sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Fantasmas, múmias e a defesa da justiça - parte 2: as múmias

Abigail Pereira Aranha

Eu, que sou ateia, vou fazer mais uma analogia bíblica. Tiago 2: 14 - 26 e Hebreus 11 são sobre fé e obras, citando pessoas que foram aprovadas por Deus por fé e obras juntas. Podemos resumir em Tg 2: 26: "Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta". Mas a fé está para as obras como o espírito está para o corpo. Assim, a fé sem obras seria como um espírito sem corpo, um fantasma, o que também seria falta de vida humana. Mas as obras também dão vida à fé. E vou fazer também uma analogia com as múmias egípcias: as múmias eram os corpos mortos dos faraós, mortos mas conservados, que os egípcios conservavam crendo que eles ressuscitariam. Nesta metáfora, o Conservadorismo é a preservação do corpo.

Visto que o trabalho do movimento socialista começou pela cultura, os direitistas cristãos também são eles mesmos quase tão pacientes dessa ação esquerdista na cultura quanto a população em geral, e mal conseguem imaginar um projeto funcional contra a coisa toda. Por isso, vamos visitar páginas direitistas cristãs na internet e lá estarão desenhos ou fotos "vintage" estilo comercial de margarina e legendas tipo "mulher oprimida pelo machismo"; ou comparações em termos apenas econômicos de países socialistas com países capitalistas. Mesmo quando um conservador consegue publicar um artigo em um grande jornal, o texto é basicamente de críticas administrativas ao governo esquerdista, louvação à iniciativa privada, pregação contra a busca dos confortos da modernidade, discurso contra o suposto excesso de sexo na mídia ou ataques contra os homens que procuram a prostituição ou a pornografia. O melhor que eles apresentam, em qualquer formato, quase sempre é levantamentos e análises lúcidas dos erros e das loucuras que os governos esquerdistas ou a militância social-feminista já cometeram. E então?

Os esquerdistas já estão enterrando o Conservadorismo desde meados do século XIX. Como enfrentar o esquerdismo? Família tradicional? O LGBT-Feminismo fez mais fácil para este homem perder os filhos, boa parte dos bens e a liberdade quando a esposa quiser o divórcio, e fez o próprio casamento ser ainda menos interessante. Livre mercado? O Petrolão envolveu negócios do PT com empresas privadas, só para dar um exemplo. Igrejas? Falar de Cuba pode, mas se o padre ou pastor criticar o Feminismo, as vadias em fim de carreira lá dentro vão liquidá-lo.

Ah, e isso tudo me lembrou um filme que eu assisti na minha adolescência com um amigo que tinha filmes mais antigos, "Frankenstein" (era 2006, o filme é de 1994). Um cientista ficou viúvo e ressuscitou a mulher, mas ela começa a se comportar de um jeito cada vez mais estranho. Então, o doutor descobre que entre os corpos que ele pegou para reconstruir o corpo da esposa dele, o coração era de uma mulher psicopata que matou um homem. Aí, ele vai conversar com a mulher, que se chamava Christine, e o espírito da outra diz que se ele transasse com ela, ela poderia deixar o espírito da Christine voltar (ela disse que odiava os homens, mas que gostava de sexo hétero). Ah, o filme é pornô (Xi! Gente, quem não me conhecia antes, eu não sou viciada em sexo nem em pornografia). Depois da transa, no fim do filme, ela diz: "Christine não volta mais".

Frankenstein - filme porno antigo com / vintage porn movie with / film porno antique avec / pelicula antigua con / film porno annata con Anna Malle, Felecia, Rebecca Wild

Foi só com corpos vivos que começamos a causar impacto. O grupo no Orkut que começou a Real no Brasil era de pseudônimos, mas pseudônimos de gente que escrevia e mandava as mulheres medíocres pro Inferno das próprias picuinhas. O ativismo pelos direitos humanos dos homens também se materializou em iniciativas como o grupo A Voice for Men. Um historiador israelense, Martin Van Creveld, publicou em 2003 o livro "Sexo privilegiado", uma pesquisa histórica que destrói a tagarelice feminista. Warren Farrell esteve no Quadro de Diretores da Organização Nacional das Mulheres de Nova York de 1971 a 1974, mas saiu e publicou em 1993 o livro "The Myth of Male Power".

Outros que fizeram o LGBT-Feminismo perder um pouco da pose foram os "marriage strikers". A imprensa convencional pode citá-los raramente, de má vontade e para depreciá-los, mas eles estão mostrando que vivem melhor, com menos dinheiro e com mais dignidade que o homem casado. E mesmo que não seja só por causa deles, as taxas de natalidade estão caindo em vários países, em alguns deles os governos estão preocupados.

Eu mesma tentei criar um corpo vivo em 2006, fazendo um trabalho na blogosfera que começou como uma crítica ao universo feminino, eu tinha 15 anos na época, e esse trabalho se transformou em uma crítica ao LGBT-Feminismo. E este corpo vivo também era animado por um corpo vivo, o meu corpo no mundo real, dando atenção a homens maravilhosos que não ganhavam a valorização que deveriam, dando amizade, dando alegrias... tá bom, tá bom, oferecendo a periquita também.

Apêndice

"O mal que a esquerda fez à cultura", Felipe Moura Brasil, Veja, 18 de dezembro de 2015. Disponível em http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/cultura/o-mal-que-a-esquerda-fez-a-cultura.

O mal que a esquerda fez à cultura

Verifique se você também age como aqueles que denuncia

Por: Felipe Moura Brasil

18/12/2015 às 13:18

Direita Esquerda

O mal que a esquerda fez à cultura com a demonização de adversários pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer méritos pontuais em pessoas ou grupos que desprezam.

O mal que a esquerda fez à cultura com a ideologia da vitimização pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer a própria responsabilidade diante da retaliação aos ataques que fizeram.

O mal que a esquerda fez à cultura com a politização de todas as esferas da vida pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer que as razões de decisões profissionais, empresariais, amicais, amorosas e intelectuais vão muito além de supostas razões políticas.

O mal que a esquerda fez à cultura com a busca da igualdade de resultados, não de oportunidades, pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer que desperdiçaram a sua própria oportunidade e/ou que lhes falta talento, maturidade e lastro para se igualar a quem os tem.

O mal que a esquerda fez à cultura com a secundarização do valor da verdade e a sobreposição da coletividade ao indíviduo pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer que decisões contrárias a seus interesses individuais ou coletivos podem estar amparadas em 100% de razão e merecem respeito.

O mal que a esquerda fez à cultura com a legitimação do uso da força para atingir a igualdade de resultados pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer a própria covardia ao pregarem o uso da violência ou do militarismo para vencer adversários políticos que insistem em derrotá-los.

O mal que a esquerda fez à cultura com a destruição da alta cultura pode ser notado na incapacidade de certos direitistas de reconhecer as nuances de problemas complexos que não podem ser reduzidos a slogans, rótulos e chavões.

O mal que a esquerda fez à cultura com a descristianização da sociedade e o moralismo politicamente correto pode ser notado, sobretudo, na incapacidade de certos direitistas de fazer um exame de consciência, com esforço de autovexame e auto-humilhação, antes de se sentirem ofendidos com verdades incômodas e de reagirem com moralismo acusatório, não raro contra quem só quer alertá-los para a incoerência de agirem exata ou parcialmente como os esquerdistas que denunciam.

Felipe Moura Brasilhttp://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Questo testo in italiano senza foto e filmati di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Fantasmi, mummie e la difesa della giustizia - parte 2: le mummie", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantasmi-mummie-e-la-difesa-della-giustizia-parte-2.html. Parte 1 a http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantasmi-mummie-e-la-difesa-della-giustizia-parte-1.html.
Questo testo in italiano con foto e filmati di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Fantasmi, mummie e la difesa della giustizia - parte 2: le mummie", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantasmi-mummie-e-la-difesa-della_25.html. Parte 1 a http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantasmi-mummie-e-la-difesa-della.html.
Ce texte en français sans photos et films de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Fantômes, momies et la défense de la justice - partie 2: les momies", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantomes-momies-et-la-defense-de-la-justice-partie-2.html. Partie 1 en http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantomes-momies-et-la-defense-de-la-justice-partie-1.html.
Ce texte en français avec photos et films de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Fantômes, momies et la défense de la justice - partie 2: les momies", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantomes-momies-et-la-defense-de-la_25.html. Partie 1 en http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantomes-momies-et-la-defense-de-la.html.
Eso texto en español sin fotos y películas de putaría en Men of Worth Newspaper: "Fantasmas, momias y la defensa de la justicia - parte 2: las momias", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantasmas-momias-y-la-defensa-de-la-justicia-parte-2.html. Parte 1 en http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/fantasmas-momias-y-la-defensa-de-la-justicia-parte-1.html.
Eso texto en español con fotos y películas de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "Fantasmas, momias y la defensa de la justicia - parte 2: las momias", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantasmas-momias-y-la-defensa-de-la_25.html. Parte 1 en http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/fantasmas-momias-y-la-defensa-de-la.html.
This text in English without licentiousness photos and movies at Men of Worth Newspaper: "Ghosts, mummies and the defense of justice - part 2: the mummies", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/ghosts-mummies-and-the-defense-of-justice-part-2.html. Part 1 at http://avezdoshomens2.over-blog.com/2015/12/ghosts-mummies-and-the-defense-of-justice-part-1.html.
This text in English with licentiousness photos and movies at Periódico de Los Hombres de Valía: "Ghosts, mummies and the defense of justice - part 2: the mummies", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/ghosts-mummies-and-defense-of-justice_25.html. Part 1 at http://avezdoshomens2.blogspot.com/2015/12/ghosts-mummies-and-defense-of-justice.html.
Texto original em português sem fotos e filmes de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Fantasmas, múmias e a defesa da justiça - parte 2: as múmias", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2015/12/fantasmas-mumias-e-a-defesa-da-justica-parte-2.html. Parte 1 em http://avezdasmulheres.over-blog.com/2015/12/fantasmas-mumias-e-a-defesa-da-justica-parte-1.html.
Texto original em português com fotos e filmes de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Fantasmas, múmias e a defesa da justiça - parte 2: as múmias", http://avezdoshomens.blogspot.com/2015/12/fantasmas-mumias-e-defesa-da-justica_25.html. Parte 1 em http://avezdoshomens.blogspot.com/2015/12/fantasmas-mumias-e-defesa-da-justica.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía
Frankenstein (1994) - Anna Malle, Felecia, Rebecca Wild

Frankenstein - filme porno antigo com / vintage porn movie with / film porno antique avec / pelicula antigua con / film porno annata con Anna Malle, Felecia, Rebecca Wild

Frankenstein - filme porno antigo com / vintage porn movie with / film porno antique avec / pelicula antigua con / film porno annata con Anna Malle, Felecia, Rebecca Wild

Frankenstein - filme porno antigo com / vintage porn movie with / film porno antique avec / pelicula antigua con / film porno annata con Anna Malle, Felecia, Rebecca Wild

Fonte / source / fuente: ErotiCity, http://eroticity.net/threads/18313-Frankenstein-(1994)-Anna-Malle-Felecia-Rebecca-Wild

Rebecca Wild - Frankenstein (1994)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook