sábado, 22 de outubro de 2016

Olavo de Carvalho liga o ateísmo a falta de sexo e toma um diário filosófico na testa


Olavo de Carvalho

19 de outubro às 04:21

Não conheço -- e suspeito mesmo que jamais existiu -- um só ateu cujo ódio à religião não tenha nascido de uma revolta adolescente contra as limitações que ela impunha ao seu anseio de satisfações sexuais. Toda a argumentação ateística, inclusive a mais científica em aparência, não passa de um sistema de racionalizações construído em cima de desejos sexuais real ou supostamente ameaçados pela moral religiosa.

Quando o sujeito amadurece e chega finalmente a compreender que a frustração sexual é inerente ao destino humano e independe da quantidade maior ou menor de tolerância vigente na sociedade, aí é tarde para mudar de idéia, pois a argumentação ateística, desprovida de toda a sua antiga função defensiva, já se integrou na personalidade da criatura como um hábito indesarraigável.

Fábio Pinheiro Povh nao conheco -- e suspeito mesmo que jamais existiu -- um soh religioso cujo odio ao ateismo nao tenha nascido de uma revolta adolescente contra as limitacoes que ela impunha as suas insegurancas emocionais. Toda argumentacao religiosa, inclusive a mais cientifica em aparencia, nao passa de um sistema de emocionalizacao construido em cima de suas insegurancas ou supostamente ameacados pela logica. Quando o sujeito amadurece e chega finalmente a compreender que sua inseguranca emocional eh inerente ao destino humano e independe da quantidade maior ou menor de racionalidade vigente na sociedade, ai eh tarde para mudar de ideia, pois a argumentacao religiosa, desprovida de toda sua antiga funcao calmante, ja se integrou na personalidade da criatura como um habito indesarraigavel.

19 de outubro às 05:30

(https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/716314711853939?comment_id=716342011851209)


Victória Ortiz Oliveira Me tornar ateia aos 11 anos deve ter sido fruto de frustrações sexuais mesmo. AHUAHUAHUA

21 de outubro de 2016 às 00:43

(https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/716314711853939?comment_id=717360121749398)


Alessandro Hoffelder Percebam: o que esse texto diz é que todos os ateus são pervertidos assumidos e todos os religiosos são pervertidos enrustidos. Fácil de generalizar, não?

19 de outubro às 08:06

(https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/716314711853939?comment_id=716405181844892)


Vivian Mansano Estou rindo aqui. A Bíblia fala mais sobre sexo do que qualquer livro, fala sobre matar homossexuais, matar adúlteros, matar mulheres que perderam virgindade. O cristianismo inventou que não pode usar contraceptivo, que sexo é só para reprodução, que sexo é pecado e celibato é bom. Mas espera aí.. São os ateus que têm problemas sexuais? Gente, como esse cara viaja na maionese.

21 de outubro de 2016 às 07:36

(https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/716314711853939?comment_id=717516971733713)

Meus comentários

Bom, como o professor ligou o ateísmo à safadeza e eu prego as duas coisas, isso me chamou a atenção. Vamos supor que o que ele disse foi o que aconteceu comigo, por exemplo, e mais ainda, que isso tenha acontecido com todos os ateus. É possível alguém dizer verdades isoladas em um livro com uma linha de pensamento toda errada? É possível uma pessoa descobrir a verdade por um sistema filosófico que começou com motivos espúrios? É possível descobrir uma verdade começando com a crença em uma mentira que foi descartada no meio-tempo? Uma verdade ou um sistema filosófico válido ainda mantém o valor se quem os defende começou a descobri-los com uma experiência pessoal? E, principalmente, uma verdade grande pode ser descoberta com a percepção de uma verdade pequena? O prof. Olavo, como filósofo, sabe que as respostas para essas perguntas são "sim".

Se para um conservador como ele, o Socialismo é um sistema ateu, como ele explica isto, escrito por ele mesmo?

Até os anos 80 do século passado, programas como sex lib, feminismo, gayzismo, abortismo e liberação das drogas eram, para os governos comunistas, desvios pequeno-burgueses criados pelo imperialistas ianques para afastar a juventude da luta pelo socialismo.

"Intimação", Diário do Comércio, São Paulo, 03 de dezembro de 2015.

Por sinal, onde estão a prostituição e a pornografia na China, ou em Cuba, ou na Coreia do Norte? Outra: essa explicação do ateísmo é coerente com o caso da União Soviética, contado por ele mesmo em outro artigo?

Karl Radek, um dos mentores do levante comunista de 1917, foi também um pioneiro da revolução sexual. Sua campanha contra a "moral burguesa", seus apelos ao amor livre impregnaram de tal modo a propaganda revolucionária, que toda uma geração de jovens desajustados, filhos de mães solteiras, veio a ser conhecida como "a prole de Karl Radek". Mais tarde, o homem caiu em desgraça, como outros tantos pais da Revolução. Stálin, num lance de humor negro, mandou interná-lo num presídio de delinqüentes juvenis, que fizeram do velho revolucionário, já doente e alquebrado, seu saco de pancadas predileto. Karl Radek morreu surrado e pisoteado pelos filhos da sua revolução sexual.

(...) Pois bem, senhores, esses mesmos que os induziram a envergonhar-se da sua velha "moral burguesa" e os aconselharam a transformar seus órgãos de mídia em megafones da revolução pornocultural sabem que os senhores só lhes são úteis numa parte do trajeto. Quando eles estiverem seguros de controlar o poder de polícia, fecharão os canais de TV e os jornais dos quais se serviram, e os acusarão de corromper a moral, de fomentar os maus costumes. Então será tarde para aprender com o exemplo de Karl Radek.

"Lembrem-se de Karl Radek", Jornal do Brasil, 31 de maio de 2007.

Até pode ser verdade que "a frustração sexual é inerente ao destino humano". Eu mesma já tive homens fugindo de mim ou que continuam tendo uma boa relação comigo, mas eu quero dar pra eles e eles não querem me comer. Mas o nível quase medieval de frustração sexual que o prof. Olavo defende é opcional. Alguns pastores, padres e pregadores cristãos contam em livros ou em sermões que tiveram moças querendo transar com eles e eles recusaram, e não foram poucas vezes (estou acreditando no que eles contam, hehehehe).

Se o prof. Olavo quer refutar o ateísmo, que pare de falar como católico. É como católico que ele diz "religião" quando quer dizer "Catolicismo Romano" (só no Novo Testamento, os cristãos estavam rodeados de religiões mais permissivas pelo menos em Roma, Corinto e Éfeso). É como católico que ele exalta a má qualidade de vida, não apenas a frustração sexual, como estilo de vida refinado. Aí, eu sou uma garota de 14 anos e penso: qual é o motivo para eu trancar a minha periquita? Que eu queira transar com um rapaz só, e ele é aquele que eu amo e com quem eu quero ter filhos e dividir o resto da minha vida. Por que não transar com ele no namoro? Aí eu moro em uma cidade pequena católica e a resposta que eu recebo é inveja enrustida de vaca velha, analfabetismo moral, isolamento social, ameaças de agressão. E o legal é que as respostas idiotas me trazem perguntas inteligentes. Outra coisa interessante: não é só a religião da minha vizinhança, todas as religiões são desse nível pra baixo. Aí eu viro ateia. Se nessas aventuras, eu começar a fumar maconha, eu vou acabar parando; se eu entrar para a militância feminista de esquerda, eu vou ver a porcaria e vou me mandar; eu posso até, por exemplo, transar com três homens de uma vez e me arrepender na hora. Mas eu vou abandonar o ateísmo por quê? Por que eu vou crer na Bíblia e não na Doutrina de Buda? Aquela garota jovem e aquela senhora idosa que frequentam aquela igreja têm alguma coisa que eu não tenho e gostaria de ter? Ou eu tenho mais qualidade de vida do que elas?

E está bem, eu amo chupar pica, cavalgar com pica na buceta, levar duas ou três picas de uma vez, etc. E já foram 269 rapazes até o momento. E eu só sou ateia porque sei que Deus não existe. Eu critico a militância ateísta porque ela é sucursal do Movimento LGBT, como dizia o Denner Coutinho. E eu sou antiesquerdista porque o movimento esquerdista não defende a liberdade sexual como princípio, no máximo algumas coisinhas pra chocar os católico-protestantes caipiras.

No mais, como diriam no Facebook, tragam dois oscars para cada um daqueles mitos, o segundo para o caso de eles perderem o primeiro.

Abigail Pereira Aranha

Questo testo in italiano senza filmati di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Olavo de Carvalho collega l'ateismo alla mancanza di sesso e prende un diario filosofico nella fronte", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/10/olavo-de-carvalho-collega-l-ateismo-alla-mancanza-di-s.html.
Questo testo in italiano con filmati di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Olavo de Carvalho collega l'ateismo alla mancanza di sesso e prende un diario filosofico nella fronte", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/10/olavo-de-carvalho-collega-lateismo-alla.html.
Ce texte en français sans films de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Olavo de Carvalho relie l'athéisme au manque de sexe et il prend un journal intime philosophique sur son front", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/10/olavo-de-carvalho-relie-l-atheisme-au-manque-de-s.html.
Ce texte en français avec films de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Olavo de Carvalho relie l'athéisme au manque de sexe et il prend un journal intime philosophique sur son front", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/10/olavo-de-carvalho-relie-latheisme-au.html.
Eso texto en español sin películas de putaría en Men of Worth Newspaper: "Olavo de Carvalho conecta el ateísmo a la falta de sexo y lleva un diario filosófico en la frente", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/10/olavo-de-carvalho-conecta-el-ateismo-a-la-falta-de-s.html.
Eso texto en español con películas de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "Olavo de Carvalho conecta el ateísmo a la falta de sexo y lleva un diario filosófico en la frente", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/10/olavo-de-carvalho-conecta-el-ateismo-la.html.
This text in English without licentiousness movies at Men of Worth Newspaper: "Olavo de Carvalho connects atheism to lack of sex and he takes a philosophical diary on his forehead", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2016/10/olavo-de-carvalho-connects-atheism-to-lack-of-s.html.
This text in English with licentiousness movies at Periódico de Los Hombres de Valía: "Olavo de Carvalho connects atheism to lack of sex and he takes a philosophical diary on his forehead", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2016/10/olavo-de-carvalho-connects-atheism-to.html.
Texto original em português sem filmes de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Olavo de Carvalho liga o ateísmo a falta de sexo e toma um diário filosófico na testa", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2016/10/olavo-de-carvalho-liga-o-ateismo-a-falta-de-s.html.
Texto original em português com filmes de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Olavo de Carvalho liga o ateísmo a falta de sexo e toma um diário filosófico na testa", http://avezdoshomens.blogspot.com/2016/10/olavo-de-carvalho-liga-o-ateismo-falta.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía
Parking garage anal (with Victoria Swinger)
Anal na garagem (com Victoria Swinger)
Anal dans garage de stationnement (avec Victoria Swinger)
Anal en la garaje (con Victoria Swinger)
Anale nella garage (con Victoria Swinger)

Mea DP behind scenes (with Mea Melone)
Mea DP atrás das cenas (com Mea Melone)
Mea DP dans les coulisses (avec Mea Melone)
Mea DP detrás de las escenas (con Mea Melone)
Mea DP dietro le quinte (con Mea Melone)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook