sexta-feira, 17 de outubro de 2014

"Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil": o PT e outros partidos esquerdistas estão se preparando para perder as eleições para a Presidência da República?

Abigail Pereira Aranha

Olá, meus amigos e minh@s inimig@s. Sobre o que eu escrevi aqui 8 dias atrás? "Urnas eletrônicas: se o PT perder a presidência, o TSE vai aceitar a denúncia que ignorou em 2012?". Ou seja, o PT podia estar preparado para perder a Presidência e alegar que as urnas eletrônicas brasileiras são fraudulentas, coisa que é denunciada há mais de dez anos por gente que sabe do que está falando, mas o TSE não queria nem conversa. Pois há pouco, um amigo me manda um e-mail sobre um abaixo assinado de uma "Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil". Está na íntegra depois deste texto. Vocês vão ver nas assinaturas um bocado de professores universitários (até de universidade privada, como a UNIVERSO), um bocado de militantes (como o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Campo MTC e um tal Movimento Ideais Urbanos), alguns aposentados e um tanto de funcionários públicos (não podia faltar). Destaco mais algumas pérolas:

  1. As "oligarquias mais atrasadas e reacionárias" "dominam nosso país desde 1500". E os doze anos do PT no poder? E os quatro da própria Dilma Rousseff? O pessoal com doze anos na Presidência da República ainda fala como no fim da década de 90. Vou voltar nesta.
  2. "Conforme denunciado pelo professor Theotonio dos Santos," (ele assina o texto) "Marina Silva, (...) cumpre o papel de instrumento do imperialismo, articulada, junto a Fernando Henrique Cardoso, no Diálogo Interamericano. (...) Essa organização existe para atacar as democracias latino-americanas". Só que, de acordo com uma fonte que eu não me lembro e não achei de novo, o Lula também estava lá. Daqui a pouco vão dizer que Lula era de direita. Entenderam agora por que, com doze anos de PT na Presidência, "as oligarquias mais atrasadas e reacionárias" dominam nosso país até hoje?
  3. Lista não-exaustiva das ações do imperialismo durante o governo Obama: "Coreia do Norte: constantes provocações e ameaças militares". Dos Estados Unidos contra a Coreia do Norte, vejam bem.
  4. PIBinho: "Uma taxa negativa de investimento de 2,1% no primeiro trimestre de 2014 significa que os grandes capitalistas, principalmente os de São Paulo, abstiveram-se de reinvestir o capital acumulado no ciclo anterior", isso "na esperança de que um baixo crescimento do PIB rendesse manchetes ruins ao governo e o forçasse a tomar medidas antipopulares em pleno ano eleitoral". Subtítulo "Guerra Econômica". Já ouvi falar do livro "Assassinos Econômicos". Então a FIESP está escrevendo "Suicidas Econômicos".
  5. A imprensa burguesa criou uma "nova 'Marcha com Deus pela Família e Propriedade'": a baderna de junho do ano passado. E ainda "criaram agora o fenômeno dos Black Block, (...) além de introduzirem bandeiras conservadoras entre as pessoas que estavam nas ruas". Entre essas bandeiras conservadoras, o controle social da mídia. Nunca antes nesse país alguém investiu tanto dinheiro para ter menos poder.
  6. "O maior escândalo da história recente desse país, não apenas de corrupção, mas de entreguismo, de traição nacional, foram as privatizações das grandes empresas brasileiras como a Vale do Rio Doce e a Telebras, episódio conhecido como Privataria Tucana." Tá bom, e qual delas foi desfeita com 12 anos de governo PT? Lula e Dilma fizeram privatização ("concessão") até de rodovias.
  7. A "desproporcionalidade em matérias negativas" sobre o governo Dilma é "Guerra Midiática". Só não comentam que quando é para falar do PSDB, os lulopetistas e a campanha da presidanta ficam ruminando casos arquivados da década de 2000 ou antes.
  8. Teve gente da Ordem dos Músicos do Brasil nas assinaturas. Já soube de músico profissional que recebeu boleto de anuidade dessa ordem e queimou.
  9. Teve até um "sivil comum" nas assinaturas (é, com "s" mesmo).

Eles não mencionaram a urna eletrônica. Mas eles não devem estar chamando de "golpe eleitoral" só uma campanha contra o PT. Este comentário pode ser um sinal do que eu disse no outro texto:

Beth Azevedo says:

16/10/2014 05:09

Só estão justificando como vão manipular e roubar nas eleições, pra quando virem os resultados todos acharem que era isso mesmo. Dilma neles. Olho vivo e faro fino.

Apêndice

Jornal Inverta. Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil. Disponível em http://inverta.org/jornal/agencia/politica/denuncia-do-golpe-eleitoral-contra-a-reeleicao-de-dilma-rousseff-no-brasil. Acesso em 17/10/2014 cerca de 19:15.

Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil

Intelectuais e dirigentes de organizações populares fazem denúncia acerca de uma grave ingerência do imperialismo para manipular as eleições em nosso país. Some sua assinatura clicando no link ao final da nota.

Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil

Reeleger Dilma é defender o Brasil e a América Latina da intervenção direta do imperialismo norte-americano!

Clique aqui para somar sua assinatura a esta grave denúncia!

Trabalhadores e trabalhadoras brasileiros,

Estamos diante da mais grave ameaça à nossa jovem democracia, desde o final da ditadura civil-militar na década de 80. Como no período que antecedeu ao Golpe de 1964, podemos observar grandes articulações que, neste momento, confluem para uma manipulação eleitoral antipopular que busca, com a candidatura de Aécio Neves, colocar novamente nosso país sob a administração direta do capitalismo financeiro, mais especificamente do imperialismo norte-americano.

Os trabalhadores e trabalhadoras de nosso país que, como Tiradentes, acreditam no direito que temos de decidir os rumos de nossas vidas livres de ingerências e intervenções estrangeiras, devem estar alertas e prontos para rechaçar o golpe eleitoral que a direita colocou em execução.

Que ninguém tenha dúvida, não se trata apenas de enfrentar as oligarquias mais atrasadas e reacionárias, que dominam nosso país desde 1500, mas de resistir às ações do imperialismo que efetivamente dirige diretamente as ações de desestabilização no Brasil.

As eleições presidenciais de 2014 se converteram em um campo de batalha no qual se uniram para aplicar um Golpe Eleitoral os grandes empresários, os banqueiros, a grande imprensa e outros setores, nos quais as agências de espionagem e desestabilização dos Estados Unidos, como a CIA e a NSA, infiltram-se fortemente nos últimos anos.

As ações de espionagem contra o Brasil e mais especificamente contra a presidenta Dilma e contra a Petrobras, reveladas no vazamento de documentos da NSA, não eram apenas por concorrência econômica, como muitos afirmam. Essas ações tinham o objetivo de preparar o terreno para impedir a manutenção, em nível federal, de um governo de tendências antineoliberais.

Fez parte dessas ações a ascensão de Marina Silva à candidata presidencial, visando impedir uma vitória de Dilma já no primeiro turno. O respeitado professor e especialista em relações internacionais, Moniz Bandeira, testemunha direta e viva de diversas manobras da direita, como o Golpe de 1964, em carta aberta ao presidente do PSB, Roberto Amaral, relata ter inclusive enviado um alerta a Eduardo Campos, que deveria se prevenir. Sua experiência lhe dizia que uma ação desse tipo já era esperada e que Marina Silva não aceitaria ser apenas vice de Eduardo.

Conforme denunciado pelo professor Theotonio dos Santos, Marina Silva, que substituiu Campos como candidata do PSB, objetivamente cumpre o papel de instrumento do imperialismo, articulada, junto a Fernando Henrique Cardoso, no Diálogo Interamericano, instituição fundada em 1982 e que, segundo texto em seu site, reúne "100 ilustres de todo o continente americano, incluindo políticos, empresários, acadêmicos, jornalistas e outros líderes não-governamentais." Essa organização existe para atacar as democracias latino-americanas e foi uma das articuladoras dos recentes Golpes de Estado em Honduras e no Paraguai.

Devido ao rechaço popular às ditaduras que os Estados Unidos instauraram e mantiveram em toda a América Latina, na segunda metade do século 20, as classes dominantes não encontram apoio suficiente, nem na sociedade, nem nas Forças Armadas, para um novo Golpe Militar. Por isso, o imperialismo busca realizar um Golpe Eleitoral através de três frentes: guerra econômica, guerra midiática e intervenções a partir de suas infiltrações na Policial Federal e em setores do judiciário.

Guerra Econômica

No final do ano passado, a presidenta Dilma, em sua mensagem de encerramento de ano disse:

"Se alguns setores, seja porque motivo for, instilarem desconfiança, especialmente desconfiança injustificada, isso é muito ruim. A guerra psicológica pode inibir investimentos e retardar iniciativas."

A guerra psicológica é apenas uma parte de um movimento maior de guerra econômica que deve ser denunciada. Os economistas Passos, Cardoso e Brandes do DIEESE em um texto intitulado "A queda dos investimentos privados na economia brasileira nesse início de 2014" demonstram que uma taxa negativa de investimento de 2,1% no primeiro trimestre de 2014 significa que os grandes capitalistas, principalmente os de São Paulo, abstiveram-se de reinvestir o capital acumulado no ciclo anterior.

Sem qualquer compromisso com o país, eles transferiram seus investimentos para os títulos da dívida pública dos Estados Unidos na esperança de que um baixo crescimento do PIB rendesse manchetes ruins ao governo e o forçasse a tomar medidas antipopulares em pleno ano eleitoral.

Não podemos nos esquecer também do efeito da falta d'água em São Paulo, estado governado pelo PSDB de Aécio e Alckmin, que praticamente desacelerou a construção de novos empreendimentos nos últimos meses.

Outra faceta da aplicação desta Guerra Econômica nestas eleições é a manipulação do mercado através das bolsas de valores, ao sabor da conjuntura eleitoral. As repentinas e acentuadas quedas e recuperações, às vezes em um mesmo dia, de ações de grandes empresas, inclusive estatais, buscam criar fatos políticos que favorecem o candidato do imperialismo, além de operarem uma transferência de recursos das mãos dos pequenos e médios investidores para os grandes especuladores.

Um dos responsáveis por esses crimes é o megaespeculador George Soros, patrão de Armínio Fraga, indicado por Aécio Neves para assumir o Ministério da Fazenda. George Soros é conhecido por financiar ações de desestabilização em todo o mundo. Recentemente admitiu, sem o menor pudor, sua responsabilidade nos eventos que explodiram na Guerra Civil da Ucrânia, que já vitimou milhares de pessoas, principalmente civis. Soros afirmou em entrevista recente: "Criei uma fundação na Ucrânia antes de que se independizasse da Rússia. E a fundação tem operado desde então e jogou um papel importante nos acontecimentos atuais".

Os interesses dos Estados Unidos estão tão bem representados em Armínio Fraga, indicado por Aécio, que o ex-secretário do Tesouro americano Timothy Geithner chegou a indicar seu nome ao presidente Barack Obama para dirigir o FED (Banco Central dos Estados Unidos).

Recentemente, Armínio Fraga criticou a política de aumento de salário mínimo, que saltou de 86,21 dólares, em 2002, quando Lula assumiu seu primeiro mandato, para 305 dólares em 2014 (valores convertidos do real). Para ele, os salários devem ser arrochados e o orçamento público e os gastos sociais, reduzidos.

Todos se lembram do que representou o governo de FHC, no qual Armínio Fraga era presidente do Banco Central, para os níveis de salários, emprego e de escolaridade de nosso povo.

Guerra Midiática

A grande imprensa burguesa, mais destacadamente seu maior representante, as Organizações Globo, repetem sua atuação das vésperas do Golpe de 1964. Martelam o dia inteiro manchetes sobre corrupção e inflação, seguindo exatamente o mesmo script utilizado para derrubar o Presidente João Goulart. Dilma é atacada como Jango foi pelas mesmas 9 famílias que detêm os monopólios de comunicação em nosso país.

Essa imprensa reacionária demonstrou seu poder ao intervir diretamente, com coberturas descaradas, sobre os eventos de junho do ano passado, convertendo os protestos contra o aumento do preço das passagens em uma nova "Marcha com Deus pela Família e Propriedade", organizada pelas senhoras ricas contra o governo de Jango em 64. Com a constante cobertura e exposição, eles criaram agora o fenômeno dos Black Block, tentando criar um clima de desestabilização, além de introduzirem bandeiras conservadoras entre as pessoas que estavam nas ruas.

Contudo, esses meios privados foram desmoralizados após o fracasso de sua campanha contra a realização da Copa do Mundo no Brasil, na qual previam um clima de caos total. A organização e a realização da Copa superou outras edições realizadas na Europa. De maneira cínica, esses meios passaram a tentar associar o governo com a derrota no gramado contra a Alemanha.

A ilustrativa pesquisa realizada pelo Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública, formado por pesquisadores da UERJ, divulgada no site Manchetômetro, demonstra claramente o bombardeio contra Dilma, por conta da desproporcionalidade em matérias negativas.

Essas ações midiáticas, de eficiência limitada entre a classe trabalhadora, busca deixar a classe média histérica e acaba promovendo uma onda de ódio racial e social. Fernando Henrique Cardoso, líder maior do PSDB, claramente atiça esse clima ao dizer que os eleitores de Dilma são ignorantes por ela ter vencido no Nordeste.

As infiltrações no Judiciário e na Polícia Federal

A terceira grande articulação da tentativa de Golpe Eleitoral em curso envolve setores do Poder Judiciário que, ao aplicarem uma política de "dois pesos e duas medidas", buscam mudar a correlação de forças entre o PT e o PSDB em nosso país.

O maior escândalo da história recente desse país, não apenas de corrupção, mas de entreguismo, de traição nacional, foram as privatizações das grandes empresas brasileiras como a Vale do Rio Doce e a Telebras, episódio conhecido como Privataria Tucana.

Durante o governo Fernando Henrique, todos que exerceram a presidência do Banco Central foram envolvidos em escândalos, alguns foram condenados, mas ninguém foi preso. Gustavo Franco foi responsável pelo PROER, que destinou bilhões para bancos quebrados. Seu sucessor Francisco Lopes ficou famoso por suas íntimas relações com Cacciolla do Banco Makra, que levaram os cofres públicos a um prejuízo bilionário durante a mega desvalorização do real após a reeleição de FHC. Nomeado em seguida, Armínio Fraga elevou a taxa de juros do país para 45%, transferindo imediatamente bilhões para os banqueiros.

Enquanto os principais quadros do PT paulista foram presos e tiveram seus direitos políticos cassados, não podendo concorrer às eleições, o Mensalão do PSDB, o original, criado em Minas Gerais, durante o governo de Eduardo Azeredo não foi sequer julgado. Esta foi a origem do valerioduto tucano, esquema de financiamento irregular de campanhas, criado por Marcos Valério, ligado aos tucanos.

A anulação, por parte de Gilmar Mendes, juiz carnalmente vinculado ao PSDB, da decisão unânime do TSE, por 7 a 0, de conceder direito de resposta ao PT na Revista Veja é apenas uma demonstração a mais do compromisso de setores do judiciário com o retorno das velhas oligarquias ao poder.

Com relação às recentes manchetes contra a Petrobras, pautadas a partir de seleções do depoimento de dois bandidos que chegaram à empresa pelas mãos do PSDB, o Conselheiro Nacional do Ministério Público, professor Luiz Moreira, realizou uma grave denúncia contra a "tentativa de interferência na disputa eleitoral (…) Há uma engenharia responsável pelo vazamento que seleciona criteriosamente que partes devem ser divulgadas e o momento adequado para que o vazamento chame mais atenção e cause mais impacto nos eleitores (…) Cria-se a sensação de que estamos num vale-tudo e que o sistema de justiça além de imiscuir-se na disputa eleitoral também não tem compromisso com a ordem jurídica."

Sem meias palavras, trata-se de uma tentativa de Golpe Eleitoral que se utiliza de uma cobertura de pseudolegalidade similar à utilizada no Golpe que removeu Fernando Lugo da presidência do Paraguai.

As intervenções do imperialismo têm como objetivo impedir o surgimento de um mundo multipolar

Mas, a mais contundente prova das ações de desestabilização que estão em curso, que não pode deixar nem os mais incautos tranquilos é a própria ação do imperialismo pelo mundo. Estamos indo às urnas em meio a diversas guerras que sangram todos os cantos do planeta.

Quem conhece história e acompanha a intensificação dos conflitos em todo o mundo, não pode deixar de relacionar essas eleições com a conjuntura internacional.

A Crise do Capital e seus desdobramentos, após sua contundente manifestação em outubro de 2008, voltou a colocar em xeque o mundo unipolar que surgiu após a Guerra Fria. A perda de influência dos Estados Unidos se acentuou em todo o mundo e propiciou o surgimento de diversos blocos contra-hegemônicos, como a CELAC e os BRICS, que apontam para uma nova geopolítica e para um mundo multipolar.

Quando Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, os BRICS, reuniram-se em Fortaleza com os 33 países latino-americanos e caribenhos que formam a CELAC, logo após a Copa do Mundo, e adotaram medidas concretas contra a hegemonia norte-americana, como a criação de um banco internacional, os Estados Unidos decidiram intensificar suas ações para minar essa aliança.

A lista de ações desse tipo do Imperialismo é gigantesca. Somente nos últimos anos, durante o governo Obama, podemos destacar, longe de citar todos os casos:

Afeganistão: ocupação militar e desestabilização; América Latina: Criação da Aliança para o Pacífico para confrontar o Mercosul; Argentina: ação dos fundos abutres e pressão do Clarin; Bahrein: repressão contra os xiitas; Bielorrússia: manifestações contra Lukashenko; Bolívia: Bloqueio do avião de Evo Morales; Brasil: ações fascistas durante junho de 2013; China: estímulo ao separatismo; Coreia do Norte: constantes provocações e ameaças militares; Costa do Marfim: golpe de Estado contra o presidente Laurent Gbagbo; Cuba: bloqueio, desestabilização e criação da rede social Zunzuneo; Egito: "Primavera Árabe", condução ao poder e depois derrubada da Irmandade Muçulmana; Equador: tentativa de golpe contra Correa; El Salvador: introdução de armas ilegais que caem nas mãos dos grupos de extermínio causadores da violência no país; Rússia: grupos terroristas do Cáucaso; Haiti: indicação do presidente Martelly anos após golpe de Estado; Honduras: Golpe de Estado contra Zelaya; Hong Kong: Occupy central para atingir a China; Iêmen: constantes ataques de drones; Irã: desestabilização, assassinato de cientistas e bloqueio; Iraque: ocupação militar e criação do Estado Islâmico; Líbia: bombardeios, financiamento de mercenário e assassinato de Gadaffi; Mali: guerra civil após desestabilização da Líbia; Palestina: financiamento e armamento do estado racista de Israel; Paquistão: desestabilização e constantes ataques de drones; Paraguai: Golpe de estado contra o presidente Lugo; Quirguistão: Insuflação de conflitos étnicos e divisão do país para manter a Base Aérea de Manas; Síria: criação do Estado Islâmico e guerra civil no país; Somália: desestabilização através de radicais mercenários; Sudão: separatismo e criação do Sudão do Sul para repartir petróleo; Tunísia: "Primavera Árabe"; Ucrânia: Golpe e chegada ao poder de grupos nazistas; Uganda e Quênia: caso "Kony" e militarização da região; Tailândia: Golpe de Estado; União Europeia: desestabilização do euro; Venezuela: tentativa de golpes com o não reconhecimento das eleições e sabatogens econômicas.

Resistir à direita, é, nesta conjuntura eleitoral, ser revolucionário

Neste momento um retrocesso tático (processo eleitoral brasileiro) pode significar um retrocesso estratégico em todo o continente latino-americano, ao aumentar a pressão do imperialismo que busca destruir os processos de mudanças e as conquistas obtidas pelos povos das regiões. O sonho do imperialismo é utilizar nosso país como plataforma de agressão contra os nossos vizinhos.

Não existe porque hesitar em defender a candidatura de Dilma Roussef à reeleição como presidenta do Brasil. Isolar os setores mais reacionário das oligarquias, impedindo-os de chegarem ao governo é a batalha dos próximos dias.

Além da postura altiva em defesa da soberania nacional frente às agressões imperialistas, o governo Dilma manteve no plano interno, mesmo com limitações visíveis, a defesa do emprego, a valorização do salário mínimo e a elevação dos investimentos em educação (o acesso ao ensino superior dobrou em 12 anos) e saúde (Mais Médicos), entre outras medidas. Sabe-se que, por mais importantes que sejam, essas medidas não resolveram problemas estruturais, mas contra isso se insuflam as oligarquias reacionárias, como em 1964. Ontem, como hoje, não aceitam nenhuma reforma que altere sua lógica de acumulação.

Chamar o voto nulo dizendo não haver diferenças entre os projetos em disputa, é, ao mesmo tempo, uma leitura reducionista e antidialética da nossa realidade e a perda do bom senso contrariando a visão de todos os dirigentes dos países latino-americanos que passaram por processos revolucionários, e que torcem pela reeleição de Dilma. É uma demonstração da falta de acuidade de análise geopolítica daqueles que nunca entenderam porque sofremos a derrota do Golpe de 1964.

Como disse Simón Bolívar, Libertador da América Latina, "Os Estados Unidos parecem destinados pela providência a infestar a América com misérias em nome da Liberdade". Caberá ao povo brasileiro, junto às suas lideranças consequentes, frustrar os planos daqueles que querem destruir o Brasil, pátria mãe de nossos filhos e filhas.

Reeleger Dilma é defender o Brasil e a América Latina da intervenção direta do imperialismo norte-americano!

Aluisio Pampolha Bevilaqua, editor chefe do Jornal Inverta

Ana Alice Pereira, diretora do CEPPES

Andre Laino, Professor da UENF

Antonio Cícero Cassiano Sousa, diretor do CEPPES

Edison Munhoz, CUT-RJ / SINDIPETRO-RJ

Gaudêncio Frigotto, professor da UERJ

Georgina de Queiroz dos Santos, professora da UNISUAM

Gilberto Palmares, deputado estadual PT/RJ

Hildemar Luiz Rech, professor da FACED-UFC

Joaquin Piñero, Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra

José Augusto di Jorge Vasconcellos, CEPPES

Leila Leite Hernandez, professora da FFLCH-USP

Lincoln de Abreu Penna, presidente do MODECON e professor da UFRJ

Luiz Gonzaga da Silva, Gegê, Central de Movimentos Populares do Brasil

Marilia Carvalho Guimarães, Rede Internacional de Intelectuais, Artistas, Movimentos Sociais em Defesa da Humanidade

Marly de Almeida Gomes Vianna, UNIVERSO, RJ

Nadine Borges, Comissão da Verdade do Rio

Nicolino Trompieri Filho, professor da UFC

Paulo Ramos, deputado estadual pelo PSOL/RJ

Reimont Otoni, vereador pelo PT/RJ

Sandra Regina Pinto Santos, diretora geral do ISERJ

Sérgio Sant’Anna, professor da UCM

Takao Amano, advogado trabalhista e militante político

Theotonio dos Santos, professor da UERJ, presidente do CEPPES e da REGGEN

Vivaldo Barbosa, fundador do PDT e ex-deputado

Zacarias Gama, professor da UERJ

Adesões (última atualização 16/10 - 23h59) :

Adailson Silva de Oliveira, Empresário

Adailton Morais Arcanjo, Mauricio de Nassau

Adão Pereira Barbosa, ESCOLA DA CIDADANIA

Adelmo Cavalcanti Lapa Neto

Ademar Avosani, Empresário

Ademar de Oliveira Filho, AMARASP-Associação de Moradores e Amigos da Rua A, Soares Pinto, Petrópolis - RJ

Adriana Maria Do Nascimento

Adriane da Silva Lima, wwf brasil

Adriano Ferreira, MOVIMENTO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO CAMPO MTC

Adriano Santos Lopes

Agnaldo Costa de Almeida Junior, UNE

Aguinaldo Lopes Vieira

Ailton Santos Aquino

Alan Riedel, Estudante

Alaô Alves de Sá e Silva

Alba Maria da Costa Maia

Alceu Conceição Ferreira, Particular

Alcidesalmeidasouza, relojoeiro

Alciene Ferreira, Aposentada

Alcíone Jordão Knack, Muralha

Aldri Siqueira, educação popular

Alessandro Augusto de Barros Façanha, UFPI

Alexander Gutvilen, ESCOLA ESTADUAL DESEMBARGADOR HORÁCIO ANDRADE

Alexandre Branco, Prof. rede estadual RJ

Alexandre Gonçalves de Araújo, Inverta

Alex da Silva Damaceno, Igreja Católica

Alfredo dos Santos, Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST)

Alice Maria Tereza Foreis Freitas, Servidor público e professora

Alisson Felipe Catafesta, estudante

Aloisio Ilha Lopes

Aloísio Morais Martins, Sindicato dos Jornalistas de MG

Altair Alves da Costa

Aluízio Matias dos Santos, Ponto de Cultura Tecido Cultural

Álvaro Alves de Almeida, trabalhador

Alvaro Vinicius

Amauri Sousa, comerciante

Ana Araujo Petri Henrique, ribeirão preto

Ana Céris dos Santos, PT RS

Ana Cristina Rodrigues da Silva, Servidor Publico - SP

Ana Dalva Souza Santana

Ana Flávia Santos da Conceiçao

Ana Isabele Alves de Lima

Anália Feijó Köhler, jornalista

Ana Lúcia Lustosa de Querioz

Ana Luisa Lima, MEI

Ana Maria Garcia de Oliveira,

Ana Maria Medeiros, Instituto Sarambeque de Desenvolvimento Social e Cultural

Ana Maria Nammur, professora gov.estadual de são paulo

Ana Maria Ximenes Pontes, GDF

Ana Maria Zodi

Anamelia Lima Rocha Fernandes

Anamelia Lima Rocha Fernandes, Câmara dos Deputados

Ananais Pereira Dos Santos, União de Moços cristãos

Ana Paula Lima Azevedo

Ana Raquel de Holanda Barros

Anderson Pinheiro, PARAGUAÇU PAULISTA

André Ceppas Pires Pinto de Carvalho

Andreia Queiroga Barreto, Nenhuma

André Luís de Andrade Perini

André Luis Felipe, Ordem dos Músicos do Brasil

André Luís Silva Effgen, Mestrando em Arqueologia - Museu Nacional/UFRJ

Andresa Zonta

André Tomio Lopes Amano, Núcleo de Estudos d'O Capital - PT/SP

Angela Maria

Angela Maria Dos Santos Raeli, SEEDUC

Anna Karla Santos Costa

Anne Shérida Diógenes Guedes Barbosa Castelo Branco, CEPPES - CE

Anselmo de Souza Neiva, povo

Antonia Cirlene de Sousa, Pastoral da Mulher Marginalizada/CNBB

Antonio Afonso Miotto, Nenhuma

Antonio Bezerra Filho, educafro e outros

Antonio Carlos Raposo

Antonio Celso Ferreira, Unesp

Antônio Clévisson Viana Lima, Academia Brasileira de Literatura de Cordel

Antônio de Pádua Amaral, autônomo, artista plástico

Antonio Ferreira da Costa, assembleia popular

Antonio Ferreira de Sousa, SINDSPMAL

Antonio Garcia Leal, Cidadão

Antonio Guilhermon da Silva Oliveira

Antonio Higino de Araujo

Antônio José de Barros, Centro RJ

Antonio José Soares de França

Antonio José T. da Silva

Antonio Luiz R. Alalves

Antonio Manoel de Oliveira, Associação Rio-grandense de Imprensa

Antonio Mansur Elias Neto, PT

Antonio Patativa de Sales, UFPB

Antonio Raimundo Pereira, Padre - Rogacionista

Antonio Reinaldo Navarro

Antônio Sócrates Fernandes Terra, Comerciante

Antonio V Reinaldo Filho, EMPRESÁRIO

Aparecida da Graça Prado

Aparecido Fernandes Galbes

Arieli de Azambuja Duarte

Ary de Freitas Junior, Aposentado, Servidor Público Federal

Átila Moreno da Silva Moreira, jornalista

Aurineide Boirges Marinho, Educação

Aurineide Borges Marinho, Educação

Aurizelda Furtunata Maciel Maciel

Beatriz Alves daos Santos Silva, ADVOGADA

Beatrizamorim

Beatriz Consuelo Stark, CORSAN/RS

Beatriz Fernandes Carvalho Ritter, PT

Berenice Garcia Moreira

Bernardino Jesus de Brito, Eletricitários de SP

Bianca Jardim Melo

Bianka de Jesus, Redatora Jornal INVERTA

Bruno Cezar de Santana

Bruno da Silva França

Bruno Meira Gomes

Bruno Vinicius Barbosa, PSOL

Caio Ezequiel Santos Cunha

Camila Queiroz Milani, PCML

Caren Alice Coelho da Silva, pt

Carla Bianca Costa de Oliveira, Puc Minas

Carla Dinahel Costa, mnlm

Carla Martins Machado

Carla Regina Rosa Benemond, autonoma

Carla Roberta Oliveira

Carleuza Andrade da Silva, Vinculus

Carlo Casaretti

Carlos Alberto Barbosa

Carlos Alberto da Silva Leão, IRMANDADE DOS DEVOTOS DO GLORIOSO SÃO SEBASTIÃO

Carlos Alberto Lemes de Andrade, Jornalista

Carlos Andre Gomes Martins, Folhetim Journal

Carlos Antonio Paganini Tavares

Carlos A. P. Sardinha, OAB

Carlos Augusto Bastos da Silva, Faculdade Zumbi dos Palmares

Carlos Diego Menezes de Andrade, CEPPES - CE

Carlos Gustavo Santos Almeida

Carlos Henrique Baptista, CORPO DE BOMBEIROS

Carlos Jose Cordeiro, COMERCIANTE

Carlos Lungarzo

Carlos Ramos Bezerra Torres., PT Curitiba

Carlos Roberto Bittencourt, Senge PR

Carlos Silva, Câmara Municipal

Carlos Vieira, Partido dos trabalhadores

Carme Lucia Borges, dona de casa

Caroline Ferreira Soares

Casemiro Eugenio Munhoz, CONSELHO AMBIENTAL de MARICÁ.

Cassia Cristina Costa de Oliveira, Autônoma

Cassiana Do Carmo Lopes, Contabem Assessoria

Cátia Silva Batista

Cayo Eduardo Alves Santos

Cecilia Marcos Caseiro

Cecy Helenize Prestrello Bezerra, GDA

Celina Romeiro Eamos Mello, aposentada

Celso da Rocha Teixeira

Cézar Augusto Crispim, PC do B de Ponta Grossa, PR

Christina Iuppen, professora

Chrystiano Barcellos, PT

Cicero Mateus de Andrade

Cíntia Jordao Honorato

Cintia Souza Lopes de Oliveira, Estudante de medicina

Ciro Moroni Barroso, governo-washington.blogspot.com

Clara Ap. Tibiriçá

Clarice Zientarski, UFC- Universidade Federal do Ceará

Claudete Teixeira Duarte, APOSENTADA INPE

Claudia de Lourdes Silva, OAB/SP

Claudia Rezende dos Santos, SINDSERV Caçapava -SP

Claudia Santiago Alves Carvalhais

Claudimar Gomes dos Santos, ECLA

Claudio Alves

Cláudio Antonio de Almeida, Oab / DF

Cláudio José Paim de Santana, Artista plástico

Claudio Marques Prazeres Junior, J5J, UFRJ

Cleber Augusto de Melo Martins, Professor da UNIFEOB e da rede pública do Estado de São Paulo

Clecio Rodrigues Moura, núcleo juventude

Cleide Maria Resende, CEF

Cleusa Maria Viter Moreira, Aposentada

Cleusa Pozzetti Siba, relações públicas

Clivio Porciuncula de Aragao

Clodair Eduão Farias, EBDA - Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S/A

Constantino Magno Pimentel de Oliveira, Arquiteto

Cremilda Teixeira Moreira

Crispim Lemos Wanderley, Movimentos Sociais.

Cristfan Candido

Cristiano M. de Melo

Cristina Dias Diaz, Universidade Federal do Rio Grande

Custodia Martins da Silva Axiotelis

Cynara Maria e Silva de Magalhães

Daniela Savi Geremia, Professora UFFS

Daniel Fernando Borges de Rezende, IF Goiano

Daniel Roedel

Daniel Spirin Reynaldo

Darci Pires da Rocha, Sindicato dos trabalhadores da alimentação de Pelotas rs

Darcy de Oliveira Graciani

Dario Alberto Requena, autonomo

Deborah Pavani

Deborah Silva de Queiroz, FAETEC/UNIRIO

Dejandira Sutil Matos

Denilton Gomes Brandao

Denise Silva Arantes

Deodato Ramalho, Câmara Municipal de Fortaleza

Deyna Hulda Arêas Guanaes, Universidade Estadual de Santa Cruz

Diacuy Rodrigues Valentim, Estudante

Diana Carvalho

Diego Camargo Borba, PT

Diego Fernandes Gondim, Pontifícia Católica de Minas Gerais

Dirceu de Mello Horta Filho, nenhuma

Domingos J. Santos, PT/BARRA MANSA/RJ.

Donizete Pereira Dos Reis, civil

Doraci Vanz, PT Gaspar

Douglas Ramón Viana Rivas

Douglas Simões

Drausio Fortes Henrique Faria, Analista de Sistemas

Durval Jose Pereira Figueiredo

Durval Roger Teixeira

Édila da Cruz Saraiva, SENAI

Edileuza Maria Pantaleao, militante pt

Edileuza Miranda Santos, popular

Edimar Ahnert da Silva

Edite Borges, Casa da Diversidade Palhoça SC

Edleuza Monteiro de Santana

Edna Guimaraes Correa, facebook

Ednalva Alves Lima, Universidade Estadual do Maranhão

Edney Fabio Oliveira Chaves

Edson Alencar e Sousa

Edson Brito, APOESP

Eduarda Cardoso Reis, PMOlinda

Eduardo de Paula Barreto, cidadão

Eduardo Ferreira

Eduardo Henrique Santos Leão

Eduardo Jose Barbosa, Assoc. Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionario

Elaine Cristina Dos Santos, IFSP

Elen Correia Silva, PT NOVA LIMA

Elenice Simões de A. Assis

Eliana Azevedo, PT

Eliana Mônaco, prof de dança na Casa do Lago -Unicamp

Eliane Dias Gonçalves

Eliete Ribeiro, CECR- Escola Parque

Elisabete Cristina Cavalcante de Souza, PT DF

Elisângela Silva Porto Sales

Eliseu da Silva Serafim, app sindicato PR

Elizabeth Bertolino Pereira, CIDADÃ BRASILEIRA

Elizabeth Bueno da Silva, SINDIMVET

Eloisa Helena Vieira Maranhão

Eloiza Santos de Limapp, professora sedf

Elson Almeida Stecher, COREN-SP

Elves de Sena Ferreira

Elvia Lane Araújo Do Nascimento

Elvys Soares Sousa, Estudante

Elza Maria Marinho Lustosa da Costa Costa, UFF

Emilia Maria Mendonça de Morais, Universidade Federal da Paraíba - Professora Aposentada

Enaura Campos Freitas, UFMS

Eraldo Alves de Castro, sivil comum

Erecina Figueiredo, ufrgs

Érida Braga

Érito Roberto da Silva Souza, Funcionário Público

Eronides Cãmara de Araújo, UFCG

Esteban I Franich

Ester Maria Figuiredo, UESB

Ester Neves Ladislau, Escritora

Eudes Leal, PT

Eugen Neth de Goss, MAPA

Eurico Degressi Accordi, Órgão Público

Eustáquio Mário Ribeiro Braga, Funcionário Público Estadual em Minas Gerais

Evandro Messias da Silva, Sindicato dos Papeleiros de Sorocaba

Fabiana da Cruz da Silva

Fábio André Gonçalves Das Chagas, Instituto Paulline Reichstul

Fabio Dhein, MST-SC

Fabio Ecedir Monteiro, OAB - SP

Fabio Goncalves de Sousa, PREFEITURA MUNICIPAL DE TREMEDAL

Fabio Henrique Araujo Silva

Fabricio Dias da Cruz

Fagner Carvalho

Fatima Coelho Santanna

Fausto de Paula Eduardo, Cidadão

Felipe, Estudante

Felix Carriello, UFF - Universidade Federal Fluminense

Fernanda Dias Gonçalves

Fernanda Maria Tardin Waichert Pinheiro, Casa America Latina Liberdade e Solidariedade -ES

Fernanda Valeria de Jesus Branco, Sindicato dos Professores Municipal de Itabuna - Simpi

Fernanda Valeska Devoliveira

Fernanda Vidal, 666117-DF

Fernanda Zanini, sef-mg

Fernando Antonio Cabral de Oliveira, PREFEITURA MUNICIPAL DO BOM JARDIM-PE

Fernando de Castro Araujo Neto

Fernando José Duarte Do Nascimento, empregado da Caixa Econômica Federal

Fernando Loureiro Pinto da Silva Filho

Fernando Prado

Filipe Degani Carneiro, UERJ

Flaubert Sousa de Menezes, autonomo

Flaubert Sousa de Menezes, Autônomo

Flávia Moura Caldas

Francisca de Freitas dos Santos, UFRJ

Francisca Monica Araújo, Educacao

Francisca Nilza Fonseca, Educação/RN

Francisca R. Dantas Vieira, Povo brasileiro

Francisco Assis de Figueiredo, Petrobras

Francisco Cardoso Silva Junior, PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA

Francisco Carlos Pardini, Prefeitura Municipal

Francisco Caula, MOVIMENTO IDEIAS URBANOS

Francisco das Chagas Cassiano Sousa, OAB-RJ

Francisco de Assis Coura, PDT

Francisco Helio, MOVIMENTO IDEIAS URBANOS

Francisco José Evandro de Melo, ANTEFFA E SINTRACER

Francisco Pereira, CORA-LIVRE

Gabriela de Lima Sousa, UJS

Gabriela Del Varge

Gabriel Grubel Bandeira

Gabriel Vieira Cardoso, UFF

Gelson Martins de Almeida, Movimento Nacional de Lurta pela Moradia

Genesio R. de Castro, autônomo

Geralda Maria Rezende, SINDSEP-MG

Geraldo C Jr, spjmg

Geraldo Jorge Sardinha, Fórum de ex-Presos Politicos SP

Geraldo Vargas, Associação Comunitária Cultural de Comunicação de Andradas

Geraldo Vargas, Funcionário público aposentado

Gerson Luis Jardim Yamin, CPERS-RS

Géssica Karoline de Andrade, Unicentro

Getulio Breda, metalúrgicos

Getulio Vernuto, Governo do Estado de MG e prefeitura de BH

Gilcimária Felix Alves, PT MINAS

Gilma de Souza Pereira

Gilson Breno, Associação de Moradores de Neves- São Gonçalo-RJ

Gilson Gaigher Junior, CRISTÃO CATÓLICO

Gilson Lima

Gilvan de Jesus Santos, AMASA

Gilvan Salmeiro dos Santos

Gino S. D. Xavier

Gioconda de Melo Osorio, professora

Giovana Azevedo Moreira

Giovanna Avino

Giselle Coutinho Dantas

Gisleidy R Violin Michelini

Glaci Loureiro

Glauber Costa Fernandes

Glaucia Mitoso

Glenda Cristina da Costa, ARQUITETA E URBANISTA

Glória Gandra Pereira, Artesã

Graça Janice Dias, CNTE

Guanaíra Tupinambás

Gustavo Arja Castañon, UFJF

Gustavo Henrique Carboni

Gustavo Santos da Silva, Comitê de Luta Pelo Socialismo-UFF

Hamilton Pereira da Silva, comerciante

Hebe Fernandes

Hegel Vicente Mendonça, Estudante Universitário, Licenciatura em História

Heitor Hugo da Silveira -, Dnocs

Helena Pinto de Assuncao, eleitora

Heliane Ferreira

Helio Jorge de Brito, PCdoB

Heloise Montenegro, UBM

Hercilio Gama

Herlon Bezerra, IF Sertão PE - Campus Petrolina

Herminia Lobo Whitaker

Hilda da Silveira Domingues, Professora

Hildebrando Penteado, CCGJN

Hildemar Luiz Rech, FACED-UFC

Hildeniza Catarina da Costa Vianna

Hilmar Fumagalli, ADVOCACIA

Humberto Do Vale Neto, CONTADOR

Humberto Guanais, Instituo de Geopolítica Zé Olívio

Iara Cavalcante Melo

Iara Reis de Oliveira da Silva, Equipe pastoral.

Ibrayn Trinidad Swailem, DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DE CAÇAPAVA DO SUL - RS

Idamil Carvalho de Assis, PDT/MT

Ieda Ferreira de Donato, sociedade civil mobilizadíssima!

Ieda Mariza Das Neves Dos Santos

Igor Araujo Barcellos, Levante Popular da Juventude - UFF/RJ

Igor Bertoldo Leça

Ingo Saalfeld Kieras, Flüchtlingsarbeitskreis Walle - Bremem/Alemanha

Irene Aparecida Gomes, sintego

Irlane Almeida da Silva

Isabel Leite

Isaltino Cordeiro de Oliveira, Sociedade civil

Islany Regina da Silva, SERVIDORA PÚBLICA PR

Ismael Pordeus Jr, Universidade Federal do Ceará

Itagyba Martins Miranda Chaves, UFJF

Itamar Oliveira Dos Santos, primeria igreja batista de santo Estêvão

Iucinara Braga de Queiroz, AJM

Ivaneide Damasceno Do Nascimento Gomes, UESC

Ivânia Trento, autonoma

Ivanice da Silva Pacheco

Ivani Guidini

Ivanilobo Crizostomo, funcionário público-aposentado

Ivone Adami Pinheiro, Educação

Ivonette Santiago de Almeida

Ivonilde Duarte daos Santos, Aposentada/RN/HISTORIADORA

Izabela

Izabel Marina Prado Lott

Izar Berenice Peres Fagundes, simpa

Jackson Jessé Nonato Pires, Casa do Movimento Popular da Grande BH

Jacomar Antunes Bráulio, SIND UTE - MG

Jacqueline Alves de Sousa, FENASPS

Jade Mendes Dos Santos

Jairo de Carvalho Castelo Branco, CEPPES - CE

Jamile Do Bonfim Miranda Jacob

Janaina Ferreira Dutra

Janaína Furquim, Micro empresária

Janderson Carneiro de Oliveira, UFBA

Jane Barabini, Ministério da saúde

Jane Karla da Silva Gonçalves, Professora de História MG

Janeslei Aparecida Albuquerque, APP-Sindicato

Janice Grave Pestana Barbosa, pt ribeirao preto

Janice Terezinha Andrade da Silva, OAB

Jaqueline Gonçalves Cabral, PT

Jauna Lopes Kleber, comunidade

Jeremias Soares da Cunha, militante petista

Jerônimo Miguel da Silva, Cooperativa Inverta

Jeruza Feitosa de Matos, Associação Servidores do Nutec

Jhary Artiolli de Freitas

Jhonatan Moreno Ferreira Grossi, ISERJ

João Alberto de Lima Nassif, aposentado

João Alexandre de Jesus Vaz

João Bosco Sá Cavalcante, AUTONOMO

João Carlos Oliveira da Silva, Artista Plástico

João Carlos Rosa

João Cleito Maurício da Silva

Joao Dias de Souza, aposentadojdias

João Eurico Carrion Britto, PT

João Felipe Meira Damico, Estudante

Joao Francisco Bauer, Aposentado

João Gabriel Rodrigues E Figueiredo, Prefeitura Municipal de Alfenas

João Leonel Machado Farias, SINTE - SC

João Warllex Souza Oliveira, juristas

Joelma Aparecida Almeida

Jorge Batista Dos Santos, PCdoB

Jorgelma Soares de Mendonça

Jorge Viana da Silva

Jorgiana Ricardo Pereira, UUNDC/UFC

José A Cordeiro., Aposentado

Jose Ailton de Amorim, CUT

José Alberto de Abreu Farias

José Alexandre de Lucca, Unicentro-PR

José Alexandre Gomes de Freitas Morais

José Antonio de Carvalho, Grupo Tortura Nunca Mais - Bahia

José Antonio Dias, Petista po convicção

José Aparecido dos Santos, Grupo Cidadania Assis e Região

Jose Carlos Augusto Ferreira, Empresário

José Carlos Coelho Brandão

Jose Carlos Contrera

José Carlos de Albuquerque, Associação de gays , lébicas, trangeneros e bissexuais de ipu - Ceará

Jose Carlos de Souza Santos, anonimo

Jose Carlos Paes Costa, PCdoB/Anistia Internacional

Jose Cícero de Oliveira Freitas, socialistas atuantes, da linha marxista.

José de Souza Lima, civil

José dos Santos de Abreu, APP/SISMMAC/PC do B

José Fernando Carneiro, seduc

José Francisco de Souza Neto, Engnheiros

José Gabriel Macedo Beltrão Filho, Advogado

José Gomes

José Henrique Duarte Neto, IFPE

Josely Brasil de Matos, nenhuma

Josenice Fonseca Almeida

Josenildo Pereira da Silva, comerciário

Josenilton Xavier do Amaral, FESPSP - FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA POLÍTICA DE SÃO PAULO-FESPSP

Jose Niton da Silva Lima, cidadão comum.

Jose Raimundo Moura

José Ricardo de Souza Ferreira, Artista

José Rocha de Santana, aposentado pela previ/INSS

José Safrany Filho, Comite Bolivariano de São Paulo

José Vianey Dos Saantos, UFPB

Jose Walter de Oliveira Melo

Jucelia de Aguiar Mendes, Autonoma

Judith Rolim Hainzenreder

Juliana Caselato de Souza

Juliana Vignado Nascimento, USP

Juliane Cruz de Moraes

Julio Barbosa da Silva, Associação dos Servidores da Defensoria Pública

Julio Cesar de Freixo Lobo, Comitê de Luta contra o Neoliberalismo

Jussara Soares Caloba, petrobras

Juzerlei Muniz da Silva Filho, iniciativa privada

Kaio Tozato de Oliveira

Karine Leite de Aguiar, PCML

Karla Cristina Damasceno de Oliveira, estudante

Katia Almeida Vergilio da Silva

Kelly da Silva, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Kétina Timboni

Khaliu Gil Turt

Kleber Cordeiro, Trabalhadores

Laercio Souto Maior, Arquivo Manoel Jacinto Correia

Laís de Oliveira da Costa, Partido dos Trabalhadores

Lane Cássia Santos Oliveira

Laudicea de Souza

Lea Maria Aarão Reis, site de esquerda

Leda Maria Farias

Leila Maria Camargo, Douranda em Educação-Curriculo

Leina Maria Dos Santos

Leina Maria Glaeser, OAB

Leneide Duarte-Plon

Lenira Maria Santana, ‎Conselho Tutelar

Leny A.Andrade, PT -RO

Leonardo Gomes de Souza

Leonardo Nogueira Val, ISERJ

Leonardo Velardi Malheiro

Leonice Gonzaga, SOCIEDADE NORMAL

Leonilda da Fonseca Freitas, Do lar.

Letícia de Paula e Silva, PT

Leucio da Mota Barbosa, Aposentado

Levi de Freitas Vieira, Seeduc

Liborio Firmo de Castro

Liliana Moreira Gomrs, evagelica

Lilian Florentino Vaz

Lisângela Bueno Samistraro, eleitor - professor

Lívia Maria Marques Sampaio, UFBA

Lourdes Simões, Grupo de mulheres

Lúcia Adélia Fernandes, CEFURIA

Lucia Beatriz Alves Dos Santos, Educação

Luciana Dantas Andrade, PT - Caxambu

Luciana Mila Esteves de Melo

Lucilene Ferreira da Silva, OCA - Associação da Aldeia de Carapicuíba

Lucimar Gomes, PT

Lúcio Souza Asfora, Incra

Lucy Bento Ribeiro

Lucy Leão, professores

Ludimila Palucci, Unicamp

Luís Alberto Salerno, Professor de história

Luis Antonio Do Nascimento

Luís Augusto Lopes, IFBA - Instituto Federal da Bahia

Luis Carlos Marques de Lima

Luis Carlos Patrício Ribeiro, Poder Judiciário do ES

Luis Cláudio Chadas de Assumpção, Músico

Luis C.P Sousa, ASSAPA

Luis Henrique Goulart

Luis Krasnikovicius, USP

Luiza Maria Ferreira Lopes Athayde

Luiz Antônio Soares Rocha Júnior

Luiz Augusto Gerardin Poirot Leobons, Nadador Master Mestre em História Professor e Técnico em Informática

Luiz Carlos Dias Lima

Luiz Carlos Mallmann Kieling, Aposentado BB

Luiz Carlos Pinto Bueno

Luiz Demetrius da Fonseca, Casa Espirita

Luiz Felipe Marques, Economista PUC-SP

Luiz Fernando daos Santos Krucher

Luiz Gonzaga da Silva Gegê, Central de Movimentos Populares do Brasil

Luiz Mario Macaco Santos, COMITE DE ANISTIA, DEMITIDOS E PERSEGUIDOS POLITICOS DOS CORREIOS DO RJ

Luiz Nogueira Costa, Servidor Público - MAPA

Luiz Otavio Rebouças Bastiani, sinte

Luiz Otavio Rebouças Bastiani, SINTE

Luiz Ronaldo Huber, médico do GHC

Luiz Valdi de Araujo, pt

Ma. Carmem de Farias, Aposentada

Maíra Lacerda Santafé

Manoel Do Pt, Partido dos Trabalhadores

Manoel Norberto Pereira, Partido dos Trabalhadores

Mara Lucia Fuster Coluccio Pereira

Marcela Maria Pereira Candal

Marcelia Thiago de Castro, APAE de MAGE

Marcelo de Andrade Marques

Marcelo Ribeiro Machado

Marcelo Silva de Oliveira, ACS

Marcia Conrado, Médica

Marcia Dayrell

Márcia de Oliveira Fabrício, PC do B

Márcia Ferraz da Rocha Peixoto

Marcia Fiorotto, Professora

Marcia Julita F daos Santos

Marcia Maria Oliveira, Servidor Público

Marcia Marilia de Moraes

Márcia Mascarenhas, CEPPES - Centro de Educação Popular e Pesquisas Econômicas e Sociais

Marcio Jose de Morais Lima

Marco Antônio Dos Santos Silva

Marco Antônio Paiva Nogueira, Aposentado

Marco Aurélio de Carvalho Fonseca, todas

Marco Eliel de Carvalho, Sinpro Minas

Marco Paulo Valeriano de Brito, SINDSPREV/RJ

Marcos Aurélio Muniz Dos Santos, PT

Marcos C Oliveira, Causas populares

Marcos de Faria

Marcos Moreira de Andrade, Socializando Saberes

Marcos Papaleo, SINDASP/CE.

Marcos Roberto Perucci, Funcionário Público

Marcos Rodigues da Costa, aposentado

Marcos Rogério Beltrão dos Santos, MAISVERDE

Marcos Roma Santa, Professor Aposentado do Município do Rio de Janeiro

Marcos Vicente Góes, PT

Marcus Henrique Linhares Ponte Filho, UFCA

Marcus Tejo, ECOSOL NOVO AIRÃO AM

Marcus Vinícius Pompeu de Souza

Margareth Maria da Silva

Maria Alice da Silva Kauer, UFRGS

Maria Alice Pagotto Valle

Maria Angelica de Mattos, Professora da UFBA (aposentada)

Maria Aparecida Coimbra Peixoto

Maria Aparecida Gobato Lopes Castro, UNIP

Maria Aparecida Russi, Aposentada

Maria Augusta Nogueira Machado Dib, Pastoral da Mulher Marginalizada/CNBB

Maria Auxiliadora Ângelo Cavalcanti Helou, Professora aposentada

Maria Benedita Silva de Meneses

Maria Célia Perazzi

Maria Clara Pecorelli, Faetec

Maria Coreti dos Santos, SINTAPI

Maria Cristina Hein Lacerda

Maria da Conceição Albano Lourenço, PT Natal/RN

Maria da Conceição Antunes Sampaio, aposentada ministério da saúde

Maria da Conceição da Silva Freitas, Universidade de Brasília

Maria da Conceiçao M. Koide, Coordenação do Conselho Comunitário de Maricá

Maria da Gloria Guerra

Maria das Dores Tucunduva Santosk

Maria Das Graças Azevedo Lima Santana, Facebook

Maria das Graças de S Rocha, Comunidade Novo Ar

Maria das Graças Ramos de Sá, Sou profissional livberal

Maria das Graças S.D.Santos, Aposentada

Maria Das Graças Torres Bana

Maria de Fátima de Castro Pinto

Maria de Fátima Rodrigues Cerqueira

Maria de Fátima Sigismondi, Sociedade Beneficente Légua Boji -Buá

Maria de Lourdes Leal Menezes, PT

Maria do P. Socorro Brant

Maria do Socorro Santos Amaral, dona de casa

Maria e Fátima Scotton

Maria Francimeire Finelon Mamede

Maria Goreti

Maria Helena Carneiro Do Prado, aposentada

Maria Imaculada Rezende, Cidadã

Maria Inês Braschi

Maria Inês Pereira Guimarães, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

Maria Inez Alves Gouveia

Maria Inez Lages Matos, blog da cidadania

Maria Izabel Ferreira

Maria Izabel Melchiori Gomes

Maria Jose Bessa Do Nascimento, cpp udemo

Maria José de Castro Silva, Aposentada

Maria José de Oliveira, aposentada

Maria José Dos Santos Rêgo, Aposentada do Serviço Público Federal

Maria Jose Gegenheimer da Silva, associação de moradores

Maria José Leal Santana

Maria Karina, sindicato

Maria Leite Sousa, UNINTER

Maria Lima Ciqueira, PT

Maria Lucia, MG

Maria Lucia Vieira daos Santos

Maria Luiza Pinho Pereira, GTPA-Fòrum EJA/DF e UnB

Maria Lusia Valadares, Proofessora SEMG

Maria Madalena Torres, Centro de Educação Paulo Freire de Ceilândia -CEPAFRE

Maria Margarete de Oliveira, projeto social

Maria Margarida Machado, Universidade Federal de Goiás

Maria Marilene de Oliveira Alencar, Educação

Maria Marlene M. Guimarães, Farmácia

Mariana Helena Chaves, UFPI

Maria Olimpia Junqueira Mancini Netto, Economista-aposentada

Maria Simone Euclides, Universidade Federal do Ceará

Mariema Raquel Mendes

Marildes Gomes da Silva, CONSELHO DE ECONOMISTAS DOMÉSTICOS

Marilene Oliveira Lapa, Arquiteta

Marília Angela Fozzati

Marília Aparecida Muylaert, UNESP

Marilia Maia, SISIPSEMG

Marília Maia, SISIPSEMG

Marilia Severiano Barbosa Lima

Mari Luzia Andreasi, Sindsef/RO

Marina Corrêa Nery, Ordem dos Músicos do Brasil

Marina Fernandes do Prado

Marina Jakobsen, Ph.D., Pesquisadora

Mario Campos, fmec

Mario Jorge de Moura Zuany, Instituto Federal do Espírito Santo

Mario Sérgio Luize

Marisa Albuquerque Cordeiro, JCA

Marisa Santana da Silva, SECRETARIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL

Maristela Abadia Guimarães, IFMT

Maristela Viana França de Andrade, OAB/GO

Marla Salin Pigatto, uNIAO DE VILAS E BAIRROS ROSARI DO SUL RS

Marlene A. Mota, PT

Marlene Borges Ribeiro, Autonoma, aposentada e empresaria

Marlene de Oliveira, servidor publico Educadora

Marlene Moreira Xavier, UNIVERSIDADE ESTADUAL do SUDOESTE da BAHIA

Marlinne da Costa Lins, UEFS

Marta Fernanda Cabral Guerra de Farias,

Marta Léa Freitas Castro Carvalho, Professora

Matheus Menezes Marçal, Estudante

Matheus Shtorache Winck

Maurício André Pereira Brito

Mauricio Augusto Martins, empresário

Mauricio Crisostomo de Freitas

Mauricio Noronha Silveira, RAUL SOARES

Mauro Caldeira Brant

Max Lima de Albuquerque, federação dos trabalhadores em educação de MS

Mayara Sales Lopes

Meirilany Gomes

Melissa Osterlund Ferreira, UFRGS

Mercia Ferreira daos Santos Silva

Messais Francisco de Melo, Servidor público

Michele Silva Sacardo, UFG

Michelle Costa Gonçalves, Isso Não É Um Grupo - coletivo teatral

Michel Machado da Motta, SEDUC RJ

Michel Mendes Damasceno, Juventude 5 de Julho

Miguel Angelo Dias Godeiro

Miguel Ap. Calente Júnior, ASSOCIAÇÃO DOS TEMPLO DE UMBANDA E CANDOMBLÉ DE GUARULHOS E REGIÃO - ATUCAG.

Miguel Oliveira, Jr., UFAL

Milton Barbosa, Movimento Negro Unificado

Minervino Torres Marques

Mirian Dias Santos

Mírian Lucia Pereira, Servidora Pública Federal - Univasf

Mirian Mantovani Cassillo, Prefeitura de Sao Paulo

Mirtes Muller, Cidadã comum.

Myriam Reeve Andréa, Cidadã

Myrian Cheistina Campos Ranos, empresa publica

Nadia Roque, ufba

Nadir Cardozo Dos Santos - Oab-Sc 13289, Sindical

Nadir Pinto de Arruda

Naira Regina Do Nascimento Sousa, OAB

Natália Raquel Felice Dos Santos, Universidade Estadual de Maringá

Natallie Ribeiro

Naty Sanches, PT

Nayara Cesar Almeida Silva, Servidora pública do Estado da Bahia

Neide Judith de Santana Amorim, Educação

Neila Maria de Freitas, Professora da rede pública

Nelson Marcondes, Aposentado

Neyson Pinheiro Freite, Cofen

Nilva de Souza

Niria Neuma, DONA DE CASA

Noedi de Mello Soares, OASIS

Noilton Nunes, IMAGINE FILMES

Norcy Marmo Dos Anjos

Nubia Gomes de Oliveira, Brasil

Núbia Lima C. Dos Reis

Olímpio de Oliveira Caetano, Câmara Municipal de Araruna

Olivia Barbosa Miranda

Olivier Kienast Filho

Osmar Alves Sampaio, Militante sindical bancário

Osmarina Mattos Portal, MNLPS( Movimento Nacional de Luta pelo Socialismo

Oswaldo Martins Ravagnani, UNESP e UNIP

Otto Leopoldo Winck, PUCPR

Patrícia Amélia Roveda

Patricia Gonçalves de Lima

Patrick Silva dos Santos, MES-MOVIMENTO da ESQUERDA SOCIALISTA (PSOL 50)

Paul

Paula Rabassa da Costa, Escola Pública

Paulo Cabral

Paulo César Cordeiro, UNIVALI

Paulo César, FAMERJ

Paulo Cesar Pegrucci

Paulo César Silveira Mello, PT

Paulo de Oliveira Pires, APEOESP SP

Paulo Elias Chediak, Economista

Paulo Fernando de Oliveira Pires

Paulo Fernando Farias, CUT RS

Paulo Figueiró, muralha petista

Paulo Freitas Bittencourt Vieira

Paulo Henrique da Trindade Medeiros

Paulo Henrique de Oliveira, Cia de Artes Fazendo e Acontecendo

Paulo Henrique Lima de Souza, CEPPES - CE

Paulo Henrique Silva, autônomo

Paulo José Verdi, Professor no estado do Paraná

Paulo Lopes Fernandes

Paulo Pereira

Paulo Pinto de Carvalho, jornalista/ movimento sindical de petrópolis rj

Paulo Reinaldo Tha Torres de Miranda

Paulo Reinaldo Tha Torres de Miranda, cozinheiro

Paulo Reinaldo Tha Torres de Miranda, profissional independente

Paulo Roberto Bacelar Rodrigues, PC do B

Paulo Soares, Ativista digital

Paulo Victor Biller Teixeira, SASP

Paulo Vitor Lopes da Silva

Pedro Aureliano da Silva Nunes, Técnico Agropecuário

Pedro Boemer, PT

Pedro Henrique Araújo

Poliana Fenerich Asturiano

Priscila

Priscila Diniz, Cidadã

Priscila Maria Presotto, autonoma

Priscila Neves Lidório, Projeto Comunitário Canaã

Priscilla Figueiredo

Radi Abu Saleh, PT

Rafael Carduz Rocha, Inverta Coop

Rafael Nacif de Toledo Piza, UERJ

Rafael Silva e Oliveira, ACMVP- Associaçao comunitária moradores da vila perola

Raimunda Oliveira, CETEFEN

Raimunda Santos de Jesus, ASSOCIAÇÃO agricultura

Raimundo Dourado Martins, Prefeitura Municipal De Curitiba

Raimundo José da Silva Neto

Ramoom Fernandes Martinez, Inspetor de Alunos - SEEDUC RJ

Raul Varela

Regina Celia Fernandes Cruz, ADUFPA

Regina Fátima de Carvalho

Regina Machado, "Cineduc, Dinema e Educação"

Regis Felipe Arcon, UFSC

Regis Leonardo Serpa

Reikrauss Benemond, Autonomo

Rejane Lempek, Sindicato dos Jornalistas do RGSuul

Renata Auxiliadora de Almeida Guimarães, PT

Renata Einsfeld

Renata Gomes Coelho, CRECI

Renata Tcatch Lauermann

Renato Chalegre Almeida, OAB-PE

Renato Lopes Maciel, Petrobras

Reynaldo Conde

Ricardo Angelo Soares Santos

Ricardo da Silva Assis, Polícia Militar da Bahia

Ricardo Gonçalves Pacheco, Sindicato dos professores

Ricardo, PT

Rita Conceição

Rita de Cassia Morais Araujo

Rita Luiza de Araujo Candeu

Rivison José da Costa

Robert de Almeida Marques, Estudante

Robert Moraes

Roberto Amorim

Roberto Cleiton Pinto de Aguiar

Roberto Kniest

Robson Passos Ferreira, PT

Rodolfo de Almeida Barbosa

Rodrigo Alves

Rodrigo Gammaro Alves Nunes

Rodrigo Marcelino da Silva, Consulta Popular

Rodrigo Möller Silveira, SEE Goiás

Rogerio Dos Santos Godoy

Roger Leon Madureira Petra Jacintho, União da Juventude Socialista

Romero Silva, Vigilante

Romeu da Silva Carvalho, SINTERGIA

Ronaldo Lima Meireles, advogado

Ronaldo Rodrigues e Freitas, popular

Roque Francisco de Souza.

Rosalvo Maciel, Médico

Rosane Inacio, Escola Técnica Evolução

Rosangela Maria Alves de Souza Parini, Psicóloga

Rosangela Paula de Lima

Rosangila Romanin Takemoto, pedagoga

Rosani Marinato, Professora PMV

Roseline Ferreira dos Santos, UFRJ

Rosemary de F A S Andersson, Autônoma

Rosilda Shockness, Funcionária Público

Rosimeri Oliveira Souza Muniz

Rossana Brasilino Correia Silva

Rozangela Souza Oliveira da Silva, Consulta Popular

Rozeunice Pacífico, Professor

Rubens Alexandre da Silva

Rubens de Oliveira Mello

Ruy Cesar Forbeck Henrard, M.EMPRESAEIO

Sabrina de Paiva Jabbur

Safira Caldas

Sandra Cristina Carmelo Barroso

Sandra Lúcia Barbosa

Sandra Maria da Silva Matos, PT

Sandra Regina Marques da Silva, Partido Progressista

Sandra Silva Arantes

Sandra Valeria Pereira Monteiro, Seguranca publica

Sara Gomes de Souza

Saulo Monteiro de Souza

Saulo Renan Vale dos Santos

Saulo Roberto Garlippe, aposentado

Sebastião Matias de Carvalho Neto, CEPPES - CE

Sebastião Vilela Freitas

Seomára de Souza Sanos, Aposentada Municipal

Sergio Alvarez, aephiva

Sérgio Carlos daos Santos, PT

Sergio Fioravante!, apeoesp

Sérgio Gerônimo, População Petista

Sergio G P Medeiros, MNLM, GTNM, AMARIACHUELO

Sergio Hungria de Miranda Rangel, advogado

Sergio Uliano, Professor- Coletivo de MVJ

Sheila Katia Rodrigues Claro, usuária dos programas sociais do brasil

Sheila Viana Bezerra, Sindjustiça Ceará

Sidnei Moura, PT

Silvana Barolo, PT

Silvanio Alkves da Silva

Silvelaine Lopes, SEED

Silvia Affonso Palacios

Silvia Calegari

Silvia H. G. Nascimento, ASSAPA

Silvia Lucia da Silveira, Sinprodf - Cut

Silvia Regina Paes, UFVJM

Sílvio de Albuquerque Mota, AJD

Silvio Rogerio Aviz Dos Santos, IGREJA ASSEMBLEIA DEUS

Silvio Silveira Do Amaral, Secretaria de Educação de São Paulo

Simone Pereira Peixoto

Simone Valentini

Solange Aparecida Guedes

Sona Maria Mathias Cordeiro

Sonia Aparecida Dal Piva, sindicato da Educação

Sonia Araujo Dantas

Sonia Cristina Vermelho

Sonia Divina Avino, psicanalista

Sonia Maria Vilar, Esteticista

Sonia Palhares Marinho, SINDPREV-DF

Soraya Auad

Stéfano Caliocane, Comerciante

Stephanie Nobre Mendes

Suei Maria Ribeiro

Sueli Aparecida Dal Pra, escola estadual

Sueli Aparecida Dos Reis

Sylvia Manzano, Pref. Municipal de cultura SP

Tácio Nunes Souza Silva

Tainá Caldas Novellino

Tânia Maria Tavares Bessone da Cruz Ferreira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Tanilda, PT

Tarcio Cordeiro Ramos, Prefeitura do Rio SME

Tarcísio Figueiredo Amaral

Tarique Lima de Souza, Movimento Negro

Tarso Cabral Violin, BLOG DO TARSO

Tatiana Bosqueto de Carvalho

Telma Cardoso de Azevedo

Telma de Oliveira Marques, PT Varginha MG

Tereza Carvalheira de Mendonça

Tereza Helena da Silva, Servidora Pública do Estado de São Paulo

Terezinha Itagiba Rooke, SindUte MG

Thamy Caroline de Souza

Thereza Baumann Zavataro, Museu Nacional/ UFRJ

Thiago Rodrigues, Jornalista - DF

Tiago Aparecido de Melo Campos, EDUCAÇÃO

Tiago Ravacci Scoqui, Xamanismo

Uarlen de Lima Martins, GrupUsina de Arte e Cultura

Ulisse Leite Souza, Nova Diamantina Corretora

Ursula Barros Penharvel, PT

Vagner Augusto de Oliveira Souza

Vagner Donizete Dos Santos

Vainer Cosme Augusto de O, OAB DF

Valdeci Batista de Melo Oliveira, UNIOESTE

Valdinar Marinho de Sousa, Profissional liberal

Valdirene Silva Brito Dias

Valdir Jadir Lozado, Partido dos Trabalhadores

Valeska de Almeida Sales Pinheiro

Vanda Spínola

Vanessa Mutti de Carvalho Mirabda, IFBA

Vânia Serra, Aposenta estadual

Venância Batista Dias de Souza, Professora estadual aposentada - Paraná

Vera Lucia de Oliveira, Partido dos Trabalhadores

Vera Lucia Picarelli

Vera Nilce Graziano

Vera Regina Silva Bandeira

Vicente de Paulo Amorim, Entidade Espírita

Vilma Kardec Soares Lacerda, professora

Vilma Souza Rego, aposentada

Vinícius Ramos, UERJ

Vinícius Rommel, Juventude 5 de Julho - RS

Vinicius Silva Santos

Virginia Marcia Assuncao Viana, UECE

Vitor Wrobel de Villeroy

Viviane Schumacher Bail, rede da sustentabilidade

Walace Cavinato, CIVIL

Waldiney Ferreira Guimaraes, Associação Utopia e Memória

Wander Carvalho, aposentado

Wanderléa Mendes Guedes, escola

Wanderley Pedro Deoliveira, SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO e PCdo B

Wanessa Ribeiro de Farias, Universidade Federal de Campina Grande

Wangevaldo Reis Fernandes, Associação Comunidade Capoeirinha

Webster Farias, Engenheiro aposentado

Wila Holanda de Lima, publicitaria

Wilcar P. de Faria

Willan de Souza Januário, Universidade do Estado da Bahia

William Santos da Rosa

Willians Francisco de Paula

Wilson Alves de Andrade, PT

Yara Braga

Zilmar Medeiros, Laboratório

Zuleide Maria Ignácio, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Clique aqui para somar sua assinatura a esta grave denúncia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook