sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Seu corpo, minhas leis – episódio 1: graduanda de Direito protesta contra o machismo com foto mostrando os seios, Facebook apaga e alguém com discurso conservador propõe que ela seja proibida de exercer a profissão

Abigail Pereira Aranha

Autora de protesto agradece apoio e lamenta a 'censura' pelo Facebook

O protesto feito via Facebook pela estudante Karine Rodrigues dividiu opiniões nesta quarta-feira (08/01). Depois que imagens de crianças da cidade de Altos, a 41km de Teresina, começaram a circular no WhatsApp, a jovem decidiu se manifestar mostrando os próprios seios, em uma foto postada na rede social. A imagem acabou sendo denunciada, censurada pelo Facebook e retirada do ar.

Em sua página pessoal, Karine comentou sobre a repercussão de sua postagem, e lamentou em ter sido interpretada de forma errada, mas também agradeceu as inúmeras manifestações de apoio dos amigos, que compartilharam seu protesto. "Essa atitude dividiu ao meio a opinião das pessoas, muita critica e achismos, mas muitas, muitas pessoas que entenderam o recado que eu realmente quis dar e isso valeu a pena [sic]", escreveu.

Ainda ontem, depois de ter o conteúdo removido, a jovem criticou: "ÓTIMO, a repressão começa pelo Facebook. Acabo de receber um aviso de a foto que postei foi denunciada e estava fora do padrões do FACEBOOK E FOI REMOVIDA ¬¬' . VIVA A REPRESSÃO!!!!".

A atitude repercutiu tanto que a universitária foi entrevistada pela equipe da TV Cidade Verde. Karine voltou a citar sobre machismo, e disse que as mulheres precisam deixar de serem vistas como objetos sexuais. “O que aconteceu aqui, pode acontecer em outras cidades, em qualquer lugar do mundo. Enquanto nós mulheres não os conscientizarmos que não somos apenas objetos sexuais dos homens, e deixarmos de lado a história de que não temo direitos, a situação irá continuar”, disse.

Jovem postou mensagem de apoio à menor e de protesto contra divulgação das imagens

SOBRE A DIVULGAÇÃO DAS FOTOS

A delegacia de Altos, através do delegado Cadena Júnior, instaurou um procedimento administrativo para investigar a responsabilidade de um adolescente de 15 anos na divulgação de fotos íntimas de uma criança de apenas 12 anos. Segundo o delegado, em entrevista ao 180graus, o caso chegou ao conhecimento da polícia nesta terça-feira (07/01), quando a menor teria tentado contra a própria vida. Ela inclusive ainda não foi ouvida pela polícia por conta de seu estado de saúde.

Ainda segundo Cadena, a autoria da divulgação das fotos é facilmente comprovada pelo próprio conteúdo compartilhado pelo adolescente. “Os dois tiveram um relacionamento amoroso, quando as fotos foram produzidas. Eles terminaram, e o rapaz revoltado, divulgou as imagens, onde ele também aparece”, esclarece o delegado.

Publicado Por: Apoliana Oliveira

(180 Graus – Sirene Policial -, Teresina, 09/01/2014, http://180graus.com/sirene-policial/autora-de-protesto-agradece-apoio-e-lamenta-censura-pelo-do-facebook)

Comentários no original

Daniel Lindemberg Rodrigo Maia apoiar prostituição, aborto, a verdadeira objetificação da mulher, nudez em publico, putaria, libertinagem, isso é evoluir? Eu não sou conservador ao extremo, sou um cara de pensamento moderado, aceito novas formas de pensamento, mas só até onde é sensato, nada de exageros.

Garotas revolucionarias como essa do protesto contra a objetificação do corpo da mulher adoram e defendem o direito da mulher de fazer isso:

http://180graus.com/sirene-policial/farias-apreende-paredoes-e-fecha-festa-de-jovens-dancando-seminuas [(Delegado da Delegacia do Silêncio Evaldo) "Farias apreende 'paredões' e fecha festa de jovens dançando seminuas"

]

Se você vier e dizer que essas garotas das fotos estão destruindo a imagem da mulher, transformando cada vez mais a mulher em mero objeto de prazer, ela e todas suas companheiras vadias virão aqui dizer QUE É UM DIREITO DA MULHER FAZER O QUE QUER COM O CORPO DELAS, INCLUSIVE SE EXPOR SEXUALMENTE DESSA MANEIRA para os machos.

Quanta contradição dessas feministas.

--------------------------------------------------

Mas você não mim respondeu, já que defende esse tipo de coisa por que então não se casa com uma dessas que tem orgulho de ser vadia? Quer ter uma filhinha vadia?

E quando ela crescer e chegar em casa com a noticia:

Filha do Rodrigo Maia diz:

-- Papai vou vender meu "rabo" para levantar uma grana e pagar a faculdade.

Você vai dizer o que?

Rodrigo Maia diz:

-- Que bom filha. Orgulho do papai! Mas não se esquece da camisinha!

Sua família será uma maravilha.

12 de janeiro às 13:01

Daniel Lindemberg É triste saber que uma pessoa dessa pode se tornar juíza, sabia? Eu espero que aja sempre um código de ética para avaliar a conduta de um magistrado ao tentar ingressar nesse tipo de cargo, se houver registro de algo como que essa moça fez que seja impedida de assumir tal cargo, visando assegurar a integridade da instituição publica.

Sr advogada, mim desculpe mas essa moças não merecem serem tratadas como Senhoras, ms como PUTAS, muitas são vadias de P.U.T.E.I.R.O.

9 de janeiro às 20:59

Zuaum Pedro bando de idiotas irracionais,quem são vcs pra criticar o que alguem faz ou não...eu admiro sim a coragem dela, não é todo dia que alguem luta pra impedir injustiças que acontecem no dia a dia, pra livrar a mulher desse inferno ae de sociedade machista e prepotente, ja que o brasil não responde pela tentativa de resolver tais problemas de modo civilizado, talvez assim acordem mais...atitute muito justa!!!

11 de janeiro às 18:46

Lima Filho atitude? justa? luta? que injustiça ela impediu se exibindo? no que isso mudou?

11 de janeiro às 21:23

Comentários de A Vez dos Homens que Prestam / A Vez das Mulheres de Verdade

Eu já ia começar esta série com uma outra notícia, de que a Islândia vai censurar a pornografia. Fica para o episódio 2. Estava eu navegando pela internet, achei esta matéria. Vou por pontos:

1 - Quando aparece um caso de ex-companheiro mostrando as "intimidades" de uma moça e um protesto como o dessa jovem, a ideia é menos condenar a patifaria de alguns homens do que vilipendiar a heterossexualidade masculina em si mesma. Vamos ver o caso da Karine: se você viu uma jovem apresentável com seios à mostra e foi lá curtir... você vê as mulheres como objetos sexuais e está no mesmo grupo do canalha que expôs a ex-namorada adolescente. Eu já fiz aquela estorinha da Tetesuda para tratar disso.

2 – Ela foi censurada pelo Faceburka?! Qual página de direita, cristã conservadora ou antifeminista não foi apagada ou denunciada? Aposto que se a Karine nunca denunciou uma página ou um perfil assim, é porque ela simplesmente nunca encarou um. Vários amigos meus têm dois perfis para usar um enquanto o outro está bloqueado por causa de denúncia de lésbica que leu o que não quis. E vários que não fizeram isso já perderam ou quase perderam. O Canal do Búfalo, por exemplo, é bloqueado pelo Facebundão.

3 – "o Brasil não responde pela tentativa de resolver tais problemas de modo civilizado". O comentarista quis dizer algo como "o Brasil não responde com a tentativa de resolver tais problemas de modo civilizado". E a investigação da polícia foi pra quê? Pra proteger o rapaz?

4 – Um dos comentaristas (na verdade, pelo menos dois, esse é comentário ao outro comentário) disse "no que isso mudou?", desqualificando o protesto. Se não mudou, deve mudar muita coisa, é isso que eu pretendo mostrar. Por enquanto, vou destacar que ele fez a pergunta errada. Se ele quer mesmo alguma mudança, e fizer alguma proposta para conseguir, ele vai propor outra forma de protesto. Mas aqui ele desqualificou o ato de protestar em si, não a forma dele. O comentário do Renato Ferrer foi muito bom, embora tenha aquela visão romântica do Lesbofeminismo: "Mesmo não achando a forma certa de se protestar, achei interessante. Espero que mais e mais mulheres comecem a fazer o que a sr. advogada, ou futura juíza, fez. Só espero que depois não se matem, porque se não, o que vai sobrar?".

5 – Conservador o tal Daniel Lindemberg, não? Mas vejam só essa perola do Facebook dele: "Esses merdas mal educados antiPT estão em todos os lugares são uma verdadeira praga. Espero que Dilma seja reeleita pra calar a boca deses merdas."

6 – Quantas mulheres feministas você já viu dizerem sequer que têm namorado ou marido (homem)? E mulheres feministas que já disseram que transam com homem? Me lembro da leitora que mais comenta no A Vez dos Homens que Prestam, a Hammanndah, que defende mais o lesbianismo do que a heterossexualidade, da mocinha do Cem Homens... só.

Eu já publiquei fotos safadas no meu perfil e também tive que tirar uma por causa de denúncia na mesma hora (60 minutos). As outras o Facebook apagou e me deu suspensão. Mas eu sou antifeminista. Se a foto da Karine foi denunciada por machistas, quem denunciou as minhas? Algum homem antifeminista conservador amigo de um amigo meu também homem antifeminista conservador (como é a maioria dos meus amigos do Facebook)? Ou alguma das mulheres amigas antifeministas conservadoras? Ou algum feminista?

Mas onde eu estou querendo chegar?

1 - Atribuir ao Feminismo uma jovem tirar uma foto com os peitinhos à mostra e condenar isso não é combater o Feminismo, é combater o pouco da heterossexualidade feminina ainda disponível. Eu já lembrei lá nos comentários o que os antifeministas já descobriram e eu já disse várias vezes: se dependesse do Feminismo, teríamos um apartheid lésbico, não uma putaria generalizada.

2 – Os piores países em direitos humanos são os mesmos que mais proíbem a prostituição e a pornografia. Já vi vários antifeministas direitistas defendendo o Islamismo como opção para combater o Feminismo. Mas se nenhum dos países islâmicos é socialista, é porque eles nunca tiveram a capacidade cultural para deixar o liberalismo entrar (qual o país socialista que nunca foi capitalista antes?). E se nenhum dos países islâmicos é feminista, isso é só porque os feministas ainda não estão atuando por lá. Ou não estavam. Vejamos um protesto feminista na Arábia Saudita (matéria do Reinaldo Azevedo): http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/globo-online-sugere-que-a-arabia-saudita-caminha-para-a-luz-e-a-igreja-catolica-para-as-trevas-desinforma-mas-agrada-a-militancia-ou-jornalistas-das-organizacoes-globo-podem-fazer-com-p

Agora, uma campanha feminista na Índia, que se divide, a grosso modo, entre Hinduísmo e Islamismo: http://virgula.uol.com.br/lifestyle/comportamento/campanha-produz-imagens-de-deusas-agredidas-para-combater-violencia-domestica-na-india.

(Ah, e lá as prostitutas são todas menores de idade ou dá pra achar uma adulta também?)

3 – Crimes sexuais reais não são defendidos nem aceitos por nenhum grupo organizado expressivo, mas estão sendo usados como fantasmas para destruir a democracia ocidental por dentro. Você percebeu que os brasileiros que falam de suicídio de moça que teve um "vídeo íntimo" publicado na internet são os mesmos que não comentam sobre mais 50.000 homicídios por ano? E são os mesmos que tratam falsas denúncias de crimes sexuais como se fosse defesa dos casos verdadeiros? Quem tem conhecimento de casos de falsas denúncias de abuso sexual de crianças (pedofilia é atração) e de estupro de mulheres adultas, e reprova a falsa denúncia, sabe que a própria regra constitucional de que o suspeito é inocente até prova em contrário é indizível até a prova da inocência. E se depois do estupro e do assédio sexual reais "nós" ampliarmos os conceitos do estupro e do assédio sexual? E se nós ligarmos a pornografia ao estupro e ao assédio sexual reais? E se nós colocarmos crianças e moças adolescentes nessa coisa toda? E se, por fim, nós ligarmos a própria heterossexualidade masculina ao estupro e ao desrespeito à mulher? Mas não é só uma vida de falta de parafuso entrando na porca. Vamos ter um problema político e jurídico. Um crítico ao governo, um homem politicamente incorreto ou um homem desafeto de uma lésbica mal resolvida podem ser presos ou mortos com uma falsa acusação de assédio sexual, estupro ou "pedofilia" (na verdade, abuso sexual de menor). Vai ter pra mulher também, se a prostituição e a pornografia forem criminalizadas, como algumas feministas defendem. E, como dizem, "não dá nada pra nós".

Aí, os cristãos conservadores, em nome de combater o socialismo, ajudam os socialistas a destruir o que sobra da democracia ocidental usando ela mesma. Ajudam pelo esforço direto ou pela caricatura da oposição. Daqui as vadias da marcha vão dizer "o meu corpo está em liberdade, o dos machistas não". Ainda tem mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook