segunda-feira, 14 de julho de 2014

Os idiotas ainda úteis: com dois candidatos cristãos assumidos, evangélicos apoiam (outra vez) a esquerdista Dilma Rousseff para a Presidência da República do Brasil

Abigail Pereira Aranha

Dilma Rousseff irá à inauguração do Templo de Salomão para ter apoio do bispo Edir Macedo nas eleições, diz jornalista

Avatar de Tiago Chagas Publicado por Tiago Chagas em 12 de maio de 2014

A inauguração do Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, contará com a presença da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

De acordo com informações do jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, Dilma irá prestigiar a inauguração do megatemplo como forma de estreitar os laços com o único líder evangélico que a apóia: bispo Edir Macedo.

"A aproximação com a Igreja Universal é, por enquanto, o único ativo de Dilma com os evangélicos para a campanha eleitoral. Desde 2010, o PT tem dificuldade de lidar com o segmento", escreveu Jardim.

Gospel Mais, http://noticias.gospelmais.com.br/eleicoes-dilma-templo-salomao-apoio-edir-macedo.html.

Partido da Igreja Universal decide marchar com Dilma Rousseff

Postado em por Inaldo Sampaio

O PRB realizou ontem (30) a sua convenção nacional para oficializar o apoio do partido à presidente Dilma Rousseff (PT) que é candidata à reeleição.

Apesar disto, criticou a ingerência do Palácio do Planalto na eleição do Rio de Janeiro.

Segundo o presidente nacional do partido, Marcos Pereira, foi devido a essa ingerência que o PROS abandonou a candidatura do senador Marcelo Crivella (PRB) para se juntar à do deputado Antony Garotinho (PR).

"Tivemos momentos difíceis para confirmar essa aliança e ela quase foi rompida por conta do episódio do Rio de Janeiro. Hoje (ontem), após uma conversa com a presidente (Dilma Rousseff), confirmamos o apoio", afirmou Marcos Pereira.

Em Pernambuco, o PRB está fechado com a candidatura do senador Armando Monteiro (PTB) para o Governo do Estado.

CBN Recife, http://blogs.recifecbn.com.br/inaldosampaio/2014/07/partido-da-igreja-universal-decide-marchar-com-dilma-rousseff

Apoio da Igreja Universal foi fundamental para eleger DILMA

Novembro 5, 2010 — @UniversoIURD

Raciocinem comigo, a Igreja Universal possui no Brasil cerca de 15 milhões de adeptos em todo Brasil, logo conta com uma força politica invejada por muitas igrejas católicas e evangélicas. E além do grande numero de fiéis que a igreja possui, a igreja Universal do Reino de Deus é uma liderança importante no meio evangélico, ao apoiar um candidato a Universal influencia outras igrejas evangélicas a votarem nesse candidato. Partindo desse principio a Igreja Universal foi a grande responsável pela vitoria de Dilma Rousseff... uma vez que a diferença de votos entre Dilma e Serra foi menos de 10 milhões de votos. Ou seja, se a IURD apoiasse o José Serra, muito provavelmente ele venceria.

Mais uma vez na eleição, o voto fiel dos evangélicos fez a diferença nas urnas.

Blog Universo Universal, http://universouniversal.wordpress.com/2010/11/05/apoio-da-igreja-universal-foi-fundamental-para-eleger-dilma

Comentários do Jornal dos Homens que Prestam

Há uns meses atrás eu estava conversando com o meu pai e alguns irmãos mais velhos sobre como a igreja evangélica despencou de nível. Na década de 80 e no começo da década de 90, os evangélicos podiam ser pouco instruídos, mal informados e até sexofóbicos, mas em duas coisas eles não deixavam margem pra crítica: conhecimento bíblico e vergonha na cara. Eles eram os que NÃO davam calote na mercearia, os que NÃO infernizavam o ambiente de trabalho, os que NÃO infernizavam os vizinhos, os que NÃO deixavam de ler e estudar a Bíblia. Eles até NÃO bebiam! Hoje, a igreja evangélica é morador da periferia com megalomania, traficante, caloteiro, solteirona gorda e vadia em fim de carreira. A aversão e a inveja contra quem já deu uma foda decente na vida continua quase a mesma, mas eles juntaram a descoberta de que sexo no casamento pode ser decente (pelo menos 30 anos depois do "mundo") com piranhagem por trás da cortina quase igual à do "mundo". Até funk gospel e boate gospel já inventaram. Não estou me esquecendo daqueles evangélicos de verdade, vou chegar neles ainda.

Mas pra piorar, os evangélicos também estão virando esquerdistas. Lá pela década de 60, alguns padres católicos e alguns pastores evangélicos falavam contra o Socialismo. Podia até ter alguma mentira ou alguma bobagem no meio, mas eles falavam contra. Ainda hoje alguns pastores mais sérios falam da perseguição aos cristãos nos países socialistas ou na que havia na Cortina de Ferro e na União Soviética. Mas são pouquíssimos pastores que denunciam o abortismo, o gayzismo ou a última artimanha contra o Cristianismo. E até nos púlpitos das igrejas mais tradicionais pode sair alguma porcaria feminista.

E confirmando aquela frase do Joãozinho Trinta de que pobre gosta é de luxo, a maioria dos evangélicos é materialista, as igrejas que mais crescem são as que oferecem curas milagrosas e "vitória" na vida financeira. Esses não vão dispensar uma cota racial na universidade para o filho, por exemplo.

E foi-se o tempo em que evangélico suportava perseguição e discriminação de verdade por ser evangélico, e suportava com honra. Hoje, o evangélico pode surfar na onda da situação política e social enquanto faz parte de mais uma tribo, ser um evangélico mediano é mais ou menos como ser budista, ser metaleiro ou ser homossexual. Hoje, evangélico perseguido é vaca anorgásmica ouvindo o que não quer de quem não tem necessidade nem paciência para suportar os inferninhos dela.

Não é que a igreja tenha função política, como igreja, mas quais são os problemas do país e do mundo segundo os pastores e os irmãozinhos do Facebook? Os mesmos espantalhos de 20 ou 30 anos atrás. O ateísmo (talvez 2% dos brasileiros sejam ateus hoje), a televisão (não é o programa X e o Y), a internet (que parece que só tem safadeza e bruxaria), a pornografia (qualquer cena romântica mais entusiasmada debaixo de lençóis em novela). Você já viu pregador falando em indústria do divórcio ou alienação parental quando diz que a sociedade ataca ou despreza a família? Eu achei legal que uma vez eu ouvi uma pregação falando que a televisão pregava o adultério e a prostituição e poucos anos depois eu ouvi uma pregação do mesmo pastor dizendo que o adultério deixou de ser crime. Então o adultério ainda era crime nas leis do "mundo" que atacava os valores cristãos?

Enquanto isso, os cristãos que defendem tanto a Sã Doutrina quanto o Conservadorismo não estão apenas fazendo um trabalho de iniciativa individual, também são quase ignorados pelos irmãozinhos, algumas vezes sendo atacados por outros cristãos quando citados. Quem viu no Youtube a participação do pastor e psicólogo Silas Malafaia em um debate na Câmara dos Deputados sobre o Projeto de Decreto Legislativo 234/2011, cancelando os artigos de uma portaria do Conselho Federal de Psicologia que proíbem o tratamento da homossexualidade ou até que o psicólogo fale mal da homossexualidade em público? Quantos irmãozinhos conhecem o blogue do Júlio Severo? Quantos irmãozinhos protestaram contra o assédio moral criminoso ao pastor e deputado Marco Feliciano pela militância esquerdista para o público esquecer dois deputados condenados pelo caso Mensalão que acabaram de assumir a Comissão de Constituição e Justiça do Congresso?

E fora os direitistas assumidos, o que as ovelhinhas evangélicas falam desses nomes? Ah, eu discordo deles por uma série de motivos. Eu li uma dessas semana passada no Facebook. Essa mesma ovelhinha (visitei o perfil depois) discorda de irmão em Cristo mas vota no PT. Discorda de irmão em Cristo mas defende mensaleiro. Discorda de irmão em Cristo mas defende o terrorismo árabe-palestino contra Israel. Discorda de irmão em Cristo mas defende o Lesbofeminismo. E nessas eleições, os evangélicos têm DOIS candidatos à Presidência da República: José Maria Eymael, do Partido Social Democrata Cristão, e Pastor Everaldo, do Partido Social Cristão. O pastor Everaldo é empresário (calma, ainda existem pastores com outras atividades fora da igreja). E Eymael, que já concorreu outras vezes, é advogado. Mas quase todos os evangélicos vão votar ou na socialista abortista lesbonazista populista ex-guerrilheira poste Dilma Rousseff ou no ex-aliado Eduardo Campos ou em Aécio Neves para não votar nela. Você vai ver um pastor falar do Pastor Everaldo ou do Eymael até outubro? Reinaldo Azevedo, católico, já falou bem do Pastor Everaldo, assim como escreveu a favor do pastor Marco Feliciano. Você, evangélico, discorda mais do desarmamento de cidadão de bem ou do irmão que já está na política? Você, evangélico, discorda mais da bisbilhotice de governo e empŕesa na internet ou do irmão concorrendo a cargo político? Você, evangélico, discorda mais de jornalista antiesquerdista recebendo ameaça de morte e de pastor ser chamado de homofóbico porque defende a família hétero ou do irmão que está defendendo os direitos fundamentais do cidadão de bem?

Eu já disse algumas vezes no Facebook: quando vejo o Olavo de Carvalho apontando a decadência lógica-intelectual dos esquerdistas hoje, eu penso nos mesmos "foras" no meio cristão 10 anos atrás. O problema de um Brasil de mais de 20% de evangélicos não é o risco de um talebã cristão, é o risco de um rebanho de analfabetos funcionais pronto para ser usado pela esquerda, como colaboradores ou como caricatura de oposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página no Facebook