precisar rastejar diante do Governo para ser auxiliada (ao passo que você, hipócrita, abandonou seu marido quando ele estava mal pelas drogas). Doente desde 2008, mas fez alguma tatuagem nova e supérfula de lá pra cá? Tirou muitas fotos posando feito vadia de mini-short e barriga de fora? Ficou muito tempo pendurada na internet? Esta aí me soa tão inválida para o trabalho quando o Lula…

25 de abril às 10:43 · Curtir · 1

Leidiane Faria Pra tanto desenformado querido! Auxilio doença não é aposentadoria viu. Comecei a receber dia 14 de fevereiro de 2013 e que acaba agora em abril. Quando mencionei 2011 foi de janeiro a maio pq não poderia nem conviver com muitas pessoas ao meu redor pois a dose do meu remedio era imunodepressiva!

25 de abril às 10:52 via celular · Curtir

Leidiane Faria E quer saber fique aí babando nas minhas fotos babaca. Recalque maximo. Pra vc ver né. Em meio a tantos problemas que tenho e não me abalam não é uma pessoa insignificante e desumana como vc que irá me abalar. Fale o que quiser pra mim ta tudo bem, faço o que eu gosto e não devo nada ninguém! Quanto as minhas tatuagens, o corpo é meu e se eu quero marcar o nome dos meus filhos nele é um direto meu. Se acha que não , me processe. Pra mim vc soa a uma bicha inrustida que morre de vontade de ser mulher fofa!!!

25 de abril às 11:00 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Risos. http://www.abc.med.br/p/296585/conhecendo+melhor+os+corticoides.htm Distúrbios de humor e psicopatia? É, você demonstrou vários traços aqui. Não esqueça de discutí-los com seu veterinário em sua próxima consulta, Leidiane. É um quadro clínico de distúrbio psíquico muito forte uma filha sem pai, mãe solteira, que abandonou o marido e hoje vive de amparo estatal, vir numa comunidade de pensão alimentícia dizer que homens são dispensáveis, e por isto são enviados para a guerra e tal é a razão de crianças e mulheres terem predileção em botes. “não me intereÇo”. Devia se interessar em ir é pra um mobrl aprender os rudimentos mais básicos do Português. Diz que está impossibilitada de trabalhar, mas faz curso profissionalizante? Que nonsense. E pretende ficar até quando sentada com as mãos embaixo da bunda? Convenhamos, os mediamentos realmente devem ter afetado seriamente a sua cabeça, porque tamanha necessidade de auto-afirmação, dizendo que não depende de homem nenhum, de ninguém, e que cria os filhos sozinha, quando você depende é de amparo do Estado? Que quadro vexatório. O seu provedor não tem nome, mas é uma entidade estatal. Vem dos impostos que as pessoas honestas pagam, pra você ficar aí com sua hipocrisia de desocupada falastrona pela rede. Dá pena dos 4 inocentes que devem sofrer muitíssimo nas suas mãos, especialmente se forem garotos. Você parece um hemofílico que precisa de transfusão, ou alguém com câncer à espera de um doador de medula, gabando-se que vive muito bem sem o auxílio de qualquer pessoa. E espera mesmo que creiamos que na sua cidadezinha só existe emprego de 12 horas em pé? Se bem que faz sentido uma defensora de vadias reclamar de trabalhar em pé. Afinal, você tem toda cara e jeito de que trabalha deitada e repousa em pé. Ah, e o seu colega de fornicação , o novo homem com quem se misturou? Ela não fica com penúria contribuindo com um único centavo?

25 de abril às 11:03 · Curtir

Marcela De Brito Moraes Vcs vão me desculpar, mas acredito que essa pagina é para tirar duvidas de injustiças ocorridas tanto com os homens como com as mulheres, essa discursão não mais é que infantilidade de ambas as partes, nos mulheres não somos frageis, pois uma mulher sabe viver sem um homem, ela sabe lavar, passar, cozinhar, arrumar casa, cuidar de filhos e trabalhar fora, e os homens será que tem a mesma competencia? Mas os homens são um fator exencial para as mulheres, pois sem eles não poderiamos ter a coisa mais importante na vida de uma mulher; FILHOS, eu já coloquei o pai dos meus filhos no pau, mas não pelo dinheiro e sim por despeito da mulher dele na época, devemos aceitar por mais dificil que seja que o relacionamento acabou e não prejudica-lo, pois lembrando que ele é o pai do seu grande amor incondicional. Hoje voltei com o pai do meus filhos e a mulher que ele vivia torno a nossa vida um inferno, pra mim muitas das vezes o pedir da pensão não é pelo dinheiro e sim por raiva do cara e a inconformidade.

25 de abril às 11:05 · Curtir · 2

Thiago Fernandes De Oliveira Você ainda não me respondeu, quando foi que recebeu salário pela última vez? Sua doença te isolou? Muito bem, pessoas como você não deveriam ter qualquer convívio social. Seu corpo, vitrine ou pele de gado, você é livre para marcar, como somos livres para achar que isto é postura indevida, de mulher que não presta. Se bem que ressaltar a tatuagem é o de menos, sua impostura já denuncia seu caráter abjeto. Você diz que sou insensível, mas não fui eu quem abandou uma pessoa a quem jurei que faria companhia nos momentos difíceis. Sensibilidade desenvolvida é dizer que homens são inferiores e por isto vão por último nos botes, que são dispensáveis e vão para a guerra. Isto quando você nao passa de uma parasita social. Proclamando a própria independência, mas que não viveria sem assistência alheia. Patética. Mergulha na privada e se afoga.

25 de abril às 11:10 · Curtir

Leidiane Faria Coitado de vc querido paguei pelo meu direito, trabalho des de os dezesseis anos e agora é o governo que me sustenta? Ha ha ha

Depois eu que sou analfabeta, falei pra ler sobre a imunodepressão dos corticosteroides. Pois minha doença vc até agora não sabe! E lê direito eu disse estou matriculada no curso que ainda não começou adeus colega.

25 de abril às 11:12 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Você ainda não respondeu. Na sua carteira de trabalho, quando foi o último mês em que recebeu salário? E não nos importa o seu distúrbio. Não justifica seu comportamento aberrante aqui. Aliás, decida-se. Eu fico babando nas suas fotos, ou sou bicha enrustida, como insinuaste? Típico mecanismo de feminista. Apenas a ser coerente. Adote uma linha só. Ou a do “quem desdenha quer comprar” ou “ele não gosta da fruta”. Porque da maneira como você colocou, foi contraditório. Como por sinal, foi toda a sua trajetória até agora. Mas de certo modo é apropriado que você tenha imunodepressão. Quem tem afinidade por putas e as protege, merece desenvolver uma espécie de AIDS análoga. Quem convive com os porcos, deve partilhar da lavagem.

25 de abril às 11:25 · Curtir

Leidiane Faria Kkkkk e a analfabeta sou eu kkkkkkk

25 de abril às 11:40 via celular · Curtir

Rafael Jones realmente Thiago Fernandes De Oliveira . A “Carimbada” usa dois insultos que não podem nem ser usados em conjunto. teve IRRESPONSAVELMENTE 3 filhos os quais não pode mais sustentar ao invés de se preparar primeiramente através do estudo.Tudo que ela sustenta foge a regra. Ainda abre a boca pra falar merda: “O corpo é meu” gastado dinheiro necessário para os filhos com tatuagens acho que não tem mais o que se falar.

25 de abril às 13:00 · Editado · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira A “Lesbiane” recalcada devia cavar um buraco e enfiar a cabeça desonesta dela ali dentro. Quanta pena sinto dos pobres filhos dela. Que azar os garotos devem estar tendo em ter uma mãe com tal posicionamento sobre homens.

25 de abril às 13:08 · Curtir

Leidiane Faria É mesmo! Já estão sabendo até se paguei pelas minhas tatuagens kkkk vai vendo… É isso que dá conversar com cavalo, a gente só leva coice

25 de abril às 13:16 via celular · Curtir

Rafael Jones A Leibiane não pagou pessoal… entededores ,ENTENDERÃO.

25 de abril às 13:18 · Curtir (desfazer) · 3

Abigail Pereira Aranha Quiá, quiá, quiá, quiá, quiá!

25 de abril às 13:20 via celular · Curtir · 3

Leidiane Faria Dozinha de vcs que estão se ruendo kkkkkk bye bye pra vcs

25 de abril às 13:25 via celular · Curtir

Thiago Fernandes De Oliveira Ela deve ter usado o CSP que assumiu-a pra arcar com tudo. Ou, deu algum jeito de pagar pela “prestação de serviços particulares”. Mas não liga não, Lesbiane. É tudo inveja, né? Todo mundo sente inveja de filha criada só, de saúde combalida, desempregada, sustentada com auxílio do Governo, mãe solteira com 4 filhotes, tatuada, iletrada, ignorante, mal-educada, com rancor de homem. Sucesso, querida!

25 de abril às 13:27 · Editado · Curtir · 1

Rafael Jones To morrendo de inveja de seus filhos Lesbiane.

25 de abril às 14:19 · Curtir

Seção de homens fazendo filhos e abandonando a eles e às mães, ops, sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia

Section depicting men making children and leaving them and their mothers, ops, Sex, lust, bitchness, naked woman, pornography seccion

Sección de hombres haciendo niños y dejando a ellos y sus madres, ops, sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía

loura-no-chuveiro-010513: veja mais / vea más / see more

blonde-girl-layed-in-a-sofa-010513: veja mais / vea más / see more

morenas-de-biquini-na-beira-da-piscina-010513 e homem-com-quatro-morenas-na-beira-da-piscina-010513: veja mais / vea más / see more

mature-and-a-boy-in-the-kitchen-010513 e coroa-e-garoto-se-beijando-010513: veja mais / vea más / see more

loura-na-dp-delegacia-de-policia-010513, executivo-dando-lambida-na-bolsa-de-valores-de-loura-010513 e rubia-despues-de-dp-corrida-010513: veja mais / vea más / see more

totallytabitha1_3-anal-oral: veja mais / vea más / see more

Texto original em português sem fotos e vídeos de putaria: Homens morrem mais cedo porque não vão ao médico, não conseguem a guarda dos filhos porque não têm tanta competência quanto as mães, pagam pensão porque não dão assistência aos filhos e vão à guerra porque são dispensáveis: isto também é feminismo (ou não, segundo mais uma capitã salva-piranhas no Pensão Alimentícia Um Roubo), no A Vez das Mulheres de Verdade em http://avezdasmulheres.blog.com/2013/05/01/mais-uma-mulher-csp/
Texto original em português (com fotos e vídeos de putaria: Homens morrem mais cedo porque não vão ao médico, não conseguem a guarda dos filhos porque não têm tanta competência quanto as mães, pagam pensão porque não dão assistência aos filhos e vão à guerra porque são dispensáveis: isto também é feminismo (ou não, segundo mais uma capitã salva-piranhas no Pensão Alimentícia Um Roubo), no A Vez dos Homens que Prestam em http://avezdoshomens.blogspot.com/2013/05/homens-morrem-mais-cedo-porque-nao-vao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook