terça-feira, 28 de outubro de 2014

Ser lulopetista é ser criminoso 2: e o mau caráter venceu, com a ajuda dos ignorantes (direitistas, se preparem para FUGIR das ruas)

Abigail Pereira Aranha

Bom dia, meus amigos e minh@s inimig@s. Para os meus amigos, não foi tão bom porque a Dilmaligna foi reeleita. Passando rapidamente pelo Facebook ontem, porque a conexão de internet estava horrível, já vi alguns amigos com bandeira de luto. Eu ainda vou manter a minha fotinha para tentar levantar o astral.

Um bom texto sobre isso foi o do Reinaldo Azevedo: "Campanha do ódio, da violência e da mentira obtém a maioria nas urnas: Dilma se reelege com quase 52% dos votos. À sua frente, uma economia estagnada e o fantasma do impeachment. Pode contar com a gente (re)governanta: para vigiá-la" (http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/campanha-do-odio-da-violencia-e-da-mentira-obtem-a-maioria-nas-urnas-dilma-se-reelege-com-quase-52-dos-votos-a-sua-frente-uma-economia-estagnada-e-o-fantasma-do-impeachment-pode-contar-com-a-gente-re). Mas tem umas coisas que nem o Tio Rei diria eu vou dizer aqui.

Sim, ganhou a campanha que, só este ano: usou o TSE para tirar da internet uma previsão de uma crise econômica para o ano que vem feita por um analista de investimentos como se fosse campanha eleitoral para o adversário; invadiu o Facebook do Olavo de Carvalho logo depois que ele foi mencionado no Congresso pelo deputado Marco Feliciano; fez o blogue do Júlio Severo ser apagado pelo Blogger; fez denunciação caluniosa contra a jornalista Rachel Sheherazade, atribuindo a ela até um linchamento em Guarulhos; usou um doutor do Ministério Público como jagunço para obrigar a mesma Rachel a se retratar das palavras que o mandante pôs na boca da mesma, dizendo que amarrar um pivete conhecido da polícia num poste até que um policial chegue para prendê-lo é violar a dignidade de um menor tão honesto quanto os meus sobrinhos; apagou a página Meu Professor de História Mentiu Pra Mim; uns poucos lulopetistas ameaçaram o adversário de morte na véspera da eleição e os outros fizeram deboche da nota publicada pela coligação. Dá pra puxar mais coisas só deste ano, mas não posso estender muito a lista. Como eu expus no texto anterior, quando Fernando Henrique Cardoso disse (no primeiro turno) que os eleitores do PT são menos informados, ele estava falando dos pouquíssimos da aristocracia moral do grupo. O eleitor típico do PT não é apenas imbecil, é egoísta, imoral e corrupto, e simplesmente não se importa em quebrar o país por uma cota racial na universidade para o filho subalfabetizado, ou uma sinecura no serviço público, ou até para comer mais carne (engraçado que um ministro da Dilma pode sugerir trocar carne por ovo, mas o PSDB é o partido que vai tirar a carne da nossa mesa).

Mas aqui eu vou pegar outros pontos. Primeiro, vou copiar os números daquela postagem. Total de eleitores: 142.821.348. Dilma Rousseff: 54.501.118 (38,16%). Aécio Neves: 51.041.155 (35,74%). Votos em branco: 1.921.819 (1,35%). Votos nulos: 5.219.787 (3,65%). Abstenções: 30.137.479 (21,10%).

Bom, a maioria dos votos para Aécio Neves eram na verdade contra Dilma, vindos de pessoas que nunca simpatizaram com ele pessoalmente e nem tinham muita fé de que ele chegasse ao segundo turno. Se ele tivesse ganhado, seria só o fim do começo de um trabalho dele e nosso para deixar este país menos pior, como eu mesma disse aqui. Em 2006 e 2010, o PT quase foi reeleito no primeiro turno, quando só na Globo já tinha passado o caso Mensalão. Por que o PT não teve esta chance de eleição no primeiro turno e só por pouco não perdeu? Porque o país está afundando economicamente. Mas mais do que isso, está afundando também estruturalmente. Você sofre um latrocínio, o assassino tem uma grande chance de ser julgado e não ser condenado; você sofre uma tentativa de assalto e dá uns cascudos no moleque de 17 anos e meio, quem vai preso é você. Você trabalha a semana inteira tocando uma microempresa com seis funcionários de 08:00 a 22:00, um presidente de uma ONG imprestável ou um funcionário público fantasma tem um carro melhor que o seu. E por aí vai. Não é que o PT é mais corrupto, é que o governo PT tem transformado a imoralidade em lei e a incompetência em mérito (o sistema de cotas é uma imagem disso). O governo de esquerda está tão ordinário que até ateus, incluindo uma ateia anarquista defensora e praticante da putaria, estão se unindo a direitistas cristãos conservadores contra ele. Por isso Aécio Neves pôde sonhar, como ele mesmo disse.

Mas já em 2010, quando eu chamei para o voto em José Serra também sem muita simpatia, eu percebo que os "inteligentes" votam nulo ou se abstém de votar. Isso aconteceu desta vez, e foi pior ainda. Primeiro, porque, podemos ver acima, só os votos nulos poderiam ter decidido a eleição para Aécio Neves. Segundo, e isso que é o pior, é o motivo para votar nulo ou se abster: os políticos "são tudo a mesma coisa". Isto foi um pensamento estúpido! Eu comentei ainda no fim de setembro em "Por que não chutar cavaletes de propaganda eleitoral: a esquerda militante e o seu povo revoltado": a esquerda conseguiu transformar a indignação contra eles mesmos em revolta contra os políticos, na prática contra a oposição. A maioria dos eleitores ou simpatiza com o governo petista ou é indignada com todos os políticos. Saíram os "esclarecidos" e aumentou o peso dos funcionários públicos acovardados e dos subalfabetizados com medo de perder o Bolsa Família. Se em vez de Aécio Neves fosse Marina Silva concorrendo com a Dilma, ainda seria aceitável o voto nulo ou a abstenção. Eu não votaria, o Reinaldo Azevedo disse que não votaria, porque seriam, como Lula disse uma vez indiretamente, duas petistas. O Kim Kataguiri gravou um vídeo p. da vida dizendo que a turma que votou nulo ou se absteve teve um "purismo ideológico". Antes fosse: dizer que "é tudo a mesma coisa" para igualar Aécio Neves a Dilma Rousseff, ou o PSDB ao PT, foi uma burrice escandalosa, foi a degeneração do senso de proporções como nunca se viu depois da volta das eleições diretas. Aécio falar firme contra a desinformação de Dilma em um debate não é igualável a petistas ameaçando Aécio de morte. O Mensalão petista não é igualável às picuinhas que os petistas fuçaram nas décadas de 90 e 2000 para tentar se projetar nos adversários. Se aconteceu censura na imprensa no governo Aécio Neves em Minas Gerais, nenhuma editora foi vandalizada como a editora Abril na antevéspera da eleição porque a Veja antecipou uma bomba sobre o Petrolão. Até para falar de corrupção termos de tomar cuidado para não sermos boçais: no PT, a corrupção e o duplo padrão são princípios morais.

Agora, o que faremos? Primeiro, vamos continuar os nossos trabalhos. Ao contrário dos MAV's, nós não ganhamos nem diretamente nem por emprego fantasma para ficar na blogosfera e nas redes sociais o dia todo. Cada um de nós, antiesquerdistas, tem um emprego que não tem relação com o que defendemos, e temos que defender o emprego e o trabalho na internet. Ah, e o único dos meus amigos blogueiros que mostrou o nome e a cara já teve de dar depoimento na polícia sobre postagens dele; um outro teve que encerrar o blogue e sair do Facebook para não perder uma oportunidade profissional.

Segundo, comprar menos e guardar dinheiro para a crise que vem aí. Pagar as prestações que faltam o mais rápido possível. Talvez, preparar a mudança nem que seja para o Paraguai (eles já rejeitaram os médicos cubanos e as urnas eletrônicas brasileiras, e ainda estão crescendo mais que a gente). Ah, e quem for homem solteiro, namoro ou casamento, nem a pau.

Terceiro, preparem-se para ver tudo que nós temos alertado nos últimos 10 anos ou mais sendo reconhecido pelo grande público paspalho. A possibilidade de fraude das urnas eletrônicas que tem sido denunciada há mais de dez anos já está sendo digna de ser ouvida até pelo TSE. Como eu já apontei, o PT parece que estava se preparando para perder e tirar esta da manga pelo menos para criar um tumulto. Talvez um grande veículo faça uma reportagem decente no ano que vem sobre masculinismo, cristofobia ou decadência das universidades brasileiras.

Ah, uma coisa que Brasil e Cuba têm em comum: eram a segunda economia da América antes do socialismo e depois de uma ditadura.

Quarto, e o mais "legal", se preparem para SUMIR das ruas se o bicho pegar. Podemos até ter falhado na nossa parte, mas fizemos alguma coisa, o leitor amigo pode ter sentido falta até de com quem ter uma conversa que preste. Podemos ter ainda no começo do segundo mandato da Dilma uma convulsão como a da Venezuela, com povo de verdade enfrentando a polícia, e não a macacada bancada pelo papai classe média fazendo bagunça na rua como foi no ano passado. A manifestação contra o governo deve ter até ex-puxa-saco do PT desempregado, parasita de pensão alimentícia, nordestinos, funcionários públicos desempregados. Quando a inflação voltar, o setor público tiver que cortar gente ou salário, o desemprego decolar, a censura ficar feia, quem caiu na propaganda do medo do PT e quem não votou neste segundo turno vai enfrentar polícia e militante de extrema-esquerda por qualquer coisa melhor do que o que estão passando.

Mas nós, nessa hora, devemos sumir. Vamos gravar nossos blogues e perfis de rede social. Vamos guardar livros impressos. Vamos escrever livros ou imprimir nossos blogues gravados em arquivo pdf. Vamos ter muito que republicar do que nós dizemos há cinco anos e outros há 10 ou 20. Mas não vamos ser oposição. Nós nunca soubemos lutar contra ditaduras, somos especialistas só em esclarecer outras pessoas para melhorar democracias usando blogues gratuitos e rede social em internet razoavelmente livre. Se entrarmos nessa encrenca, podemos ser arquivos queimados. Vamos deixar a oposição para as hienas que passavam intervalos de café falando de futebol, amenidades e vadias enfrentando a lambança que estava se formando enquanto evitavam conversas que prestam. Vamos deixar a oposição para os cotistas que não sabem pegar um dado de um gráfico para usar em outro protestando por emprego. Vamos deixar a oposição para quem excluiu a gente do Facebook porque ia fazer a porcaria e quer chamar a gente para a união para consertar. Vamos deixar a oposição para as vadias feministas que fizeram denúncia falsa contra um homem na Delegacia da Mulher, para elas se arriscarem a tomar um cascudo de um homem pela primeira vez na vida. Podemos ver até ex-MAV protestando contra o governo. É o preço que essas pessoas merecem pagar: um país que recompensa os medíocres e castiga os melhores pode ser um país de todos, mas não tem vida boa pra ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook